quarta-feira, 18 de maio de 2022

Árbitro para a Taça e SCP alicia jovens da formação

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Rui Costa para arbitrar o jogo entre o FC Porto e o Tondela, agendado para este domingo às 17h15 (TVI), no Jamor, referente à final da Taça de Portugal.
O árbitro da Associação de Futebol do Porto terá como assistentes Nuno Manso e João Bessa Silva, sendo Cláudio Pereira o quarto árbitro. O VAR será Bruno Esteves, assistido por Vítor Ferreira e Ricardo Santos.

Árbitro: Rui Costa da AF do Porto
Assistentes: 
Nuno Manso e João Bessa Silva
4º Árbitro: Cláudio Pereira
VAR : Bruno Esteves, assistido por Vítor Ferreira e Ricardo Santos.

Insólito!
Diogo Abreu, 19 anos de idade, da formação de futebol aliciado pelo Sporting nas barbas dum FC Porto das abébias cujos dirigentes andam a dormir

terça-feira, 17 de maio de 2022

Futebol dos Dragões e Aconteceu

Proezas dos Dragões (2021/2022)
No meio de tantos recordes, há dados sobre a prestação do FC Porto na edição 2021/22 do campeonato nacional que passam despercebidos, mas são relevantes e importantes. Os Dragões atingiram, frente ao Estoril, a marca dos 2500 jogos na liga portuguesa e são, neste momento, a única equipa com mais de 1000 vitórias em casa (1013). Os portistas têm uma percentagem de vitórias caseiras de 81% e são também o melhor conjunto neste aspecto. São apenas mais estatísticas que sustentam o estatuto de fortaleza que tem a Invicta.

Aconteceu
Neste dia, em 1997, o FC Porto conquistou em Guimarães o primeiro tricampeonato da história do clube. Frente ao Vitória, com a necessidade de garantir três pontos para fechar as contas do título, o triunfo começou a ser construído por Sérgio Conceição que, após um belo lance individual à direita, cruzou com conta, peso e medida para a cabeça de Zahovic. Na segunda parte, os Dragões só precisaram de oito minutos para fazerem três golos: Jardel bisou e Zahovic chegou também ao segundo golo na partida. Não sabiam ainda os azuis e brancos que este seria o terceiro de cinco campeonatos vencidos de forma consecutiva, um feito único no futebol nacional.

sábado, 14 de maio de 2022

FC Porto - Estoril- Valeu pelo 2º tempo

O desempenho da equipa portista
Nos primeiros 45' a equipa portista mastigou o jogo e as duas melhores oportunidades de golo foram dos canarinhos.
O 2º tempo já foi melhor os dragões aumentaram a velocidade, foram mais consistentes, produtivos e justificaram a vitória que até poderia ter sido por 4-0 em vez do 2-0 final.

Os estorilistas (canarinhos) são uma equipa difícil que utiliza um bloco baixo para defender,defende e bem com muita gente, é consistente a fazer circular a bola e muito perigosa no contra ataque.


Ficha oficial de jogo - Estádio do Dragão - 34ª Jornada - 14 de Maio de 2022

Árbitro : António Nobre da A F de Leiria
Assistentes: Pedro Ribeiro e Nuno Pereira
4º Árbitro: João Casegas
VAR : Luís Ferreira, assistido por Inácio Pereira

Há um novo recordista de pontos no campeonato nacional. O FC Porto, campeão nacional de 2021/2022, chegou aos 91 pontos após bater o Estoril (2-0) e está agora no topo da história da principal prova nacional. Joãozinho (autogolo) e Fernando Andrade fizeram os golos na tarde de consagração dos azuis e brancos.

FC PORTO : 14Cláudio Ramos 89'
23
João Mário 85', 19Mbemba, 3Pepe 85', 12Zaidu
20Vitinha 61', 16Marko Grujic. 25Otávio, 11Pepê
30Evanilson 61', 9Mehdi Taremi

SUPLENTES : 71Francisco Meixedo 89'
35
Rúben Semedo 85', 22Wendell, 46Stephen Eustaquio
50
Fábio Vieira 61', 10Francisco Conceição 61', 13Galeno
29
Toni Martínez, 38Fernando Andrade 85'

TREINADOR : Sérgio Conceição

GD ESTORIL-PRAIA : 12Thiago Rodrigues da Silva
28
Ferraresi, 31Joãozinho, 22David Bruno, 15Raul Silvam 77'
32
Rosier, 21João Gamboa 57', 7Mboula, 11Arthur Gomes 69'
10
André Franco 69', 17Rui Fonte 77'

