sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

FC Porto cinco estrelas vence o Vitória no Bonfim

Os Dragões, a equipa no seu todo, produziram hoje no Bonfim uma das melhores exibições (talvez a 3ª) até esta altura da época. Mas gostei principalmente das exibições, do desempenho dos jovens (Luís Diaz, Romário Baró e Vítor Ferreira) médios pela sua qualidade futebolística e disponibilidade para correr, defender e atacar...!

Manuel Mota - Um juiz do apito que apesar da sua conotação aos encarnados, desta vez não exagerou, como é seu costume, contra os azuis e brancos, ou seja, pareceu utilizar o mesmo critério disciplinar para as duas equipas...!

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Manuel Mota para arbitrar a partida entre Vitória de Setúbal e FC Porto, agendada para este sábado (18h00, Sport TV), no Estádio do Bonfim, e relativa à 19.ª ronda da Liga NOS.

Ficha oficial do jogo - Estádio do Bonfim - 1 de Fevereiro de 2020

O FC Porto bateu este sábado o Vitória de Setúbal (4-0), no Estádio do Bonfim, em jogo referente à 19.ª jornada do campeonato. Tecatito Corona (38m), Alex Telles (44m), Soares (48m) e Luis Díaz (90m+1) foram os marcadores de serviço nos Dragões, que passam a somar 47 pontos, menos sete do que o Benfica, primeiro classificado.

Árbitro: Manuel Mota da Associação de Futebol de Braga
Assistentes: Jorge Fernandes e Luciano Maia4º Árbitro : Hugo SilvaVAR : Manuel Oliveira auxiliado por Tiago Leandro

VITÓRIA FC: 90Makaridze
4Artur Jorge, 24Bruno Pires, 29José Semedo, 17Sílvio
3Jubal Junior, 10Éber Bessa, 87Zequinha 70', 7Guedes 62'
76Carlinhos, 22Brian Mansilla

SUPLENTES : 1Valido, 21Nuno Pinto, 5Mano, 25Leandro Silva 70'
34Vilela, 16André Sousa, 9Hachadi 62'

TREINADOR : Júlio Santiago

FC PORTO : 32Agustín Marchesín,
18Wilson Manafá, 19Mbemba, 5Marcano, 13Alex Telles 75'
25Otávio, 16Matheus Uribe, 27Sérgio Oliveira
7Luis Díaz, 29Soares 68', 17Tecatito 59'

SUPLENTES : 31Diogo Costa, 4Diogo Leite, 15Mamadou Loum,
8Romário Baró 59', 77Vítor Ferreira 75', 11Marega, 20Zé Luís 68'

TREINADOR : Sérgio Conceição

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Vítor Ferreira um jovem futebolista muito promissor



Vítor Ferreira um jovem futebolista que tem provado ser uma aposta do presente e futuro.
Um jogador com boa técnica, domínio de bola, com precisão no passe e que parece prometer fazer a diferença, só precisa de jogar mais e ser apoiado pela equipa técnica do FC Porto, para ganhar maturidade, consolidar e confirmar as suas pressupostas qualidades.

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Liga NOS - FC Porto x Gil Vicente

O desempenho do árbitro de Rui Oliveira, foi muito fraquinho, começa aliás a ser normal, na dúvida decidiu sempre contra os Dragões, e utilizou quase sempre uma dualidade de critérios disciplinares gritante, foi extremamente rigoroso contra os portistas e quase sempre permissivo a favor dos gilistas! Sempre que os jogadores gilistas se atiravam para a piscina (faziam teatro) ,falta contra o FC Porto, por outro lado foram muitas as vezes que os do Gil Vicente provocaram as quedas de jogadores portistas e "no pasa nada"...!

Relativamente à equipa portistas, não sei se a responsabilidade da equipa estar a jogar mal será só da equipa técnica. Uma coisa é visível a equipa portista esforça-se mas falha muitos passes. Os médios portistas não conseguem segurar as pontas, impondo-se aos médios contrários. Nas jogadas de ataque Marega e Soares muito sós, exige-se que lutem contra a avalanche de adversários, e por conseguinte, é evidente que assim não dá. Para resolver só aumentando a velocidade e circulando a bola ao primeiro toque com determinação e precisão de passe...!

Quanto ao desempenho individual dos Dragões, Marchesin pareceu-me mal batido no golo do Gil Vicente e gostei de ver jogar: Romário Baró, Vítor Ferreira e a espaços Luís Diaz... Fábio Silva mostrou qualidades mas falta-lhe ritmo e maturidade... Quanto aos outros lutaram muito mas nem sempre com esclarecimento!

 
Ficha oficial do jogo - Estádio do Dragão 28 de Janeiro de 2020

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Rui Oliveira para arbitrar o jogo entre FC Porto e Gil Vicente, agendado para esta terça-feira (20h15) no Estádio do Dragão, referente à 18ª. jornada da Liga NOS.
O árbitro da Associação de Futebol do Porto terá como assistentes Carlos Campos e Nélson Cunha, sendo David Silva o quarto árbitro. O VAR será Vasco Santos, assistido por Bruno Rodrigues.

Árbitro: Rui Oliveira da A F Porto
Assistentes: Carlos Campos e Nélson Cunha
4º Árbitro: David Silva
VAR: Vasco Santos, assistido por Bruno Rodrigues

O FC Porto bateu esta terça-feira o Gil Vicente (2-1), no Estádio do Dragão, em jogo referente à 18.ª jornada do campeonato. Marcano (45m+2) e Sérgio Oliveira (57m) foram os marcadores de serviço nos Dragões, que passam a somar 44 pontos, menos sete do que o Benfica, primeiro classificado.

