terça-feira, 5 de dezembro de 2023

Árbitro para o Estoril-FC Porto

 O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Hélder Malheiro para arbitrar o jogo entre Estoril e FC Porto, agendado para a próxima quarta-feira (18h00, Sport TV), no Estádio António Coimbra da Mota, referente ao Grupo D da Taça da Liga.

O árbitro da Associação de Futebol de Lisboa terá como assistentes Hugo Ribeiro e Pedro Felisberto, sendo Hélder Carvalho o quarto árbitro. O VAR será André Narciso, assistido por Vasco Marques.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2023

FC Porto do ecletismo na senda do sucesso

Os êxitos do fim de semana
 Golos, pontos e sorrisos. Pelo segundo fim de semana consecutivo, o FC Porto só soube vencer quando entrou em campo. Tudo começou no basquetebol, na sexta-feira, e terminou com a passagem da equipa de hóquei em patins aos 16 avos de final da Taça de Portugal. Contaram-se, no total, dez triunfos – equipa principal, B, Sub-19, Sub-17 e Sub-15 de futebol, voleibol (2), basquetebol (2) e hóquei em patins – que atestam o ecletismo e a procura pela excelência pelos quais o clube prima.

sábado, 2 de dezembro de 2023

A FC Porto B na senda do Sucesso

Wendel Silva e Abraham Marcus construíram o triunfo por 3-1 em Oliveira de Azeméis

Wendel Silva e Abraham Marcus marcaram os golos dos portistas.
Esta dupla vigorou pela quarta jornada consecutiva em Oliveira de Azeméis e garantiu mais três pontos ao FC Porto B, que subiu provisoriamente ao quarto lugar da segunda liga. Os azuis e brancos venceram por 3-1 com um bis do avançado brasileiro – melhor marcador da prova com 10 golos – e com um remate certeiro do extremo nigeriano.

Em toque curto a jogar entre linhas ou através do passe longo a procurar as costas da defensiva da casa, os Dragões foram quem mais procurou a vantagem na primeira parte. Apesar da construção com critério, o denominador comum que fez o nulo subsistir ao intervalo foi a falta de potência na finalização.

Um desvio de Wendel Silva que acertou no poste depois de um remate de Nilton Varela ou uma finalização fraca de Gui Guedes após um cruzamento ao segundo poste de Rodrigo Pinheiro foram lances representativos dessa mesma preponderância ofensiva, que, ao final de 45 minutos, ficou bem patente nas estatísticas: 13-5 em ataques, 11-2 em remates, 0-0 no marcador no regresso aos balneários.

O descanso foi diferente e Wendel fuzilou as redes logo aos 9' da segunda parte.
Vasco Sousa progrediu em drible antes de passar a Marcus, que cruzou ao segundo poste para Gui Guedes. O 96 amorteceu de cabeça para o avançado brasileiro que, com a bola a meia altura, não deu qualquer hipótese a Macedo e reforçou o estatuto de melhor marcador da segunda liga com nove golos (56m).

Não tardou a acontecer o que tem vindo a suceder há quatro jornadas. Sempre que Wendel Silva marcou Marcus imitou. Foi então que, após uma jogada coletiva que criou vantagem para Nilton Varela à esquerda, o ala cruzou ao segundo poste para o nigeriano que, após dominar de peito, rematou forte para o 2-0 (60').

O 3-0 não chegou logo de seguida (62') por muito pouco. Zé Pedro isolou Wendel com um passe longo nas costas da defensiva contrária, mas o avançado não conseguiu acertar na baliza adversária. Foi preciso os adeptos esperarem mais 6' para a dupla Wendel Marcus voltar a celebrar: recebida a bola de Vasco Sousa, o 98 arrancou pela direita, olhou para a esquerda enquanto desmarcou o ponta de lança brasileiro pela direita do central e, diante de Macedo, Wendel fez o 3º do FC Porto B.

Até ao final, a Oliveirense reduziu através de uma grande penalidade caricata assinalada por mão na bola de Romain Correia. Zé Pedro bateu Francisco Meixedo e fez o 3-1 definitivo no placar.