SUPLENTES : 99Daniel Figueira
14
Racine Coly, 5Volnei 77', 2Carles Soria, 20Bruno Lourenço 69'
8
Lucho Vega 69', 6Francisco Geraldes 57', 9André Clóvis,
18
Leonardo Ruiz 77'

TREINADOR : Bruno Pinheiro

Sporting - Tal presidente Varandas tais adeptos

FC Porto
Numa carta enviada à Federação Portuguesa de Andebol, o FC Porto reportou as “cenas lamentáveis de intimidação e de comportamentos antidesportivos” de que foi alvo no clássico frente ao Sporting do passado fim de semana, que venceu em Lisboa (29-28).

Os Dragões desenvolvem a questão com situações de que são exemplo “o recinto constantemente molhado com líquidos enviados das bancadas, particularmente na zona de baliza defendida pelo FC Porto”, ou a constante “vitimização, com uma forte dose de teatralização”. Com isto, o clube pretende que sejam punidos “severamente os comportamentos expostos e terminar de uma vez por todas com um estilo de andebol que não é o nosso”.


Árbitro para o FC Porto - Estoril
O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou António Nobre para arbitrar o jogo entre o FC Porto e o Estoril, agendado para o próximo sábado, às 18h00 (Sport TV), no Estádio do Dragão, referente à 34.ª e última jornada do campeonato.

O árbitro da Associação de Futebol de Leiria terá como assistentes Pedro Ribeiro e Nuno Pereira, sendo João Casegas o quarto árbitro. O VAR será Luís Ferreira, assistido por Inácio Pereira.

domingo, 8 de maio de 2022

Diversos factos históricos relevantes

FC Porto - Diversos factos históricos relevantes:
1. O FC Porto somou o 30.º título de campeão nacional no atual formato da competição.

2. Foi igualado o recorde de pontos numa edição do campeonato – 88, marca atingida pelo FC Porto em 2017/18 e pelo Benfica em 2015/16 –, que poderá batido na receção da próxima semana ao Estoril.

3. Jorge Nuno Pinto da Costa consolidou o estatuto de presidente mais titulado da história do futebol mundial: tem agora 64 troféus no palmarés, entre eles 23 títulos de campeão nacional. São 40 anos disto.

4. Sérgio Conceição juntou-se ao restrito lote de treinadores do FC Porto que foram tricampeões: antes dele, só Artur Jorge e Jesualdo Ferreira o conseguiram.

5. Foi alcançada a centésima vitória da história sobre o Benfica – e a terceira em três jogos realizados nesta temporada.

Num plano mais simbólico, este triunfo também não deixa de ser especial. No século XXI, o FC Porto teve duas oportunidades para ser campeão nacional no Estádio da Luz – teve sucesso em ambas. No mesmo período, o Benfica também teve duas chances de se sagrar campeão no Estádio do Dragão – falhou as duas. Ironias do destino.

A verdade é que têm sido frequentes ao longo das últimas quatro décadas. Jorge Nuno Pinto da Costa explicou este sucesso com a capacidade do clube para traçar “uma meta para atingir” e “um rumo”, que corporizam uma “comunhão de ideias” que envolve os “obreiros” do título: Sérgio Conceição, os jogadores e os adeptos.

Agradecido a todos os elementos que com ele colaboram, o treinador assinalou que “é difícil conquistar títulos no FC Porto”, tendo em conta a “força” e o “peso” dos rivais, mas salientou que a equipa que dirige foi “a melhor durante todo o campeonato”. O segundo técnico mais titulado da história do clube, apesar de reconhecer ser “mais efusivo no banco a viver o jogo do que a festejar”, partilhou “uma alegria enorme” pela conquista deste título, “principalmente pelos jogadores e também pelos adeptos”.

A menos de cinco quilómetros de distância do Estádio da Luz e sensivelmente ao mesmo tempo que Zaidu marcava um golo histórico, António Areia, no último segundo do jogo, assinou o remate que permitiu à equipa de andebol derrotar o Sporting por 29-28 e alargar para três pontos a vantagem no topo do campeonato nacional. Faltam três jornadas para o fim da competição.

Futebol-Estratégia rumo ao título de campeão

A de Sérgio Conceição & Cª (equipa técnica) foi uma estratégia cautelosa que deu frutos!