FC PORTO : 32Agustín Marchesín
18Wilson Manafá 60', 19Mbemba, 5Marcano, 13Alex Telles
16Matheus Uribe, 27Sérgio Oliveira, 8Romário Baró 68'
29Soares, 11Marega 81'

SUPLENTES : 31Diogo Costa
4Diogo Leite, 24Renzo Saravia, 15Mamadou Loum, 77Vítor Ferreira 60'
7Luis Díaz 68', 49Fábio Silva 81'

TREINADOR :Sérgio Conceição

GIL VICENTE FC: 33Denis
20Fernando Fonseca, 5Rodrigão, 26Rúben Fernandes, 13Arthur 45'
55Henrique Gomes, 24Kraev 80', 3Soares, 6João Afonso, 7Lourency 79'
91Sandro Lima

SUPLENTES : 30Wellington Luís
23Edwin Banguera, 2Alex Pinto, 99Ahmed Isaiah 80', 27Baraye
9Zakaria Naidji 79', 14Romário Baldé 45'

TREINADOR : Vítor Oliveira

Benfica e Sporting controlam a arbitragem em Portugal

Três ex-árbitros peritos em arbitragem sentenciam: Doumbia devia ter sido expulso


segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Sugestões para a equipa técnica do FC Porto

60 anos a observar o futebol: treinos e jogos ditam-me o seguinte:
1 – Horário: começar às 09h00
2 – Estabelecer objectivos em função do plantel disponível. Se possível ter duas equipas competitivas. Se a composição do plantel não permitir vencer todas as provas então fazer pontaria para a principal: a conquista do campeonato (liga NOS).
De modo a não se apontar para objectivos inatingíveis, ou seja, para não se correr o risco de se pretender ganhar todas as competições e não se vencer nenhuma. (já lá diz o povo: “quem tudo quer tudo perde”)
3 – Plantel ideal 2 futebolistas de nível semelhante para cada posição
4 – Planificar a época que é uma maratona; e observar a necessidade de estabelecerem-se/atingirem-se picos de forma dos futebolistas para os jogos mais exigentes
5 – Estudar o carácter (ambição/motivação), a capacidade atlética e analisar a predisposição física e mental dos atletas para as competições a disputar, de modo a constatar-se a possibilidade de atingirem-se os objectivos da época.
6 – Preparar os futebolistas do plantel, em princípio 16 jogadores titulares da equipa “A”; mais os 16 jogadores da equipa “B”
7 – Reunir o plantel das equipas “A” e “B” para se discutir e analisar as possibilidades das equipas ultrapassarem as dificuldades e as exigências das provas a disputar durante a época.
8 – Estudar e analisar os comportamento; os critérios dos árbitros portugueses e agir-se em conformidade.
9 – Tornar os treinos competitivos mas atractivos (praticar futebol de salão?) de modo a não cansar psicologicamente.
10 – Treinar a técnica individual, o domínio da bola. Potência: treinar os futebolistas aos pares: um a correr com a bola e outro a agarrá-lo a fim de impedi-lo de progredir com ela. Exercícios físicos: treinar a corrida: resistência e velocidade (sprints)
11 - Treinar os automatismos da equipa na circulação de bola, de modo a trocarem a bola duns para os outros de olhos fechados.
12 – Utilizar bastante tempo do treino para praticar os remates à baliza.
13 – Treinar musculação no ginásio : de modo a desenvolver as pernas e o tronco (coração e pulmões também fortes) . Prescrever normas de alimentação.
14 – Estudo e análise dos jogos das outras equipas, principalmente dos processos de jogo dos benfiquistas...etc... etc...

Benfica continua a ser levado ao colo pelos árbitros

Não há dúvida, assim é muito mais FÁCIL ganhar os jogos e campeonatos!

Os árbitros com receio da "JARRA", pois se estiverem inactivos, não forem nomeados para dirigir os jogos, não ganham ($), os juízes do apito procuram agradar a quem controla a arbitragem (CA), por conseguinte, como sabem que são os actuais dirigentes benfiquistas que influenciam as nomeações, evidentemente que tratam de agradar aos acima mencionados!


































O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol divulgou, este sábado, os árbitros nomeados para os jogos deste domingo da 18.ª jornada da I Liga.

Manuel Oliveira, da Associação de Futebol do Porto, vai dirigir o encontro entre Paços de Ferreira e Benfica, que está agendado para as 17h30.

O juiz portuense será assistido por Pedro Ricardo Ribeiro e Tiago Leandro, com o quarto árbitro a ser Pedro Campos. Bruno Esteves estará na Cidade do Futebol, em Oeiras, a comandar o vídeoárbitro, auxiliado por Venâncio Tomé.

Árbitro : 
Manuel Oliveira, da Associação de Futebol do Porto
Assistentes: 
Pedro Ricardo Ribeiro e Tiago Leandro
4º Árbitro : 
Pedro Campos
VAR : 
Bruno Esteves na Cidade do Futebol, em Oeiras, a comandar o vídeoárbitro, auxiliado por Venâncio Tomé.

domingo, 26 de janeiro de 2020

Tribunal das Antas - Uma voz crítica

Embora possa estar de acordo com grande parte do texto abaixo, não posso deixar de lembrar o seguinte:
a) António Oliveira, um accionista de referência da FC Porto-Futebol,SAD e na minha opinião um sério candidato a substituir Pinto da Costa, afirmou recentemente que o FC Porto não arranja melhor treinador do que o Sérgio Conceição.
b) Concordo que esta época a equipa técnica não tem conseguido  obter da equipa A um rendimento consistente de acordo com os objectivos do Clube (direcção, sócios, adeptos), ou seja, sucesso desportivo, conquista de troféus.
c) Mas também sei que se as vitórias não acontecem não é só culpa da equipa técnica, mas também dos dirigentes da FC Porto-Futebol,SAD, e, por conseguinte ao pôr em causa o trabalho de Sérgio Conceição temos também de pedir responsabilidades ao Líder-Mor, o tal "Ícone" que devido à sua idade talvez já se devesse ter reformado, mas que não obstante continua agarrado ao poder, tipo personagem predestinado, sem ninguém à sua (dele) altura para o substituir. Entretanto vai-se enchendo financeiramente, pois os 15 mil euros mensais dão-lhe muito jeito, daí a dificuldade em abdicar de tal privilegio.


