sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Futebol - FC Porto na Champions League

A 25.ª participação do FC Porto na maior e melhor competição de clubes do mundo começou com um nulo em Madrid, diante do campeão espanhol Atlético, mas todos sabemos que o desfecho poderia perfeitamente ter sido outro. Essa é, aliás, a visão da generalidade da imprensa internacional, que se multiplica em elogios à performance portista no Wanda Metropolitano. A forma estoica como o FC Porto se bate na Liga dos Campeões, época após época ao longo das últimas três décadas, devia ser caso de estudo.

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Champions League Ecos da imprensa internacional

A Imprensa internacional não passou ao lado da decisão e a ESPN até falou em... "blooper" (erro).
Champions League : Atlético x FC Porto dirigido pelo juíz do apito romeno Ovidiu Hategan
VAR: italiano Marco Di Bello auxiliado por AVAR: francês Jerôme Brisard
O árbitro escutou as indicações do VAR e considerou que houve toque com a mão do avançado iraniano, invalidando aquele que seria o 1-0 para os dragões.


De casa
Ontem, na casa do campeão espanhol, aconteceu ao FC Porto o mesmo que na temporada passada quando enfrentou os futuros campeões de Inglaterra e da Europa: perante um adversário teoricamente favorito e com muito maior capacidade financeira, conseguiu ser melhor em muitos momentos, fez o suficiente para justificar um resultado melhor do que o que obteve e teve o azar de, como afirmou Sérgio Conceição, a equipa de arbitragem ter sido a que esteve “menos bem” das três que entraram em campo.

No jogo de estreia no grupo da morte da competição de clubes mais prestigiada e difícil do planeta, o FC Porto empatou a zero com o Atlético e saiu de Madrid com “um ponto conquistado” que não deixou ninguém da equipa completamente satisfeito. A vitória só foi travada por uma sucessão de azares – como uma bola ao ferro de Otávio e uma eventual mão involuntária de Taremi num lance em que marcou depois de ter sido derrubado por Oblak –, mas a competitividade da equipa perante as adversidades voltou a ficar demonstrada e abre boas perspetivas para o futuro.

Para Sérgio Conceição, a “frustração” que todos sentiram no final do encontro é um testemunho do “bom jogo” protagonizado pela equipa, que levou o treinador a “realçar o trabalho dos jogadores naquilo que foi a estratégia” para um desafio pautado por “muito equilíbrio”.

Entre os jogadores, as ideias foram parecidas e resumidas por Diogo Costa: “Um ponto é melhor do que nada, mas nesta casa só se pensa em ganhar”. Por isso mesmo, Grujic até assumiu alguma dificuldade em definir o que sentia – “Não sabemos se devemos estar felizes ou não” –, enquanto Toni Martínez salientou que “o FC Porto está à altura das grandes equipas que há no grupo”.

Na Youth League, o domínio total do FC Porto sobre o Atlético de Madrid resultou numa vitória por 2-1, com golos de Diogo Abreu e Rodrigo Pinheiro que pode ver ou rever aqui. Frente a um adversário que as casas de apostas consideravam favorito, a única equipa portuguesa a já ter tido capacidade para se sagrar campeã da Europa nesta categoria voltou a expor categoricamente a qualidade dos atletas formados entre a Constituição e o Olival.

Atl.Madrid x FC Porto-Árbitro caseiro Ovidiu Hategan Roménia

O desempenho do romeno Ovidiu Hategan
No capítulo disciplinar foi sempre permissivo para com os de Madrid e excessivamente rigoroso para com os visitantes e na dúvida decidiu sempre a favor da equipa da casa (Atlético de Madrid), e contra os portistas.
Mbemba foi expulso no último minuto do tempo de compensação, por falta sobre Griezmann em zona perigosa em tudo semelhante ao lance de Felipe com Otávio que o árbitro admoestou com o cartão amarelo.

Os azuis e brancos foram quem esteve mais perto de ganhar: uma bola ao poste de Otávio e um golo anulado a Mehdi Taremi - vítima dum grande infortúnio e do apito leve de Ovidiu Hategan, sempre contra os azuis e brancos.

Análise à equipa azul e branca
Na defesa sobressaiu Diogo Costa com uma actuação a merecer os maiores elogios
Tendo sido acompanhado de perto pelos quatro defesas.
Os médios no meio campo idem aspas.
Quanto aos avançados também tiveram muito mérito e influência no resultado do jogo pelo que lutaram e ajudaram a equipa a defender e a atacar.


Ficha oficial do jogo- Estádio Wanda Metropolitano - 15 de Setembro de 2021














Árbitro: Ovidiu Hategan (Roménia)
Assistentes: Radu Ghinguleac e Sebastian Gheorghe
4º Árbitro: Radu Petrescu
VAR: italiano Marco Di Bello.
AVAR: francês Jerôme Brisard

ATLÉTICO DE MADRID :13Jan Oblak
2José María Giménez, 18Felipe 75', 22Mario Hermoso 56', 14Marcos Llorente
4Kondogbia, 6Koke 56', 11Thomas Lemar 36', 21Yannick Carrasco
9Luis Suárez, 7João Félix 56'

SUPLENTES : 1Benjamin Lecomte, 24Vrsaljko, 23Trippier 36', 12Renan Lodi 56'
10Correa 56', 16Héctor Herrera 75', 19Matheus Cunha
8Griezmann 56', 5Rodrigo De Paul

TREINADOR : Diego Simeone

FC PORTO . 99Diogo Costa
17Tecatito, 19Mbemba, 3Pepe 54', 12Zaidu 45'
16Marko Grujic, 8Matheus Uribe 66', 25Otávio
29Toni Martínez 66', 9Mehdi Taremi, 7Luis Díaz 84'

SUPLENTES :14Cláudio Ramos, 23João Mário, 18Wilson Manafá
22Wendell 45', 5Marcano 54', 20Vítor Ferreira 66', 28Bruno Costa
50Fábio Vieira, 27Sérgio Oliveira 66', 10Francisco Conceição
11Pepê 84', 30Evanilson

TREINADOR :Sérgio Conceição

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Cláudia Santos presidente do CD da FPF impõe a Lei da Rolha

Cláudia Santos benfiquista fanática e presidente do Conselho de Disciplina da FPF impõe ao FC Porto a Lei da Rolha... Mesmo estando cobertos de razão os portistas não se podem queixar que são logo indecentemente multados...!

A Liga publicou as decisões após reunião do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na reunião desta terça-feira. Destaque-se que, no âmbito do Processo Disciplinar n.º 48-20/21, a SAD do FC Porto e Francisco J. Marques foram multados em mais de 16 mil euros: 8.570,00 e 7.650,00, respectivamente.

Champions League - Pre-Match FC Porto Convocados

Ontem, o plantel principal do FC Porto trabalhou pela última vez no Olival antes da viagem para Madrid, onde joga mais logo (20h00, TVI e Eleven Sports). Marchesín foi o único a constar no boletim clínico (tratamento e ginásio).
Convocados do FC Porto, 24 jogadores:
Diogo Costa, Cláudio Ramos e Francisco Meixedo (guarda-redes); Pepe, Marcano, Luis Díaz, Matheus Uribe, Mehdi Taremi, Francisco Conceição, Pepê, Zaidu, Marko Grujic, Tecatito Corona, Wilson Manafá, Mbemba, Vítor Ferreira, Wendell, João Mário, Otávio, Sérgio Oliveira, Bruno Costa, Toni Martínez, Evanilson e Fábio Vieira.

terça-feira, 14 de setembro de 2021

O cúmulo do cinismo do Sporting de Varandas e...

O cúmulo do cinismo do Sporting de Varandas e seus acólitos

E logo os viscondes do Varandas (verdes por fora e vermelhos podres por dentro) a considerarem o sarrafeiro-mor do Coates vítima!! Com juízes do apito estrangeiros o Coates nunca acabava os jogos. Já se esqueceram do SCP - LASK Linz 1-4 em Alvalade no qual Coates foi expulso por ser bom rapaz...?


Champions League Árbitro e Universo Porto...

O Comité de Arbitragem da UEFA designou Ovidiu Hategan (Roménia) para arbitrar o Atlético de Madrid-FC Porto, referente à jornada inaugural do Grupo B da Liga dos Campeões. O jogo realiza-se na quarta-feira, a partir das 20h00 (TVI e Eleven Sports), no Estádio Metropolitano de Madrid.

O árbitro de 41 anos terá como assistentes os compatriotas Radu Ghinguleac e Sebastian Gheorghe, sendo Radu Petrescu, igualmente romeno, o quarto árbitro. Natural de Itália será o videoárbitro Marco Di Bello, que contará com o auxílio do francês Jerôme Brisard (AVAR).

O registo do FC Porto nos jogos apitados por Hategan é francamente positivo. Em cinco partidas ajuízadas pelo médico natural de Arad, os Dragões venceram três - em Borisov, frente ao BATE, e as receções aos alemães do Leipzig e do Schalke 04 -, empataram em casa frente ao Áustria de Viena e perderam pela margem mínima (1-0) em Turim, diante da Juventus.

Para ver
A partir das 23h00 arranca mais um Universo Porto da Bancada. No rescaldo de um fim de semana pródigo em temas de conversa e a menos de 48 horas de mais uma batalha, desta feita no Metropolitano de Madrid, o painel de comentário da FC Porto TV e do Porto Canal vai analisar os temas que envolvem a atualidade desportiva nacional e internacional.

domingo, 12 de setembro de 2021

FC Porto "B" vence com categoria o Mafra

O FC Porto B voltou a vencer na Liga Portugal 2. Desta feita, a vítima dos azuis e brancos foi o Mafra (2-1), que foi vergado com dois mísseis (um de Samba Koné e outro de Zé Pedro) e um contra-ataque mortífero, que resultou num golo de Peglow.
Uma entrada com grande fulgor do FC Porto no primeiro tempo traduziu-se em dois golos com menos de um quarto de hora jogado. Aos 10 minutos, Samba Koné confirmou o que já havia mostrado na pré-época, a sua grande capacidade de finalização, e disferiu um autêntico míssil à entrada da área do Mafra, que deixou o guarda-redes adversário autenticamente pregado ao relvado. Aos 14 minutos, na recarga de um livre directo, depois de uma falta sofrida por Bernardo Folha, Zé Pedro estreou-se a marcar pelos Dragões com um pontapé forte que Miguel Santos não conseguiu impedir que acabasse no fundo das suas redes. Depois de uma afirmação tão forte do FC Porto na partida, só uma força externa à normalidade do futebol poderia equilibrar a partida, e assim foi: Zé Pedro dividiu, ombro a ombro, com Rodrigo Martins um lance dentro da área azul e branca, venceu o duelo por ser mais robusto fisicamente e o árbitro assinalou grande penalidade para espanto geral. Na marcação do penálti, Gui Ferreira marcou e reduziu a desvantagem do Mafra no placar. Com pouco critério da equipa de arbitragem e com várias reclamações de parte a parte sobre decisões duvidosas do juíz da partida fechou a etapa inaugural desta partida da quinta jornada da Liga.
Na etapa complementar, o Mafra entrou mais forte, à procura de igualar a partida, e até enviou uma bola à trave portista (57m), mas o FC Porto soube proteger as suas redes e ainda marcou o terceiro tento, num contra-ataque mortífero, por João Peglow (90m+2), tendo chegado ao final da partida com os três pontos mais do que merecidos.