Desempenho de Luís Godinho da A F de Évora
Caracterizado por permitir em muitos lances o jogo faltoso dos benfiquistas sem a respectiva punição


O Golo
FC Porto Zaidu aos 94'


Aos 4’ o portista João Mário protagonizou o 1º momento de relevo do clássico, já que sofreu uma entrada fora de tempo à qual Vertonghen escapou sem a devida sanção disciplinar.
Já com Galeno no lugar de Evanilson, e depois dum braço de Otamendi desequilibrar Taremi dentro da própria área, Vertoghen tornou a fugir ao cartão amarelo.
Em cima dos noventa, Yaremchuk viu um amarelo alaranjado.
Mas houve mais...

Ficha de jogo- Estádio da Luz- 33.ª jornada da Liga - 7 de Maio de 2022

Árbitro: Luís Godinho da AF de Évora
Assistentes: Rui Teixeira e Valter Rufo
4.º árbitro: Tiago Martins
VAR: João Pinheiro - AVAR: Luciano Maia

SL BENFICA : 99 Odysseas
2Gilberto, 30Otamendi, 22Valentino Lázaro 73', 3Álex Grimaldo
31Gil Dias 61', 5Vertonghen, 49Taarabt, 28Julian Weigl
88Gonçalo Ramos 73', 9Darwin NúñezSUPLENTES : 77Helton Leite
91Morato, 34André Almeida, 11Meité, 55Paulo Bernardo
20João Mário 73', 14Haris Seferovic 61', 47Tiago Gouveia
15Yaremchuk 73'

TREINADOR : Nélson Veríssimo

FC PORTO : 99Diogo Costa
23João Mário, 19Mbemba, 3Pepe, 12Zaidu
20Vitinha 87', 16Marko Grujic, 25Otávio
30Evanilson 65', 9Mehdi Taremi 87', 11Pepê

SUPLENTES : 1Agustín Marchesín
22Wendell, 2Fábio Cardoso, 46Stephen Eustaquio 87'
50Fábio Vieira, 28Bruno Costa, 10Francisco Conceição
29Toni Martínez 87', 13Galeno 65'

TREINADOR : Sérgio Conceição

sábado, 30 de abril de 2022

FC Porto 4 Vizela 2

 A equipa portista
Os dois golos do Vizela! É difícil entender tanta precipitação, o nervosismo, desnorte que em certas alturas se apoderou da equipa!!
Galeno continua a não justificar a sua contratação.
Vitinha, Fábio Vieira e Pepê precisam de defender melhor

Os Golos
FC Porto: Evanilson 22', Taremi 28', Mbemba 57', Taremi 87'
Vizela : 
Alex Méndez 36', Nuno Moreira 49'

O desempenho de Manuel Mota
A partir de certa altura no capítulo disciplinar começou a permitir demasiadas entradas a varrer dos jogadores do Vizela

Ficha oficial de jogo- Estádio do Dragão - 32ª jornada da Liga Portugal Bwin- 30/04/2022

O FC Porto recebeu e venceu neste sábado o Vizela (4-2), no Estádio do Dragão, em jogo a contar para a 32.ª e antepenúltima jornada da Liga Portugal Bwin. Evanilson (21m), Mehdi Taremi (28m e 87m) e Mbemba (57m) foram os marcadores de serviço nos azuis e brancos, que passam a somar 85 pontos, mais nove do que o Sporting, que tem menos um encontro disputado.

Árbitro : Manuel Mota da AF de Braga
Assistentes: Jorge Fernandes e Nuno Eiras
4º Árbitro : Carlos Macedo
VAR : Tiago Martins, assistido por Bruno Jesus


FC PORTO : 99Diogo Costa
11Pepê, 19Mbemba, 3Pepe, 12Zaidu 59'
20Vitinha 89', 16Marko Grujic 46', 50Fábio Vieira 59'
25Otávio, 9Mehdi Taremi, 30Evanilson 80'

SUPLENTES : 1Agustín Marchesín
22Wendell 59', 2Fábio Cardoso, 23João Mário, 8Matheus Uribe 46'
46Stephen Eustaquio 89', 10Francisco Conceição 59', 29Toni Martínez
13Galeno 80'

TREINADOR : Sérgio Conceição

FC VIZELA: 1Pedro Silva
14Igor Julião, 4Ivanildo Fernandes, 37Richard Ofori, 20Sam
6Claudemir 23', 95Schettine 73', 79Nuno Moreira, 19Alex Méndez
10Kiko Bondoso, 5Anderson