Aí está ele, o Messias que saiu a mal de quase todos os clubes onde esteve. Aí está o Messias para quem a culpa é sempre dos outros, e nunca sua, porque ele veio para Ensinar e não para Aprender.
Estava a demorar, mas ontem finalmente, Sérgio Conceição mostrou o seu lado mais genuíno. Aquele lado que o leva a proteger-se a todo o custo, mesmo que para isso tenha de culpar os outros daquilo que é da sua responsabilidade.
Ficamos ontem a saber que a culpa de a equipa estar a jogar tão mal nestas temporadas, não é dele, é por causa da falta de união no clube.
Afinal de contas, os treinos não servem para nada, porque uma ou duas pessoas no clube não dizem Ámen a tudo o que o Messias, o Pedroto 2.0 (perdoa-os Mestre...), faz.
Nós jogamos mal, porque uma ou duas pessoas dentro do clube, não dizem que jogamos bem, quando não jogamos uma merda.
Para o Messias, o Porto estava bem sendo uma ditadura, onde tudo teria de girar à sua volta.
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", quando teve à sua disposição o maior orçamento na história do clube?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se foi com ele que o clube mais gastou em transferências numa temporada?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se a direcção lhe deu poderes que não deu a mais nenhum treinador, na história do nosso clube?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se depois de ter sido eliminado pelo poderoso Krasnodar, a direcção ainda o defendeu?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se depois de ter perdido um campeonato que chegou a liderar com 7 pontos de vantagem, a direcção lhe deu o poder que teve/tem esta temporada?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se o clube deixou sair o Mário Silva, porque o Messias agora manda na equipa A, na equipa B e nos Sub19, com os resultados que temos visto nestes 3 escalões?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se o clube transformou o espaço de debate, numa versão de cartilha azul e branca, onde quem não diz que o Messias é o maior, é arrumado?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se o clube permitiu que ficasse com 2 jogadores em final de contrato (Herrera e Brahimi), prejudicando e muito a vertente financeira?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se o clube foi buscar um jogador que daqui saiu a custo zero há um par de temporadas (Marcano), tendo jovens valores com muito mais potencial nas suas fileiras?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se o clube permitiu que ficasse com Marega após uma temporada onde teve uma valorização exponencial, e propostas que jamais se repetirão?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se o clube lhe deu carta branca para contratar jogadores, que ele próprio depois desaproveita, com decisões incompreensíveis?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se não foi despedido depois de quase agredir um adepto do próprio clube?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se depois de insultar várias vezes os adeptos que não comem este tascobol, a direcção nada disse?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se continuou a ter apoio da direcção, mesmo depois de ter mandado calar Francisco J. Marques, a quem deveria estar muito agradecido pelo título que conquistou?
Como pode o Messias queixar-se de falta de união e dizer que é difícil trabalhar em "determinadas condições", se tem a lata de dizer que os adeptos que pagam não podem reclamar por espectáculo, e a direcção continua a apoiar-lhe?
E ontem ainda teve a suprema lata de dizer que no seu segundo ano cá, não ganhou por "falta de verdade desportiva". Tem toda a razão nisso, mas o que é que ele fez, enquanto o adversário era levado ao colo? Insurgiu-se contra isso? NÃO, calou-se bem calado, dizendo que no final da temporada ia falar. Falou? Ainda estou à espera.
A SAD tem muita culpa, mais do que o Messias, mas esta temporada fizeram tudo o que o Messias queria, deram-lhe tudo o que pediu. Não é por culpa da SAD que jogamos um futebol de MERDA. Ao contrário do que já andam por aí a dizer os defensores do Messias, o nosso plantel não é mau, o Messias é que faz maus todos os jogadores.
Tirando Marega na primeira temporada, lembram-se de algum jogador que tenha valorizado com o Messias como treinador???
Este ano temos um jovem que quase sempre mostra dotes inigualáveis no plantel, falo de Luis Díaz, e que faz o Messias? Mete-o no banco, para ver brilhar o grande Marega, o afilhado Mor. Aquele que se recusou a treinar há uns tempos atrás.
Gastamos um dinheiral em Zé Luís, com um episódio tão caricato como ridículo de o treinador e o Presidente ligarem em directo para um programa de televisão a dizer que o clube o queria, e depois de começar bem a temporada, onde está Zé Luís agora? A aquecer do lado de fora.
Uribe, outra grande contratação, já é visto como mau, ele que quando chegou tomou conta do nosso meio-campo. Mas coincidência ou não, quanto mais tempo passou a treinar com o Messias, mais desaprendeu de jogar...
Parabéns Messias, dono e senhor de toda a verdade. Bate mais uma ou duas vezes no peito, para enganar aqueles mais ingénuos que dizem a plenos pulmões que és portista, aliás mais portista que muitos portistas, e continuarás a ter o apoio de muitos.
Por mim podes continuar a bater no peito, a mostrar-te forte contra os fracos e pequeninos como o Nakajima. Muito mérito tiveste na primeira temporada, mas o que trouxeste nesse ano, já há muito se perdeu.
Como pode esta pessoa ter sido o treinador com o maior apoio, de longe, de que me lembro de ver no nosso clube? Só porque bate no peito e faz cara feita?
3 Finais perdidas! Eu ainda sou do tempo em que um Presidente de um determinado clube, dizia que as finais não se jogam, ganham-se...
Para os mais distraídos, o clube que já não anda nada bem de finanças, hipotecou completamente o seu futuro, com este Messias. Dando-lhe o maior orçamento, e também a capacidade de gerir contratações e dispensas. Jogadores que saíram ao preço da uva mijona brilham agora noutros clubes, e os nossos têm um valor de mercado baixíssimo. Antevejo uma pré-temporada penosa, onde vamos ter de vender muitos jogadores, para conseguir equilibrar as contas desta temporada desastrosa. O que antes conseguíamos com a venda de 2 ou 3 titulares, este ano vamos ter de vender o dobro, quase de certeza incluindo alguns jovens.
Dito isto, eu quero sempre que o meu clube ganhe, só não como gelados com a testa, e não consigo estar do lado daqueles para quem temos de apoiar até ao fim, porque ainda há coisas para ganhar.
Apoiarei sempre o meu clube, mas com este Messias antevejo mais noites mal dormidas que sorrisos, e vendo que mesmo assim continua a ter tantos e acérrimos defensores, deixa-me ainda mais doente.
P.S. Desculpem o longo texto, mas hoje mal dormi a pensar no nosso clube, a pensar no que esta personagem disse ontem. Certamente esqueci-me de mais alguma coisa, mas é o que sinto, o que sinto há muito tempo.

