quarta-feira, 31 de março de 2021

Hino do FCP e Estado português caloteiro

Aconteceu
Foi na madrugada de 31 de Março de 1952 que Maria Amélia Canossa gravou o hino do FC Porto, no Teatro de S. João. Já lá vão 69 anos desde que o tema, com letra de Heitor Campos Monteiro e música de António Figueiredo de Melo, é ouvido na Invicta e que continua bem presente antes de cada jogo no Dragão. Esta efeméride explica-lhe tudo, bem como a história que antecede este momento.

Para corar de vergonha

O Estado português está há três meses sem cumprir a obrigação de reembolsar a SAD do FC Porto em três milhões de euros relativos ao IVA de 2020. Não está em causa, note-se, qualquer subsídio ou benefício especial concedido ao clube, mas apenas a devolução de algo que foi pago a mais. Não foi por acaso que no último episódio dos Retratos do Novo Mundo Jorge Nuno Pinto da Costa falou do “cariz lamentável de caloteiro do Estado”.

Insuspeito. Crónica de Fernando Guerra benfiquista

 "Grande" europeu só o FC Porto. Notável, escrito pelo benfiquista ferrenho, é no mínimo surpreendente!


segunda-feira, 29 de março de 2021

FC Porto B Reforçado vence Mafra

FC Porto B foi vencer a Mafra (4-0), na 26.ª jornada da Liga Portugal 2, com golos de Evanilson, Carraça, Danny Loader e Rodrigo Conceição

O FC Porto B somou o segundo triunfo consecutivo ao vencer nesta segunda-feira em casa do Mafra, por 4-0, em partida referente à 26.ª jornada da Liga Portugal 2. Com este resultado, os Dragões deixam a zona de despromoção e ocupam agora a 15.ª posição na tabela, com 24 pontos.

É justo dizer que o Mafra também criou lances de perigo junto da baliza de Ricardo Silva, mas a primeira parte do FC Porto B roçou a perfeição e não é por acaso que os Dragões foram para o intervalo a vencer por 3-0. Evanilson voltou a marcar na Liga Portugal 2 com um belo cabeceamento na resposta a um cruzamento teleguiado de Rodrigo Conceição (19m), que também assistiu Danny Loader para o terceiro golo portista (40m). Pelo meio, Carraça enganou tudo e todos e fez o 2-0 com mestria de livre directo (22m). Na etapa complementar, Rodrigo Conceição fechou as contas da goleada portista com uma magnífica jogada individual finalizada com um toque de classe por cima do guarda-redes Carlos Henriques (87m).

O FC Porto B volta a entrar em campo no próximo sábado (15h00, FC Porto TV/Porto Canal), frente ao Arouca, no Estádio de Pedroso, em jogo da 27.ª jornada da Liga Portugal 2.

FICHA DE JOGO

MAFRA 0 -FC PORTO B 4
Liga Portugal 2, 26.ª jornada 29 de Março de 2021
Estádio do Parque Desportivo Municipal de Mafra

Árbitro: André Narciso
Assistentes: Paulo Brás e Marco Vieira
Quarto árbitro: João Marques

MAFRA: Carlos Henriques; Nuno Campos, Miguel Lourenço (cap.), João Miguel, Pedro Barcelos, Bruno Fonseca, Ismael Ramos, Carlos Daniel, Andrézinho, Rodrigo Martins e Gustavo Moura
Substituições: Pedro Barcelos por Gui Ferreira (46m), Rodrigo Martins por Edi Semedo (58m), Andrézinho por Okitokandjo (59m), Ismael Ramos por Kaká (67m) e Gustavo Moura por Gwangin Lee (74m)
Não utilizados: Filipe Neves, João Cunha, Tomás Domingos e Wenderson
Treinador: Filipe Cândido

FC PORTO B: Ricardo Silva; Tiago Matos, João Marcelo, Malang Sarr, Carraça, Rodrigo Conceição, Bernardo Folha, Rodrigo Valente (cap.), Romário Baró, Danny Loader e Evanilson
Substituições: Rodrigo Valente por Rafa Pereira (78m), Evanilson por Mor Ndiaye (81m), Bernardo Folha por Gonçalo Borges (82m), Tiago Matos por Pedro Justiniano (88m) e Danny Loader por Igor Cássio (88m)

Não utilizados: Ivan Cardoso, Rodrigo Pinheiro, Carlos Gabriel e Johan Gomez
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 0-3
Marcadores: Evanilson (19m), Carraça (22m), Danny Loader (40m), Rodrigo Conceição (87m)
Disciplina: Pedro Barcelos (21m), Ismael Ramos (35m), João Marcelo (45m), Nuno Campos (55m), Ricardo Silva (72m), Carlos Daniel (80m)

Condenável política injustificável de governos portugueses

Extracto de publicação do autor Heitor Ramos
Na verdade, mais de três mil pensionistas suecos, de altos rendimentos, vivem em Portugal. Não tem mal nenhum, e só se lhe pode gabar o gosto. Viver em Portugal, com uma pensão catita, e sem pagar impostos, é das melhores coisas que se pode reclamar para a velhice. O governo sueco pretende que estes pensionistas paguem impostos. "Lá ou cá". Mas que paguem impostos sobre os seus rendimentos de pensões. E assinou um protocolo com o governo português, que não o cumpre.
O que obrigou a ministra das finanças a perder a paciência e a dizer que "é fascinante" que "os portugueses não se revoltem por ver os suecos viverem aqui com as suas ricas pensões de reforma sem pagarem um euro de IRS". E que, lado a lado com um sueco numa cama de um hospital, um português não se importe de estar a pagar para os dois, sabendo ainda que o sueco vive com um rendimento três, quatro ou cinco vezes superior ao seu.
É de facto fascinante. Já é fascinante que o governo português seja tão generoso com os cidadãos estrangeiros - e, já agora, com as empresas detidas por estrangeiros, como se voltou a ver com a EDP, e como se está a voltar a ver com o Novo Banco - e tão impiedoso com os nacionais.
O F C Porto e a nossa selecção de futebol são “comidos” pelos insaciáveis lobos da UEFA?
Pois são! Somos representados por cordeirinhos…!
By Heitor Ramos

domingo, 28 de março de 2021

Ricardo Costa pavão vermelho o falsário

Ricardo Costa benfiquista fanático mais conhecido como o pavão vermelho na altura presidente da Comissão Disciplinar da Liga, aquando dos incidentes no Túnel da Luz, castigou Hulk em mais 18 jogos do que seria justo para beneficio do Benfica!

Neste dia 28/03  de 2010, Hulk regressava ao terreno de jogo depois de cumprir um dos castigos mais vergonhosos das últimas décadas no futebol português. Após três meses e 17 jogos de fora, por causa do caso do túnel da Luz, o castigo foi reduzido para três jogos quando já não era possível restituir as partidas que o brasileiro havia falhado. Com toda a vontade, o “incrível” Hulk ajudou o FC Porto a bater o Belenenses por 3-0, tendo disparado um autêntico míssil para assinalar o segundo golo da noite.

Futebol-José Manuel Ribeiro denuncia mentecaptos

 Citar a Premier League como um exemplo de bom comportamento raia a insanidade!



sábado, 27 de março de 2021

FC Porto - Bernardino Barros denuncia...

 Esclarecimentos do notável Bernardino Barros



FC Porto - Futebol - Acácio Mesquita

Aconteceu - Neste dia 27/03, há 94 anos , num jogo frente ao Progresso disputado no Campo Lima e a contar para o Campeonato Regional do Porto, Acácio Mesquita estreava-se de azul e branco e marcava o primeiro de muitos golos ao serviço do FC Porto. Filho de um dirigente do clube e atleta das equipas jovens desde muito novo, Acácio Mesquita praticou ainda basquetebol e atletismo e formou com Pinga e Valdemar Mota a famosa linha de ataque dos Três Diabos do Meio-Dia.

Pepê pára a 5 de Junho e a seguir faz um mês de férias para chegar apto


sexta-feira, 26 de março de 2021

terça-feira, 23 de março de 2021

Futebol de alta competição jovens promissores

No Futebol de alta competição actual (cada vez mais), a componente física aliada ao indispensável talento para jogar futebol, é muito importante! O Futebol é um desporto de contacto, e daí a importância da potência física (estatura, elasticidade, reflexos) e ser praticado maioritariamente por rufiões...!
Tempo de reação – Em psicologia, o tempo de reação é o tempo decorrido entre uma pessoa ser presenteada com um estímulo e a pessoa iniciar uma resposta motora a esse estímulo. Geralmente é da ordem de 200 ms.

Dário Essugo : Futebolista (SCP) Promissor
Nasc./Idade: 14/03/2005 (16 anos apenas)

Local de nascimento: Lisboa
Nacionalidade:  
Portugal
Altura: 1,79 m (apesar de só 16 anos)
Posição: Médio Centro
Internacional actual:  
Portugal Sub-16

Antes do jogo com o Vitória de Guimarães, no passado sábado, o último jogo do miúdo tinha sido a 8 de Março de 2020, pelos iniciados, com 14 anos. Depressa começou a treinar com os sub-23, uma equipa “veterana” quando comparada com o jovem prodígio. Rúben Amorim reconheceu que também ele andava a observar o médio e bastaram duas semanas para que Essugo fosse chamado à equipa principal.
O SCP, no canal do clube admitiram que “há sempre receio de mostrar estes jogadores em patamares superiores por causa da gulodice dos tubarões”.

Confusão em Braga no Braga-Benfica

 O desempenho do árbitro João Pinheiro no jogo SC Braga-Benfica provocou um autentico vendaval na imprensa desportiva lisboeta com acusações mutuas de parte a parte mas que afinal acabou tudo aos abraços...!















segunda-feira, 22 de março de 2021

Mario Jorge Ferreira sobre Sérgio Conceição e Paulo Sérgio

Subscrevo na integra este texto de Mário Jorge Ferreira
Faltou no entanto aludir ao recente (p.p.) episódio do "Sururu" provocado pelo arruaceiro Varandas e Cª aquando do Famalicão-Sporting em que se pegaram com os dirigentes famalicenses...!!


Mario Jorge Ferreira - Ontem às 10:53 ·

E eis que se levantam de novo a apontar o dedo ao Sérgio. Chamam-lhe de tudo, de muita coisa que eu me nego a escrever aqui, é lindo ver gente que usa termos de baixo nível a bradar aos céus da má-educação do Sérgio.