António Folha líder técnico do FC Porto B
“Eu quero é fazer o máximo de pontos para não descermos. Vamos lutar pelas coisas, não hajam dúvidas. Queremos fazer crescer estes miúdos e dar-lhes qualidade de jogo. Compreendo [que se fale na possibilidade de o FC Porto B lutar pelo campeonato], mas primeiro é colocá-los ao mais alto nível e fazê-los perceber que, para chegarem aos mais altos patamares, têm de trabalhar muito e de abdicar de muitas coisas. Queremos atacar os jogos como hoje fizemos, vai haver períodos de maior dificuldade, mas estamos muito focados naquilo que queremos. A primeira parte foi quase a roçar a perfeição, pena as duas ou três oportunidades que tivemos não entrarem. Estivemos muito bem, poderíamos ter feito um ou outro golo. Não há explicação. Fico chateado por sofrer o golo. É uma desconcentração que não pode acontecer ao mais alto nível, mas a errar que seja assim”.

No próximo sábado (11h00, Porto Canal/FC Porto TV), os bês azuis e brancos recebem o AVS no Olival.

Ficha de jogo- 
Estádio Carlos Osório, Oliveira de Azeméis-Liga Portugal 2,12.ª jª 02/12/23

OLIVEIRENSE 1 FC PORTO B 3

Árbitro: Márcio Torres da  AF de Viana do Castelo
Assistentes: André Ferreira e Rodrigo Roque
Quarto árbitro: Fábio Loureiro

OLIVEIRENSE: Macedo;
Zé Leite, John Kelechi, Iago, Vasco Gadelho,
Filipe Alves (cap.), Zé Pedro, Shurrle, Guirassy,
Jaiminho e Carter

Substituições: Schurrle por Duarte Duarte (45m), Carter por João Queiróz (61m),
Filipe Alves por André Santos (81m) e Vasco Godelho por Kazu (81m)
Não utilizados: Rui Dabó, Arthur, Lamine, Guilherme, Kohtaro e Kazu

Treinador: Gonçalo Pereira

FC PORTO B: Francisco Meixedo;
Rodrigo Pinheiro, Zé Pedro (cap.), Romain Correia, Nilton Varela,
Rodrigo Fernandes, Gui Guedes, Bernardo Folha, Vasco Sousa,
Abraham Marcus e Wendel Silva

Substituições: Gui Guedes por Jorge Meireles (72m), Bernardo Folha por Braima (72m), Rodrigo Fernandes por André Oliveira (78m), Vasco Sousa por Gonçalo Sousa (82m) e Wendel Silva por Anha Candé (82m)

Não utilizados: Diogo Fernandes, Martim Fernandes, Gabriel Brás e Rodrigo Mora

Treinador: António Folha

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Wendel Silva (56m e 68m), Abraham Marcus (60m) e Zé Pedro (86m)
Disciplina: cartão amarelo a Bernardo Folha (26m), Schurrle (43m), Guirassy (71m) e a Anha Candé (89m)

Dragões vencem em Famalicão 0-3

O desempenho de António Nobre
As equipas portuguesas já sabem a regra: os juízes do apito estão proibidos de errar a favor do FC Porto, se errarem contra serão sempre absolvidos pelos dirigentes no poder da Arbitragem Conselho de Arbitragem,Nomeações da FPF e pela critica desportiva lisboeta. Se eventualmente tiverem o azar de errar a favor dos Portistas cai o Carmo e a Trindade, com os respectivos reflexos da "Jarra", ou seja, serão preteridos (árbitros) em benefício dos árbitros que colaboram com o sistema e obedecem aos desejos do patrão dos árbitros: Paulo Costa do C.A. Nomeações.
Conclusão: os de Famalicão fartaram-se de "dar pau" com a benevolência do árbitro.
Na dúvida decidiu sempre contra o FC Porto! Exemplo : os portistas foram sancionados com cinco cartões amarelos (5 futebolistas) e os do Famalicão três amarelos sendo dois para um jogador que se excedeu e teve de ser expulso.
OBS. - Se JP Sousa adotar esta estratégia quando defrontar o SLB os estragos para a equipa do Famalicão serão muito maiores.

Análise à equipa Portista
No seu conjunto toda a equipa esteve bem, com destaque para Diogo Costa, Sánchez, Pepe, João Mendes, Eustáquio, Pepê, Evanilson e Taremi.

Em Famalicão, no segundo de três jogos consecutivos fora, os portistas venceram 3-0 e igualaram os 28 pontos do Benfica e Sporting. Evanilson, Mehdi Taremi e Francisco Conceição assinaram os golos do mais dilatado triunfo azul e branco na presente edição da Liga.
Os Golos
Evanilson 8', Mehdi Taremi 49', Francisco Conceição 87'

Ficha de jogo - Estádio Municipal de Famalicão - 12.ª jornada do campeonato- 02/12/23.