António Folha líder técnico da FC Porto "B"
“Uma entrada muito forte da equipa, fizemos dois golos, a equipa interpretou bem o que queríamos para o jogo, sofremos o 2-1 e a equipa ficou intranquila, e o Mafra equilibrou. Não adianta vir para aqui dizer que se dominou, a mim o que me diz foi a competência que os meus jogadores tiveram, explorámos bem as debilidades do Mafra, fizemos 3 golos e podíamos ter feito mais cedo o 3-1. O importante é valorizar a atitude, a vitória e dar continuidade ao crescimento destes jovens. Não estou totalmente satisfeito porque acho que podemos jogar melhor, mas o mais importante é ganhar para estes jogadores perceberem a dimensão do FC Porto. Quero construir um grupo coeso, unido, com todos a remar para o mesmo lado. Eles têm que perceber que cada minuto é uma oportunidade de mostrar ao treinador que querem jogar. Estou contente porque eles têm entrado muito bem, são muito competitivos, a concorrência está feroz dentro do grupo e quero que cresça mais. Houve momentos em que nos precipitamos bastante, tivemos fases em que sofremos um bocadinho, o adversário tem qualidade, nunca tinha perdido fora, os meus jogadores estão de parabéns. Mesmo ganhando ou perdendo, não me admira nada que a meio da época a Liga 3 vá ter VAR e a Liga 2 não. O dinheiro tem que ser gasto para a seriedade desportiva”.

Na próxima jornada do campeonato, a equipa B do FC Porto desloca-se a Chaves para defrontar o Grupo Desportivo de Chaves (domingo, 19 de Setembro, 14h00, Sport TV+).

Ficha do Jogo - 
Liga Portugal 2, 5.ª jornada - 12 de Setembro de 2021

Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival

FC PORTO B 3 MAFRA 1

Árbitro: 
José Dinis Lopes Nunes Godinho Gorjão da AF de Setúbal
Assistentes: Jonathan Babo e Nuno Pires
Quarto árbitro: Bruno Rebocho

FC PORTO B: Ricardo Silva;
João Mendes, João Marcelo, Zé Pedro, Levi Faustino,
Mor N’diaye, Samba Koné, Bernardo Folha, Silvestre Varela (cap.),
Gonçalo Borges e Danny Loader

Substituições: Sebastian Soto por Danny Loader (58m), Peglow por Varela (58m), Vasco Sousa por Mor N’diaye (68m), Rodrigo Fernandes por Bernardo Folha (68m) e Léo Borges por Gonçalo Borges (78m)

Não utilizados: Ivan Cardoso, Romain Correia, Diogo Ressurreição e Wesley
Treinador: António Folha

MAFRA: Miguel Santos;
Tomás Domingos, Bura, Pedro Barcelos, Gui Ferreira (cap.),
Aparício, Inácio Miguel, Bruno Silva, Andrezinho,
Rodrigo Martins e Okitokandjo

Substituições: Kikas por Bruno Silva (45m), Tomás Domingos por Leandro (60m), Inácio Miguel por Lucas Marques (60m), Okitokandjo por Pedro Lucas (71m) e Gui Ferreira por Vítor Gabriel (77m)

Não utilizados: Filipe Neves, Pedro Pacheco, Leandrinho e Chano
Treinador: Ricardo Sousa

Ao intervalo: 2-1
Marcadores: Samba Koné (10m), Zé Pedro (14m), Gui Ferreira (26m) e João Peglow (90m+2)
Disciplina: Cartão amarelo exibido a Inácio Miguel (14m), Mor N’diaye (22m), Rodrigo Martins (26m), Zé Pedro (39m) e a Vasco Sousa (71m)

Previ o 1-1 e o desempenho caseiro de Nuno Almeida & Cª VAR

Porque decidi não quis ver o jogo em Alvalade... Para não me enervar com a dualidade de critérios disciplinares do árbitro nomeado para dirigir o Jogo
Pois tal como previ, já vai sendo hábito dos juízes do apito portugueses serem rigorosos contra os Portistas e bastante permissivos a favor dos adversários deles.
Dois exemplos que ilustram perfeitamente o que acima mencionei:
A facilidade com que Nuno Almeida mostrou o segundo amarelo a Toni Martinez e em contra partida perdoou o segundo a amarelo e respectivo vermelho a Pedro Porro que aos 49' agarrou ostensivamente Octávio quando este se preparava para iniciar um contra-ataque prometedor do FC Porto. Mas há mais, "há uma mão do Neto, o árbitro não vê, o VAR João Pinheiro também não quis ver..." Taremi que ficaria isolado frente a Adán dos visitados.


FC Porto empatou neste sábado diante do Sporting (1-1), no Estádio de Alvalade, em jogo a contar para a quinta jornada do campeonato.
O jogo começou faltoso e Nuno Almeida logo começou a distribuir os cartões amarelos (7 cartões), no primeiro tempo.
Aos 16' o Sporting ganhou vantagem por intermédio de Nuno Santos... Pelas imagens a mim pareceu-me que Nuno estaria adiantado, pelo que impunha-se que o VAR João Pinheiro colocasse as respectivas linhas a fim de desfazer quaisquer dúvidas.
Entretanto Nuno Santos testou 2 vezes 31' e 36' o keeper dos Dragões, mas Diogo Costa correspondeu com duas grandes defesas e negando os festejos dos sportinguistas.
O segundo tempo começou com Nuno Almeida a perdoar aos 49' o segundo cartão amarelo e respectivo vermelho a Pedro Porro, que agarrou ostensivamente Octávio quando este se preparava para iniciar um contra-ataque do FC Porto.
Aos 71' Luís Díaz recebeu um passe preciso de Corona, driblou dois defesas dos leões e chutou a contar batendo sem apelo nem agravo Adán.
Antes do apito final de Nuno Almeida aos 87', em dois minutos, exibiu dois amarelos a Toni Martínez deixando o FC Porto a jogar com menos um jogador; ao contrário do que fez com o sportinguista Pedro Porro, Nuno Almeida não perdoou o vermelho a Toni Martínez.

Ficha Oficial do Jogo - Estádio José Alvalade - 11 de Setembro de 2021

Árbitro: Nuno Almeida da AF do Algarve
Assistentes: André Campos, Pedro Felisberto
4º Árbitro: David Silva
VAR : João Pinheiro assistido por Tiago Costa

SPORTING CP:1Adán
4Coates, 3Feddal 69', 16Rúben Vinagre 69', 24Pedro Porro 82'
13Luís Neto, 8Matheus Nunes, 6João Palhinha, 10Jovane Cabral 61'
21Paulinho, 11Nuno Santos

SUPLENTES : 31João Virgínia, 47Ricardo Esgaio 69', 2Matheus Reis 69'
68Daniel Bragança, 7Tabata 82', 59Tiago Ferreira, 17Pablo Sarabia 61'
87Gonçalo Esteves, 57Geny

TREINADOR :Rúben Amorim

FC PORTO: 99Diogo Costa
23João Mário 65', 19Mbemba, 3Pepe, 5Marcano 39'
28Bruno Costa 39', 8Matheus Uribe, 25Otávio 91', 17Tecatito
7Luis Díaz 91', 9Mehdi Taremi

SUPLENTES :14Cláudio Ramos, 18Wilson Manafá 39', 16Marko Grujic 91'
50Fábio Vieira, 27Sérgio Oliveira 39', 20Vítor Ferreira, 10Francisco Conceição
29Toni Martínez 65', 11Pepê 91'

TREINADOR : Sérgio Conceição

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Insólitos do Futebol português!

Infelizmente, ao contrário do que acontece noutros países, como é o caso da vizinha Espanha, não há em Portugal qualquer salvaguarda aos clubes que têm vários atletas ao serviço das selecções. A densidade competitiva destas datas internacionais é absurda, com os jogadores a cumprirem 270 minutos no espaço de uma semana e, mais incompreensível ainda, a regressarem aos clubes a menos de 48 horas de terem compromissos importantes pelos mesmos. Esta gestão do calendário desportivo é de uma falta de noção gritante de quem gere o futebol e de uma falta de respeito imensa para quem paga o salário mensalmente aos atletas.
Mas há mais coisas incompreensíveis a propósito das selecções. Que sentido faz que um jogador de 21 anos seja convocado para a selecção nacional pela primeira vez, sujeito a viagens longas e desgastantes e não seja utilizado um único minuto em três jogos, um deles particular e o outro mais do que resolvido a meio da segunda parte? O azar dele terá sido o colega da mesma posição não ter visto um amarelo para ser substituído?

O FC Porto não irá comercializar bilhetes para o jogo entre o Sporting e o FC Porto, agendado para o próximo sábado (20h30, Sport TV), a contar para a quinta jornada da Liga. Tal acontece em virtude de o Sporting não ter disponibilizado bilhetes para público em geral e apenas para a Zona Especial de Adeptos, de acesso exclusivo a portadores de cartão de adepto. Estes ingressos poderão ser adquiridos, exclusivamente, na plataforma online disponibilizada pelo Sporting, e em relação à qual o FC Porto é completamente alheio. É nesta plataforma que deverá ser efectuada directamente a aquisição de bilhetes para a referida Zona Especial de Adeptos.

Apesar do levantamento de restrições anunciado pela UEFA, os portistas não poderão marcar presença no Atlético de Madrid-FC Porto da primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. A UEFA colocou um ponto final às restrições nas competições europeias, pelo que 5% da lotação seria disponibilizada aos adeptos azuis e brancos quando o FC Porto jogasse fora. No entanto, a decisão de haver visitantes nos estádios depende das medidas sanitárias adoptadas por cada país. É este cenário que impede a presença da Nação Porto em Madrid, para o jogo contra o Atlético (quarta-feira, 15 de Setembro, 20h00), conforme anunciado ontem pelo Oficial de Ligação aos Adeptos, Fernando Saul.

quinta-feira, 2 de setembro de 2021

FC Porto- Futebol- Renovação com talentos da formação

Dois talentos da Formação do futebol vão renovar

Diogo Costa e Fábio Vieira


Corona e o seu Agente dois traidores (?!)