E tudo pelo que ontem aconteceu.
Ontem, o Paulo Sérgio foi provocar o banco do Porto após o golo do empate do Portimonense, e antes da marcação do livre do Sérgio Oliveira, mas ninguém fala, ninguém diz nada, a SportTv tão lesta em mostrar a acção do Sérgio Conceição, esqueceu-se de passar imagens do Paulo Sérgio. Mas há imagens e há testemunhos disso mesmo. A SportTv está com azar, agora sabe-se tudo, mesmo aquilo que a SportTv quer esconder.
Depois do 2-1 para o Porto, o Sérgio, que não é flor que se cheire, foi fazer o mesmo para o banco do Portimonense. Escândalo nacional. Este tipo é intratável. O árbitro expulsou, e bem, os dois, que continuaram pegados até ao túnel, e provavelmente dentro do túnel. Episódios obviamente lamentáveis que se dispensam do futebol.

Atenção, com esta descrição dos factos por inteiro e não pela metade que interessa aos que odeiam o Sérgio, não estou a apoiar ou sequer a desculpar atitudes do meu treinador. Eu sei que ele tem o feitio que tem, já o tinha quando era jogador, mas agora como treinador tem outras responsabilidades, e deve pensar que a suas atitudes sejam elas reactivas, impensadas ou emotivas, prejudicam acima de todos o Porto, que lhe paga o ordenado e que precisa dele no banco a orientar os jogadores.

Posto isto, o que realmente me dá imensa vontade de rir é a hipocrisia e a falta de coerência de adeptos dos clubes nossos rivais, agora de novo em Santa Aliança promovida pelo senhor Varandas que estendeu a mão ao senhor Vieira e fez do Porto, do seu presidente e do seu treinador, os seus alvos predilectos.

Esses ditos adeptos esquecem-se dos treinadores que têm sentados nos seus bancos.

Um, de longa carreira, Jorge Jesus.

Seria fastidioso enumerar os episódios com que este senhor nos presenteou, desde altercações com treinadores adversários, jogadores adversários e da própria equipa, árbitros, elementos da Liga, etc, etc, mas a todos com certeza ficou na retina a vez em que bateu em polícias, que o tiveram de retirar à força do relvado.

Outro, de curta carreira, mas com muito que contar, Rúben Amorim.

Desde ameaçar um árbitro de lhe "partir a boca toda", e lhe dizer que ia "acabar com a sua carreira", quando treinava o Casa Pia (e por isso ter levado 90 dias de castigo!!!), até esta época ter insultado um árbitro de "és um papagaio do c@..lho!" na Final da Taça da Liga, ter tido a atitude que teve com o Carlos Carvalhal nesse mesmo jogo, ter sido já expulso por três vezes do banco do Sporting. Tudo isto num ano em que as coisas têm corrido como têm corrido à sua equipa. Agora imaginem como será quando correr mal.

Mas, pensando bem, toda esta incoerência e hipocrisia por parte de adeptos nossos rivais, e pelos papagaios, adeptos ou avençados que enxameiam os comentários desportivos na imprensa lisboeta centralista, tem uma razão de ser que vai para além do Sérgio Conceição.

É que eles além de odiarem o Sérgio Conceição, e os seus êxitos no Porto, odeiam mesmo é o Porto, as suas conquistas e os seus feitos nacionais e internacionais, como se pôde de novo comprovar depois do jogo épico de Turim e da gloriosa passagem, mais uma vez, aos quartos de final da Champions.
Eles quase choravam nas televisões, contorciam-se de dor, exalavam esgares assustadores, ao ponto de me preocuparem em relação ao seu estado de saúde.
Sim, porque eu quero-os de boa saúde para me continuarem a divertir com as suas tristes figuras de comentadores /adeptos vendidos.
Como diria o outro, que nunca acabem, e que nos continuem a dar força e gasolina para continuarmos a atingir os êxitos que temos conseguido alcançar.

O meu muito obrigado a todos, a todos sem excepção.

P. S. Devo dizer, por ser verdade, que graças a Deus tenho muitos amigos adeptos de outros clubes, aqui no Facebook, e lá fora na vida real, que não são assim. Não odeiam nem pouco mais o menos o Porto ou o Conceição, são desportistas, e defendem as suas posições e opiniões com elevação.

Honra lhes seja feita. Este post não é, decididamente, para eles.
Como diria o Octávio Machado, "eles sabem de quem é que estou a falar!"

O jogo sujo de Inocêncio Calabote & Treinador adjunto do SLB

O jogo sujo de Inocêncio Calabote & Treinador adjunto do SLB
Neste dia (22/03), em 1959, o FC Porto vencia o Torreense por 3-0 em Torres Vedras, com golos de Perdigão, Noé e Teixeira, e conquistava o título de campeão nacional discutido para lá do último segundo. Com a atribuição do troféu a decidir-se pela diferença de golos, Inocêncio Calabote assinalou penáltis em série na Luz, onde o Benfica goleou a CUF (7-1), e deu um interminável tempo de compensação. A 50 quilómetros dali, onde jogava o FC Porto, os encarnados tinham o treinador adjunto no banco do Torreense e treze contos preparados para cada um dos jogadores do emblema de Torres Vedras em caso de vitória sobre os azuis e brancos. Mesmo perante este cenário hollywoodesco, foi o FC Porto que fez a festa por um golo de diferença.

domingo, 21 de março de 2021

Golo limpo anulado ao FCP B por fora de jogo inexistente

FC Porto B bateu o SC Covilhã (2-1) com golos de Evanilson e Fábio Vieira

Praticamente quatro meses depois a equipa B do FC Porto regressou às vitórias. Na tarde deste domingo, os “bês” azuis e brancos receberam e venceram o SC Covilhã por 2-1 e garantiram três preciosos pontos na luta pela manutenção. O último triunfo portista na Liga Portugal 2 havia sido em Arouca, no final de Novembro, e desde então os Dragões entraram numa maré de azar com treze jogos sem vencer. Graças ao acerto de Evanilson e de Fábio Vieira, cedidos temporariamente por Sérgio Conceição à formação secundária, o FC Porto B igualou a pontuação do penúltimo classificado Varzim e colocou um ponto final a uma série de quatro empates seguidos. Nas sete jornadas disputadas desde a substituição do treinador, os comandados por António Folha só perderam uma vez e somaram 8 dos 21 pontos conquistados na presente edição da Segunda Liga.

Com Romário Baró, Fábio Vieira e Evanilson “emprestados” pela equipa principal, os jovens Dragões entraram pressionantes e pressionados pela tabela classificativa. Ainda assim, e à passagem do quarto de hora, a primeira situação de perigo pertenceu ao SC Covilhã, num cabeceamento brilhantemente negado por Ricardo Silva. Com muito espaço nas costas da defesa portista, os serranos iam-se balanceando no contra ataque, até que a toada do jogo mudou. Aos 24 minutos, Gonçalo Brandão dispôs de uma chance de ouro para inaugurar o marcador do Estádio de Pedroso, porém o veterano central não finalizou da melhor forma. Logo a seguir Carlos Gabriel tentou surpreender Léo Navacchio de pé esquerdo, mas o guardião visitante mostrou-se atento. Pouco depois, e após jogada de insistência do ataque azul e branco, Rodrigo Conceição cruzou desde o flanco predilecto, Romário Baró dominou, trabalhou no pouco espaço de que dispunha e, de calcanhar, assistiu Evanilson para este fazer o que melhor sabe. Com uma finalização à ponta de lança, o número 30 abriu a contagem e colocou o FC Porto B a vencer. Já dentro do tempo de compensação Evanilson veria o bis ser-lhe negado por uma má decisão da equipa de arbitragem. Após livre de Fábio Vieira, João Marcelo assistiu o compatriota de cabeça e este só teve de encostar. No entanto, e um metro atrasado, o auxiliar de Manuel Mota levantou a bandeirola assinalando posição irregular do defensor brasileiro quando este tinha Gilberto a colocá-lo em jogo.

No arranque da segunda parte Ricardo Silva foi novamente chamado a acção e voltou a corresponder da melhor forma. Tal como na etapa inaugural, os “bês” portistas responderam da melhor forma possível. Danny Loader arrancou, foi derrubado em falta por Jaime dentro da área do SC Covilhã e o juiz da partida assinalou grande penalidade. Da marca dos onze metros Fábio Vieira não tremeu e dilatou uma merecida vantagem para os da casa. Para lá da hora de jogo António Folha fez entrar Diogo Bessa e Mor Ndiaye para os lugares de Carlos Gabriel e de Rodrigo Valente. Dentro do derradeiro quarto de hora, Bernardo Folha e Gonçalo Borges renderam Romário Baró e Evanilson. Logo de seguida, Filipe Cardoso aproveitou a desatenção defensiva do FC Porto B para reduzir para a desvantagem mínima (2-1). Acabado de entrar, Bernardo Folha esteve perto do golo na sequência de um bom trabalho sobre a direita do também recém-entrado Gonçalo Borges.

"Sabíamos que ia ser um jogo extremamente difícil. O SC Covilhã é uma excelente equipa, muito bem orientada, e prova disso foi o jogo que fez aqui hoje. Tínhamos de ser muito competentes para levar de vencida uma equipa bem organizada e a jogar muito bem. Acho que fizemos um bom jogo, foi um jogo dividido, competitivo, com oportunidades para ambas as partes... hoje caiu para nós. E ainda bem que caiu, porque estes miúdos já mereciam isto, já mereciam uma vitória pelo que têm trabalhado todos os dias e dado nos jogos ao fim de semana. Já mereciam esta vitória, que é inteiramente deles. São eles que trabalham todos os dias. Eu sou muito exigente, obrigo as minhas equipas a trabalharem e estou muito feliz por eles", declarou António Folha após o apito final.

No próximo fim de semana a equipa B portista não entra em campo. A jornada que se segue, que opõe o CD Mafra ao FC Porto B, disputa-se apenas no dia 29 de Março, uma segunda-feira. A partida, agendada Estádio do Parque Desportivo Municipal de Mafra, tem apito inicial previsto para as 17 horas e transmissão televisiva em directo no Canal 11.