SUPLENTES : 84Ivo Gonçalves
25Mohamed Aidara, 39Koffi, 60Nor Maviram, 8Raphael Guzzo 23'
18Guo Tianyu, 22Kévin Zohi 73', 70Alvarado, 29Sarmiento

TREINADOR : Álvaro Pacheco

sexta-feira, 29 de abril de 2022

Incompetência-Gustavo Correia um "cromo"

Gustavo Correia um "cromo" da arbitragem portuguesa
Resmas de decisões incompreensíveis mas com um ponto comum: olhos de lince para assinalar faltas contra os portistas e autentica cegueira a favor dos viseenses.

O FC Porto B empatou nesta sexta-feira diante do Académico de Viseu (1-1), em jogo a contar para a 32.ª jornada da Liga Portugal 2. 

Os azuis e brancos estiveram a um excelente nível durante os 45 minutos iniciais e dispuseram das melhores oportunidades para marcar, mas Gonçalo Borges não conseguiu rematar em dois lances muito prometedores e Zé Pedro proporcionou uma grande defesa a Gril (34m). Quando o nulo parecia inalterável até Gustavo Correia apitar para o intervalo, Famana Quizera aproveitou um lance infeliz entre Francisco Meixedo e João Marcelo para dar vantagem ao Académico de Viseu (45m).

A etapa complementar fica inevitavelmente manchada por um penálti verdadeiramente inacreditável que Gustavo Correia não quis marcar, pois é de sublinhar que Gustavo Correia tinha vista privilegiada para o momento em que Ricardo Machado empurrou João Marcelo antes de impedir deliberadamente o cabeceamento de Mor Ndiaye com a mão direita (77m). 

Aos 83 minutos, Gustavo Correia assinalou penálti por mão de Mesquita na área viseense e o lance resultou na expulsão do lateral dos visitados, o que deixou as duas equipas em igualdade numérica. Essa igualdade também passou para o resultado, pois Zé Pedro não perdoou da marca dos 11 metros e assinou o 1-1 final (84m).

Na 33.ª e penúltima jornada da Liga Portugal 2, o FC Porto B desloca-se ao Estádio Municipal 25 de Abril para defrontar o Penafiel (7 de Maio, 11h00, Sport TV).

Ficha de jogo- 
Estádio Municipal de Aveiro- Liga Portugal 2, 32.ª jornada- 29/04/2022

ACADÉMICO DE VISEU 1 FC PORTO B 1

Árbitro: Gustavo Correia da A F do Porto
Assistentes: Inácio Pereira e Tiago Leandro
Quarto árbitro: Olga Almeida

ACADÉMICO DE VISEU: Gril; Mesquita, Ricardo Machado, Filipe Cardoso, Igor Milioransa, Fernando Ferreira (cap.), Ericson, Pana, Yuri Araújo, Famana Quizera e Daniel Nußbaumer
Substituições: Fernando Ferreira por Renteria (46m), Femana Quizera por Paul Ayongo (58m), Daniel Nußbaumer por Adílio (74m), Ericson por Bandeira (90m) e Yuri Araújo por João Vasco (90m)
Não utilizados: Janota, Musa Yahaya, André Claro e Romy Silva
Treinador: Pedro Ribeiro

FC PORTO B: Francisco Meixedo; Rodrigo Pinheiro, Zé Pedro, João Marcelo, João Mendes, Mor Ndiaye, Rodrigo Fernandes, Bernardo Folha, Gonçalo Borges, João Peglow e Silvestre Varela (cap.)
Substituições: João Peglow por Tomás Esteves (62m), Rodrigo Fernandes por Vasco Sousa (72m), João Marcelo por Romain Correia (87m)
Não utilizados: Ivan Cardoso, Levi Faustino, Léo Borges, Diogo Ressurreição, Sidnei Tavares e Ejaita Ifoni
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Famana Quizera (45m), Zé Pedro (pen., 84m)
Disciplina: cartão amarelo a João Marcelo (12m), Mesquita (39m e 83m), Igor Milioransa (60m) e João Vasco (90m+1); cartão vermelho a Bernardo Folha (77m), Mesquita (83m) e João Mendes (90m+5)

quarta-feira, 27 de abril de 2022

As proezas do árbitro de futebol Hugo Miguel

 O procedimento torpe, ignóbil, vergonhoso, sórdido de Hugo Miguel

Não é novo que o FC Porto tem tido o azar de ser prejudicado por actuações infelizes de Hugo Miguel, como são exemplos os jogos em Moreira de Cónegos em 2020/21 e o da última jornada, em Braga. No entanto, há pormenores da actuação do juiz do SC Braga-FC Porto que escaparam à generalidade dos adeptos.
 
