domingo, 15 de setembro de 2019

FCP - À beira do fracasso

Os primeiros 45 minutos foram bons ...
O tempo complemtar porem denunciou todas as debilidades da equipa ...
Nakajima, um futebolista que muito prometia, tem-se revelado uma autêntica nulidade...!!
Ficha oficial do jogo - Estádio do Portimonense

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Debate de opiniões entre portistas

Para quem quiser...

Em primeiro lugar gostaria de constatar que aqui neste Blog (dragaodoente) o "foco", por ser o mais decisivo, seja a crítica às arbitragens... E só depois:

Teófilo – Quanto à expulsão também sou da opinião que devia ter sido amarelo mas o Xistra não é um dos Padres? O Nuno Almeida (Ferrari)não é um dos Padres? O Pinheiro não é um dos Padres? Não são os padres que apitam quase todos os jogos da 1ª divisão?! Então estão à espera de quê?! Bons árbitros?! Claro que não, são os árbitros que os corruptos encornados toureados escolheram portanto não se queixem...

Dragaoatento – Teófilo, importante, Carlos Duarte advogado (juntamente com Pedro Proença ex-árbitros de elite), agora comentador de arbitragem no Porto Canal é de opinião contrária à sua e exemplifica porquê...!

Lamachã – Claro que também chegada tardia do Uribe também influenciou, o Sergio Oliveira não tem aquela tranquilidade e aquele posicionamento que têm o colombiano.

Dragaoatento: Lamachã, creio que a diferença entre estes dois está mobilidade. O Uribe é mais móvel, o Sérgio é bom a distribuir jogo mas lento (de pernas) a recuperar...!

Mario fcp – Pegando na ideia do Soren a verdade é que o Benfica está montado à imagem do campeonato português.

Dragaoatento: “Mario fcp”, sim, mas mais importante, é salientar o porquê dos benfiquistas serem bem sucedidos na liga portuguesa, e que consiste no facto de serem apoiados (poderosa máquina de propaganda encarnada)pela grande maioria da comunicação social desportiva portuguesa (que escamoteia o facto do Benfica controlar os (bastidores ) órgãos de poder do futebol (FPF, CA Nomeações, CD)e por isso protegidos disciplinarmente pelos juízes do apito (autenticas passadeiras vermelhas para os benfiquistas)...!!

Vejam-se as análises às arbitragens pelo ex-árbitro Carlos Duarte (advogado) expert em arbitragem do Porto Canal.

"O Benfica abriu a caça à arbitragem"

O diretor de comunicação e informação do FC Porto responde às críticas do clube da Luz.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação e informação do FC Porto, respondeu na noite desta terça-feira às críticas do Benfica à arbitragem do encontro dos dragões com o Vitória de Guimarães, feitas na newsletter do clube e na BTV. O encontro, recorde-se, ficou marcado pelas expulsões de Tapsoba e Davidson, a primeira logo aos 45 segundos.

"Segundo a maioria dos analistas de arbitragem, o Benfica não tem razão nenhuma. Considerou correta a decisão do árbitro. O Benfica abriu a caça à arbitragem. Na semana passada perdeu em casa com o FC Porto - quando ganhava tranquilamente havia paz no mundo - e abriu a caça à arbitragem. Isto mostra o que é a BTV. Não interessa a verdade factual do lance, mas a propaganda do Benfica, muito idêntica à que fizeram na época passada, após derrota também com o FC Porto, na Taça da Liga. O objetivo do Benfica é replicar o que aconteceu na época passada. Temos de estar vigilantes a este tipo de manobras que visam apenas perseguir a arbitragem e em torná-la refém do próprio Benfica", afirmou no Porto Canal.

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Os ex-árbitros do tribunal de OJogo estão errados

Os ex-árbitros do tribunal de OJogo estão errados e quem o afirma e prova com um gráfico é o actual comentador de arbitragem do Porto Canal, o ex-árbitro de elite (e Pedro Proença) Carlos Duarte advogado no programa Universo Porto de 02 de Setembro de 2019...:
http://portocanal.sapo.pt/um_video/5YyOTmrCqV7E8mpIwzLG

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Carlos Duarte: «Árbitros já são profissionais»

Carlos Duarte é um dos advogados de top da área criminal na “praça” portuense. Defendeu dois antigos árbitros no processo Apito Dourado e conseguiu chegar à 1.ª categoria, onde teve uma passagem efémera. Para ele, “as remunerações nunca foram a reivindicação mais importante dos árbitros”.