Sérgio Conceição e Pinto da Costa a decepcionar...?

Intrigante, as declarações de Sérgio Conceição:
a) Na 1ª época, houve falta de recursos para contratar reforços
b) Na 2ª época, ausência de verdade desportiva (Benfica a controlar arbitragem)
c) Esta época diz Sérgio que existe falta de união fora e dentro do Clube...!
Querem lá ver que a responsabilidade do FC Porto jogar mal é dos adeptos...!
Entretanto Pinto da Costa em mais do mesmo apoia o treinador...!
Se a situação continuar a descambar para o torto como vai ser...?

Álvaro Magalhães e Paulo Baldaia

Álvaro Magalhães                                                                                                               







































O que une são as vitórias by Paulo Baldaia


FC Porto: os motivos da desunião e...

Quais os motivos da falta de união...? Pinto da Costa apoia Sérgio Conceição







































Rescaldo do jogo em Braga









Pinto da Costa apoia Sérgio Conceição mas...

Jorge Nuno como é seu costume decidiu apoiar Sérgio Conceição não obstante o descontentamento que grassa entre os adeptos (super dragões?) já há algum tempo devido a exibições pouco consistentes da equipa principal. E agora pergunta-se:
a) E se tal como as coisas estão, acontecer um dos piores cenários e as coisas correrem mal, os dragões fracassarem em todas as competições?
b) É que atendendo às últimas exibições da equipa não será difícil de prever um desfecho de total fracasso.
c) Na minha opinião o presidente do FC Porto está a tentar motivar o líder da equipa técnica e os jogadores, mas é evidente que só com conversa não se vai a lado nenhum: é preciso menos folgas e mais trabalho para se obter resultados.
d) Pessoalmente entendo que Pinto da Costa está a arriscar demasiado e oxalá que não, que se trate de apenas um chuveiro e não duma tempestade que acabaria por pôr em causa todo o trajecto até aqui do presidente e que um dia em vez de sair pela porta grande saia pela porta pequena...!


Adeptos recebem F.C. Porto no Dragão com insultos e assobios
Apesar dos inúmeros insultos, pedidos para o treinador Sérgio Conceição se demitir e para que fosse falar com os adeptos, a saída do plantel e da equipa técnica foi feita sem complicações, cerca da 1 hora da madrugada.
O treinador do F.C. Porto, Sérgio Conceição, falhou no sábado a conferência de imprensa após a derrota na final da Taça da Liga abandonando o estádio ao lado do presidente Pinto da Costa.
O Sporting de Braga venceu no sábado o F.C. Porto, por 1-0, no jogo da final da Taça da Liga de futebol, disputado em Braga, com um golo de Ricardo Horta aos 90+5 minutos.
"Nós temos de olhar para dentro. É preciso responsabilidade coletiva. Não estou a falar do grupo de trabalho, é toda a gente. É difícil trabalhar em determinadas condições", afirmou Conceição.
O presidente do F. C. Porto, Pinto da Costa, mantém "total confiança" nos jogadores e em Sérgio Conceição, segundo a "newsletter" do clube, deste domingo.
A nota refere que Pinto da Costa "esteve ontem [sábado] reunido com a equipa, no balneário, e deixou uma mensagem clara: tem total confiança nos jogadores e no treinador e acredita que terça-feira será dada uma demonstração de força no jogo frente ao Gil Vicente". Lê-se ainda que "o F. C. Porto está envolvido em três competições e todos no grupo seguirão juntos até ao fim".

Sérgio Conceição coloca o lugar à disposição do Presidente

Devido a ter sido surpreendido pelas anormais declarações actuais de Sérgio Conceição... Eis a manifestação da minha estranheza...
O descontentamento actual do líder da equipa técnica
Segundo Sérgio Conceição: na sua 1ª época o défice financeiro não permitiu contratar reforços a seu contento. Na 2ª (declarou agora) não houve verdade desportiva devido às arbitragens! Agora  na 3ª declara que não há união no F.C. Porto...?!
Espera-se que Sérgio Conceição desmistifique e que pelo menos informe a direcção do Clube dos motivos que o levaram a produzir publicamente tais afirmações. É que quando afirmações deste tipo são feitas em público, algo inusitado no FC Porto, um clube que habituou os seus adeptos a que os os problemas se resolviam dentro de portas sem provocar confusão no exterior! E é por isso que constato que é bastante estranho que o líder da equipa técnica tenha vindo agora fazer as bombásticas declarações que fez. Quais serão as razões da falta de união, pergunta-se...?! Eis aqui algo que vai colocar em alvoroço todos os sócios e adeptos portistas. Para já, a mim não me parece, que tenham sido os adeptos a provocarem a tal falta de união! Pois não acredito que tenham sido os sócios e demais adeptos a provocar este desfecho, mesmo admitindo que, por vezes, tenham sido algo críticos, e produzido firmações controversas do tipo "ele não é dono do FC Porto, em algumas situações.

sábado, 25 de janeiro de 2020

Demérito do FCP e Godinho a fazer inclinar o campo para o Braga

Dragões perderam este sábado a final da competição por 1-0, frente ao S C Braga.
Com algum demérito do FCP e Godinho no capítulo disciplinar a fazer inclinar o campo para o lado do SC Braga.