Árbitro: António Nobre da AF de Leiria
Assistentes: Paulo Brás e Nélson Pereira
4º Árbitro: Carlos Teixeira
VAR: Rui Costa, assistido por João Bessa Silva

FC FAMALICÃO : 
15Riccieli
16Justin de Haas, 22Nathan Santos 71', 74Francisco Moura, 8Mirko Topic
28Youssouf, 20Gustavo Sá 66', 29Cádiz 71', 7Puma Rodriguez
95Théo Fonseca 66', 31Luíz Júnior

SUPLENTES : 
1Ivan Zlobin
5Ruben Lima, 32Martín Aguirregabiria 71', 12Gustavo Assunção, 6Tom Lacoux
77Pablo Felipe 66', 10Chiquinho 66', 39Henrique Araújo 71', 23Alex Dobre

TREINADOR :João Pedro Sousa

FC PORTO : 
99Diogo Costa
15Jorge Sánchez, 3Pepe, 2Fábio Cardoso, 55João Mendes
6Stephen Eustáquio 85', 22Alan Varela 73', 11Pepê
30Evanilson 73', 9Mehdi Taremi 90', 13Galeno 85'

SUPLENTES : 
14Cláudio Ramos
12Zaidu, 4David Carmo, 20André Franco 85', 8Marko Grujic 73'17Iván Jaime 85'
29Toni Martínez 90', 10Francisco Conceição 73', 70Gonçalo Borges

TREINADOR : Sérgio Conceição

sexta-feira, 1 de dezembro de 2023

FC Porto - Notícias - Controvérsia entre portistas

 Dragão atento - Como dragão d'Ouro sou defensor que só os atletas e respectivas equipas técnicas têm direito a receber prémios monetários.
Mas mais, concordo, apoio a proposta de José Fernando Rio (obteve 30% dos votos) em reduzir em 30% os vencimentos dos directores do FC Porto.

Fábio Cruz - Joaquim Belinha ninguém é anti-Pinto da Costa .
Lembro - lhe que são os que querem mudança que estão a levar pancada até nas AG's do clube, e que de tudo estão a fazer para o PdC não ter concorrência.
Todos reconhecemos que o Pinto da Costa deu muito ao clube, mas pode ter a certeza que foi muito bem pago para isso , monetariamente e socialmente.
Basta olharmos para as declarações feitas pelo Madureira e Fernando Gomes para percebermos o quão fundo batemos.
Dois primores em economia. Um não entende que em tempos de prejuízo não possam existir prêmios, ou a utilização indevida do cartão do clube.
Já o outro não compreende que um plantel, ainda que caro, se der rentabilidade financeira maior que o seu custo operacional não é problema.
É que até o AVB contribuiu para o encaixe financeiro do Clube (15M).
Isto prova que o clube está rodeada de gente pouco séria.
Devem concorrer para a Presidência todos aqueles que cumprirem o estatuto, e ninguém tem de ameaçar ninguém. Deve ganhar o mais apto. E as contas do clube devem ser sim bem analisadas, chumbadas e até judicializadas se houver indícios de fraude ou utilização indevida dos recursos do clube. Isso é claro.
Todos sabemos que no dia que esta malta sair do clube e entrar uma nova direção, muita coisa desagradável será descoberta. Infelizmente.

Dragão atento - O FC Porto caminhar  para a mediocridade?
Especulação! Neste momento é prematuro pensar assim.

Dragão atento - O FC Porto tem jovens talentos : Romário Baró, Danny Namaso, Francisco Conceição, Gonçalo Borges que precisam de jogar por sistema. Alternativa: sempre que possível pô-los a rodar na FCP B ou emprestá-los a outros clubes para quando forem chamados estarem aptos, com ritmo e experiência.