Tecatito Corona e o seu Agente dois miseráveis traidores aliados ao Atlético de Madrid um clube oportunista e fraudulento (corrupto) roubando jogadores ao Clube que promoveu-os. (Felipe, Herrera e agora Corona).



quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Lição dos irlandeses aos brinca na areia portugueses

 Os irlandeses com o seu futebol prático e incisivo a mostrar como se joga futebol
Ronaldo  até ao momento tem sido o melhor defesa dos irlandeses...

Ainda bem que acabou bem, mas foi preciso sofrer...!

FC Porto - Futebol - Formação e...

 Rodrigo Fernandes troca o Sporting pelo FC Porto e vai jogar na equipa B
E Marco Cruz (defesa esquerdo 1,78cm) vai para Alvalade...!

O médio Rodrigo Fernandes, de 20 anos, é reforço da equipa B do FC Porto. Em 2019/20, fez quatro jogos pela formação principal do Sporting.
Na época 2019/20, Rodrigo Fernandes fez quatro jogos pela equipa principal dos leões, mas em 2020/21 voltou à equipa B leonina. Nesta pré-época, esteve às ordens de Rúben Amorim, mas não ficou no plantel.

Além do médio-defensivo, o FC Porto B vai contar com Sidnei Tavares, ex-Leicester.
Sidnei Tavares, médio de 19 anos, desvinculou-se do Leicester e vai jogar na equipa B do FC Porto.
O FC Porto B garantiu um reforço no último dia da janela de transferências. O português Sidnei Tavares, de 19 anos, desvinculou-se do Leicester, onde fez toda a formação, e assinou pelos dragões.
Sidnei Tavares joga como médio e na época transacta chegou a fazer três jogos pela equipa principal dos foxes. É primo de Luís Nani.



terça-feira, 31 de agosto de 2021

FC Porto - Aconteceu

Neste dia, mas mais precisamente 365 dias depois, Cândido de Oliveira oferecia ao FC Porto uma prova irrefutável da data de nascimento da instituição. Contratado para o banco portista, o antigo seleccionador nacional trazia consigo a carta de António Nicolau d’Almeida a desafiar, em Outubro de 1893, o Club Lisbonense para uma partida de futebol - a primeira da história azul e branca. Na missiva, o então presidente e fundador do FC Porto dirige-se ao homólogo alfacinha com o intuito de agendar o encontro que viria a ter lugar no Campo Alegre, em Março de 1894, sob o nome de Taça D. Carlos I.

domingo, 29 de agosto de 2021

Os Valentes guerreiros do FCP "B" triunfaram na Covilhã

 FC Porto B venceu o SC Covilhã na Covilhã e somou a primeira vitória na Liga Portugal 2

O primeiro triunfo da equipa B do FC Porto foi inteiramente merecido. Os pupilos de António Folha começaram a perder no início do desafio mas tiveram maturidade e qualidade suficiente para dar volta ao jogo. Com dois belos golos, o 1º da autoria de Bernardo Folha e o 2º de Danny Loader - nos últimos minutos -, o FC Porto B superiorizou-se ao SC Covilhã e somou três preciosos pontos na quarta ronda da Liga Portugal 2.
O bom começo dos serranos foi confirmado ao 11' com o 1-0 a ser marcado por Diogo Almeida. Apesar de estarem em desvantagem, os jovens Dragões não se deixaram intimidar e trataram logo de lançar-se em busca do empate. Gonçalo Borges, ia criando várias situações de perigo e, aos 23 minutos, só o travessão o impediu de facturar. Mas o 1-1 viria a surgir pouco depois. Bernardo Folha recebeu a bola em zona frontal e não se fez rogado, disparando um potente remate com o pé esquerdo que o guardião adversário foi incapaz de segurar. Até ao intervalo, os bês azuis e brancos mantiveram o pé no acelerador e tinham na dupla Bernardo Folha e Gonçalo Borges as suas principais armas ofensivas.
No tempo complementar a primeira alteração surgiu depois dos 60’, quando Danny Loader rendeu Sebastian Soto no eixo do ataque visitante. Pouco depois, Zé Pedro esteve perto de cabecear para o fundo das redes da casa e Rodrigo Valente entrou para a vaga do amarelado Bernardo Folha. Até ser substituído - juntamente com Tomás Esteves, para dar lugar a João Peglow e Levi Faustino... Gonçalo Borges era o elemento mais inconformado dos "B" azuis e brancos. Nos últimos minutos do jogo, com o FC Porto B definitivamente instalado no meio campo adversário, fez-se justiça no marcador. Numa execução de alto gabarito, Danny Loader mostrou toda a sua agilidade e consumou a reviravolta em cima apito final.
“Estou muito contente. Ganhar a este SC Covilhã não é fácil. É uma equipa muito competente, com jogadores experientes e que dificultou muito o nosso trabalho. A minha equipa foi brava, soube sofrer quando teve de sofrer e jogou sempre à procura de poder ganhar, que é o que eu peço todos os dias.

Ficha do Jogo- Estádio José Santos Pinto –Covilhã- 29 de Agosto de 2021
SC COVILHÃ 1 FC PORTO B 2 - Liga Portugal 2, 4.ª jornada

Árbitro: Flávio Lima
Assistentes: Carlos Covão e Vasco Marques
Quarto árbitro: Sérgio Guedelho

SC COVILHÃ: Léo; Jean Filipe, André, Héliton, David Santos, Jorge Vilela, Gilberto (cap.), Arnold, Ahmed Isaiah, Jô e Diogo Almeida
Substituições: Arnold por Tiago Moreira (77m), Jorge Vilela por Ryan Teague (77m), Jô por Ricardo Vaz (84m), Ahmed por Lucas Barros (89m) e Diogo Almada por Medeiros (89m)
Não utilizados: Bruno, Felipe Dini, Joel Vital e Thiago
Treinador: Wender

FC PORTO B: Ricardo Silva; Tomás Esteves, João Marcelo, Zé Pedro, João Mendes, Mor Ndiaye, Samba Koné, Bernardo Folha, Gonçalo Borges, Silvestre Varela (cap.) e Sebastian Soto

 Substituições: Sebastian Soto por Danny Loader (64m), Bernardo Folha por Rodrigo Valente (71m), Tomás Esteves por Levi Faustino (83m) e Gonçalo Borges por João Peglow (84m)

Não utilizados: Ivan Cardoso, Romain Correia, Vasco Sousa, Wesley e Leonardo Borges
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Diogo Almeida (11m), Bernardo Folha (28m)
Disciplina: cartão amarelo a João Marcelo (20m), Samba Koné (61m), Jean Felipe (66m) e Bernardo Folha (69m).

sábado, 28 de agosto de 2021

FC Porto - Futebol - Futebolistas promissores

Francisco Conceição, Fábio Vieira e Vitinha são futebolistas muito talentosos, mas para convencerem têm de ganhar: mais maturidade e ritmo de jogo de modo a elevar os índices de confiança. Se jogassem no SLB ou no SCP, como estes clubes são normalmente protegidos no capitulo disciplinar pelos árbitros, o treinador podia facilmente lança-los na equipa. No caso porem do FC Porto em que os árbitros permitem a excessiva agressividade contra os futebolistas do FC Porto, eles para evoluírem mais rapidamente precisam de competir todas as semanas pelo menos 45’ na equipa do FCP “B” a fim de adquirirem ritmo de jogo e ganharem experiência até conquistarem o lugar de titulares indiscutíveis na equipa “A”.

Primeira Liga FC Porto vence Arouca

O desempenho do juiz do apito
Helder Malheiro um árbitro com dualidade de critérios anti portistas
Helder Malheiro muito sensível à quedas de teatro dos de Arouca...!
Confirmação
Por incrível que possa parecer, o número de faltas assinaladas ao FC Porto (11) na primeira parte foi largamente superior ao do Arouca (2), apesar de a agressividade visitante ser, também ela, largamente superior à dos da casa.


Ficha do jogo - Estádio do Dragão - 28 de Agosto de 2021

Árbitro: Hélder Malheiro da AF de Lisboa
Assistentes: Rui Cidade e Gonçalo Freire
4º Árbitro: Bruno Costa
VAR: Luís Ferreira, assistido por Nuno Manso

Os Golos
Matheus Uribe 24', Mehdi Taremi 34', Marcano 63'

FC PORTO : 99Diogo Costa
23João Mário, 19Mbemba 86', 3Pepe, Marcano
28Bruno Costa 60', Matheus Uribe, 25Otávio 80'
29Toni Martínez 60', 9Mehdi Taremi, 7Luis Díaz 79'

SUPLENTES : 14Cláudio Ramos
18Wilson Manafá, 22Wendell 86', 27Sérgio Oliveira, 50Fábio Vieira 80'
20Vítor Ferreira 60', 10Francisco Conceição 79', 30Evanilson, 11Pepê 60'

TREINADOR : Sérgio Conceição

FC AROUCA: 4Sema velazquez
97Fernando Castro, 21Leandro, 7André Silva, 6Quaresma
13Basso, 72Thales Oleques, 20Pedro Moreira, 23Eugeni
10Bukia, 8Arsénio

SUPLENTES : 1Victor Braga
19Or Dasa, 29Joel, 31Tiago Esgaio, 78Tiago Araújo, 15O. Dabbagh
11Adilio, 60Marco Soares, 14Pité

TREINADOR : Armando Evangelista

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Champions League - O FC Porto no grupo B

Atlético Madrid (Espanha), Liverpool (Inglaterra) e AC Milan (Itália) são os adversários do FC Porto no grupo B da Liga dos Campeões 2021/2022, ditou o sorteio realizado ontem em Istambul, na Turquia. A fase de grupos inicia-se a 14 ou 15 de Setembro e terminará a 7 ou 8 de Dezembro. Este é, de resto, um grupo com bastante tradição na prova, dado que as quatro equipas juntas têm 15 troféus da liga milionária conquistados, um número só ultrapassado pelo grupo D, que conta com Real Madrid (13 troféus), Inter (três troféus), Shakhtar Donetsk e Sheriff Tiraspol.