Ficha de jogo - 
Liga Portugal 2, 25.ª jornada - 21 de Março de 2021- Estádio de Pedroso

FC PORTO B 2 SC COVILHÃ 1

Árbitro: Manuel Mota
Assistentes: Jorge Fernandes e Bruno Trindade
Quarto árbitro: Bruno Miguel Costa

FC PORTO B: Ricardo Silva; Rodrigo Conceição, João Marcelo, Gonçalo Brandão, Carlos Gabriel, Tiago Matos, Rodrigo Valente (cap.), Romário Baró, Fábio Vieira, Danny Loader e Evanilson
Substituições: Mor Ndiaye por Rodrigo Valente (66m), Diogo Bessa por Carlos Gabriel (66m), Bernardo Folha por Romário Baró (79m) e Gonçalo Borges por Evanilson (79m)
Não utilizados: Ivan Cardoso (g.r.), Pedro Justiniano, Rodrigo Pinheiro, Rafael Pereira e Kelvin Boateng

Treinador: António Folha

SC COVILHÃ: Léo Navacchio, Tiago Moreira, André, Jaime, David Santos, Filipe, Gilberto (cap.), Jean Felipe, Jorge Vilela, Gleison e Deivison Borges
Substituições: Jorge Vilela por Bernardo Martins (45m), Deivison Borges por Léo Cá (59m), Gilberto por Enoh (59m) e Jean Felipe por N’Dao Lamine (60m)
Não utilizados: Bruno Miguel (g.r.), Felipe Macedo, Hanan, Inusah e Wendel

Treinador: José Bizarro

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Evanilson (33m), Fábio Vieira (56m, g.p.) e Filipe Cardoso (80m)
Disciplina: cartão amarelo a Tiago Matos (38m), Gilberto (49m) e Fábio Vieira (90m)

Análise à equipa do FC Porto B (muito trabalho a realizar)
Aumentar a consistência (eficácia) defensiva. Médios possantes e evoluídos tecnicamente.
Aprender a jogar em antecipação e a desarmar, pelo menos, pressionar para desestabilizar os adversários sem dar muito nas vistas (jogo subterrâneo).
Avançados (matreiros) com maturidade futebolística.
Aperfeiçoar a circulação de bola e o entrosamento ( definir melhor os critérios de jogo)

FC Porto - Futebol

A missão era só uma, vencer e trazer três pontos para o Porto, e os campeões nacionais cumpriram-na. Apesar do pouco tempo útil em que foi possível jogar, o FC Porto conseguiu marcar dois golos e derrotar o Portimonense por 2-1. Os dois autogolos algarvios surgiram na sequência de remates de Marega e Sérgio Oliveira.
Para Sérgio Conceição, ganhar era uma “obrigação” e o FC Porto teve o mérito de alcançar uma vitória “justa” num jogo “difícil”, como serão todos até ao fim do campeonato, neste caso particularmente marcado por “muitas faltas” e “muitas paragens”. “É a forma como está o futebol em Portugal”, desabafou o treinador.

O capitão Sérgio Oliveira, que ontem assumiu mesmo a braçadeira durante a maior parte do encontro devido à lesão de Pepe, salientou que “é sempre difícil jogar contra sete defesas” e até reconheceu que os jogadores, que já sabiam que tinham pela frente “um jogo bastante complicado”, entraram na segunda parte “algo apáticos”.
O médio destacou, contudo, uma ideia que Sérgio Conceição também defende frequentemente: “O importante é ganhar os três pontos. Seja ganhar 1-0, 2-0, 3-0, ou, neste caso, 2-1”. E é com esse espírito, seguramente, que será encarado o próximo encontro, uma receção ao Santa Clara que acontecerá daqui a duas semanas.

Até lá, há jogos das seleções nacionais, que contribuirão para deixar o centro de treinos um pouco mais vazio. O regresso da equipa ao trabalho está agendado para quarta-feira, às 16h00.

Futebol de Formação-Estratégia a imitar?

Claro que beneficiando da protecção dos Árbitros, Conselho de Arbitragem Nomeações liderado por presidente Fontelas Gomes e vice-presidente João Ferreira será muito mais fácil, direi mesmo decisivo, para o sucesso da estratégia de lançar os jovens da formação.

Rúben Amorim esclareceu a aposta em Dário Essugo, jovem de 16 anos que se estreou este sábado à noite pelo Sporting.
«O Dário é um miúdo com muito talento, humildade, trabalhou bem e faz parte do projecto. É uma mensagem para os jovens, não interessa a idade os miúdos que tiverem dúvida entre clubes sabem que aqui têm a porta aberta. Os valores são importantes, vão tendo oportunidades. Foi chamado ao treino, cumpriu, esteve bem nas duas semanas em que trabalhou connosco. Teve oportunidade, precisávamos de um médio ele era o médio que estava no banco. Mais uma vez é uma mensagem para todos os jovens – sabem que no Sporting esta é a nossa aposta, e é um bom sinal», disse na conferência de imprensa.
Dário entrou aos 86 minutos e Rúben Amorim contou mesmo o que disse ao jovem antes de o lançar:
«Disse-lhe ‘vai sair o João Mário que tem amarelo; preciso que dês ajuda ao Palhinha, quando tiveres a bola tens mais liberdade que o Palhinha’. O projecto não é meu, sou apenas uma pequena peça, o projecto é do Presidente e do Hugo Viana, não começou agora, eu sei qual é a ideia. Temos que ir pela formação, este é o caminho. Hoje foi um dia bom, mas aviso que haverá dias em que nos vai faltar experiência.»

sábado, 20 de março de 2021

Vitória do FC Porto arrancada a ferros em Portimão

Será que o Paulo Sérgio também vai comer a relva quando defrontar o Sporting e o Benfica?

A equipa portista
Nos portistas, preponderantes foram: Marega pelo seu espírito de luta; Tecatito e Sérgio Oliveira pela sua superior qualidade técnica; Otávio pela sua qualidade técnica e esforço.
Na defesa, os centrais muito bem e os laterais apesar de esforçados não conseguiram fazer a diferença, ou seja, estiveram algo abaixo do seu melhor rendimento.
No meio campo, Uribe muito lutador como sempre; Sérgio Oliveira como acima referido preponderante no resultado do jogo!
No ataque Taremi um tanto apagado. Luís Diaz denunciou falta de ritmo.


Ficha oficial do jogo- Estádio Municipal de Portimão- 20 de Março de 2021

O FC Porto venceu este sábado o Portimonense (2-1), no Algarve, em partida referente à 24.ª jornada do campeonato.

Os Golos
FC Porto: 
(AG) Lucas Possignolo 46', (AG) Samuel Portugal 67'
Portimonense: 
Fali Candé 64'

Árbitro : Rui Costa
Assistentes: João Bessa Silva e Nuno Manso
4º Árbitro: João Malheiro Pinto
VAR: André Narciso, assistido por Paulo Brás

PORTIMONENSE SC: 94Samuel Portugal
3Lucas Possignolo, 28Willyan Rocha 87', 22Koki Anzai, 2Maurício, 18Fahd Moufi
36Fali Candé 81', 21Pedro Sá 81', 7Dener, 77Aylton Boa Morte 81'
14Beto

SUPLENTES : 1Ricardo Ferreira, 27Lucas Tagliapietra 87, 20Luquinhas
88Denis Poha, 29Safawi Rasid 81', 11Anderson Oliveira 81', 9Fabrício 81'
90lee, 23Bruno Moreira

TREINADOR : Paulo Sérgio

FC PORTO: 1Agustín Marchesín
18Wilson Manafá 88', 19Mbemba, 3Pepe 24', 12Zaidu
25Otávio 89', 8Matheus Uribe, 27Sérgio Oliveira
11Marega 89', 17Tecatito, 9Mehdi Taremi 77'

SUPLENTES : 99Diogo Costa, 31Nanu, 4Diogo Leite 24', 50Fábio Vieira,
16Marko Grujic 88', 85Francisco Conceição 89', 7Luis Díaz, 77',
30Evanilson, 29Toni Martínez 89'

TREINADOR :Sérgio Conceição

FC Porto nos quartos de final da Champions League

Agora o Chelsea, o adversário nos quartos de final da Liga dos Campeões, que Sérgio Conceição não chegou a analisar durante a conferência de imprensa, reconhecendo apenas estar perante “uma tarefa extremamente difícil”, algo de que já esperava antes mesmo da realização do sorteio, porque – explicou adiante – “estão em prova as oito melhores equipas da Europa”.

Do ADN e da cultura, que também entram na argumentação do administrador, à conclusão de que o FC Porto “ainda tem muito para escrever” na atual edição da Champions foi só mais um passo numa lógica de causa e consequência, que, para já, conquistou “todo o respeito” de Petr Cech, também ele ex-guarda-redes e agora director do Chelsea. Sem esforço nem favor, Cech falou de um adversário com “muita história na Taça e na Liga dos Campeões”.

Para conhecer e acompanhar os planos do FC Porto para hoje e para amanhã, só precisa entrar aqui e ficar a par da agenda do fim de semana. Se quiser saber mais sobre o Chelsea e os alemães que estão a mudar o perfil e o estilo de jogo da equipa londrina, então a solução está neste trabalho do José Miguel Soares.

A incoerência de Rui Costa ou excesso de zelo

Excesso de zelo de Rui Costa sempre que apita jogos do FC Porto.
A incoerência das arbitragens de Rui Costa: na dúvida contra decide contra os portistas e é useiro e vezeiro em permitir o futebol violento dos adversários contra os azuis e brancos. 
O desempenho do Rui Costa é normalmente equivalente ao do habilidoso anti-portista Manuel Mota. Nuno Almeida coloco reservas, mas Rui Costa, Manuel Mota, Hélder Malheiro...etc ainda conseguem errar mais contra os dragões...!!

Árbitro : Rui Costa

Assistentes: João Bessa Silva e Nuno Manso
4º Árbitro: João Malheiro Pinto
VAR: André Narciso, assistido por Paulo Brás

sexta-feira, 19 de março de 2021

Benfica e Sporting com dívidas à Banca

Será que o Benfica de Vieira e o Sporting de Varandas também estão acima da Lei e por isso não precisam de pagar dívidas?!

MP oculta dívidas de Vieira e Sporting à Banca...!!



Em vésperas de defrontar o FC Porto o Sporting pretende aliciar Beto?!





















quinta-feira, 18 de março de 2021

Árbitro para Portimão e Champions League...

 O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Rui Costa para arbitrar o jogo entre o Portimonense e o FC Porto, agendado para o próximo sábado, às 18h00 (Sport TV), no Estádio Municipal de Portimão, referente à 24.ª jornada do campeonato.

O árbitro da Associação de Futebol do Porto terá como assistentes João Bessa Silva e Nuno Manso, sendo João Malheiro Pinto o quarto árbitro. O VAR será André Narciso, assistido por Paulo Brás.