E assim, com mais esta derrota, Sérgio Conceição diz adeus (a mais um troféu) à Taça da Liga.
Ricardo Horta 95'

Final da Taça da Liga (19h45), no Estádio Municipal de Braga

Ficha oficial do jogo - Estádio da Pedreira - 25 de Janeiro de 2020

Árbitro: Luís Godinho da Associação de Futebol de Évora
Assistentes: Rui Teixeira e Valter Rufo
4º Árbitro: Cláudio Pereira
VAR: Tiago Martins, assistido por Artur Soares Dias e Rui Licínio

SC BRAGA : 1Matheus
3Vítor Tormena 56', 34Raul Silva, 5Sequeira, 47Ricardo Esgaio
60João Palhinha 90', 36Bruno Viana, 27Fransérgio, 21Ricardo Horta
20Paulinho, 90Galeno 50'

SUPLENTES : 12Tiago Sá, 11Diogo Viana, 13Wallace 56'
17João Novais 90', 7Wilson Eduardo, 77Trincão 50', 18Rui Fonte

TREINADOR : Rúben Amorim

FC PORTO: 31Diogo Costa
17Tecatito, 19Mbemba, 5Marcano, 13Alex Telles
22Danilo Pereira 74', 27Sérgio Oliveira 72', 25Otávio
11Marega 78', 29Soares, 7Luis Díaz

SUPLENTES : 32Agustín Marchesín
18Wilson Manafá 78', 4Diogo Leite, 8Romário Baró 72'
16Matheus Uribe 74', 77Vítor Ferreira, 9Aboubakar

TREINADOR : Sérgio Conceição

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Jorge Sousa condicionado por Filipe Vieira e seus comparsas

A equipa de arbitragem de Jorge Sousa já vai para os jogos condicionada pelas críticas (falsidades) de Luís Filipe Vieira e seus comparsas, o resultado foi um dos fiscais de linha do árbitro assinalar uma grande penalidade falsa como "Judas" a favor do Vitória de Guimarães.




As Capas - Os diferentes critérios dos jornais desportivos

Para o jornal A Bola o VAR é que deu a vitória aos portistas...!





Para o Record, vimaranenses com golo anulado na última jogada














































Já para o jornal OJogo, realce para "Tribunal unânime": mal marcado o penalti que deu o golo ao Vitória de Guimarães



quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Taça da Liga - FC Porto acaba por vencer com mérito

Fim do primeiro tempo - Resultado Vitória de Guimarães 0 FC Porto 0
Para já os vimaranenses estão a demonstrar mais: agressividade, velocidade e melhor entrosamento, ou seja, melhor ligação entre todos os seus sectores : defesa, meio campo e ataque.
Censurável a vergonhosa atitude do treinador do Vitória, Ivo Vieira,  ao pretender que fosse validado o segundo golo do vitória obtido devido a um pontapé dum jogador do Vitória nas mãos de Diogo Costa que fez com que o jovem guarda-redes do FC Porto perdesse o controle da bola. Logo o Vitória de Guimarães que tem alternado exibições razoáveis com outras que foram autenticos fiascos.


Os Golos
FC Porto : Alex Telles 66’, Soares 75’
Vitória de Guimarães: Tapsoba E. 65’

Jogo das meias-finais da final four da Taça da Liga disputa-se esta quarta-feira (19h45), no Estádio Municipal de Braga


Ficha oficial do jogo - Estádio da Pedreira -Braga -22 de Janeiro de 2020

O Conselho de Arbitragem nomeou
Árbitro : Jorge Sousa da AFP
Assistentes : Nuno Manso e Sérgio Jesus
4º Árbitro : Gustavo Correia
VAR : Hugo Miguel, assistido por Bruno Jesus


VITÓRIA SC : 1Douglas
2Pedro Henrique, 29Florent, 6Tapsoba E., 15Victor García 83'
11André André, 7Lucas Evangelista 78', 88Pêpê Rodrigues
91Davidson, 23Edwards, 13Bonatini

SUPLENTES : 56Miguel Silva, 3Frederico Venâncio, 5Rafa Soares
10João Carlos Teixeira, 28Denis Poha, 45João Pedro 78', 16Rochinha 83'

TREINADOR : Ivo Vieira

FC PORTO: 31Diogo Costa
17Tecatito, 19Mbemba, 5Marcano, 13Alex Telles
16Matheus Uribe 68', 25Otávio 86', 27Sérgio Oliveira
7Luis Díaz, 11Marega 78', 29Soares

SUPLENTES : 32Agustín Marchesín
18Wilson Manafá 68', 4Diogo Leite, 8Romário Baró 78'
77Vítor Ferreira 86', 9Aboubakar, 49Fábio Silva

TREINADOR : Sérgio Conceição

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Carlos Duarte expert em arbitragem do Porto Canal