Recorda mesmo que quando integrou a elite, “só eu e o Pedro Proença tínhamos um rendimento que ia muito para além daquilo que auferíamos na arbitragem”. Um ofício que acabou por abandonar precisamente porque “era incompatível com a minha vida profissional”. Ou seja, “se me dedicasse à arbitragem, jamais seria capaz de ter progredido na minha carreira de advogado, ainda para mais numa área que exige muita dedicação”. Para Carlos Duarte, o modelo proposto apresenta alguns problemas. Um deles é o “quadro fechado”, situação que na sua opinião pode cortar as pernas aos novos valores da arbitragem. Mas atenção: “Tanto quanto sei, em Inglaterra os responsáveis quando detetam um bom valor, nem que seja na 3.ª categoria, vão buscá-lo para o grupo principal, e é isso que também devemos fazer aqui.”

Enredos encarnados por Raoc e PT

Raoc : Na pedreira foi mais um passeio para o Benfica....porque será?!

PT : Curioso, neste plantel do VSC há 6 ex FC Porto, e que chegaram a Guimarães de borla: Garcia, Rafa, Mikel, Andre A e o JC Teixeira, e em agosto o André Pereira foi emprestado... VSC que recentemente estabeleceu um protocolo com a formação do Benfica. Continuando, tão afoito o presidente do VSC na CI, mas omitiu as duas GP que ficaram por marcar, porquê? Por exemplo, na Luz terá o mesmo atrevimento? Bem, o Duarte Calabote na Luz, numa espaço de 12 minutos, marcou 3 penaltis mal assinalados contra o VSC, e então, ninguém se queixou ... Vamos acompanhar este Pinto de Lisboa atentamente...

...o ex-árbitro Tiago Rocha o "artista", afirmou :
"O Miguel Silva atinge o Marcano, mas este já tinha cabeceado a bola, como tal, já não há lugar à marcação de pontapé de penalty..."
Leram bem? Todos, mas todos os especialistas da arbitragem assumem que aquele lance foi mal ajuizado, excepto este "artista", e, das duas uma, ou é incompetente (porque as regras são bem claras), o que é grave, ou é mal intencionado o que é mais grave ainda, mas nem explica as razões para SportTV ter contratado este ex-árbitro da AF Lisboa... No carro de exteriores, teve mais de meia hora para ver, e rever as imagens dos lances polémicos, e com todos, e mais alguns planos, eventualmente pode cruzar opinião via telefone com um ex-árbitro, e : "O Miguel Silva atinge o Marcano, mas este já tinha cabeceado a bola, como tal, já não há lugar à marcação de pontapé de penalty..."
"Tiago Rocha é o novo comentador de arbitragem da Sport TV"
"Tiago Rocha 43 anos, ex- árbitro assistente C1 da AF Lisboa que foi despromovido na temporada passada aos distritais, terminou a sua carreira na arbitragem, e está na Sport TV a comentar assuntos de arbitragem."
(site de olho na arbitragem)
Já observaram a qualidade e graduação dos ex-árbitros que dão opinião no tal Juízo Final da Sport Tv? Um ex-árbitro assistente despromovido aos distritais da AF Lisboa, foi resgatado pela Sport Tv (talvez pelo Benfica) para analisar o trabalho de árbitros Internacionais?! É a mais pura das verdades, infelizmente sou assinante da SportTV ... Ó Perdigão sabias disto?

Uma pergunta ao PT : António Perdigão ainda se mantem como comentador de arbitragem no Porto Canal? É que vi no Porto Canal um tal Carlos Duarte (ex-árbitro e advogado) falar de arbitragem...!

domingo, 1 de setembro de 2019

Um Vitória difícil de ultrapassar

Fim dos primeiros 45' - FC Porto 1 Vitória de Guimarães 0

De registar um FC Porto hesitante a jogar demasiado para trás perante uma equipa vimaranense atrevida apesar de estar a jogar com dez jogadores. Então Rochinha, um jogador rápido, bom de bola, tem posto a cabeça em água aos defesas portistas... Este Rochinha tinha de certeza lugar nesta equipa do FC Porto. Depois da fantástica exibição dos Dragões na Luz, esperava-se um FC Porto na mesma determinado, mas mais calmo, mais confiante, contundente e assertivo. Aconteceu porem que perante uma equipa vimaranense com capacidade de choque, agressiva e indisciplinada (2 expulsões) os azuis e brancos sentiram mesmo assim algumas dificuldades para se imporem.