Árbitro : Rui Costa
Assistentes: João Bessa Silva e Nuno Manso
4º Árbitro: João Malheiro Pinto
VAR: André Narciso, assistido por Paulo Brás

Já são conhecidos os possíveis adversários do FC Porto nos quartos de final da Liga dos Campeões. Borussia Dortmund (Alemanha), Bayern Munique (Alemanha), Chelsea (Inglaterra), Liverpool (Inglaterra), Manchester City (Inglaterra), Paris Saint-Germain (França) e Real Madrid (Espanha) são as equipas que irão a sorteio na sexta-feira, em Nyon (11h00), para saberem o seu destino nos quartos de final e nas meias-finais da liga milionária. Poderá acompanhar todo o sorteio e a posterior análise ao adversário dos Dragões na emissão especial do Porto Canal e da FC Porto TV, que tem início às 10h30 e se prolongará até às 12h.

Nasceu, nos Estados Unidos da América, a primeira bebé com anticorpos à covid-19. A mãe, profissional de saúde norte-americana, foi vacinada contra o SARS-CoV-2 às 36 semanas de gravidez com uma dose única da vacina da Moderna. Três semanas depois, a filha nasceu e, de acordo com as primeiras análises, está imunizada.

FC Porto - Curiosidades

 Neste dia (18/03) em 1984, o FC Porto deslocava-se a Alvalade, uma semana depois de derrotar o Benfica e três dias antes de disputar, na União Soviética, o acesso às meias-finais da Taça das Taças. A vitória, selada logo ao minuto 11 por Gomes, fez com que o Diário de Lisboa, no dia seguinte, falasse num FC Porto liderado à distância por Pedroto e no campo por António Morais, que havia dado um autêntico show de bola numa partida que nem poderia ser beliscada pela expulsão de Frasco, a 15 minutos do fim.

Depois do episódio com Joana Teixeira, a série de testemunhos “Retratos do Novo Mundo”, que incide sobre o impacto da pandemia no FC Porto, prossegue com o relato de Carlos Carvalho, diretor de segurança do FC Porto.

No novo episódio da série “Dragões para Sempre”, lembramos Monteiro da Costa, um dos primeiros jogadores “à Porto”. O médio, que vestiu de azul e branco durante 13 temporadas (de 1949/50 até 1961/62), apontou 97 golos e venceu quatro títulos de dragão ao peito, dois campeonatos nacionais e duas Taças de Portugal.

quarta-feira, 17 de março de 2021

Futebol Portista - Efeméride

Neste dia, em 1912, o FC Porto conquistava a primeira vitória internacional da sua história: num Campo da Rainha a rebentar pelas costuras, os portistas bateram o Vigo FC por esclarecedores 4-1. O público numeroso, animado pela banda do Asilo do Terço, viu os campeões do Norte de Portugal derrotarem os campeões da Galiza num encontro precedido pelos hinos nacionais de Portugal e de Espanha, como acontece hoje em dia nos compromissos internacionais de seleções. Com este triunfo, estava plantada a semente do clube nacional com mais troféus conquistados na Europa e no mundo.

Qué Pena (canção) que muitos continuem a desvalorizar as grandes vitórias internacionais do FC Porto, indiscutivelmente o melhor clube português entre os gigantes europeus, mas não é por acaso que todas as nossas vitórias são diferentes e especiais.

Entrevista de Pinto da Costa ao Porto Canal

Pinto da Costa foi entrevistado esta terça-feira (16/03/21) no Porto Canal

Numa longa entrevista em que abordou diversos temas relacionados com o universo azul e branco, Jorge Nuno Pinto da Costa recordou os prejuízos causados pela pandemia e reiterou a confiança de que brevemente o FC Porto deixará de estar sob a alçada do fair-play financeiro da UEFA. Os erros grosseiros de arbitragem que têm prejudicado o FC Porto B mereceram palavras duras do líder máximo do clube, que voltou a enaltecer o legado de Alfredo Quintana após o apuramento da selecção de andebol para os Jogos Olímpicos.

O campeonato e o desgaste: "O calendário está apertadíssimo e tem sido uma das condicionantes, nenhuma equipa consegue jogar de três em três dias e manter-se ao mesmo nível. É humanamente impossível desejar que estejam sempre ao mesmo nível. Quem devia salvaguardar essas situações são as pessoas que mandam no futebol português, que não sou eu, é a FPF e a Liga"
Um exemplo: "Na Holanda, foi a federação que impediu o Ajax de fazer uns jogos em cima dos outros. Quando ganhamos é muito bonito receber as mensagens, é sempre chapa cinco. Mas o que era bonito, era dizer "alto pára o baile, o FC Porto não pode jogar três dias antes de uma eliminatória, isso é que era bonito. Mas com isso não se preocupam nada."
Vitória do FC Porto: "No campeonato tem sido uma época muito difícil, porque o FC Porto teve uma grande vitória e eu achei engraçado que muitos disseram que foi uma vitória do futebol português, porque o FC Porto é português, joga no campeonato de Portugal. Foi uma vitória do FC Porto, o futebol português não fez nada para ajudar o FC Porto. Na Holanda, quando o Ajax estava em prova, não jogou na jornada anterior à Liga dos Campeões. o FC Porto foi à Juventus, um jogo decisivo, e 3 dias antes teve de jogar em Barcelos para a Liga NOS"
"Quero chegar ao fim do dia e ter a consciência de que fiz tudo o que o FC Porto precisava"
Pinto da Costa é presidente do FC Porto desde 1982 e, recentemente, foi reeleito para mais um mandato.
A fechar a entrevista que deu ao Porto Canal, Pinto da Costa foi questionado sobre o que é que ainda quer fazer enquanto presidente do FC Porto. O dirigente diz que se quer deitar com a consciência tranquila, sabendo que fez tudo o que o clube precisava que fosse feito. No dia em que tal não aconteça, é hora de sair.
"Quero chegar ao fim do dia, ao deitar-me, e ter a consciência de que fiz tudo o que o FC Porto precisava que fosse feito. No dia em que isso não acontecer, vou-me embora. Tomei más opções e cometi erros, mas sempre a pensar que era o melhor para o FC Porto", assegurou.
"Um dos dois empréstimos obrigacionistas será pago antecipadamente"
O FC Porto vai sair do Fair-Play Financeiro? "Estamos convencidos que sim, tudo está orientado nesse sentido. No primeiro semestre tivemos 34M€ de lucro e neste momento temos dados que nos permitem pensar que podemos melhorar no segundo semestre. A Champions League também foi importante, tal como a saída de jogadores que não foram contabilizados. Por exemplo, o Danilo só será concretizado se o PSG for à Champions League.
O passivo: "Quando se fala no passivo - há jornais que sonham com isso, se calhar são os que mais devem. O nosso capital, que é negativo, tem o nosso plantel avaliado em 74M€. O Transfermarkt, que avalia sempre por baixo, tem o nosso plantel valorizado em 274M€ e vale mais que isso. Por lei, somos obrigados a lançar os jogadores pelo preço que compramos, abatendo todos os anos a amortização correspondente. Jogadores formados não têm valor contabilístico, porque não custaram nada. Se deixassem pôr o valor real dos ativos, avaliado por baixo, eram 274M€. Vou-lhe dar um exemplo: tínhamos um jogador que estava avaliado em um milhão de euros e negociámos esse jogador por 40M€. Em toda essa diferença de capitais estamos perfeitamente tranquilos."

Dois empréstimos obrigacionistas a vencer em breve: "Se tudo correr normalmente, como esperamos, um vai ser pago antecipadamente. O outro será pago em junho."

“Antes do final da época, faremos novo contrato com Sérgio Conceição”. A garantia foi dada ontem à noite por Jorge Nuno Pinto da Costa em entrevista na Noite Informativa do Porto Canal. O desejo de manter o treinador não é novidade para ninguém, mas o presidente do FC Porto revelou que o clube também está a trabalhar para prolongar os vínculos de dois elementos importantes do plantel: Otávio e Marega. A luta pelo campeonato é uma certeza, tal como o sonho de “chegar à final da Liga dos Campeões e ganhar”.

terça-feira, 16 de março de 2021

Há 110 anos elegeu o 3º Presidente do FC Porto

Há 110 anos o FC Porto elegeu o terceiro presidente da sua história. Pouco mais de um mês volvido desde o precoce falecimento de José Monteiro da Costa, o emblema da Invicta reuniu em Assembleia Geral para nomear o sucessor do impulsionador do clube. Nascido em Cedofeita 28 anos antes, Júlio Garcez de Lencastre foi o escolhido pela massa associativa para liderar os destinos da instituição portista. Na primeira aparição pública, o tenente Garcez de Lencastre homenageou os vencedores da Taça Monteiro da Costa com os prestigiados Diplomas de Prata.

FC Porto - Futebol em Paços Ferreira

Contra o Paços de Ferreira Pepe marcou o 900. golo do FC Porto em jogos oficiais no Estádio do Dragão. Lembra-se de quem marcou os tentos centenários na nossa nova casa? É provável que não. Também para isso existe a FC Porto TV. Nas últimas horas, a plataforma OTT do clube publicou os golos número 100, 200, 300, 400, 500, 600, 700, 800 e 900 da história do Dragão. De Quaresma e Bruno Alves a James, Jackson e companhia, craques não faltam, mas a última marca redonda é do capitão. E essa, tal como a braçadeira, ninguém lha tira.