Grupo B da UEFA Champions League

Atlético Madrid, Liverpool, FC PORTO, AC Milan



FC Porto- Aconteceu e árbitro para o FCP-Arouca

Aconteceu
Há 34 anos os campeões da Europa arrancavam a nova temporada com uma exibição que fez jus ao estatuto alcançado meses antes em Viena. Neste dia, em 1987, o FC Porto recebia o Belenenses na estreia de Rui Barros na equipa principal e do sistema de torniquetes no Estádio das Antas. Autor de um hat trick e de um golo de calcanhar, Madjer foi a grande estrela dos Dragões, que equiparam de camisola, calções e meias brancas para o confronto com os do Restelo. A vitória por 7-1, com Tomislav Ivic pela primeira vez no banco portista, era premonitória do que estava para vir. Em mais uma época dourada, o FC Porto viria a conquistar o campeonato, a Taça de Portugal, a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental.

Árbitro: Hélder Malheiro da AF de Lisboa
Assistentes: Rui Cidade e Gonçalo Freire
4º Árbitro: Bruno Costa
VAR: Luís Ferreira, assistido por Nuno Manso

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Hélder Malheiro para arbitrar o jogo entre FC Porto e Arouca, agendado para o próximo sábado (18h00, Sport TV), no Estádio do Dragão, referente à 4.ª jornada do campeonato.

O árbitro da Associação de Futebol de Lisboa terá como assistentes Rui Cidade e Gonçalo Freire, sendo Bruno Costa o quarto árbitro. O VAR será Luís Ferreira, assistido por Nuno Manso

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

A equipa portista no Estádio dos Barreiros

Análise à equipa Portista
Sabem os profissionais e até os adeptos leigos que no futebol destruir é sempre muito mais fácil do que construir. Isto para realçar o facto das substituições normalmente beneficiarem mais as equipas que defendem a todo o custo do que aquelas que procedem às substituições para melhorar os aspectos ofensivos, ou seja, tentar atacar melhor, construir um resultado mais conveniente.
Em conclusão: as substituições realizadas no tempo complementar pelo Marítimo resultaram melhor, foram mais eficazes do que as realizadas pelos Portistas cuja intenção era produzir mais e melhor. Não obstante a qualidade dos avançados azuis e brancos que entraram para reforçar a equipa, estes, com excepção do Francisco Conceição não conseguiram causar "mossa" na equipa da casa.
É um facto que o FC Porto produziu uma primeira parte muito boa, mas e também por isso seria de prever algum desgaste excessivo nos jogadores do meio campo retirando-lhes eficácia defensiva e ofensiva. Conclusão: Sérgio Conceição tem de preparar, treinar a equipa prevendo a substituição dos médios que trabalharam mais na "primeira parte" percorrendo mais quilómetros. Pois é lógico que Uribe, Bruno Costa, Otávio e Cª seria muito difícil manterem no tempo complementar a mesma performance do primeiro tempo.
Um dos defeitos mais notórios da equipa portista é a dificuldade, uma certa inépcia em rematar à baliza.
Têm de ser mais rápidos a rematar, inclusivamente de meia distância e fazendo tiro instintivo, sem preparação.

O vergonhoso desempenho de João Pinheiro AF de Braga

O vergonhoso desempenho de João Pedro Pinheiro da AF de Braga

Já todos os portistas sabem de épocas passadas que este é um dos juízes do apito (vendidos) comprometidos com o actual Conselho de Arbitragem,Nomeações da FPF cujos dirigentes são presidente Fontelas Gomes e vice-presidente João Ferreira. Isto porquê? Porque nos lances disciplinares usa sempre um critério de dois pesos e duas medidas: rigoroso (olhos de lince) a detectar, assinalar (castigando) os lances contra os portistas e permissivo fazendo vista grossa aos lances grosseiros dos adversários destes últimos. Mas mais, na dúvida, prejudica sempre por sistema o FC Porto, decidindo contra os azuis e brancos.
No jogo em causa no Estádio dos Barreiros permitiu o jogo excessivamente duro dos madeirenses e para cúmulo perdoou uma a expulsão a um jogador do Marítimo que agrediu nitidamente com os pitons da bota Mbemba do FC Porto, transformando em amarelo o cartão que devia ter sido vermelho; e mais grave ainda fez vista grossa a um derrube de Pelágio sobre Francisco Conceição na área do Marítimo, lance que não temos dúvidas se fosse ao contrário, teria marcado grande penalidade contra os Dragões.

domingo, 22 de agosto de 2021

Marítimo (cínico) calculista empata Dragões

O vergonhoso desempenho de João Pedro Pinheiro da AF de Braga
Já todos os portistas sabem de épocas passadas que este é um dos juízes do apito (vendidos) condicionados pelo actual Conselho de Arbitragem,Nomeações da FPF cujos dirigentes são presidente Fontelas Gomes e vice-presidente João Ferreira. Isto porquê? Porque nos lances disciplinares usa sempre um critério de dois pesos e duas medidas: rigoroso (olhos de lince) a detectar, assinalar (castigando) os lances contra os portistas e permissivo fazendo vista grossa aos lances grosseiros dos adversários destes últimos. Mas mais, na dúvida, prejudica por sistema o FC Porto, decidindo sempre contra os azuis e brancos.
No jogo em causa no Estádio dos Barreiros permitiu o jogo excessivamente duro dos madeirenses e para cúmulo perdoou uma a expulsão a um jogador do Marítimo que agrediu nitidamente com os pitons da bota Mbemba do FC Porto, transformando o cartão que devia ser vermelho em amarelo; e mais grave ainda fez vista grossa a um derrube de Pelágio sobre Francisco Conceição na área do Marítimo, lance que não temos dúvidas se fosse ao contrário, teria marcado grande penalidade contra os Dragões.

Análise à equipa Portista
Sabem os profissionais e até os adeptos que no futebol destruir é sempre muito mais fácil do que construir. Isto para realçar o facto das substituições normalmente beneficiarem mais as equipas que defendem a todo o custo do que aquelas que procedem às substituições para melhorar os aspectos ofensivos, ou seja, tentar atacar melhor, construir um resultado mais conveniente.
Em conclusão: as substituições realizadas no tempo complementar pelo Marítimo resultaram melhor, foram mais eficazes do que as realizadas pelos Portistas cuja intenção era produzir mais e melhor. Não obstante a qualidade dos avançados azuis e brancos que entraram para reforçar a equipa, estes, com excepção do Francisco Conceição não conseguiram produzir "mossa" na equipa da casa.
É um facto que o FC Porto produziu uma primeira parte muito boa, mas e também por isso seria de prever algum desgaste excessivo nos jogadores do meio campo retirando-lhes eficácia defensiva e ofensiva. Conclusão: Sérgio Conceição tem de preparar, treinar a equipa prevendo a substituição dos médios que trabalharam mais na "primeira parte" percorrendo mais quilómetros. Pois é lógico que Uribe, Bruno Costa, Otávio e Cª seria muito difícil manterem no tempo complementar a mesma performance do primeiro tempo.
Um dos defeitos mais notórios da equipa portista é a dificuldade, uma certa inépcia em rematar à baliza.
Têm de ser mais rápidos a rematar, inclusivamente de meia distância e fazendo tiro instintivo, sem preparação.


Sérgio Conceição elegeu os seguintes atletas: Diogo Costa, Cláudio Ramos e Francisco Meixedo (guarda-redes); Pepe, Marcano, Luis Díaz, Matheus Uribe, Mehdi Taremi, Francisco Conceição, Pepê, Zaidu, Tecatito Corona, Wilson Manafá, Mbemba, Vítor Ferreira, Romário Baró, João Mário, Otávio, Sérgio Oliveira, Bruno Costa, Toni Martínez, Evanilson e Fábio Vieira.

Ficha oficial do Jogo Estádio dos Barreiros 22 Agosto 2021 Liga Portugal

Árbitro: João Pinheiro da AF Braga
Assistentes: Luciano Maia e Nuno Eiras
4º Árbitro: Rui Lima
VAR: Rui Costa, assistido por João Bessa Silva

Os Golos
FC Porto - Luis Díaz 35'
Marítimo - Bruno Xadas 49'

CS MARÍTIMO : 48Paulo Victor
5Zainadine, 2Cláudio Winck, 21Jorge Sáenz 58', 66Léo Andrade
94Vitor Costa 86', 17Bruno Xadas 86', 15Iván Rossi 58', 16Diogo Mendes
7André Vidigal 85', 9Alipour

SUPLENTES : 1Miguel Silva
45Fábio China 86', 4Matheus Costa 58', 60Pedro Pelágio 58'
88Rodrigo Andrade, 24Clésio 86', 12Edgar Costa, 93Henrique Rafael
23Rúben Macedo 85'

TREINADOR : J. Velázquez

FC PORTO :99Diogo Costa
23João Mário 86', 19Mbemba, 3Pepe, 5Marcano 81'
28Bruno Costa, 8Matheus Uribe, 25Otávio 71'
29Toni Martínez, 9Mehdi Taremi 71', 7Luis Díaz 81'

SUPLENTES :14Cláudio Ramos
18Wilson Manafá, 50Fábio Vieira 81', 27Sérgio Oliveira, 20Vítor Ferreira
17Tecatito 71', 10Francisco Conceição 86', 30Evanilson 81', 11Pepê 71'

TREINADOR : Sérgio Conceição

quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Árbitro para o Marítimo x FC Porto

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou João Pinheiro para arbitrar o jogo entre Marítimo e FC Porto, agendado para o próximo domingo (18h00, Sport TV), no Estádio do Marítimo, referente à 3.ª jornada do campeonato.
O árbitro da Associação de Futebol de Braga terá como assistentes Luciano Maia e Nuno Eiras, sendo Rui Lima o quarto árbitro. O VAR será Rui Costa, assistido por João Bessa Silva.

Árbitro: João Pinheiro da AF Braga
Assistentes: 
Luciano Maia e Nuno Eiras
4º Árbitro: Rui Lima
VAR: 
Rui Costa, assistido por João Bessa Silva

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Grande Árbitro Felix Brych a impor disciplina no Estádio da Luz

SLB 2 PSV Eindhoven 1 - Um resultado que permite ao PSV reverter a situação

Hoje no Estádio da Luz; grande actuação do árbitro alemão Felix Brych, a fazer cumprir as regras do futebol e a impor disciplina!
Muito bem apoiado pelos seus árbitros assistentes Mark Borsch e Stefan Lupp e pelo VAR também alemão Marco Fritz.

Um bom resultado para o PSV dar a volta e continuar em prova

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Sérgio Conceição, o Zaidu falhou... e o filho Francisco...?!

O "cansaço", o "calor" e a motivação... Mas as condições não eram iguais para todos... Inclusivamente os profissionais do Famalicão?!
Segundo alguém já realçou: houve uma jogada em que também o Francisco Conceição perdeu a bola e ia comprometendo o objectivo da sua (dele) equipa...!


