segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Finalmente perdemos o Hulk

Era fatal! Mais tarde ou mais cedo acabaríamos por perdê-lo. Só não sei porque estabeleceram uma clausula de rescisão de 100 para depois vendê-lo por 60 milhões! É que ultimamente no FC Porto os precedentes de venderem ABAIXO do valor estipulado para as clausulas de rescisão têm sido a norma!!!
Hulk vai ser jogador do Zenit por cinco temporadas. Os dragões ainda não comunicaram os valores do negócio à CMVM, mas Teodoro Fonseca, empresário do jogador, explicou à Agência Lusa os contornos da transferência, confirmando o valor global de 60 milhões.
Segundo explicou o empresário, os portistas recebem 40 milhões de euros, por 85 por cento do passe do avançado, enquanto o montante restante é distribuído pelo fundo que detinha 15 por cento (nove milhões) dos direitos desportivos, pela comissão de 10 por cento por intermediação do negócio (seis milhões) e pelo fundo de solidariedade, equivalente a cinco por cento do valor global (três milhões).
De acordo a mesma fonte, dos 60 milhões são, também, retirados valores de prémios desportivos a receber pelo jogador e pelo agente, uma verba a rondar os dois milhões de euros. Informações que ainda carecem de confirmação oficial.

6 comentários:

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caríssimas(os),

pois é...
eu também consigo adivinhar os números do euromilhões à Segunda-feira...
quero com isto escrever que, agora que está consumada a veda mais cara de um activo do FC Porto, é muito fácil criticar.

não nego a evidência de alguma perda de "poder de fogo" no plano desportivo, com a venda dos direitos desportivos do Incrível.

porém, não nos podemos esquecer que:
1)
houve interessados (Tottenham e Chelsea) que, segundo a imprensa da especialidade, nem 40M€ "ofereceram"
2)
goste-se ou não, o Zenit foi o único a "chegar-se à frente" com valores superiores a 50M€
3)
comparar a venda do Incrível com a do Rallo belga é o mesmo que (in)tentar comparar a Torre dos Clérigos com a Torre de Belém
(leiam os comunicados enviados à CMVM sff)
4)
nos tempos que correm - de contenção de despesas - esta foi a melhor venda possível, a qual está, à data, no top5 das transferências históricas do futebol mundial, e com a qual lucrámos perto de 40M€ líquidos
(é assim tão mau financeiramente falando? candidatem-se a Presidente do Clube, cheguem-se à frente os novos candidatos que consideram fazer melhor)
5)
acredito que no próximo jogo, Vítor pereira fará alinhar onze jogadores de início, de um plantel que conta com vinte e quatro profissionais nos seus quadros.

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

A vinda e saída do Incrível tem tudo o que de incrível se possa pensar ... bem como o caminho que percorreu até ao sucesso ... Hulk cumpriu um sonho de menino, é que no Estádio do Dragão, em 2001 (ainda alinhava no Vilanovense), o Incrível já vibrava com o nosso Porto e vaticinava "a toda a gente que um dia ainda ia jogar no FC Porto".
Grande profissional, após o fecho do mercado dos principais campeonatos, sempre se pautou pelo respeito pelo nosso clube e adeptos. Pela sua modéstia, fairplay e história até ao sucesso, é um exemplo para todos os jovens que ambicionam singrar no futebol. Resta-nos agradecer a Hulk tudo o que o Incrível deu ao nosso clube, desejar-lhe as maiores felicidades, pois merece. Hulk encarnava o SER PORTO e envergou a braçadeira de capitão com devido merecimento.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.pt/2012/09/obrigado-incrivel-hulk.html

Dragaoatento disse...

Paulo!
Até posso estar de acordo consigo que foi uma boa venda, mas então para que estabeleceram a clausula de rescisão de 100 milhões?!
É que precedentes destes têm como resultado, nas futuras vendas, os interessados habituarem-se e passarem a não respeitar as clausulas, o que é um mau princípio. A minha sugestão é que deviam estabelecer clausulas de rescisão mais credíveis e mentalizar os interessados no sentido de se cumprir o acordado aquando das renegociações dos contractos entre o FC Porto e o jogador. É que casos destes fazem-me lembrar os comerciantes que tabelam os seus produtos pelo dobro do preço a contar ter de aceder ao pedido de desconto dos clientes.

Abraço,
AMonteiro

Dragaoatento disse...

Miguel!

Concordo que se calhar foi uma boa venda mas... então para que estabeleceram uma clausula de rescisão de 100 milhões?!
É que precedentes destes têm como resultado, em futuras vendas, os interessados habituarem-se e passarem a não respeitar as clausulas, o que é um mau princípio. A minha sugestão é que deviam estabelecer clausulas de rescisão mais credíveis e mentalizar os interessados no sentido de se cumprir o acordado aquando das renegociações dos contractos entre o FC Porto e o jogador. É que casos destes fazem-me lembrar os comerciantes que tabelam os seus produtos pelo dobro do preço a contar ter de aceder ao pedido de desconto dos clientes.

Saudações desportivas,

AMonteiro

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caríssimo,

é uma boa pergunta, a colocar na próxima Assembleia Geral do clube, e para a qual não tenho resposta.

abr@ço
Miguel | Tomo II

Dragaoatento disse...

Viva Miguel!

São só pensamentos que me ocorrem...

Abraço,
AMonteiro