segunda-feira, 15 de março de 2021

Paulo Gonçalves apanhado a ver jogo no Estádio da Luz

A “lata” dos gajos do jornal “A Bola”! Ou o Benfica acima da Lei!
A intenção – maldosa intenção – era desvalorizar a vitória do F C Porto na eliminatória com a Juventus.
Sem êxito, como se sabe. O mundo do futebol reconheceu que houve mérito na passagem do Porto à fase seguinte.
Um dos responsáveis por esta desacreditada publicação nem conseguiu esconder o mal-estar que o segundo golo de Sérgio Oliveira lhe provocou: foi como se a bola o atingisse no coração. O esgar fisionómico que exibiu naquele momento – as trombas, falando para a geral - não engana.
Parecia um símio a quem tinham tirado a banana quando a levava à boca…
E fartaram-se de dizer que Cristiano Ronaldo estava acabado. Que foi o responsável principal pelo colapso italiano em Turim. Que a Juventus é uma equipa fraca, sem chama e sem categoria para uma prova exigente como a Champions.
Ronaldo, apesar de nada ter a provar a ninguém – e muito menos a gente desta - resolveu mostrar que continua ser, simplesmente, o melhor futebolista do mundo. Na primeira oportunidade foi fulminante: marcou três golos e, se calhar, em querendo, teria marcado mais.
Pois tanto bastou para que “A Bola” tivesse puxado à primeira página uma foto do craque português com a legenda “FALEM AGORA”!
Haverá maior cinismo, maior hipocrisia, maior falsidade do que esta? Gente sem escrúpulos, sem vergonha, sem dignidade!
Não a perderam só agora, atenção!
Já não possuíam estes valores antes de Turim. E ninguém pode perder o que não tem…
Podiam, também, ter divulgado na capa do pasquim a presença no Benfica- Boavista de sábado, no estádio do ex-candidato a recluso Paulo Gonçalves – pseudo “empresário”, que na fase instrutória do processo em que era acusado, constavam 28 crimes de falsidade informática e do crime de recebimento indevido de vantagem.
E podia ainda este diário “desportivo” ter explicado como é que, estando os adeptos proibidos de ir aos estádios e tendo as pessoas de permanecer no domicílio - tirando as exceções previstas na lei - com que legitimidade esteve esse indivíduo no estádio da Luz!
Perguntar-me-ão: mas estava à solta um condenado? A Justiça afinal não o ilibou? À luz de que Justiça alguém viu ali um foragido? Não estará livre das acusações o homem?
E eu respondo: não se pode demonstrar que tais crimes não existiram. O que se pode é demonstrar que existiram e, confirmada essa demonstração, levantar a hipótese de que houve culpados sem castigo. By Heitor Ramos
Para ajudar a identificar este artista recorro a duas fotos: uma, recolhida da imprensa de hoje, mascarado.
A outra é uma foto de arquivo. Para que a memória não se apague! By Heitor Ramos

domingo, 14 de março de 2021

FC Porto-Paços Ferreira-Vitória muito suada

Nos 1os 45' minutos o Paços Ferreira defendeu com o ferrolho e a equipa portista não conseguiu desmontar a estratégia dos pacenses. Na 2ª parte a equipa portista mercê das substituições feitas por Sérgio Conceição conseguiu finalmente atingir o objectivo que era vencer o jogo e marcou dois belos golos: aos 77' através duma boa cabeçada do Pepe e aos 78' o Sérgio Oliveira fez o que melhor sabe fazer com um belo remate: potente e preciso não deu qualquer hipótese ao guarda-redes do Paços Ferreira.

Na equipa do FC Porto, realce para o trabalho de Marega que contribuiu para estourar com os defesas do Paços e também para o desempenho do Uribe incansável a percorrer o campo para tentar destruir o futebol ofensivo do Paços. Também estiveram muito bem: Marchesin, Mbemba, Pepe, Sérgio Oliveira. E a espaços: Zaidu, Manafá, Otávio e Tecatito.

Ficha oficial do jogo- Estádio do Dragão - 14 de Março de 2021

Árbitro: Tiago Martins da AF Lisboa
Assistentes: Pedro Mota e Hugo Ribeiro
4º Árbitro: Flávio Lima
VAR : António Nobre, assistido por Nélson Pereira

FC PORTO: 1Agustín Marchesín
18Wilson Manafá 71', 19Mbemba, 3Pepe, 12Zaidu
8Matheus Uribe, 25Otávio 88', 27Sérgio Oliveira
9Mehdi Taremi 81', 11Marega 71', 17Tecatito

SUPLENTES : 99Diogo Costa, 31Nanu, 4Diogo Leite, 6Mamadou Loum
16Marko Grujic 88', 85Francisco Conceição 71', 7Luis Díaz 71', 30Evanilson
29Toni Martínez 81'

TREINADOR : Sérgio Conceição

FC PAÇOS DE FERREIRA : 1Jordi Martins
29Fernando Fonseca, 26Maracás, 44Marcelo, 5Pedro Rebocho
22Luiz Carlos, 46Stephen Eustáquio, 10Bruno Costa
7Hélder Ferreira 74', 99Douglas Tanque, 11Luther Singh

SUPLENTES : 31Michael Fracaro, 9Uilton Silva 74', 34Pedro Marques
8Ibrahim, 6Martín Calderón, 17Adriano Castanheira, 77João Amaral
45João Pedro, 18Dor Jan

TREINADOR : Pepa

Sucesso do FC Porto em Turim

 FC Porto elimina Juventus e passa aos quartos de final


FC PortoB - Roubo de Catedral dá empate em Chaves

CD Chaves 1 FC PortoB 1
Assistente da equipa de arbitragem de Artur Soares Dias anula golo legal do FC Porto B (seria 0 1-2) por fora de jogo que se constatou inexistente...!
Um assistente de Artur Soares Dias, descaradamente, vergonhosamente a precisar de mudar de óculos anti-azul...!

Ausência de coerência da Arbitragem Portuguesa que precisa urgentemente de mudar de óculos anti-azul...!

E Artur Soares Dias é um dos árbitros coniventes com este tipo de situações...! Claro está, incentivado pelos dirigentes do Conselho de Arbitragem: presidente Fontelas Gomes e vice-presidente João Ferreira (o João pode ser o João Ferreira)...!

Bem, neste caso o ASD pode atribuir as culpas ao seu Assistente. Claro que se fosse isento, ou pelo menos não condicionado, teria tomado a decisão correcta... Se não tomou por não estar em cima do lance para ajuizar correctamente, então é um árbitro medíocre...!!

Responsabilidade é do Assistente de ASD. E o chefe da equipa de arbitragem sancionou o fora de jogo inexistente assinalado pelo seu assistente auxiliar porque não seguiu o lance de perto,ou estava a dormir na forma,ou ainda porque não quis! Conclusão: ASD é um juiz do apito medíocre.

FC Porto-Paços Ferreira-Tiago Martins é um dos "padres"?

Em face dos acontecimentos que sistematicamente penalizam o FC Porto, é cada vez mais licito perguntar: 
Tiago Martins é mais um dos "isentos padres" benfiquistas citados nos e-mails do SLB, que com a conivência da Imprensa desportiva mafiosa lisboeta anda a vilipendiar (colocar nas ruas da amargura) a Arbitragem portuguesa?

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Tiago Martins para arbitrar o jogo entre FC Porto e Paços de Ferreira, agendado para o próximo domingo (20h00, Sport TV), no Estádio do Dragão, referente à 23.ª jornada do campeonato.

O árbitro da Associação de Futebol de Lisboa terá como assistentes Pedro Mota e Hugo Ribeiro, sendo Flávio Lima o quarto árbitro. O VAR será António Nobre, assistido por Nélson Pereira.

Árbitro: Tiago Martins da AF Lisboa
Assistentes: Pedro Mota e Hugo Ribeiro
4º Árbitro: Flávio Lima
VAR : António Nobre, assistido por Nélson Pereira

FC Porto Futebol - Sérgio Conceição

“A nossa determinação, ambição e motivação têm que ser sempre as maiores e melhores”. Foi esta a garantia que Sérgio Conceição deixou para o jogo de mais logo, frente ao Paços de Ferreira (20h00, Sport TV 1). Na véspera do encontro da 23.ª jornada do campeonato, o treinador azul e branco lembrou que, pela frente, o FC Porto terá “uma equipa muito competente, bem orientada e que tem feito um excelente campeonato”.
O técnico portista abordou as “preocupações em relação à carga que os jogadores trazem de um jogo com prolongamento e viagem” e que poderão ser comuns a vários dos heróis de Turim, apesar de no boletim clínico só constarem os nomes de Marcano (tratamento a uma lesão muscular na face posterior da coxa esquerda) e de Mbaye (treino integrado condicionado).

A equipa B, que inaugura o dia azul e branco na deslocação a Chaves (14h00, Sport TV +), vai “fazer de tudo para sair com um resultado positivo” do reduto flaviense, assegurou o defesa central João Marcelo. Apesar de esperar “dificuldades, tal como em todos os jogos da Segunda Liga”, o brasileiro garantiu que, depois de um resultado injusto frente ao Casa Pia, a equipa está preparada para triunfar e sair da zona de despromoção: “Podíamos ter ganho, tivemos um golo anulado no final, mas vamos fazer de tudo para ganhar os três pontos e tenho a certeza de que vamos sair desta situação”.

sábado, 13 de março de 2021

FC Porto - Futebol

O abraço, aquele abraço em Turim, foi dado em “reconhecimento pelo que Sérgio Conceição tem feito e sofrido”, contou Jorge Nuno Pinto da Costa, que em entrevista ao jornal O Jogo disse ter visto no treinador aquilo que viu em “Artur Jorge, Robson e Mourinho”. O presidente do FC Porto, que não poupou elogios à exibição que ajustou contas antigas com a Juventus, acrescentou ainda que “Sérgio Oliveira seria fundamental em qualquer equipa” e que Pepe “escolheu o clube que ama”. Em Fevereiro de 2019, pouco depois do regresso, o central já tinha dito que “esperaria pelo FC Porto até ao último segundo”.

Jorge Nuno Pinto da Costa, que já tinha reconhecido o carácter heróico da qualificação para os quartos de final da Champions nas páginas da Dragões, assumiu, sem reservas, que vive “cada jogo com a mesma vontade de vencer”, “como se nunca tivesse ganho nada”, estranhando, também por isso, que não lhe tenha chegado qualquer mensagem do Governo. “Se calhar, ainda nem sabe que o FC Porto se apurou em Turim”, acrescentou, em tom de ironia, sobre João Paulo Rebelo, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.
A equipa que eliminou a Juventus da Liga dos Campeões regressa amanhã ao Dragão e à Liga portuguesa para defrontar o Paços de Ferreira, adversário sobre o qual Sérgio Conceição se debruçará durante a conferência de imprensa desta tarde (12h30). Ontem, em mais um treino no Olival, o treinador só não pôde contar com o guarda-redes Mbaye.

sexta-feira, 12 de março de 2021

Futebol - Ideias (teoria) de José Mourinho

"Ele, Harry Kane, está a fazer tudo: o trabalho de avançado de marcar golos, o trabalho de equipa de criar espaço e associar-se com os colegas, e o trabalho extra na defesa, que poucos avançados fazem. Não podíamos estar mais felizes. Estou muito feliz com o que o Vinícius nos tem dado, mas com o Kane em campo é uma história diferente para nós", acrescentou o técnico português do Tottenham.

quinta-feira, 11 de março de 2021

FC Porto - Futebol

Lá fora, onde os triunfos e os atletas do FC Porto são valorizados - e não ridiculamente menosprezados -, Gary Lineker juntou-se ao coro de elogios iniciado pelo selecionador belga para considerar “fantástico” o “esforço valente” dos “heróis” da Invicta. Também Rio Ferdinand se desfez em rasgados louvores a Pepe: “Se eu treinasse uma equipa, pegava nestes clips e mostrava-os a todos os jovens centrais para verem o posicionamento, vontade, comunicação, atenção, noção do perigo e utilização do corpo”.