Sérgio Conceição sabia que em causa estava “uma deslocação difícil” e salientou que a equipa entrou “bem no jogo”, a conseguir “ferir o Famalicão” em aspectos previamente estudados. Na parte do final do encontro, factores como o “cansaço”, o “calor” – que, sublinhou, não servem de desculpa – e a motivação do adversário geraram um período “menos bom” que podia ter tido como consequência “um dissabor”. “Temos de ter outra maturidade no jogo”, concluiu.

domingo, 15 de agosto de 2021

FC Porto venceu em Famalicão mas...

Actualmente uma equipa não pode viver só de 11 elementos.
Em face das actuais regras que permitem neste momento, cada equipa poder fazer um máximo de 5 substituições, em 3 paragens de jogo, o treinador tem preparar e treinar o plantel implantando na equipa um sistema que garanta eficácia de funcionamento em termos de ritmo e entrosamento com todos os 16 elementos (21) que forem chamados a dar a sua contribuição à equipa.
Qual o motivo desta observação. O facto de ter notado que o Técnico do Famalicão fez as alterações que entendeu e todos os elementos que entraram contribuíram para a subida de rendimento da equipa, facto que não aconteceu com a equipa do FC Porto. Conclusão: no tempo complementar prevaleceu a equipa famalicense.
Na minha opinião Francisco Conceição entrou cedo demais na equipa A.
Na equipa A joga normalmente 10 ou 15 minutos, enquanto que na B seria titular indiscutível e sendo assim poderia ganhar mais experiência ritmo de jogo e elevar mais depressa os índices de confiança. Mas mais, quando o Francisco Conceição entra nota-se um desfasamento, ou seja, falta de sincronização entre ele e os outros elementos da equipa.
O mesmo acontece com os outros elementos que não são habituais titulares como: Fábio Vieira, Zaidu, Evanilson...etc...


Os Golos
FC Porto: Toni Martínez 13' e 43'
Famalicão: Riccieli 56'

Ao intervalo Famalicão 0 FC Porto 2
Resultado final Famalicão 1 FC Porto 2

Ficha oficial do jogo Estádio Municipal de Famalicão 15 de Agosto de 2021 Liga Portugal Bwin

Árbitro : Nuno Almeida da A F do Algarve
Assistentes: André Campos e Pedro Felisberto
4º Árbitro: João Casegas
VAR : André Narciso, assistido por Bruno Jesus.

FC FAMALICÃO: 31Luiz Júnior
19Dylan, 15Riccieli, 3Ruben Lima, 90Diogo Figueiras
43Alexandre Penetra 76', 10Iván Jaime 87', 88Pêpê Rodrigues
20David Tavares 76', 7Ivo Rodrigues 40', 11Bruno Rodrigues

SUPLENTES : 13Dalberson, 7Patrick William, 5Calvin Verdonk,
44Francisco Saldanha, 21João Neto 87', 80Ofori, 30André Ricardo 76'
5Geovani Júnior 76', 77Pablo Felipe 40'

TREINADOR :Ivo Vieira

FC PORTO : 99Diogo Costa
23João Mário, 19Mbemba, 3Pepe, 18Wilson Manafá 71'
28Bruno Costa, 25Otávio 81', 8Matheus Uribe
7Luis Díaz, 29Toni Martínez 71', 9Mehdi Taremi 90'

SUPLENTES : 1Agustín Marchesín
12Zaidu 71', 5Marcano, 27Sérgio Oliveira 81', 50Fábio Vieira, 17Tecatito
10Francisco Conceição 71', 30Evanilson 90', 11Pepê

TREINADOR : Sérgio Conceição

Fracasso do FC Porto B em Pina Manique

Importante realçar que os jovens do FC Porto B normalmente defrontam equipas com futebolistas muito experientes, com capacidade de choque e muito manhosos.
Por isso, António Folha tem de se deixar de fantasias e essencialmente montar (trabalhar) a equipa de modo a garantir eficácia defensiva: com 3 centrais bons no jogo aéreo, ou quatro defesas e dois Trincos a filtrar eficazmente o futebol de transições rápidas em lançamentos longos directos dos contrários (tb lances de bola parada) para a área portista onde avançados experientes, matreiros das equipas adversárias semeiam o pânico... Depois se principalmente nos jogos fora o resultado for um empate tudo bem...!


FC Porto B perdeu no terreno do Casa Pia, por 2-0, na segunda jornada da Liga Portugal 2

O FC Porto B perdeu neste sábado diante do Casa Pia (2-0), no Estádio Pina Manique, em Lisboa, em partida relativa à segunda jornada da Liga Portugal 2.

A primeira parte deste Casa Pia-FC Porto B foi muito disputada, mas escassearam os lances de perigo em ambas as balizas. Apesar do maior ascendente azul e branco, os Dragões não conseguiram desfazer o nulo durante os 45 minutos iniciais. Na etapa complementar, Lucas Soares (47m) e Jota (73m) foram os nomes fortes da eficácia lisboeta. Apesar da reacção portista, o 2-0 manter-se-ia até ao apito final.

O FC Porto B volta a entrar em campo no dia 22 de agosto (domingo, 15h30, FC Porto TV/Porto Canal), frente ao Nacional, no Olival, em jogo da terceira jornada da Liga Portugal 2.

Ficha de jogo - 
Estádio Pina Manique - Liga Portugal 2, 2.ª jornada-14 de Agosto de 2021

CASA PIA 2 FC PORTO B 0

Árbitro: Rui Lima
Assistentes: José Caldeira e Ruben Silva
Quarto árbitro: José Luzia

CASA PIA: Ricardo Batista; Rodrigo Galo, Vasco Fernandes (cap.), Kelechi, Leonardo Lelo, Lucas Soares, Ângelo Neto, Vitó, Banjaqui, Godwin e João Vieira
Substituições: Banjaqui por Jota (71m), Lucas Soares por Zach (71m), Godwin por Zolotic (80m), Ângelo Neto por Lucas Silva (80m) e João Vieira por Camilo (86m)
Não utilizados: Lucas Paes, Rogério Fernandes, Ricardo Fernandes e Hebert
Treinador: Filipe Martins

FC PORTO B: Ricardo Silva (cap.); Tomás Esteves, Zé Pedro, João Marcelo, João Mendes, Mor Ndiaye, Bernardo Folha, Rodrigo Valente, João Peglow, Gonçalo Borges e Danny Loader
Substituições: Rodrigo Valente por Samba Koné (62m), João Peglow por Silvestre Varela (62m), Gonçalo Borges por Sebastian Soto (81m), Mor Ndiaye por Vasco Sousa (81m) e João Mendes por Léo Borges (81m)
Não utilizados: Ivan Cardoso, Levi Faustino, Romain Correia e Tiago Matos
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Lucas Soares (47m), Jota (73m)
Disciplina: cartão amarelo a Mor Ndiaye (45m+4), Vasco Fernandes (45m+4), Jota (90m+3)

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Já há Árbitro para o Famalicão x FC Porto

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Nuno Almeida para arbitrar o jogo entre o Famalicão e o FC Porto, agendado para o próximo domingo, às 18h00 (Sport TV), no Estádio Municipal de Famalicão, referente à segunda jornada do campeonato.
O árbitro da Associação de Futebol do Algarve terá como assistentes André Campos e Pedro Felisberto, sendo João Casegas o quarto árbitro. O VAR será André Narciso, assistido por Bruno Jesus.

Árbitro : Nuno Almeida da A F do Algarve
Assistentes: André Campos e Pedro Felisberto
4º Árbitro: 
João Casegas
VAR : André Narciso, assistido por Bruno Jesus.

domingo, 8 de agosto de 2021

FC Porto x Belenenses SAD

 Resultado no fim dos primeiros 45': FC Porto 1 Belenenses SAD 0
Com o Belenenses SAD muito recuado e de vez em quando a tentar explorar o contra ataque, os Dragões mesmo assim já tiveram algumas oportunidades para aumentar o resultado, mas que por mérito dos defensores dos contrários e demérito dos avançados portistas, não foram aproveitadas. 
Para já de realçar o excelente drible do João Mário, este sim, está a tornar-se num grande jogador!!
Conclusão final : entramos bem no campeonato, 
tarefa cumprida, conseguimos os três pontos da ordem.

Resultado final FC Porto 2 Belenenses SAD 0

Os Golos
FC Porto: Toni Martinez 19' e Luís Diaz 65'

Ficha oficial do Jogo- Estádio do Dragão - 08 de Agosto de 2021

Árbitro: Gustavo Correia da AF Porto
Assistentes: Inácio Pereira e Luís Costa
4º árbitro: José Bessa
VAR: Manuel Mota
AVAR: Jorge Fernandes

FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Mbemba, Pepe e Zaidu; Otávio, Sérgio Oliveira, Bruno Costa e Luis Díaz; Toni Martínez e Taremi.

Suplentes : Marchesín, Marcano, Manafá, Uribe, Vítor Ferreira, Fábio Vieira, Pepê, Francisco Conceição e Evanilson.

Substituições no FC Porto: 

27 Sérgio Oliveira 62’

25 Otávio 83’

9 Mehdi Taremi 83'

7 Luis Díaz 90'

29 Toni Martinez 90’

Para os seus lugares entraram respectivamente:

8 Matheus Uribe 62'

50 Fábio Vieira 83'

11 Pepê 83'

30 Evanilson 90'

10 Francisco Conceição 90'

Belenenses SAD : Luiz Felipe; Trova Boni, Chima Akas e Tomás Ribeiro; Diogo Calila, Sithole, Lukovic, Cafú Phete e Nilton; Cassierra e Ndour.

Suplentes : João Monteiro, Jójó, Danny Henriques, Taira, Afonso Sousa, César Sousa, Pedro Nuno, Luís Mota e Chico Teixeira.

Previsível...! A indisciplina grassa na equipa da AS Roma

A goleada do Bétis à Roma (5-2) teve pouco de amigável. O encontro particular, em Sevilha, terminou com três jogadores do conjunto italiano expulsos mais o próprio treinador José Mourinho.

“Quem semeia ventos colhe tempestades”
Já era de prever atendendo ao desempenho, entenda-se agressividade exagerada da AS Roma no jogo amigável com o FC Porto no Dragão.
A indisciplina grassa na equipa italiana liderada por José Mourinho.

sábado, 7 de agosto de 2021

FC Porto B contra tudo e contra todos empata com Trofense

Análise à equipa de arbitragem
A sensação que fica é que dirigiram o jogo condicionados. Na dúvida decidiram sempre contra os portistas, com a preocupação de não errarem a favor do FC Porto. Ficaram por marcar várias faltas a favor dos Dragões. Em contra partida sempre que um jogador da equipa da Trofa se atirava para o chão João Afonso foi célere a assinalar. Mas mais, houve inclusivamente uma jogada na área do Trofense com um defesa trofense a dominar a bola com o braço e João Afonso deixou passar. O segundo golo do Trofense é fora de jogo e o fiscal de linha fez vista grossa. E se o golo fosse na baliza do Trofense, seria que o fiscal de linha também deixaria passar? Fica a dúvida!