Dragão atento - Sim, essas vitórias do SLB são um tributo ao Conselho de Arbitragem,Nomeações da FPF (vice-presidente João Ferreira) que o SLB controla: o benfiquista 
Paulo Costa (irmão do árbitro Rui Costa) que é o patrão dos árbitros no C.A. Nomeações da FPF

Fernanda Silva
- Ontem estive na assembleia, estava menos do k no dia 13, mas tb estavam alguns membros dos super dragões k não são sócios do clube e votaram a favor, eles podem entrar sem mostrar cartões de sócio é tudo deles, se estivessem os sócios k tiveram no dia 13, garanto k as contas não eram aprovadas, Fernando Gomes tem mesmo cara de ladrão, k corja k temos na sad, k chegue abril #AVB2024

dragão d’Ouro - Com que então os superdragões têm elementos que não são sócios e podem ( conseguem) participar nas assembleias do FC Porto!
A ser verdade esta situação é muitíssimo grave! 
É fraude!

terça-feira, 28 de novembro de 2023

Champions League-A previsível derrota dos Dragões em Barcelona

 Análise à equipa Portista
a) Inicial sensação - A equipa portista tem de secar os municiadores do Barça: Raphinha e Cancelo! E também: Diogo Costa em alguns lances pareceu-me displicente!
b) O ritmo do futebol da equipa do Barça é superior ao dos portistas, o seu conjunto funciona melhor, possui um plantel em quantidade e aqui e ali também tecnicamente melhor.
c) A inclusão na equipa de João Mário a atravessar um momento de menor fulgor físico revelou-se errada (João Mário tecnicamente é bom mas falta-lhe capacidade física para brilhar mais (ginásio)! 
Por seu lado Zaidu apesar das suas qualidades ainda lhe falta experiência para estes exigentes jogos da Champions. 
Fábio Cardoso tem limitações e Pepe com agora 40 anos não consegue chegar para tudo.
Dos médios : 
Stephen Eustáquio 80', Alan Varela e Pepê este último o melhor
No ataque : Evanilson 80', Mehdi Taremi, Galeno 90' actualmente não estão no seu melhor
OBS - Foi pena que numa oportunidade quase a acabar Francisco Conceição não tivesse tido mais calma para chutar fora do alcance de Iñaki Pena (Barça) imitando João Félix ao Diogo Costa.

Ficha de jogo - Estádio Olímpico de Montjuic - 5.ª jornada do Grupo H- 28/11/23

Árbitro: Daniele Orsato (Itália)
Assistentes: Ciro Carbone e Alessandro Giallatini (Itália)
4º Árbitro: Michael Fabbri (Itália)
VAR : Massimiliano Irrati auxíliado por Paolo Valeri (AVAR) (Itália)

O FC Porto perdeu nesta terça-feira diante do Barcelona (2-1), no Estádio Olímpico de Montjuic, em jogo da 5.ª jornada do Grupo H da Liga dos Campeões. Após este resultado, os Dragões entram para a derradeira ronda na segunda posição do grupo, com os mesmos nove pontos que o Shakhtar Donetsk, ambos com menos três do que o Barcelona.

FC BARCELONA: 
13Iñaki Pena
2João Cancelo, 5Iñigo Martínez, 4Ronald Araújo, 23Jules Koundé
22Gundogan, 8Pedri, 21Frenkie de Jong, 9Lewandowski
11Raphinha, 14João Félix 75'

SUPLENTES :
31Diego Kochen, 26Ander Astralaga, 17Marcos Alonso,
15Andreas Christensen, 28Álex Baldé, 20Sergi Roberto, 30Mika Faye
18Oriol Romeu, 32Fermín López, 7Ferrán Torres 75', 27Lamine Yamal

TREINADOR : Xavi

FC PORTO : 
99Diogo Costa
23João Mário 67', 3Pepe, 2Fábio Cardoso 90', 12Zaidu
6Stephen Eustáquio 80', 22Alan Varela, 11Pepê
30Evanilson 80', 9Mehdi Taremi, 13Galeno 90'

SUPLENTES : 
14Cláudio Ramos
15Jorge Sánchez 67', 20André Franco, 8Marko Grujic, 16Nico González 80'
17Iván Jaime, 28Romário Baró, 29Toni Martínez 90', 21Fran Navarro
19Danny Namaso 90', 10Francisco Conceição 80', 70Gonçalo Borges

TREINADOR : Sérgio Conceição

FC Barcelona 0 : 4 Estadi Johan Cruyff FC Porto








                                                                                                                                                                                                                            
FC Barcelona 0                                                                                     FC Porto 4

                                                 Estadi Johan Cruyff

                          

segunda-feira, 27 de novembro de 2023

Árbitro - Champions League - Barcelona-FC Porto

O Comité de Arbitragem da UEFA designou Daniele Orsato (Itália) para arbitrar o Barcelona-FC Porto, referente à quinta ronda do Grupo H da Liga dos Campeões. O jogo realiza-se na terça-feira, a partir das 20h00 (TVI/DAZN), no Estádio Olímpico Lluís Companys.
O árbitro de 48 anos terá como assistentes os compatriotas Ciro Carbone e Alessandro Giallatini, sendo Michael Fabbri, igualmente italiano, o quarto árbitro. Também transalpino será o videoárbitro Massimiliano Irrati, que contará com o auxílio de Paolo Valeri (AVAR).