Resultado final FC Porto 3 Vitória de Guimarães 0

Ficha oficial do Jogo - 01 de Setembro de 2019 - Estádio do Dragão

Árbitro: Carlos Xistra
Assistentes: Jorge Cruz e Marco Vieira
4ºÁrbitro: David Silva
VAR: António Nobre e Bruno Jesus como assistente


FC Porto: Marchesín,
Corona, Pepe 45', Marcano, Alex Telles,
Romário Baró 77', Danilo, Matheus Uribe,
Luis Díaz, Zé Luís 77' e Marega.

Suplentes: Diogo Costa, Bruno Costa, Mbemba 45', Manafá, Otávio 77', Soares 77' e Fábio Silva.

Treinador: Sérgio Conceição

Vitória de Guimarães: Miguel Silva,
Sacko, Tapsoba, Bondarenko, Rafa Soares,
Al Musrati 39', Poha 82', Rochinha, Pêpê 5',
Lucas Evangelista e Davidson.

Suplentes: Douglas, Pedro Henrique 5', João Carlos Teixeira 39´, Florent 82', André Almeida, 

Lucas e Bruno.

Treinador: Ivo Vieira

O jogo ao minuto

O FC Porto recebeu e bateu este domingo o Vitória de Guimarães (3-0), no Estádio do Dragão, em jogo a contar para a quarta jornada da Liga NOS. Marega (14m e 90m+3) e Marcano (88m) assinaram os golos dos Dragões, que somaram assim o terceiro triunfo consecutivo no campeonato. Os azuis e brancos seguem na segunda posição da tabela, com nove pontos, menos um do que o Famalicão.
Estavam decorridos apenas 45 segundos quando Tapsoba, central do Vitória de Guimarães, viu o cartão vermelho direto por derrubar Marega quando este seguia isolado em direção à baliza. A decisão de Carlos Xistra foi validada pelo VAR e os vimaranenses ficaram em inferioridade numérica logo no primeiro minuto, mas não foi por isso que deixaram de oferecer uma brava resistência ao FC Porto. A superioridade portista acentuou-se com naturalidade e o golo não tardou.
Corona viu a desmarcação de Marega e cruzou com conta, peso e medida para o avançado maliano, que dominou a bola, tirou dois adversários do caminho e rematou a contar por baixo do corpo de Miguel Silva (14m). Segundo jogo consecutivo a marcar para o 11 dos Dragões, que já tinha feito o gosto ao pé no clássico da Luz. Os vimaranenses nunca deixaram de olhar para o ataque e podiam ter chegado ao empate por intermédio de Rochinha, mas Marchesín foi enorme entre os postes (18m).
Já no período de compensação da primeira parte, Zé Luís teve o 2-0 ao jeito do pé esquerdo, mas rematou por cima (45m+5). Mbemba, que entrou no decorrer da etapa inicial para o lugar do lesionado Pepe, foi o primeiro protagonista do segundo tempo: na sequência de um canto cobrado por Alex Telles, o central portista subiu mais alto do que toda a gente, mas o cabeceamento não saiu enquadrado com a baliza (55m). Também não há como passar ao lado de dois lances na área vimaranense que deixaram muitas dúvidas.
Primeiro foi Marcano a ser atingido na cara por Miguel Silva (59m), depois foi Luis Díaz a ser derrubado por Sacko (68m). Carlos Xistra e seus pares mandaram seguir em ambas as ocasiões e o FC Porto continuou à procura do conforto do segundo golo, mas esbarrou quase sempre na inspiração de Miguel Silva. O guarda-redes só não conseguiu travar com eficácia o remate de Luis Díaz, deixando abola à mercê de Marcano para o 2-0 (88m). As contas não ficavam por aqui, pois Marega ainda foi a tempo de bisar no período de compensação (90m+3).

Disciplina
Cartões amarelos   : Marcano, Luíz Diaz e Corona do FC Porto

     "            "             : F. Sacko, Davidson (2), Pedro Henrique,
     "        vermelhos: Tapsoba E. e Davidson (viu 2º amarelo por reclamar)

sábado, 31 de agosto de 2019

Uribe um profissional de grande maturidade

Dragaatento: acredito que Matheus Uribe está na origem da evolução da equipa...!!