“Retratos do Novo Mundo” 
O mais recente episódio de “Retratos do Novo Mundo” veio mesmo a calhar após a épica eliminação da Juventus no sopé dos Alpes. Desta feita, o protagonista da nova série da FC Porto TV é Vítor Bruno. Na primeira pessoa, treinador adjunto da equipa principal elogiou o trabalho de todos os que contribuíram para que nada faltasse ao plantel portista durante a pandemia. Também por esse motivo, diz o lugar-tenente de Sérgio Conceição, “os jogadores têm um sentimento muito nobre. Reconhecem, são gratos a quem os ajuda e a quem trabalha para eles”. “Esse sentimento de nobreza é muito típico do nosso clube”, admite Vítor Bruno.

quarta-feira, 10 de março de 2021

Futebol Clube do Porto é uma das oito melhores equipas da Europa

Dúvida? Não, mas luz, realidade: o Futebol Clube do Porto é uma das oito melhores equipas da Europa.
O sonho que na luta amadurece concretizou-se. Pela frente estava uma equipa que só ganhou nove campeonatos de Itália nos últimos nove anos, que tem um plantel que teoricamente vale quase o triplo do do FC Porto e que tem como principal estrela um goleador que é um dos melhores jogadores da história do futebol.
Como não há derrotas quando é firme o passo, e porque o passo dos jogadores do FC Porto é bem seguro, desta vez a derrota até foi, na verdade, uma vitória: sim, a Juventus venceu por 3-2, mas quem avançou para os quartos de final da mais difícil competição de futebol do mundo foi o campeão de Portugal. O Futebol Clube do Porto.
Deram tudo por nós esses atletas. O Marchesín, que defendeu tudo o que pôde. O Pepe, que fez 18 cortes, ganhou todos os duelos aéreos e é um capitão à Porto. O Sérgio Oliveira, que marcou os dois golos e é outro capitão à Porto. Toda a mocidade invicta, todos os heróis que transportaram os nossos sonhos naquele relvado.
Eles são sempre heróis, são sempre portugueses, mesmo quando nasceram em terras distantes e têm os passaportes mais diversos. Graças a eles, Portugal era o único país que não os dos cinco principais campeonatos da Europa que tinha um representante nos oitavos da Champions. Graças a eles, continuará a ser o único, pois claro, nos quartos.
Azul, branca, indomável, imortal. Assim avançou ontem a bandeira do FC Porto em Turim. Após a vitória por 2-1 no Estádio do Dragão, uma primeira parte quase perfeita na casa da Juventus resultava numa vitória por 1-0 ao intervalo. Depois o cenário mudou. Já com o jogo empatado, Taremi foi expulso. Segundo as sempre falíveis leis da lógica do futebol, estaria quase tudo perdido.
Não estava. Pela frente havia mais de meia-hora de desvantagem numérica, mas os campeões nacionais aguentaram. Seguiu-se o prolongamento e mais 30 minutos assim. No total, foram 66 de dez contra onze. Quando os penáltis já estavam no horizonte, houve um livre mais ou menos na mesma zona daquele que McCarthy bateu 17 anos e nem mais um dia antes, em Old Trafford, e o que se seguiu não foi igual, mas foi parecido: Sérgio Oliveira marcou direto, a bola entrou, o FC Porto passou para a frente da eliminatória, e nem o golo que a Juventus marcou logo a seguir estragou uma história tão bonita.
No fim, treinador e jogadores convergiram nas ideias e nas palavras. Para Sérgio Conceição, nunca deixar de acreditar é “o verdadeiro ADN do FC Porto”. Para Pepe, “ser Porto é nunca se dar por vencido e lutar até ao final”. O capitão completou: o “belíssimo jogo” azul e branco foi temperado com “muito caráter” e também “muito amor”.
O mérito do FC Porto foi reconhecido na hora um pouco por todo o mundo. A própria Juventus não demorou a endereçar-lhe os parabéns. Aos microfones da norte-americana CBS, o selecionador da Bélgica, Roberto Martínez, enfatizou a importância do feito: “Grande clube. É um momento histórico. Há 17 anos, o FC Porto eliminou o Manchester United contra todas as probabilidades. Era algo que estava escrito nas estrelas”. Só não estava escrito nas capas da imprensa portuguesa, que no dia de um jogo tão importante optou por quase ignorá-lo e menorizá-lo face a acontecimentos irrelevantes, e que acabou uma noite histórica como esta a fazer a pobre figura de não comparecer na conferência de imprensa virtual de Sérgio Conceição.
Talvez seja este “o nosso fado”. Muitas vezes contra tudo e contra todos, sempre contra a vontade de quase todos. Mesmo assim, o desejo profundo de tornar maior esta cidade voltou a concretizar-se. Azar o deles. Os quartos de final da Liga dos Campeões vão jogar-se entre 6 e 14 de Abril e o FC Porto lá estará, mais uma vez. Como não pôr no Porto uma esperança, se daqui houve nome Portugal?

terça-feira, 9 de março de 2021

Juventus - FC Porto Fantástico jogo dos Dragões

 Os 1ºs 45' da equipa portista foram fantásticos, vamos ver o que o 2º tempo nos reserva.
O tempo complementar foi surreal com 
Björn Kuipers a decidir expulsar Taremi a pedido dos jogadores da Juventus,decisão muito excessiva!

Björn Kuipers: the decision to expel Taremi at the request of the Juventus players was excessive

O desempenho da equipa do FC Porto
os dois golos da Juventus foram obtidos porque (na minha opinião) Tecatito e Manafá falharam na marcação a Chiesa.


Ficha oficial do jogo Estádio da Juventus em Turim 09 de Março de 2021

Árbitro: Björn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (Holanda)
4º Árbitro: Bas Nijhuis, (Holanda)
VAR: Pol van Boekel auxiliado por Dennis Higler (Holanda)

JUVENTUS: 1Szczesny
12Alex Sandro, 19Bonucci 75', 28Merih Demiral, 8Aaron Ramsey 75'
5Arthur 102', 25Adrien Rabiot, 22Federico Chiesa 102'(2), 9Álvaro Morata
7Cristiano Ronaldo, 16Cuadrado

SUPLENTES : 31Carlo Pinsoglio, 77Buffon, 37Dragusin, 3Chiellini
38Frabotta, 4Matthijs de Ligt 75', 36Di Pardo, 33Bernardeschi 102'
14McKennie 75', 44Kulusevski 102', 41Nicolò Fagioli

TREINADOR : Andrea Pirlo

FC PORTO : 1Agustín Marchesín
18Wilson Manafá, 19Mbemba, 3Pepe, 12Zaidu 71'
25Otávio 62', 8Matheus Uribe 90', 27Sérgio Oliveira 118'(2)
11Marega 105', 9Mehdi Taremi, 17Tecatito 118'

SUPLENTES : 99Diogo Costa
32Malang Sarr 62', 4Diogo Leite 118', 31Nanu, 50Fábio Vieira
6Mamadou Loum 118', 16Marko Grujic 90', 85Francisco Conceição
7Luis Díaz 71', 30Evanilson, 29Toni Martínez 105', 28Felipe Anderson

TREINADOR :Sérgio Conceição

Björn Kuipers (Holanda) referee for the match Juventus-FC Porto

Árbitro: Björn Kuipers (Holanda)
Faço votos para que o árbitro do jogo Björn Kuipers (Holanda) siga os lances de perto a fim de ajuizar e decidir correctamente.

I hope that the referee for the match Björn Kuipers (Netherlands) will follow the moves closely in order to judge and decide correctly.

Os recursos de Cristiano Ronaldo
Tem grande poder de elevação para cabecear, chuta bem, com precisão e potência de qualquer ponto do terreno do jogo, e tem especial apetência (propensão) para “cavar” faltas atirando-se para a piscina!

Cristiano Ronaldo's resources
He has great lifting power to head, he kicks well, with precision and power from any point on the field of the game, and he has a special appetite (propensity) to "dig" fouls by throwing himself into the pool!


segunda-feira, 8 de março de 2021

FC Porto vítima de arbitrariedades arbitrais

O FC Porto nem sempre jogou bem e o Sporting muitas vezes jogou mal.
O FC Porto quando não jogou bem, não ganhou.
O Sporting ganhou, mesmo quando jogou mal.
Esta é a diferença que faz toda a diferença na classificação.

Bem vistas as coisas, o episódio Rúben Amorim mostra que os resultados não se jogam apenas no relvado. Há muita coisa a condicionar arbitragens e decisores…

E o F C Porto tem sido, quase sempre vítima destas arbitrariedades.

Equipa de Arbitragem impede FC Porto B de ganhar Jogo

O desempenho da equipa de arbitragem foi declaradamente tendencioso, vergonhoso, na medida em que teve influência no resultado!

Um penálti por marcar e um golo mal anulado impediram o FC Porto B de vencer na recepção ao Casa Pia.

O FC Porto B empatou 1-1 nesta segunda-feira frente ao Casa Pia , no Estádio de Pedroso, em jogo referente à 23.ª jornada da Liga Portugal 2. Com este resultado, os Dragões passam a somar 17 pontos e seguem na 18.ª posição da tabela.
Houve equilíbrio nos 1ºs 45’ do jogo. Na 2ª parte aos 72 minutos, o árbitro Vítor Ferreira da AF Braga fez vista grossa a uma falta para penálti de Matheus Dantas sobre Danny Loader na área do Casa Pia. Pouco depois, Vítor Ferreira voltou a fechar os olhos a uma falta clara sobre Johan Gomez a meio-campo e daí nasceu o golo do Casa Pia, apontado por Malik a passe de Godwin (77m). O FC Porto B ainda conseguiu chegar ao empate, por intermédio de João Marcelo (86m), e deviam ter ganho o jogo. Tal não foi possível porque tiveram um golo mal anulado a Bernardo Folha já em período de compensação: o médio bateu um livre que não tocou em ninguém antes de entrar na baliza de Ricardo Batista, mas o árbitro assistente Valdemar Maia, o mesmo que não viu o penálti sobre Danny Loader, descortinou um fora-de-jogo que ninguém viu e impediu o FC Porto B de regressar justamente às vitórias (90m+4).
A 2ª parte foi quase toda do FC Porto B, só não conseguiu vencer por que a equipa de arbitragem não quis.
Importante registar a evolução, desempenho, de Rodrigo Conceição que possivelmente galvanizado pelo exemplo do irmão mais novo tem evidenciado qualidades assinaláveis. Só precisa de ganhar um pouco mais de estofo físico para também chegar à equipa principal.