Esta será a quarta vez que Orsato e o FC Porto cruzam caminhos. Em Setembro de 2012, o juiz da final da Champions de 2020 esteve no apito aquando da vitória portista em casa do Dínamo Zagreb por 2-0. Quase seis anos depois, em Fevereiro de 2018, o experiente internacional FIFA ajuizou a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões que trouxe o Liverpool à Invicta (0-5). Na época transata, dirigiu o triunfo azul e branco frente ao Atlético de Madrid no Estádio do Dragão, referente à sexta jornada da fase de grupos (2-1).


Árbitro: 
Daniele Orsato (Itália)
Assistentes: Ciro Carbone e Alessandro Giallatini (Itália)
4º Árbitro: 
Michael Fabbri (Itália) 
VAR : 
Massimiliano Irrati auxíliado por Paolo Valeri (AVAR) (Itália)

Foram 24 os jogadores que viajaram na comitiva portista para Barcelona: Diogo Costa, Cláudio Ramos e Gonçalo Ribeiro (guarda-redes); Fábio Cardoso, Pepe, Eustáquio, Marko Grujic, Mehdi Taremi, Francisco Conceição, Pepê, Zaidu, Galeno, Jorge Sánchez, Nico González, Iván Jaime, Danny Namaso, André Franco, Fran Navarro, Alan Varela, João Mário, Romário Baró, Toni Martínez, Evanilson e Gonçalo Borges.

Também os mais novos vão tentar seguir em frente na Catalunha. Basta um ponto para os Sub-19 carimbarem a passagem às eliminatórias, mas a ambição é de “disputar os três pontos como sempre”, garantiu Nuno Capucho. “A equipa está confiante, sabe que tem capacidade para ganhar em Barcelona”, explicou Gil Martins, e vai “passo a passo” atrás da “vitória”, finalizou Gabriel Brás.

domingo, 26 de novembro de 2023

Sempre que o SLB tem dificuldades os árbitros resolvem

 Há muito que passou a ser normal em Portugal; quando os benfiquistas estão com dificuldades os juízes do apito resolvem a favor dos encarnados! 


sábado, 25 de novembro de 2023

Show dos Bês portistas apesar do VAR Hugo Miguel

 FC Porto B bateu o Académico de Viseu (3-0) na 11.ª jornada da segunda liga.
Aproveitar as oportunidades de que se dispõe é fundamental. O FC Porto B aplicou-a com determinação e venceu confortavelmente o Académico de Viseu por 3-0 na 11.ª jornada da segunda liga com golos de Wendel Silva e de Abraham Marcus (2). 
Primeira parte
Aos 20', após uma tabela à esquerda, a bola chegou a Vasco Sousa dentro da área, o médio tirou o adversário que o marcava do caminho e foi derrubado. O árbitro Flávio Duarte apontou para a marca de grande penalidade, de onde Wendel Silva converteu em golo. 
Vasco Sousa sempre imprevisível voltou a ser protagonista menos de dez minutos depois (28'). O médio internacional jovem por Portugal recebeu de Rodrigo Pinheiro, tirou novamente um adversário da frente e rematou cruzado com sucesso. Flávio Duarte foi chamado pelo VAR Hugo Miguel e, com recurso às imagens que viu no monitor, anulou o golo por o lateral direito ter utilizado o braço para controlar a bola antes do cruzamento.
Resultado ao intervalo 1-0.
No tempo complementar aos 61', a equipa de arbitragem ERROU: o Vasco Sousa recebeu na pequena área, rodou e foi derrubado por André Almeida sem este procurar sequer a bola, mas nem o árbitro nem o VAR Hugo Miguel deram qualquer indicação para ser marcada grande penalidade.
Não obstante em 9', Abraham Marcus bisou e fez o resultado final.
Aos 63', um passe perfeito de Wendel Silva encontrou desmarcado o nigeriano, que encostou ao segundo poste. Aos 71', uma recuperação no meio-campo ofensivo levou o esférico até Rodrigo Fernandes, que assistiu Marcus para este faturar, ao primeiro poste.