Ontem fui negativamente surpreendido pela classificação que o expert em arbitragem do Porto Canal, Carlos Duarte atribuiu a Carlos Xistra (conhecido entre os portistas de Xistrema) no FC Porto 1 Braga SC 2

a) - **** quatro estrelas?! Na minha opinião, nem 3 que fará 4...!!
b) Então Carlos Duarte esqueceu-se de ter criticado Xistra por exibir o cartão amarelo a um dos dois bracarenses que foram desabridamente invectivar (injuriar) o fiscal de linha na lateral, argumentando que o que ficou impune também devia ter sido admoestado com o respectivo amarelo e que depois ao cometer falta para grande penalidade teria de ser expulso...!
c) Mas mais, durante o jogo Xistra permitiu por diversas vezes o jogo a roçar a violência dos bracarenses. Houve várias jogadas em que os futebolistas portistas caíram no terreno e Xistra nada assinalou (por outro lado sempre que um jogador do Braga caía era certo e sabido que Xistra não hesitava em assinalar falta).
Todos esses lances deviam ter sido observados e exaustivamente analisados por Carlos Duarte e das duas uma, ou:
1 - Carlos Duarte classifica essas quedas dos futebolistas portistas como atirando-se para a piscina, ou,
2 - Caso contrário, nesses casos, teria de considerar que houve realmente falta e como tal verberar (reprovar) o desempenho de Xistra referindo esses lances que ficaram por sancionar.

Tiquino Soares e Jogo Final by Jorge Maia

A forma actual de Tiquinho Soares








































Abalo no sistema by Jorge Maia














Danilo e os pormenores que impediram as vitórias

Danilo e os pormenores que justificam as derrotas...?









































Tomás Esteves e Rúben Cardoso, jovens promissores































domingo, 19 de janeiro de 2020

Os deuses e outras coisas by Paulo Baldaia e...

Na hora de repensar o futuro Paulo Baldaia expõe o seu pensamento








































O maior desafio da história



Diagnóstico feito por adeptos importantes

Diagnóstico feito pelos adeptos (mais conhecidos)








































Contrarelógio por Pepe e Naka


As soluções estão em casa e...

Adeptos mais conhecidos da Comunicação Social








































Defesa expõe ferida no ataque









































Futebol - Rubrica de Opinião

Tenho estado a ler os comentários em "Puro Portista" e é só para também exprimir os meus "bitaites" sobre o assunto Sérgio Conceição e a equipa A de futebol.
1 - Apesar de todo o nosso descontentamento, despedir o treinador nesta altura do campeonato seria precipitado. A alternativa, um treinador de "gabarito" seria muito caro e acredito não estar ao alcance do Clube. Futuramente talvez o FCP consiga contratar o "Rui Faria" que na minha opinião é um excelente técnico, que já está a ganhar, mas ainda vai conquistar muito mais sucesso.
2 - Como motivar o plantel, sabendo-se que os "craques" promissores estrangeiros só vêm para o FC Porto para se valorizarem (trampolim para dar o salto) e a seguir darem o salto para os "tubarões", ou seja, clubes que pagam salários e prémios chorudos. O perigo de se espremer muito é acabar por não se retirar resultados nenhuns.
3 - É por isso que o FC Porto deve apostar principalmente na "Formação" (tb observadores locais) nos jovens que sintam a camisola e que antes de tudo são portistas. Exemplo: Rúben Neves, que já manifestou o sonho de regressar ao FCP para ganhar títulos
4 - Por conseguinte, Sérgio Conceição tem (deve) de gerir os talentos com muito cuidado, pois está actualmente a exigir muito dos futebolistas sob o seu comando: Liga NOS, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga Europa da UEFA. Por vezes quem quer tudo acaba por não ganhar nada.

António Salvador presidente do Braga SC exultante
Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és. Este é mais um candidato a trafulha!
É mais um dos que se aliou ao "Vieira mafioso/Kadafi dos pneus" para conseguir dividendos, ou seja, benefícios da Arbitragem (árbitros) para a equipa A do Braga SC...!
E para já, ainda recentemente, começou a obter resultados pois no FC porto 1 Braga SC 2, Carlos Xistra permitiu o jogo faltoso para intimidar (caneladas) dos bracarenses e foi rigorosíssimo a descobrir faltas contra os portistas quando estes procuraram utilizar os mesmos métodos dos adversários...!

FCP não quer mas o Benfica de Vieira quer e até faz alarde disso

Pinto da Costa, líder do FC Porto, manifestou recentemente que embora crítico do sistema, não o quer controlar e muito bem. Agora porem, perante a situação vigente em que o poder do futebol (política e Justiça) está entregue a: mafiosos, descarados, sem vergonha, instrumentalizadores, manipuladores; que até fazem alarde disso; comandados por Filipe Vieira e a sua troupe de mafiosos; todos aqueles que não se revêm nesta situação, ou seja, neste esquema fraudulento, têm obrigação moral de denunciar o sistema abjecto (infame) que aqui (Portugal) se vive, a bem da ética, da verdade desportiva, de valores exemplares, da sanidade mental e moral do Povo, deste jardim à beira-mar plantado que é Portugal.

Mas mais, dado que o poder do futebol português está actualmente entregue a representantes do SLB e do SCP, mesmo que o FC Porto através do seu líder não queira controlar o poder do futebol em Portugal, pelo facto porem de ser um dos três maiores clubes de Portugal, tem o direito de reivindicar a prerrogativa de pelos menos dirigir uma das instituições do futebol nacional, ou seja, o Conselho de Disciplina.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Xistra permitiu o jogo faltoso dos bracarenses, mas...