Análise ao FC Porto B
Aos jovens do FCP B falta-lhes essencialmente ganhar maturidade e competência para chutarem à baliza de meia distância (fora da grande área).

Pela negativa
O central Zé Pedro precisa de ir para o banco para evoluir e ganhar confiança. Com desempenhos negligentes deste tipo o FC Porto B arrisca-se a perder mais jogos.
Gonçalo Borges é capaz do melhor e do pior. É um brinca na areia muito individualista que não se preocupa em assistir com precisão os colegas da equipa.
Pela Positiva
João Marcelo, Mor N’diaye, Rodrigo Valente, Vasco Sousa e Silvestre Varela.

A CD Trofense é uma equipa experiente de:"cavalões" matreiros, manhosos, sarrafeiros, com grande capacidade de choque, comediantes fazem muito teatro e especialistas a mergulhar para a piscina (cavarem faltas
).

FC PORTO B 2 TROFENSE 2

Ficha de jogo - Liga Portugal 2, 1.ª jornada - de Agosto de 2021
Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia

Árbitro: João Afonso da A.F. de Bragança
Assistentes: Sérgio Costa, Francisco Pereira
Quarto árbitro: Ricardo Moreira

FC PORTO B: Ricardo Silva; João Mendes, João Marcelo, Zé Pedro, Tomás Esteves, Mor N’diaye, Rodrigo Valente (cap.), Bernardo Folha, Peglow, Gonçalo Borges e Danny Loader
Substituições: Peglow por Varela (63m), Gonçalo Borges por Sebastian Soto (71m), Bernardo Folha por Vasco Sousa (83m) e Danny Loader por Caíque (83m)
Não utilizados: Ivan Cardoso, Romain Correia, Tiago Matos, Levi Faustino e Léo Borges
Treinador: António Folha

TROFENSE: Rogério, Daniel Liberal, João Faria, João Paulo, Simão Martins, Bruno Almeida, Vasco Rocha (cap.), Matheus, Tiago André, Andrézinho e Bruno Moreira
Substituições: Andrézinho por Gustavo Furtado (64m), Bruno Moreira por Pachú (87m) e Tiago André por Keffel (90+5m)
Não utilizados: Rodrigo, Adilson, Caio, Valente e Leiras
Treinador: Rui Duarte

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Bruno Moreira (56m), Silvestre Varela (74m), Simão Martins (77m) e Vasco Sousa (90m).
Disciplina: Cartão amarelo exibido a Simão Martins (67m), a João Faria (70m) e a Rogério (90+8m).

sexta-feira, 6 de agosto de 2021

FC Porto equipa "B" - Reforços

 O FC Porto B defronta amanhã o Trofense (18h00, Porto Canal e FC Porto TV), no que será a estreia dos azuis e brancos na Liga Portugal 2. Na antevisão da partida, Silvestre Varela referiu que a equipa está a trabalhar "muito bem durante a semana" e garantiu: "Quem está no FC Porto e veste esta camisola, sabe que tem sempre de lutar para vencer o jogo e nós não fugimos à regra, é o que vamos tentar fazer". António Folha mostrou-se "muito satisfeito" com a pré-temporada e deixou um conselho aos seus atletas: "A mensagem é que joguem tranquilos, que não tenham medo de errar ou falhar nada, estamos no início, estamos sempre em constante evolução".

António Folha líder da equipa "B" já tem às suas ordens mais dois reforços. Caíque (avançado) e Wesley (central) foram ontem apresentados no Dragão, depois de ambos chegarem à Invicta provenientes do Tombense, do Brasil, por empréstimo com opção de compra. Os dois atletas mostraram vontade de lutar para chegar "o mais rapidamente possível à equipa principal" dos azuis e brancos, como afirmou Wesley, mostraram-se muito felizes por ingressar num dos maiores clubes da Europa, como referiu Caíque: "É um sentimento muito bom, um sonho de criança estar num grande clube da Europa".

Wesley é o mais recente reforço do FC Porto B. O central de 21 anos, que representava o Tombense, chega à Invicta por empréstimo com opção de compra. O defesa de 1,90m formou-se no Figueirense, de onde saiu para o Athletico Paranaense, embora não tenha actuado pela formação de Curitiba. Em 2020, deu-se a mudança para a equipa de sub-23 do Grémio de Porto Alegre, onde atuou por três ocasiões antes de se transferir para o Tombense. No clube da série C, realizou 21 jogos que originaram a viagem para o Porto.
Auto retrato
“Jogo a central, representei o Grémio, o Tombense e o Figueirense. Defino-me como um defesa mais técnico, que gosta de sair a jogar.”

Caíque é o novo atleta a reforçar o FC Porto B. O avançado brasileiro de 21 anos chega à Invicta proveniente do Tombense, do seu país, por empréstimo com opção de compra. O artilheiro de 1,82m transferiu-se dos sub-19 do Francana para o Vila Nova, em 2019, clube em que singrou dos sub-19 até à equipa principal, com um empréstimo ao CEOV Operário pelo caminho. Depois de marcar um golo em 18 partidas pelo emblema de Goiânia e vencer a série C do campeonato brasileiro, mudou-se para o Tombense neste ano e facturou por três vezes em 20 partidas ao serviço do clube de Minas Gerais.
A auto avaliação
“Sou um avançado rápido, com bom drible e que finaliza bem. Espero ajudar bastante o FC Porto este ano.”

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Futebol - Léo Borges é Reforço

Léo Borges é o mais recente reforço do FC Porto B. O lateral esquerdo de 20 anos chega ao Dragão por empréstimo com opção de compra e com o objectivo de “chegar à equipa A”. Depois de fazer toda a sua formação e atuar pela equipa principal do Internacional de Porto Alegre, inclusivamente na Taça dos Libertadores, o jovem brasileiro ingressa no Dragão com vontade de deixar a sua marca: “Nunca me dou por satisfeito, não me vou acomodar e estou aqui para crescer cada vez mais”.
... e volta a juntar-se, desta forma, ao antigo colega de equipa, João Peglow. O defesa de 1,82m fez toda a sua formação no Internacional  de Porto Alegre, tendo feito parte da equipa que, no passado, venceu a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nesta época, afirmou-se na equipa principal do “Inter” e já disputou 14 jogos sob a tutela do treinador uruguaio Diego Aguirre, distribuídos entre campeonato brasileiro, Taça Libertadores da América, a máxima competição de clubes da América do Sul, e campeonato gaúcho.

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

A história da fundação do FC Porto

FCP - Newsletter - Aconteceu

Neste dia, em 1906, dava-se o ressurgimento do FC Porto. Mais de uma década após a fundação o primeiro clube de futebol na Invicta, ativo entre 1893 e 1894, era a vez de o Grupo do Destino reavivar o Foot-Ball Club do Porto. Pela mão de José Monteiro da Costa - que não conseguiu contar com o amigo António Nicolau d’Almeida, entretanto afastado das lides futebolísticas -, o FC Porto voltava a promover a prática desportiva e reafirmava-se como uma instituição pioneira no panorama nacional.

Depois de uma viagem a Inglaterra, que lhe incutiu a paixão pelo desporto-rei, Monteiro da Costa liderava um conjunto de jovens boémios portuenses e assumia a ambição de desenvolver o futebol na terra natal. Dotado de estatutos, órgãos sociais e de um campo na Rua da Rainha, hoje Rua Antero de Quental, o FC Porto assumiu as cores da bandeira portuguesa – o azul e o branco - e adoptou como emblema um monograma de traços simples com as iniciais FCP. 115 anos volvidos, o sonho de Nicolau d’Almeida e Monteiro da Costa continua a elevar o nome da cidade e do país como mais ninguém.

sábado, 31 de julho de 2021

Pré-época- FC Porto vence Lyon mas...

Apresentação do Plantel
Antes do jogo, foram apresentados os seguintes jogadores: Marchesín, Pepe, Marcano, Matheus Uribe, Francisco Conceição, Zaidu, Carraça, Tecatito Corona, Mbemba, Romário Baró, Otávio, Bruno Costa, Evanilson, Fábio Vieira, Rodrigo Valente, Fábio Cardoso, Diogo Leite, Luis Díaz, Mehdi Taremi, Pepê, Cláudio Ramos, Marko Grujic, Manafá, Vitinha, João Mário, Sérgio Oliveira, Toni Martínez, Nanu, Francisco Meixedo e Diogo Costa.

FC Porto venceu o Lyon por 5-3 no último jogo de pré-temporada

Análise ao Jogo FC Porto - Lyon
Mais uma vez o resultado provou que a equipa portista precisa de evoluir muito defensivamente, caso pretenda atingir o objectivo de chegar ao Topo.
Os laterais Nanu e Zaidu estão ainda longe da sua melhor forma e João Mário parece ser actualmente o lateral mais eficaz dos portistas.
Mbemba alem de não ser muito alto também não está no seu melhor. Marcano dada a sua experiência parece estar um pouco melhor mas também necessita de melhorar se quiser ganhar um lugar na equipa. Pepe continua a ser actualmente o melhor central da equipa. Diogo Leite tem evoluído bastante mas continua a faltar-lhe velocidade de antecipação ao adversário... No 3º golo do Lyon pareceu um principiante ao deixar-se antecipar pelo Slimani.
No meio campo os costume:
Sérgio Oliveira tecnicista, continua a distribuir bem mas falta-lhe disponibilidade e velocidade de pernas para conseguir ser mais útil à equipa.
Vitinha continua a provar que é um tecnicista, precisa porem de continuar a evoluir e ganhar mais maturidade. Fábio Vieira idem aspas e também de ganhar mais capacidade de choque. Francisco Conceição tem técnica, é veloz, garra, determinação, mas dada a sua idade precisa de ganhar experiência, de amadurecer. Bruno Costa evoluiu muito, tem grande disponibilidade para correr o campo mas dá a impressão que lhe falta o virtuosismo do Vitinha. Na frente de ataque Toni Martinez apesar de estar melhor ainda não consegue ser totalmente eficaz. Evanilson promete. Luís Diaz já mostrou apontamentos. Pepê está ainda na fase de adaptação. Taremi para já parece ser o avançado que dá mais garantias.