O FC Porto B volta a entrar em campo no dia 14 de Março (domingo, 14h00, Sport TV+), frente ao GD Chaves, no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em jogo da 24.ª jornada da Liga Portugal 2.

Ficha do jogo - Estádio de Pedroso - Liga Portugal 2, 23.ª jornada - 8 de Março de 2021

Árbitro: Vítor Ferreira da A F de Braga
Assistentes: Valdemar Maia e Paulo Miranda
Quarto árbitro: João Afonso

FC PORTO B: Ricardo Silva; Rodrigo Conceição, João Marcelo, Marcano (cap.), Diogo Bessa, Tiago Matos, Mor Ndiaye, Rodrigo Valente, Gonçalo Borges, Kelvin Boateng e Danny Loader

Substituições: Diogo Bessa por Carlos Gabriel (46m), Kelvin Boateng por Johan Gómez (67m), Mor Ndiaye por Rafa Pereira (83m), Rodrigo Valente por Bernardo Folha (83m) e Gonçalo Borges por Igor Cássio (83m).
Não utilizados: Ivan Cardoso, Rodrigo Pinheiro, Pedro Justiniano e Diogo Ressurreição
Treinador: António Folha

CASA PIA: Ricardo Batista; Sousa, Zach, Matheus Dantas, Derick Poloni, Romeu Ribeiro (cap.), Vítor Gonçalves, Banjaqui, Jota, Ença Fati e Malik
Substituições: Ença Fati por Godwin (64m), Jota por Vitó (65m), Matheus Dantas por Kelechi (75m) e Sousa por Martins (88m)
Não utilizados: João Victor, Zolotic, Medeiros, Djoussé e Camilo
Treinador: Filipe Martins

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Malik (77m), João Marcelo (86m)
Disciplina: cartão amarelo a Jota (21m), Mor Ndiaye (37m), Johan Gomez (78m), Rodrigo Conceição (84m)

FC Porto B e Árbitro para Juventus-FC Porto

Hoje, a partir das 15h00, o FC Porto B regressa ao Estádio de Pedroso para defrontar o Casa Pia. O jogo da 23.ª jornada da Liga Portugal 2 terá transmissão em direto na FC Porto TV e no Porto Canal e o central Gonçalo Brandão garante que os Dragões vão entrar em campo com o foco nos “tão desejados três pontos”.

O Comité de Arbitragem da UEFA designou Björn Kuipers (Holanda) para arbitrar o Juventus-FC Porto, referente à segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. O jogo realiza-se na terça-feira, a partir das 20h00 (TVI/Eleven Sports), no Juventus Stadium, em Turim (Itália).
O árbitro de 47 anos terá como assistentes os compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra, sendo Bas Nijhuis, igualmente holandês, o quarto árbitro. Pol van Boekel (Holanda) será o VAR, auxiliado pelo compatriota Dennis Higler.

Árbitro: Björn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (Holanda)
4º Árbitro: Bas Nijhuis, (Holanda)
VAR: Pol van Boekel auxiliado por Dennis Higler (Holanda)

sábado, 6 de março de 2021

Pós Match- FC Porto passa incólume em Barcelos

Um dos problemas da equipa portista é que define mal as jogadas no último terço do campo.
Tecatito Corona, não está a jogar ao seu melhor nível. No meio campo Sérgio Oliveira valeu pelo belo remate que deu golo, Uribe e Otávio estiveram muito esforçados, fartaram-se de trabalhar para a equipa. No ataque, Luís Diaz com os índices de confiança em baixo, Taremi as coisas não lhe estão a sair bem e Marega muito lutador é o elemento que dá mais que fazer à defensiva contrária.

O desempenho do árbitro Nuno Almeida
A apontar-lhe: de cada vez que um gilista se atirava para a piscina falta contra os portistas!

Resultado final - Gil Vicente 0 FC Porto 2

Os Golos
Matheus Uribe 7', Sérgio Oliveira 60'

Ficha do jogo - Estádio Cidade de Barcelos - 06 de Março de 2021 - 18h00
Árbitro: Nuno Almeida
Assistentes: André Campos e Carlos Campos
4º Árbitro: Marcos Brazão
VAR: Rui Oliveira
AVAR: João Bessa Silva

GIL VICENTE FC: 1Denis
44Nogueira, 5Rodrigão, 55Henrique Gomes, 31Talocha
77Paulinho 75', 25Lucas Mineiro 86', 8Claude Gonçalves 79'
Pedrinho 75', 43Pedro Marques, 7Lourency 76'

SUPLENTES : 12Brian Araújo, 4Diogo Silva, 2Joel Pereira 75'
21Vítor Carvalho 86', 6João Afonso 79', 29Samuel Lino 76'
10Alaa Abbas, 22Baraye, 20Kanya 75'

TREINADOR GIL : R. Soares

FC PORTO: 1Agustín Marchesín
31Nanu, 3Pepe 45', 4Diogo Leite, 18Wilson Manafá
8Matheus Uribe, 25Otávio 85', 27Sérgio Oliveira
9Mehdi Taremi 85', 11Marega 88', 17Tecatito 45'

SUPLENTES : 99Diogo Costa, 32Malang Sarr 45', 12Zaidu
50Fábio Vieira, 16Marko Grujic 85', 85Francisco Conceição 88'
7Luis Díaz 45', 30Evanilson 85', 29Toni Martínez

TREINADOR :Sérgio Conceição

O FC Porto - Publicações

Este clube, com este símbolo que merece todo o respeito do mundo, é um clube que nos permite estar na maior competição de clubes do mundo, que é a Liga dos Campeões. Quem tiver cansaço mental não pode representar um clube como o FC Porto, é impossível”, concluiu o timoneiro portista pouco depois da derradeira sessão coletiva no Olival, na qual Mbemba (em tratamento) não participou. Assim sendo, o congolês é baixa confirmada para o embate desta tarde.

Nasceu o FC Porto Football Sciences Institute.
A mais recente aposta do clube no âmbito da formação é direccionada a treinadores, alunos de ciências do desporto e outros interessados em adquirir conhecimentos em treino de futebol. Para Jorge Nuno Pinto da Costa, “o FC Porto tem um know-how riquíssimo no futebol, fruto de todos os que aqui trabalham e que trabalharam, que trouxeram, partilharam e levaram conhecimento”. Daqui em diante, essa sabedoria será partilhada com todos aqueles que o desejem. Veja aqui como pode fazer parte deste novo projeto.

Grandes exemplos
Ligeiramente mais lenta do que um F1 tem sido a preparação de Mo Farah. De olhos postos em Tóquio, o atleta de maior sucesso na história do atletismo dos Jogos Olímpicos modernos continua a treinar em busca do ouro nos 5 e 10 mil metros. Nas Olimpíadas de Londres e do Rio, o cavaleiro do Império Britânico garantiu o lugar mais alto do pódio nas provas de fundo e arrecadou quatro medalhas douradas. Agora, a revista Visão recolheu 60 imagens que retratam a exigência da preparação do britânico. Sir Farah já conquistou tudo, mas nada o faz parar de correr em busca da glória.

sexta-feira, 5 de março de 2021

Pre-Match Gil Vicente - FC Porto

Hoje às 18h00
Na minha opinião o FCP deve defender bem e contra atacar
Marchesin Manafá, Pepe, Diogo Leite, Malang Sarr, Zaidu.
Grujic(trinco), Uribe e Otávio, (ataque) Taremi e Marega
Início 1º - 45': importante garantir a inviolabilidade da baliza portista
45' finais: caso necessário jogar em 3x5x2

Ficha do jogo - Estádio Cidade de Barcelos - 06 de Março de 2021

Árbitro: 
Nuno Almeida
Assistentes: 
André Campos e Carlos Campos
4º Árbitro: 
Marcos Brazão
VAR: 
Rui Oliveira
AVAR: João Bessa Silva


quinta-feira, 4 de março de 2021

A táctica suicida do Sérgio Conceição!

Toda a gente que gosta do futebol sabe que é sempre mais fácil destruir do que construir.
Partindo dessa premissa, com este Braga muito afinado, se o Sérgio Conceição pretendia poupar alguns elementos habituais titulares, a estratégia devia: ser prudente, menos ambicioso e para isso reforçava a defesa; 3 centrais? Mais médios? O que entendesse, de modo a garantir o 0-0 nos 45' iniciais. E depois no 2º tempo então jogava com os habituais titulares para realizar o resultado.

quarta-feira, 3 de março de 2021

Sérgio Conceição responsável por entrada em falso do FCP

O FCP perdeu a final da Taça na 1ª parte porque Sérgio Conceição fez asneira ao inventar uma defesa e um meio campo desequilibrado. Na 2ª parte corrigiu mas o Braga mesmo a jogar com -1 defendeu sempre bem e ao FCP falta gente com capacidade para finalizar,chutar com precisão!
Desastre no Dragão! Sérgio Conceição com a tentativa das poupanças, as alterações que fez na equipa de início, Malang Sarr a jogar a lateral e Marko Grujic no meio campo, estes dois sem ritmo de jogo, contribuiu para o descalabro da equipa, ou seja, é o verdadeiro responsável pelo insucesso da equipa portista. Foi flagrante a asneira de colocar Malang que não é lateral e não tem velocidade pernas para desempenhar o lugar, resultando que em poucos minutos o Braga marcasse 3 golos! Foi demasiado evidente a desastrada exibição de Malang Sarr que não tem características para jogar a lateral, nesta posição é um autentico passador!! E o Marco Grujic mostrou que está sem ritmo e ainda não consegue estar entrosado na equipa e ser o médio a defender e a atacar que a equipa portista precisa.


O FC Porto está fora da edição 2020/21 da Taça de Portugal. Na segunda mão das meias-finais, disputada quarta-feira no Estádio do Dragão, os detentores do título estiveram a perder 0-3, reduziram para 2-3 por Otávio e Marega, mas foram incapazes de dar a volta ao figurino e de garantir um lugar no Jamor.