O Conselho de Arbitragem (nomeações)
Para apitar os jogos do Benfica os dirigentes da arbitragem têm sempre o cuidado de nomear juízes do apito convenientes para os encarnados, pois doutro modo seriam trucidados publicamente.
Pelo contrário, quando se trata do FC Porto, os mesmos dirigentes de arbitragem sabem bem quem têm de nomear quando pretendem dificultar a vida aos portistas. E no aspecto disciplinar foi tiro e queda, pois Carlos Xistra adoptou sempre uma dualidade de critérios gritante: olhos de lince (rigor) para descobrir pseudo faltas dos dragões e permissividade para com o jogo faltoso dos bracarenses...!
É um facto, mas de há muito se sabe que Carlos Xistra é um habilidoso da arbitragem e sabe como enervar uma equipa com a sua dualidade de critérios disciplinares. Permitiu o jogo faltoso dos arsenalistas e reprimiu o jogo mais determinado dos portistas, factor que enervou a equipa portista de tal modo que a levou a desperdiçar duas grandes penalidades por precipitação, (só podia ter sido) provocada pelo tal nervosismo que os azuis e brancos não conseguiram controlar.


Os golos
FC Porto: Soares 58'
SC Braga: Fransérgio 6', Paulinho 75'

Ficha oficial do jogo - Estádio do Dragão 17 de Janeiro de 2020

FC Porto perdeu no Dragão frente ao SC Braga por 2-1, na 17ª jornada do campeonato

Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco)
Assistentes: Jorge Cruz e Marco Vieira
4º Árbitro: Sérgio Guello
VAR: Tiago Martins e Pedro Mota

FC PORTO : 32Agustín Marchesín
18Wilson Manafá, 19Mbemba, 5Marcano, 13Alex Telles
22Danilo Pereira, 90', 16Matheus Uribe 76', 25Otávio
17Tecatito, 11Marega 80', 29Soares

SUPLENTES :31Diogo Costa,
4Diogo Leite, 27Sérgio Oliveira 90'
77Vítor Ferreira, 9Aboubakar, 80', 7Luis Díaz 76', 49Fábio Silva

TREINADOR :Sérgio Conceição

SC BRAGA : 1Matheus,
47Ricardo Esgaio, 34Raul Silva 45', 3Vítor Tormena, 5Sequeira
60João Palhinha, 27Fransérgio, 36Bruno Viana, 7Wilson Eduardo 53'
77Trincão 60', 20Paulinho

SUPLENTES :12Tiago Sá, 15André Horta, 17João Novais, 90Galeno 60'
18Rui Fonte, 21Ricardo Horta 53', 92David Carmo 45'

TREINADOR : Rúben Amorim

Façanhas de Rui Costa director desportivo do SLB

Surripiado no dragão até à morte

Esta PRESSÃO feita por Rui Costa, o conhecido rato dos túneis, ao árbitro Artur Soares Dias, no regresso das equipas para a 2ª parte, fez efeito, Rúben Dias devia ter visto o 2º amarelo, vinha para a rua, o SLB passava a jogar com 10, não jogava frente ao Sporting.
Os limites da pouca vergonha há muito que foram ultrapassados, mas isto não se resolve com umas bocas nas redes sociais, nem com programas no Porto Canal...
E mesmo que Artur Soiares Dias tenha errado grosseiramente quando o resultado ainda era favorável ao Rio Ave, não expulsando o Rúben Dias, Carlos Carvalhal acha que a arbitragem foi boa?!

FC Porto - Notícias sobre os craques...

Otávio acelerou para não mais parar...!








































Nakajima lesionado e Pepe em dúvida... E ainda Tiquinho tem mercado...!




Sérgio Conceição expõe o seu pensamento

Mr. Sérgio Conceição analisa:









































Em primeiro lugar temos de conquistar os 3 pontos no Dragão




quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

C. de D. da FPF impõe a mordaça ao FC Porto que convém ao Benfica

Futebol - Conselho de Disciplina da FPF impõe a mordaça ao FC Porto que convém ao Benfica
Não obstante a protecção sistemática que os juízes do apito concedem aos benfiquistas, estes para confundir lançaram uma manobra a fim de mistificar os acontecimentos, afirmando que o FC Porto é que tem sido beneficiado... Pode?! Tem rival que é fanático ao expoente máximo...!


Não obstante
O Conselho de Disciplina (CD) instaurou um processo disciplinar a Benfica, FC Porto e Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos dragões, na sequência das recentes trocas de acusações relativamente a atuações dos árbitros.Nos últimos dias, os dois principais candidatos ao título trocaram diversas acusações, quer através dos canais oficiais, quer através da conta de Twitter de Francisco J. Marques. Após o Benfica-Aves, disputado no passado dia 10, o responsável portista apontou o dedo ao penálti assinalado a favor das águias, dizendo que “foi perder a vergonha de vez, foi perder a decência”. Na resposta, num comunicado emitido no site oficial intitulado “Falsear o campeonato”, os encarnados apontaram diversos lances em que dizem ter havido benefício dos dragões, concluindo que “tantos erros assim como têm acontecido nestas duas últimas épocas só mesmo nos tempos do Apito Dourado!”.

Opinião
O Benfica controla a Comunicação Social, o poder do futebol (Conselho de arbitragem, Conselho de Disciplina, FPF) e o Poder Instalado. Por isso é isso mesmo, estamos a voltar ao tempo do Fascismo em que o Oliveira Salazar não deixou sair o Eusébio porque a Pátria era : Fado, Fátima e Futebol ; e foi assim que durante muitos anos o fascismo perdurou!

Sem dúvida amigo Monteiro, mas parece que vale a pena inverter as situações! Ou seja, as "tropas" do Benfica de serviço conseguem mistificar o impensável iludindo os adversários, imprensa, lei e fundamentalmente o poder instalado que equipa de vermelho, escamoteando a verdade desportiva, denegrindo factos, manobrando a seu belo prazer!! Começo a pensar que nem no tempo do fascismo tinham tanto poder como agora!