Os Golos, marcadores:
FC Porto: 4' Sérgio Oliveira, 30' Fábio Vieira, 79' Pepe, 83' Toni Martínez, 84' Mehdi Taremi

Lyon : 40' Marcelo, 54' Karl Ekambi, 81' Islam Slimani

Ficha do Jogo - Estádio do Dragão - 31 de Julho de 2021

Árbitro:Vítor Jorge Fernandes Ferreira da AF Braga
Assistentes:
4ª Árbitro

FC PORTO: 99Diogo Costa 57',
31Nanu 67', 19Mbemba 57', 5Marcano, 12Zaidu 45'
20Vítor Ferreira 86', 27Sérgio Oliveira 45', 50Fábio Vieira 57'
10Francisco Conceição 57', 30Evanilson 57', 7Luis Díaz 67'

SUPLENTES : 71Francisco Meixedo, 14Cláudio Ramos, 1Agustín Marchesín 57'
3Pepe 2, 4Diogo Leite 86', 15Carraça 86', 18Wilson Manafá 45', 2Fábio Cardoso 86'
16Marko Grujic 2, 28Bruno Costa 67', 80Rodrigo Valente 67', 25Otávio 86'
21Romário Baró 57', 23João Mário 86', 9Mehdi Taremi 67', 29Toni Martínez 86'
11Pepê 57'

TREINADOR : Sérgio Conceição

LYON :1Anthony Lopes
17Malo Gusto, 6Marcelo 74', 8Houssem Aouar, 25Maxence Caqueret,
37Habib Keita, 27Maxwel Cornet, 7Karl Ekambi 76', 18Rayan Cherki 63',
9Moussa Dembele 74', 41Castello Lukeba

SUPLENTES : 30Julian Pollersbeck, 2Sinaly Diomandé 74', 12Henrique, 14Léo Dubois
21Damien da Silva, 20Islam Slimani 74', 45Bradley Barcola 76', 11Philana Kadewere 63'
4Jean Lucas Oliveira, 16Malcolm Barcola

TREINADOR :Peter Bosz

sexta-feira, 30 de julho de 2021

A confusão do Varandas arruaceiro aldrabão e incendiário

A confusão de Varandas sobre o Apito Dourado

 O Apito Dourado um processo desencadeado por Ricardo Costa ex-presidente da Comissão Disciplinar da Liga dos Clubes Profissionais de Futebol mais conhecido por o "pavão vermelho" para tentar imputar ilícitos ao presidente do FC Porto.
 

Desafio Varandas aldrabão arruaceiro e incendiário a exibir a escuta de Pinto da Costa a corromper árbitros...!

Varandas só diz asneiras, quando abre a boca ou entra mosca ou sai asneira, mas continua convencido das suas presunções (que confusão naquela cabeça!)

Os 2 jogos das escutas Beira-Mar-FC Porto e Estrela da Amadora-FC Porto foram analisados por ex-árbitros especialistas em arbitragem que concluíram que os portistas não só não foram beneficiados mas até pelo contrário prejudicados nesses jogos.

E o Apito Dourado não passou de Leiria para baixo para que Maria José Morgado acusadora do Ministério Público não descobrisse os telefonemas a escolher árbitros dos presidentes dos 2 grandes clubes de Lisboa.

Varandas é presunçoso e um aldrabão, incendiário, com preconceitos anti-FC Porto, a tentar convencer o público de que ele é a personificação da transparência no Futebol português... Só subscreve as asneiras dele quem é conivente com a sua narrativa (asneiras)...!


Pinto da Costa aborda os bastidores do futebol português

 35.º episódio das Ironias do Destino recua cinco anos no tempo. Pela mão de Jorge Nuno Pinto da Costa, voltamos a 2016, um ano de más memórias no que ao futebol diz respeito. Com a cidade mais bonita do mundo em pano de fundo, o Presidente dá a cara e a voz para falar sobre tudo o que envolve o panorama desportivo nacional, dentro e fora do campo.

Entre “padres” e “e-mails”, Pinto da Costa fala sobre as manobras nos bastidores do futebol português que contribuíram para o sucesso de uns e o insucesso de outros. Mas não só. Sempre com a “Ambição do Ecletismo” bem patente, o dirigente mais titulado da história explica como nasceu a sua paixão pelo ciclismo e a origem da parceria com a W52 para formar mais uma equipa de campeões. Para ver, a partir das 22h00, na FC Porto TV e no Porto Canal.

quarta-feira, 28 de julho de 2021

A AS Roma de Mourinho farta-se de dar pau...!!

Num jogo da UEFA com um árbitro menos benevolente alguns italianos teriam sido advertidos com as respectivas cartolinas.
A Roma tem essencialmente uma equipa de cavalões com grande capacidade de choque; peituda, de combate, e portanto, perigosa nos lances de bola parada. Joga no seu meio campo e procura os lances de contra ataque

Os portistas por seu lado ainda à procura do seu melhor, são mais apologistas da prática do futebol macio, tecnicista. Tem elementos para isso: viu-se como Francisco Conceição e João Mário nas oportunidades que tiveram desenvencilharam-se dos contrários que quase sempre recorriam ao choque a roçar a falta para anular as investidas dos craques portistas.

Os Golos
AS Roma - Gianluca Mancini 56'

FC Porto - Vítor Ferreira 89'
De realçar que Mehdi Taremi teve o 2-1 ao alcance. Nos minutos finais desferiu um potente pontapé que passou ao lado do poste e foi por um triz que não deu golo

Análise à partida - FC Porto e Roma empataram a uma bola num jogo de verdadeira preparação para a temporada que se avizinha. No segundo, e último, embate no âmbito do estágio que estão a realizar no Sul do país, os Dragões dividiram o resultado com os comandados de José Mourinho (1-1) e deram seguimento aos trabalhos de pré-época com grande dedicação e intensidade. Lançado no decorrer da etapa complementar, Vítor Ferreira restabeleceu a igualdade e ganhou créditos na luta por um lugar na equipa portista.
Em relação ao jogo do último domingo frente ao Lille (2-0), Marcano saiu do onze e Pepe entrou em campo com a braçadeira do FC Porto. Logo a abrir, Pepê esteve perto de inaugurar o marcador do Estádio da Bela Vista, mas o remate do internacional olímpico brasileiro saiu ligeiramente por cima da baliza adversária, que Sérgio Oliveira viria a visar de livre direto, ainda que sem sucesso, pouco depois. Perto do décimo minuto, Mehdi Taremi lançou o companheiro de ataque, mas Toni Martínez rematou para defesa de Rui Patrício numa altura em que a agressividade da Roma roçava os limites. O lance de perigo seguinte pertenceu a Taremi, voltou a obrigar o guardião da seleção nacional a aplicar-se e foi fruto da vocação ofensiva de João Mário, novamente titular na lateral direita. Antes do descanso, após falta cobrada por Sérgio Oliveira, Otávio dispôs da melhor oportunidade da noite: nas alturas, o “baixinho” cabeceou ao poste mais distante e permitiu mais uma defesa do guarda-redes português ao serviço do emblema da capital italiana.
No arranque da segunda parte os comandados de José Mourinho viraram-se para o ataque e dispuseram das primeiras, e únicas, situações de perigo no encontro. Com um remate ao lado, Dzeko avisou. Do meio da rua, Diawara reforçou as intenções transalpinas. Mas foi Mancini quem concretizou. Após canto de Zaniolo sobre a direita, o defesa central subiu ao segundo andar e cabeceou para o fundo das redes azuis e brancas. Daqui em diante, a Roma voltou a recuar as linhas e o FC Porto lançou homens frescos. Marko Grujic e Luis Díaz renderam Bruno Costa e Pepê, depois o trio de jovens composto por Vítor Ferreira, Francisco Conceição e Evanilson substituiu Otávio, Sérgio Oliveira e Toni Martínez e as mexidas viriam a surtir efeito no penúltimo minuto do tempo regulamentar. E que efeito. Francisco pegou na bola sobre a direita, soltou para Vítor que descobriu Evanilson. O esférico dirigido ao camisola 30 foi devolvido ao recetor que não se fez rogado: de primeira, Vitinha repôs alguma justiça no resultado e fez o 1-1. Até ao final, no derradeiro minuto dos seis de compensação, um tiro de Taremi com o pé esquerdo passou perto da baliza giallorosi, mas não o suficiente para carimbar uma merecida reviravolta.

Ficha do jogo - Estádio da Bela Vista - Algarve - 28 de Julho de 2021

Árbitro:
Assistentes:
4º Árbitro:

AS ROMA : 1Rui Patrício
61Riccardo Calafiori 69', 2Rick Karsdorp, 6Chris Smalling23Gianluca Mancini
55Ebrima Darboe 45', 77Mkhitaryan 69', 42Amadou Diawara 95', 22Nicolò Zaniolo 69'
7Lorenzo Pellegrini, 9Edin Dzeko

SUPLENTES : 63Pietro Boer, 87Daniel Fuzato, 24Marash Kumbulla, 3Roger Ibañez 69'
59Nicola Zalewski, 52Edoardo Bove 95', 8Gonzalo Villar 45', 65Filippo Tripi, 92El Shaarawy 69'
21Borja Mayoral, 31Carles Pérez 69', 54Riccardo Ciervo

TREINADOR :José Mourinho

FC PORTO: 1Diogo Costa
23João Mário, 19Mbemba, 3Pepe, 18Wilson Manafá
28Bruno Costa 70', 25Otávio 83', 27Sérgio Oliveira 83'
11Pepê 70', 29Toni Martínez 83', 9Mehdi Taremi

SUPLENTES : 12Cláudio Ramos, 24Francisco Meixedo, 15Carraça
22Nanu, 2Fábio Cardoso, 13Zaidu, 5Marcano, 4Diogo Leite
21Romário Baró, 7Vítor Ferreira 83', 20Fábio Vieira, 14Rodrigo Valente
16Marko Grujic 70', 10Francisco Conceição 83', 30Evanilson 83'
26Fernando Andrade, 7Luis Díaz 70'

TREINADOR : Sérgio Conceição

FC Porto - Notícias do Futebol

É já hoje que voltamos a entrar em campo. Mais logo, quando o relógio marcar 20h00, os comandados de Sérgio Conceição defrontam os de José Mourinho no Estádio Municipal da Bela Vista, em Lagoa. O FC Porto-Roma, de preparação para a época que se avizinha, tem transmissão em direto e em exclusivo na FC Porto TV e no Porto Canal. Uma hora antes do apito inicial (19h00), Domingos Paciência e companhia fazem a antevisão da partida em mais um pré-match nas plataformas televisivas azuis e brancas.