Ficha do jogo - Estádio do Dragão - 03 de Março de 2021

Árbitro: Artur Soares Dias
Assistentes: Rui Licínio e Bruno Rodrigues
4º Árbitro: Rui Costa
VAR: João Pinheiro

Os golos
FC Porto: Otávio 30', Marega 75'
Braga: Abel Ruiz 9', Abel Ruiz 14', Lucas Piazón 28'

FC PORTO: 99Diogo Costa
18Wilson Manafá 57', 19Mbemba 23', 3Pepe, 32Malang Sarr 67'
25Otávio, 16Marko Grujic 23', 8Matheus Uribe 57', 7Luis Díaz
11Marega, 17Tecatito

SUPLENTES :1Agustín Marchesín,
12Zaidu 23', 4Diogo Leite, 27Sérgio Oliveira 57', 9Mehdi Taremi 23'
85Francisco Conceição 57', 30Evanilson 67'

TREINADOR :Sérgio Conceição

SC BRAGA: 1Matheus
26Cristián Borja, 34Raul Silva, 3Vítor Tormena, 47Ricardo Esgaio
27Fransérgio, 8Al Musrati, 11Lucas Piazón, 90Galeno 38',
9Abel Ruiz 76', 21Ricardo Horta 93'

SUPLENTES :12Tiago Sá, 2Zé Carlos 93', 15André Horta, 7João Novais, 19Sporar 76'
57Rodrigo Gomes, 86Bruno Rodrigues 38'

TREINADOR : Carlos Carvalhal

terça-feira, 2 de março de 2021

As falcatruas dos actuais dirigentes no poder do Futebol Português

Liga Portugal inquinada!
De realçar, o "roubo de igreja" perpetrado pelo fiscal de linha corrupto que com a conivência do árbitro João Pinheiro e do VAR Soares Dias transformou o lance derrube de Taremi , "expulsão de Gonçalo Inácio e penálti" num fora de jogo que não existiu!
Acontece porque a Comunicação Social desportiva sediada em Lisboa é intelectualmente e ostensivamente desonesta!!
A mim deixa-me perplexo o facto de Benfica e Sporting não se importarem de ganhar em Portugal com os fretes dos árbitros portugueses e depois soçobrarem rotundamente com estrondo nas competições europeias! Eles não se apercebem que com este tipo de procedimentos acabam por deixar ficar mal o País e os portugueses?

É claro que Benfica na época do Eusébio e Sporting na época dos cinco violinos convenciam e era consensual, agora com a estratégia da falcatrua actual, dos fretes exigidos, é evidente que só se enganam a eles próprios!!

As "Finanças" dos três grandes ?

Falemos de finanças: o investimento doido do Benfica, as omeletes com ovos de codorniz do Sporting e as manobras de diversão do FC Porto por Pedro Santos Guerreiro (uma análise meio suspeita) fornecido por Tribuna
A análise dos resultados do primeiro semestre das três SAD, que acabam de ser publicados, mostra como a diferença de forças é inversa aos resultados. O mais fraco está a ganhar, os mais fortes a perder. E se o Sporting assim merece todos os elogios, por ter de longe menos dinheiro, FC Porto e Benfica têm de ser chamados à cobrança. Sobretudo o clube da Luz: é inadmissível gastar tanto dinheiro e ter tão baixos retornos. Não se trata aqui, pois, de análise desportiva, coisa que remeto para quem aqui na Tribuna Expresso percebe a sério de futebol. Trata-se de uma análise da gestão. E da má gestão.
Num clube, os sócios são mais importantes que os acionistas. Porque não se ganha campeonatos para lucrar, lucra-se para ganhar campeonatos. Mas clubes inviáveis não têm futuro. Que o diga o Sporting, que mesmo beneficiando de um perdão de dívida camuflado nas VMOC está agrilhoado por erros financeiros que o iam matando. Daí ser exigível avaliar não só treinadores, mas também gestores.
No Benfica, não é admissível gastar tanto dinheiro para quase nada. O clube foi o único que, este ano, gastou mais a comprar jogadores do que a vender. E, mesmo não parecendo (já lá vamos), é também o que tem a folha salarial mais elevada. Perante um investimento tão alto, os resultados são miseráveis. Se não houver uma grande recuperação, a equipa não só perde o campeonato como o acesso à Champions. Nesse caso, terão de rolar cabeças.
Salários: 250 milhões para tão fraco futebol?
Números gordos: o Benfica e o FC Porto gastaram cerca de 50 milhões cada um em custos salariais nos primeiros seis meses deste ano de 2020/2021. O Sporting gastou menos de 30 milhões. Menos 40% que os rivais.
Análise mais fina: apesar de tantas contratações, o Benfica “só” gastou mais 3,5 milhões e meio em custos salariais, para um total de 49,6 milhões. No entanto, a temporada está a correr mal, pelo que a equipa está a gastar muito menos em prémios de jogos: menos 4,5 milhões do que nos mesmos seis meses do ano passado. Isso sugere que, na verdade, o Benfica aumentou os seus custos salariais permanentes em cerca de oito milhões em seis meses, mais 20%.
Enquanto isso, o Sporting baixou os custos salariais em 17%, para 29,1 milhões. E o FC Porto estará sensivelmente no mesmo nível do ano passado. É que embora o relatório e contas mostra uma subida de 18%, para 51 milhões, estes valores incluem prémios de 9,5 milhões relativos à época anterior (vitória no Liga e na Taça). Quando se retiram estes prémios relativos à época passada, o nível salarial do FC Porto é inferior ao do Benfica, que aliás tem o “jogador” mais caro de Portugal: Jorge Jesus.
Se extrapolarmos, percebe-se que o Benfica deverá gastar este ano entre 90 e cem milhões de euros (dependendo dos prémios); o FC Porto gastará um pouco menos, descontando os prémios do ano passado; e o Sporting gastará entre 60 e 70 milhões. A disparidade é enorme, mas quem está a dar baile é quem gasta menos. No total, os três grandes gastarão perto de 250 milhões de euros nas folhas salariais.
Investimentos: só o Benfica gastou mais a contratar
O Benfica não é só o clube que paga mais salários, é também o único dos três que gastou mais a comprar jogadores do que recebeu a vender, naquilo a que se chamou um “all in” de cem milhões. No relatório e contas semestral, a SAD da Luz é tão lesta a realçar em tabelas os ganhos com vendas de jogadores quanto a nelas esconder o quanto gastou em compras. Mas, somando informação dispersa (e sem que haja referências aos salários da equipa técnica de Jesus), chega-se perto dos tais cem milhões. No saldo entre vendas e compras de jogadores, o Benfica desembolsou perto de 30 milhões de euros, enquanto Sporting encaixou perto de 20 e o FC Porto cerca de 40 milhões.
Sporting faz omeletes com ovos de codorniz
Os resultados desportivos do Sporting são assim ainda mais notáveis. O clube é de longe a menor dos três (em ativos, em receitas e em salários) e não investiu este ano, pelo contrário, reduziu custos. Mais: este ano também é o que perde mais receitas, porque não tem competições europeias a compensar as perdas de bilheteira e de publicidade, pelo que acumula prejuízos. Ganhar o campeonato, se se confirmar, não tirará o Sporting do lugar difícil em que está, mas garantirá um crescimento de receitas brutal no próximo ano, desde logo pelo acesso à Champions.
FC Porto mal mas não péssimo
O FC Porto vive, por mérito próprio, da Champions. Só nos últimos seis meses, encaixou 56 milhões nesta competição (quase seis vezes o que tinha encaixado no primeiro semestre da época anterior). Foi isso, e as vendas de jogadores, que compensaram a quebra de bilheteira e publicidade, e lucrar quase 35 milhões de euros.
Os resultados económicos do FC Porto são este semestre bons, sobretudo tendo em conta a pandemia. O problema é financeiro: a SAD voltou a aumentar o passivo para quase 500 milhões, o mais alto em Portugal. E isso cria uma pressão permanente sobre a tesouraria. É por isso que, quando se ouve Pinto da Costa culpar o secretário de Estado do Desporto por tudo e por nada, dá vontade de rir. É uma evidente manobra de diversão para problemas antigos da SAD, que tem uma saúde financeira frágil e dependente da Champions, sob pena de se desmoronar.
Benfica com falta de… carinho?
O Benfica é, de longe, o clube maior e mais sólido financeiramente. Isso é em grade parte obra daquele que provou ser o melhor administrador de futebol da última década, Domingos Soares de Oliveira. O financeiro só tem uma nódoa, a OPA do ano passado que a CMVM considerou ilegal (por pagar “com o pêlo do próprio cão”). Tirando isso, Soares de Oliveira recuperou ao lado de Vieira um clube que estava à beira da falência, reestruturou e reduziu o passivo e o Benfica é hoje o único com capitais próprios positivos, mercê ainda da estratégia de Vieira de formação e venda de jogadores. Foi esta margem dos últimos anos que permitiu ao Benfica investir desta forma doida este ano.
Doida? Sim, para os critérios antigos do próprio Soares de Oliveira, parece doida. Ele, que esteve aliás para sair do Benfica, será o gestor mais incomodado com o fracasso deste investimento, já feito em pandemia e que voltou a aumentar o passivo em cerca de cem milhões, depois de perder 40 milhões de receitas neste semestre ao passar da Champions para a Liga Europa, o que também já se sabia no verão.
Depois de rir com a obsessão de Pinto da Costa com o secretário de Estado do Desporto, ri-se ainda mais com a desculpa do “carinho” e da pandemia do Benfica. Pelo óbvio: a pandemia não afeta um, afeta todos. São desculpas de maus pagadores. Ou de mau gestores.
De todos, o pior este ano é Luis Filipe Vieira, porque foi o que mais investiu e o que menos colheu. Tanta força e investimento justificavam o sonho da hegemonia. Mas se nem à Champions for, chapéu para o Benfica, chapelada para o Sporting.
Cada vez mais parece o que sempre pareceu: que o investimento foi uma forma de Vieira ganhar as eleições, (a)pagando com contratações milionárias a péssima época desportiva que então acabava. Esta pode acabar da mesma forma. Só que não há eleições a seguir. Haverá o quê? Menos dinheiro. E menos algumas cabeças. Quais? Vieira, autoproclamado como “único responsável”, tem uma espada sobre a cabeça e uma navalha nas mãos.