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Taça de Portugal - Exibição apática do FC Porto

Ao intervalo FC Porto 2 Varzim SC 1 - Resultado final FC Porto 2 Varzim SC 1
É inadmissível, não obstante toda a sua experiência, como a equipa portista se deixa surpreender na marcação do livre que deu o golo do Varzim!
Numa situação em que estão dois futebolistas para marcar um livre os contrários devem estar próximo a fim de interceptarem a bola no caso desta ser passada ao rematador do livre....!
Mediocridade, apatia e défice de entrosamento dos dragões!
O jogo valeu pelo espírito de luta evidenciado pela equipa do Varzim.

Análise à equipa portista


-   (menos) Saravia, Sérgio Oliveira(lento), Luís Diaz (uma sombra de si)
+- (mais ao menos) Manafá, Uribe, 

+   (mais) Mbemba, Marcano, Telles, Otávio e Soares
Promissores : Romário Baró e Vítor Ferreira


Ficha oficial do jogo - Estádio do Dragão - 14 de Janeiro de 2020
Os golos
FC Porto : Soares 28’ e Marcano 41’
Varzim : Hugo Gomes : 36’

FC Porto recebeu e venceu o Varzim, em jogo a contar para os quartos de final da Taça de Portugal

Árbitro: Rui Costa, da AF Porto
Assistentes: Tiago Costa e João Bessa Silva
4º Árbitro: Fábio Melo
VAR: Cláudio Pereira com a assistência de Álvaro Mesquita

FC PORTO : 31Diogo Costa
24Renzo Saravia 45', 19Mbemba, 5Marcano, 18Wilson Manafá
16Matheus Uribe, 27Sérgio Oliveira, 25Otávio
49Fábio Silva 64', 29Soares, 7Luis Díaz, 85'

SUPLENTES : 32Agustín Marchesín
13Alex Telles 45', 4Diogo Leite, 8Romário Baró 64',
77Vítor Ferreira 85', 15Mamadou Loum, 9Aboubakar

TREINADOR : Sérgio Conceição

VARZIM SC: 1Ismael Lekbab
61João Amorim, 4Alan Henrique, 12Tiago Cerveira, 3Hugo Gomes
98Pedro Ferreira, 99Baba Sow 72', 16Rui Moreira 82',
67Frédéric Maciel 61', 11Lumeka, 9Leonardo Ruiz

SUPLENTES : 19Serginho, 21Zé Diogo, 44Gonçalo Silva
20Minhoca 72', 22Chris Nduwarugira, 25Caetano 61'
28Stanley 82'

TREINADOR : Paulo Alves

O caso de Rui Pinto e uma juíza do benfiquistão

Rui Pinto viu ser-lhe recusado pela juíza Cláudia Pina o estatuto de denunciante das vigarices benfiquistas...!

 
Rui Pinto é suspeito de ter sido o pirata que sacou os e-mails do Benfica postos a circular desde 2018. Terá ainda espiado uma centena de entidades e personalidades, como jornalistas, governantes e ministérios, a Liga Portuguesa de Futebol, duas dezenas de escritórios de advogados e o F. C. Porto. Estas suspeitas são objeto de investigações autónomas.

Qual é o enquadramento jurídico do estatuto de denunciante ("whistleblower")?
Portugal não prevê este estatuto. A lei apenas regula a aplicação de medidas para proteção de testemunhas em processo penal quando a sua vida, integridade física, liberdade ou bens de elevado valor sejam postos em perigo por causa do seu contributo para a prova dos factos que são objeto do processo. No entanto, o assunto tem sido alvo de discussão, em Portugal, e de propostas de legislação, na União Europeia.
Primeiro, uma linha cronológica em resumo. Em 2015, Rui Pinto criou o site Football Leaks para expôr a corrupção e os esquemas criminosos escondidos no futebol europeu. No ano seguinte, o whistleblower (denunciante) português começou a colaborar com alguns órgãos de jornalismo de investigação, nomeadamente com o alemão Der Spiegel, e ao mesmo tempo a ser investigado pelas autoridades portuguesas. Em Janeiro deste ano, Rui Pinto foi detido em Budapeste e extraditado da Hungria para Portugal por suspeitas criminais e com base num mandado de detenção europeu. Foi colocado em prisão preventiva pelo Tribunal da Relação de Lisboa em Março passado; as acusações chegaram agora em Setembro. O Ministério Público está a acusar o criador do Football Leaks de 147 crimes.
A história de Rui Pinto e da Football Leaks é um caso singular em Portugal. Habituados a ler sobre whistleblowers norte-americanos, como Snowden, Rui Pinto é o primeiro whistleblower – ou denunciante – português, que decidiu revelar os segredos que o mercado futebolístico não queria que se soubessem. Aclamado lá por fora mas considerado um criminoso no país onde nasceu – até pela própria comunicação social que o pinta como um “pirata informático” e não como um “denunciante” –, Rui Pinto tem desde a semana passada 147 acusações de crimes debaixo dos braços, por parte do Ministério Público; o jovem de 30 anos acusa acusa esta entidade de ser “uma máquina autoritária e repressiva” e de “terrorismo judicial”.







































FC Porto . Gestão dos craques

Sérgio Oliveira com mais uma oportunidade para mostrar serviço (assim ele aproveite)


Sérgio Conceição só fala de futebol

Certos jornalistas bem tentaram mas Sérgio deu-lhes a volta








                   

Jogo final by José Manuel Ribeiro

José Manuel Ribeiro afirma que actualmente existe a necessidade do Conselho de Arbitragem e FPF de clarificarem as situações que vão acontecendo no futebol. Isto creio eu porque os actuais dirigentes benfiquistas estão constantemente a lançar poeira (excrementos) para a opinião pública...!