Apesar de não gostar de individualizar, o treinador do FC Porto mostrou-se rendido a Matheus Uribe, que se mostrou em bom plano na vitória na Luz.

"Não gosto muito de individualizar. É um jogador se calhar desconhecido para a maioria, como Marchesín. Dei indicação e de acordo com aquilo que o clube podia fazer em termos de contratação, percebi que era importante para a equipa, assim como todos os outros.

É acima de tudo um jogador muito disciplinado, muito rigoroso naquilo que se pede. Não tem tido muita chegada porque o que lhe pedi na Luz e contra o V. Setúbal foram coisas diferentes, de acordo com o momento da equipa e o que queria para o próprio jogo. É um espetáculo de jogador, se me permitem", salientou.

Liga Europa - FC Porto vai integrar o Grupo G

FC Porto vai integrar o Grupo G da prova, na sequência do sorteio realizado nesta sexta-feira

O FC Porto vai defrontar BSC Young Boys (Suíça), Feyenoord (Holanda) e Rangers FC (Escócia) no Grupo G da Liga Europa, na sequência do sorteio realizado nesta sexta-feira no Grimaldi Forum, no Mónaco.

Paulo Ferreira, que venceu a Taça UEFA (2003) e a Liga dos Campeões (2004) ao serviço do FC Porto, esteve no Grimaldi Forum para ajudar a definir a sorte dos participantes.

Os Dragões, cabeças-de-série no sorteio, integraram o pote 1 e farão parte de um dos 12 grupos desta fase, formados por quatro equipas cada.

Apuram-se para os 16 avos de final os dois primeiros classificados de cada grupo, a par dos oito terceiros classificados da fase de grupos da Liga dos Campeões.

A fase de grupos da Liga Europa disputa-se entre 19 de setembro e 12 de dezembro. A final da competição está agendada para 27 de maio de 2020, no Estádio Gdansk, na Polónia.

GRUPO G:

FC Porto (Portugal)
BSC Young Boys (Suíça)
Feyenoord (Holanda)
Rangers FC (Escócia)

CALENDÁRIO:

1.ª jornada: FC Porto-BSC Young Boys
19 de setembro (20h00)

2.ª jornada: Feyenoord-FC Porto
3 de outubro (17h55)

3.ª jornada: FC Porto-Rangers FC
24 de outubro (17h55)

4.ª jornada: Rangers FC-FC Porto
7 de novembro (20h00)

5.ª jornada: BSC Young Boys-FC Porto
28 de novembro (17h55)

6.ª jornada: FC Porto-Feyenoord
12 de dezembro (20h00)

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Dragão em festa...!

FC Porto - Formação
Entre os mais jovens, ontem houve vitórias da equipa B sobre o Farense (3-1), dos sub-19 sobre o Gil Vicente (2-0) e dos sub-17 sobre o Académico de Viseu (6-0), todas garantidas fora de casa. Para ver os melhores momentos de cada um destes jogos, basta entrar na aplicação da FC Porto TV e assistir aos respetivos resumos.

DRAGÃO DO SUL – De férias, longe do salão de festas
Havia uma bazófia muito grande... Iam ser favas contadas, de um Benfica superstar contra um FCP de mão estendida.

domingo, 25 de agosto de 2019

Justificação para os recentes desaires em Barcelos e no Dragão


Sérgio Conceição explica as primeiras derrotas

Os fracassos da equipa antes de vencer o Benfica na Luz

“O jogo de Barcelos foi depois da deslocação à Rússia e não estivemos bem nesse jogo. Podíamos e devíamos ter feito muito mais, mas não quero entrar em desculpas. Tive de fazer alguma rotação e a equipa sentiu muito esse jogo. Contra o Krasnodar fizemos uma primeira parte medíocre, mas também tivemos algum azar. Aqui no Estádio da Luz, fizemos o melhor jogo esta época e talvez o melhor em casa do Benfica. Só um grande FC Porto poderia ganhar este jogo ao Benfica. Fizemos um jogo de grandíssima qualidade. Ontem não éramos os piores, mas hoje também não somos os melhores.”