Sérgio Conceição a observar
Sob o olhar atento de Sérgio Conceição e de alguns jogadores da equipa principal, que ali se deslocaram após mais um treino no Olival, António Folha lançou os jovens Rodrigo Mora, Gonçalo Sousa, Jorge Meireles, Anha Candé e Rui Monteiro na partida, o primeiro sofreu a falta que originou a expulsão de Milioransa, mas o resultado não se alterou até ao final (3-0). A próxima jornada reserva aos da Invicta uma deslocação a Oliveira de Azeméis para defrontar a Oliveirense (sábado, 11h00, Sport TV).

Declarações de António Folha líder técnico do FC Porto B
“Foi um FC Porto à FC Porto. Acho que a equipa teve muita personalidade, entrou bem no jogo a saber o que queríamos, com muita serenidade na primeira zona de construção e acho que os jogadores estão de parabéns. Fizemos um excelente jogo, estamos contentes pela qualidade de jogo e pelos três pontos, mas ainda estamos no início e ainda temos muito que andar e que crescer. Não são mais do que três pontos, este é um campeonato extremamente difícil. Se não sofrermos golos, estamos sempre mais perto de ganhar. Sabemos que não vai ser sempre assim, o jogo não foi fácil. Fizemos bem as coisas, controlámos bem a profundidade, o meio-campo do Viseu e quando assim é as coisas ficam mais fáceis. Sexto lugar? É-me indiferente. O mais importante é a qualidade apresentada aqui hoje pelos jogadores”.

Ficha de Jogo - 
CTFD PortoGaia - Liga Portugal 2, 11.ª jornada - 25/11/23

FC PORTO B 3 - ACADÉMICO DE VISEU 0

Árbitro: Flávio Duarte da AF de Lisboa
Assistentes: Ricardo Carreira e Rúben Silva
Quarto árbitro: Rui Cidade
VAR com défice de isenção: Hugo Miguel 

FC PORTO B: Francisco Meixedo;
Rodrigo Pinheiro, Romain Correia (cap.), Gabriel Brás, Nilton Varela,
Rodrigo Fernandes, ,Braima Sambú, Vasco Sousa, Gui Guedes,
Abraham Marcus e Wendel Silva

Substituições: Gui Guedes por Gonçalo Sousa (80m), Abraham Marucs por Jorge Meireles (80m), Vasco Sousa por Rodrigo Mora (80m), Braima Sambú por Rui Monteiro (85m) e Wendel Silva por Anha Candé (85m)
Não utilizados: Diogo Fernandes, Martim Fernandes, Eric Pimentel e André Oliveira

Treinador: António Folha

ACADÉMICO DE VISEU: Gril;
Miguel Bandarra, André Almeida (cap.), Nduwarugira, Milioransa,
Samba Koné, Soriano Mané, Quizera, Messeguem,
Daniel Labila e André Clovis

Substituições: Samba Koné por Steven Petkov (39m), Daniel Labila por Gautier (45m), Quizera por Maïga (62m) e Soriano Mané por Marquinho (80m)
Não utilizados: Mbaye, João Pinto, Arthur Chaves, Ikoba e Henrique Gomes

Treinador: Jorge Simão

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Wendel Silva (20m) e Abraham Marcus (63m e 71m)
Disciplina: cartão amarelo a Braima Sambú (11m), Samba Koné (17m), Milioransa (35m e 86m), Miguel Bandarra (44m) e a Messeguem (73m). Cartão vermelho a Milioransa (86m).

Pinto da Costa arrasa Miguel Sousa Tavares

“É por isto que neste momento nada me preocupa mais do que garantir que a equipa de futebol pode desfrutar de todas as condições para alcançar os objetivos de tentar vencer os jogos que realiza e de conquistar troféus. Como sempre aconteceu, sabemos que os obstáculos são muitos, dentro e fora do campo, e não esquecemos que o FC Porto é um alvo a abater para grande parte do país e da sua comunicação social. Basta ver, por exemplo, como na imprensa de Lisboa até um portista (será?) como Miguel Sousa Tavares teve o desplante de escrever que os últimos 20 anos do nosso clube foram ruinosos, quando nesse período ganhámos uma Liga dos Campeões, uma Taça Intercontinental, uma Liga Europa, 11 campeonatos, sete Taças de Portugal, dez Supertaças e uma Taça da Liga.
Quem não gostaria de ter 20 anos ruinosos como estes?