Na véspera de defrontarem os giallorossi, os Dragões realizaram mais um treino com jogo na companhia do Louletano. Num exercício em que Sérgio Conceição utilizou 19 jogoadores, Zaidu bisou, Evanilson, Romário Baró e Francisco Conceição também fizeram o gosto ao pé e Taremi elevou a contagem até à meia dúzia depois do golo solitário dos algarvios. Marko Grujic realizou apenas treino integrado condicionado.

Vou estar preparado para o que aí vem, vou trabalhar ao máximo e dar sempre tudo por tudo”. Quem o disse foi o maior artilheiro e a grande revelação da última Copa América. “Muito feliz por voltar”, Luis Díaz regressou à base para integrar o estágio de pré-temporada em Vale do Garrão. Também Marchesín, vencedor do torneio em que o colombiano brilhou, se apresentou ao serviço com o discurso afinado: “É bom que a equipa se habitue a esta obrigação do FC Porto de ganhar sempre. Temos um grupo de trabalho e uma equipa técnica que são exigentes, que só gostam de ganhar, e isso para nós é ótimo”.

terça-feira, 27 de julho de 2021

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Futebol - Notícias Época 2021/2022

Os primeiros dos muitos golos que vamos festejar em 2021/22 foram marcados por Bruno Costa e Fernando Andrade, no encontro com o Lille realizado ontem no Algarve (2-0). O campeão francês, apesar de mais adiantado na preparação, não resistiu à qualidade de uma equipa que na verdade ainda tem “muito mais trabalho pela frente”.

A afirmação é de Sérgio Conceição, que deu conta da intenção de alcançar um nível que garanta “um início diferente do do ano passado”. De acordo com o treinador, em 2020/21 “as primeiras seis jornadas foram fatais” e isso não se pode repetir, pelo que é preciso “trabalhar com afinco e vontade de conquistar”. “Conquista o que é nosso”, rematou.

Depois de passagens pelo Portimonense e o Paços de Ferreira, Bruno Costa regressou a casa para estar em destaque no primeiro jogo da pré-época. O médio garante que se sente “um homem diferente” e que “isso está a notar-se todos os dias dentro do campo”. O mérito, claro, não é individual nem exclusivo, e resulta do enquadramento num grupo que está a “dar o máximo”.

Os trabalhos da equipa prosseguem hoje no Algarve, onde o estágio de pré-temporada se prolonga até quinta-feira. Antes, na quarta, haverá novo jogo, desta vez frente à Roma. O reencontro com José Mourinho está agendado para as 20h00, será transmitido pelo Porto Canal e a FC Porto TV e contará com os comentários de Domingos Paciência.

FC Porto B conquista Troféu Luís Bermejo
Também a Sul, mas do outro lado da fronteira, o FC Porto B venceu ontem o Badajoz por 1-0 e conquistou o Troféu Luis Bermejo. Em destaque voltou a estar o maliano Samba Koné, que marcou o único golo do encontro um dia depois de também já ter facturado na vitória sobre o Extremadura.

domingo, 25 de julho de 2021

FC Porto - vence Lille Olympique Sporting Club

Numa bastante boa exibição a principal equipa portista venceu o campeão francês Lille Olympique Sporting Club por 2-0

No primeiro jogo de preparação do estágio no Algarve, os portistas derrotaram o Lille por 2-0.
De regresso ao FC Porto, Bruno Costa e Fernando Andrade marcaram os golos da merecida vitória diante do campeão francês.


Ficha do jogo - Estádio do Algarve - 25 de Julho de 2021

Árbitro: Gustavo Fernandes Correia da AF Porto
Assistentes:
4º Árbitro:

FC PORTO : 1Diogo Costa
23João Mário 79', 19Mbemba 59', 5Marcano 59', 18Wilson Manafá 79'
28Bruno Costa 87', 27Sérgio Oliveira 79', 25Otávio 79'
9Mehdi Taremi 59', 29Toni Martínez 59', 11Pepê 59'

SUPLENTES :12Cláudio Ramos, 24Francisco Meixedo, 3Pepe 59', 15Carraça
13Zaidu 79', 22Nanu 79', 2Fábio Cardoso, 4Diogo Leite 59', 20Fábio Vieira 59'
21Romário Baró 87', 16Marko Grujic, 14Rodrigo Valente, 7Vítor Ferreira 79'
10Francisco Conceição 79', 26Fernando Andrade 59', 30Evanilson 59'

TREINADOR :Sérgio Conceição

LOSC LILLE: 30Léo Jardim
3Tiago Djaló 45', 4Sven Botman, 29Domagoj Bradaric 45', 2Zeki Celik 45'
21Benjamin André 45', 8Xeka 45', 11Luiz Araújo 79', 7Jonathan Bamba 79'
9Jonathan David, 17Burak Yilmaz

SUPLENTES : 16Jules Raux 45', José Fonte 45', 28Reinildo, 27Cheikh Niasse
18Renato Sanches 45', 14Rocco Ascone, 34Angel Gomes 79', 22Timothy Weah
19Isaac Lihadji 79', 12Yusuf Yazici 45', 10Jonathan Ikoné 45', 40Negrel, 33Onana

TREINADOR :Jocelyn Gourvennec

Resultado ao intervalo 0-0
No templo complementar, de regresso das cabines, os vencedores da última edição da Ligue 1 (França) fizeram meia dúzia de alterações e os Dragões mantiveram os mesmos onze. Ao minuto 53, uma grande arrancada de João Mário sobre o flanco direito culminou num cruzamento para o coração da área. Toni Martínez disparou sem preparação tendo o Keeper contrário defendido para a frente e então aparece Bruno Costa a enfiar a bola na baliza do Lille.

Antes da hora de jogo, Pepe, Diogo Leite, Fábio Vieira, Fernando Andrade e Evanilson renderam Mbemba, Marcano, Pepê, Toni Martínez e Mehdi Taremi. Já dentro do derradeiro quarto de hora, Otávio sofreu falta a meio-campo, mas deu seguimento à jogada. Depois de galgar metros pela esquerda, o 25 portista solicitou Fernando Andrade, que não se fez rogado e rematou forte marcando o 2º do FC Porto. De seguida, Sérgio Conceição fez entrar Nanu, Zaidu, Vítor Ferreira e Francisco Conceição para os lugares de João Mário - protagonista de uma bela exibição dos dois lados do campo -, Wilson Manafá, Sérgio Oliveira e Otávio. Perto do apito final, Romário Baró foi lançado para a posição ocupada por Bruno Costa, o último resistente da equipa titular.

Segue-se novo jogo de preparação em terras algarvias, desta feita diante de um conjunto orientado por José Mourinho. O Estádio da Bela Vista, em Lagoa, será palco do FC Porto-Roma a partir das 20h00 da próxima quarta-feira, dia 28 de Julho.

FC Porto B vence torneio de Badajoz

No último jogo do torneio os "Bês" portistas defrontaram a equipa local que venceram por 1-0.
A exibição dos Bês no jogo pode-se resumir numa frase: perdulários nos 1ºs 45' e confinados no seu reduto no tempo complementar!
Uma primeira parte em que os portistas foram perdulários, inclusivamente desperdiçaram uma oportunidade (de baliza aberta) com o guarda-redes contrário fora da baliza ,chutaram para fora e outros dois remates que saíram ao lado. A segunda parte já foi diferente com os portistas a defenderem como podiam perante a equipa muito agressiva de Badajoz.

Ficha do jogo – Estádio Nuevo Vivero – 25 de Julho de 2021

CD Badajoz 0 FC Porto B 1


Árbitro:
Assistentes:
4º Árbitro:

FC Porto B: 

CD Badajoz:

“Bês” portistas bateram o Extremadura, por 3-0, em Badajoz

A equipa B do FC Porto está na final do Troféu Luis Bermejo. No primeiro teste de preparação para a época que se avizinha, os jovens Dragões superiorizaram-se ao Extremadura por três golos sem resposta e carimbaram o passaporte rumo à decisão do torneio de pré-temporada. No derradeiro encontro, os “bês” azuis e brancos irão defrontar o Badajoz, que bateu o Benfica B por 2-1 no outro embate das “meias”.
Para o embate diante de um conjunto que milita no terceiro escalão espanhol, António Folha lançou Ricardo Silva (guarda-redes), Tiago Matos, João Marcelo, Romain Correia, João Mendes, Mor Ndiaye, Bernardo Folha, Samba Koné, Gonçalo Borges, João Peglow e Danny Loader de início. Ivan Cardoso e Gonçalo Ribeiro (g.r.), Zé Pedro, Levi Faustino, David Vinhas, Tomás Esteves, Rodrigo Pinheiro, Diogo Ressurreição, Silvestre Varela e Sebastian Soto começaram no banco de suplentes.
Logo ao terceiro minuto de jogo, Gonçalo Borges arrancou desde a linha de meio-campo e concluiu a jogada na perfeição, graças a um remate que o guardião da formação azulgrana se limitou a ver passar. O segundo golo da noite surgiu da marca dos onze metros e teve a assinatura de Danny Loader, que não vacilou na conversão de uma grande penalidade conquistada pelo recém-chegado lateral canhoto João Mendes. 
No arranque da segunda parte, Diogo Ressurreição rendeu o também estreante João Peglow e, dez minutos volvidos desde o arranque da etapa complementar, Samba Koné coroou uma excelente exibição com um remate certeiro que dilatou a vantagem portista para 3-0. Pouco depois, o reforço maliano fez o mesmo caminho que Gonçalo Borges, João Mendes, Bernardo Folha, Mor Ndiaye, João Marcelo e Danny Loader. Os sete titulares deram espaço para as entradas de Zé Pedro, Rodrigo Pinheiro, Tomás Esteves, Vasco Sousa, Silvestre Varela e Sebastian Soto. Até ao final, Ivan Cardoso e David Vinhas renderam Ricardo Silva e Romain Correia, respetivamente.
Este domingo, a partir das 20h30 (FC Porto TV) a formação B do FC Porto discute o Trofeú Luis Bermejo diante da equipa da casa, o Badajoz, no Estádio Nuevo Vivero.



Para ver - Não há fome que não dê em fartura. Ao final da tarde há futebol em dose dupla nas nossas plataformas televisivas. A partir das 18h45, na antecâmara do jogo de preparação diante do Lille (19h45, FC Porto TV/Porto Canal), arranca o primeiro pré-match da temporada, com a presença de Domingos Paciência e o contributo de outros antigos jogadores que nos deixaram muitas saudades. Sensivelmente ao intervalo (20h30), é a vez de a equipa B voltar à ação para disputar o Troféu Luis Bermejo com o Badajoz, numa partida que será transmitida apenas pela FC Porto TV.