A luta pelo título
“Este campeonato tem os três históricos a lutar pelo título, como sempre. Nos últimos anos, o Sporting de Braga colou-se a esses três históricos e também vejo o Vitória de Guimarães com uma excelente equipa, a fazer boas exibições. Isto ainda está no início. Na época passada tivemos alguns pontos de vantagem e perdemos. Isto tem significado se ganharmos ao Vitória de Guimarães e assim sucessivamente. São três pontos importantes, mas nada decisivos.”

sábado, 24 de agosto de 2019

Que a comunicação Social benfiquista enfie o "barrete"

A julgar pelo que a Comunicação Social benfiquista fanática tem propalado aos quatro ventos, os Dragões deviam ter entrado em campo na Luz atrofiados, atendendo, segundo a tal Com. Social benfiquista, , à diferença de qualidade entre as duas equipas, com segundo eles, a manifesta superioridade benfiquista, o que não se confirmou…!
Só que pelos vistos, acabou por não ser bem assim e os Dragões conseguiram provar em campo aos portugueses que afinal não obstante o Benfica ter uma excelente equipa, os portistas também são uma equipa que se pode bater de igual para igual com os supercraques encarnados…!

O FC Porto venceu este sábado o Benfica (2-0), no Estádio da Luz, em jogo referente à terceira jornada da Liga NOS. Zé Luís (22m) e Marega (86m) foram os marcadores de serviço nos Dragões, que não deram hipóteses ao adversário. Com este triunfo, os azuis e brancos passam a somar seis pontos e aproximam-se do topo da tabela.
O FC Porto entrou muito bem no clássico e assumiu o controlo do jogo logo de início, demorando apenas sete minutos até chegar com perigo à baliza de Vlachodimos: em zona frontal, Romário Baró rematou à figura do guarda-redes do Benfica. Os Dragões nunca perderam o equilíbrio durante a etapa inicial e numa transição rápida, Marega isolou Zé Luís, mas o cabo-verdiano não conseguiu bater Vlachodimos (21m).
Foi uma espécie de presságio para o que aí vinha: na sequência de um canto cobrado por Alex Telles, um desvio caprichoso deixou a bola à mercê de Zé Luís, que não perdoou e fez o quinto golo em outros tantos jogos esta temporada (22m). Vantagem justíssima do FC Porto, que ficou a dever a si próprio uma vantagem mais folgada após os primeiros 45 minutos. A segunda parte começou como acabou a primeira, com o FC Porto a jogar no meio-campo defensivo do Benfica e a criar perigo: Luis Díaz só não fez o 2-0 porque Vlachodimos voou para o negar (48m).
O Benfica ainda tentou como pôde contrariar o jogo portista, mas nunca conseguiu fazer tremer a organização do coletivo comandado por Sérgio Conceição. Os espaços que se abriram na defensiva lisboeta faziam adivinhar o 2-0, que Marega desperdiçou de forma quase inacreditável na cara de Vlachodimos (78m). Não foi à primeira, foi à segunda: lançado por Otávio, o avançado maliano sentenciou o clássico e estreou-se a marcar em 2019/20 (86m).


Ficha Oficial do Jogo - Estádio da Luz - 24 de Agosto de 2019

Árbitro: Jorge Sousa
Assistentes: Nuno Manso e Sérgio Jesus
4º Árbitro: António Nobre

VAR: Nuno Almeida e António Godinho como AVAR

SL Benfica: 99Odysseas
71Nuno Tavares, 6Rúben Dias, 97Ferro, 3Álex Grimaldo
21 Pizzi, 61Florentino 79', 22 Andreas Samaris 45'

14 Haris Seferovic, 27 Rafa Silva, 9 Raúl de Tomás 71'

Suplentes : 72Zlobin, 34 André Almeida, 33 Jardel
49Taarabt 45', 19 Chiquinho 71', 95 Carlos Vinícius 79'
7 Caio Lucas

Treinador : Bruno Lage

FC Porto: 32Agustín Marchesín
17Tecatito, 3Pepe, 5Marcano, 13Alex Telles
22Danilo Pereira, 16Matheus Uribe, 8Romário Baró 73'

20Zé Luís 73', 11Marega, 7Luis Díaz 81'

Suplentes : 31Diogo Costa
18Wilson Manafá 81', 19Mbemba, 6Bruno Costa, 25Otávio 73'
29Soares 73', 49Fábio Silva

Treinador : Sérgio Conceição