Se muitos viram o gesto provocatório que fez a Taremi após o iraniano ter sido pisado por Yan Couto dentro da área bracarense, indicando-lhe – ao contrário do que as imagens mostram – que havia simulado um contacto inexistente, não foram perceptíveis as frases “meta uma providência”, dirigida a Luís Gonçalves aquando da expulsão no final da partida, e “hoje não te atiraste para o chão”, pronunciada a Francisco Conceição quando o jovem azul e branco se dirigiu naturalmente à equipa de arbitragem para a cumprimentar no final do encontro. Estes comportamentos não são dignos de quem tem de ajuizar uma partida com equilíbrio, isenção e respeito por todas as partes.



terça-feira, 26 de abril de 2022

Fontelas Gomes deve proceder à irradiação de Hugo Miguel

Porque Fontelas Gomes se for honesto deve proceder à irradiação de Hugo Miguel do futebol ssional de modo a garantir (isenção) a verdade desportiva nas competições da Liga de futebol profissional

As vergonhosas (grosseiras decisões) façanhas de Hugo Miguel
Faz hoje precisamente um ano: em Moreira de Cónegos, num jogo arbitrado por Hugo Miguel, o FC Porto empatou 1-1 depois de ter sido prejudicado em três penáltis. Ontem, em Braga, a história foi parecida: com o mesmo árbitro em campo, os Dragões perderam no Estádio Municipal de Braga (SCB 1 FCP 0) por 1-0 e voltaram a ser prejudicados em três lances na área dos bracarenses.
Hugo Miguel continua com o azar (azar?! má fé é que é) de cometer erros a triplicar contra o FC Porto em encontros realizados na fase mais decisiva do campeonato.

Para Sérgio Conceição, estiveram em causa “situações dentro da área que são faltas (grosseiras digo eu escandalosas” e que podem ter tido origem na “bitaitada” anti-FC Porto que durante a semana “condiciona quem não tem personalidade e qualidade”. O treinador lamentou que a equipa tenha desperdiçado “ocasiões suficientes para ganhar” um jogo em que “o empate seria curto”, acrescentando que nas “três finais pela frente” é preciso ser mais forte para compensar “uma outra situação armadilhada difícil de controlar” profissional de modo a garantir (isenção) a verdade desportiva nas competições da Liga de futebol profissional

As vergonhosas (grosseiras decisões) façanhas de Hugo Miguel
Faz hoje precisamente um ano: em Moreira de Cónegos, num jogo arbitrado por Hugo Miguel, o FC Porto empatou 1-1 depois de ter sido prejudicado em três penáltis. Ontem, em Braga, a história foi parecida: com o mesmo árbitro em campo, os Dragões perderam no Estádio Municipal de Braga (SCB 1 FCP 0) por 1-0 e voltaram a ser prejudicados em três lances na área dos bracarenses.
Hugo Miguel continua com o azar (azar?! má fé é que é) de cometer erros a triplicar contra o FC Porto em encontros realizados na fase mais decisiva do campeonato.

Para Sérgio Conceição, estiveram em causa “situações dentro da área que são faltas (grosseiras digo eu escandalosas” e que podem ter tido origem na “bitaitada” anti-FC Porto que durante a semana “condiciona quem não tem personalidade e qualidade”. O treinador lamentou que a equipa tenha desperdiçado “ocasiões suficientes para ganhar” um jogo em que “o empate seria curto”, acrescentando que nas “três finais pela frente” é preciso ser mais forte para compensar
“uma outra situação armadilhada difícil de controlar”.


segunda-feira, 25 de abril de 2022

Vergonhosa arbitragem de H Miguel: um atentado à verdade desportiva

Arbitragem grosseira de Hugo Miguel com a colaboração do VAR Fábio Melo
Hugo Miguel perdoa 3 grandes penalidades ao SC Braga

O vergonhoso desempenho de Hugo Miguel: muito permissivo a favor do Braga.
Os bracarenses puderam dar pau à vontade sabiam que o Hugo Miguel facilitaria.
Hugo Miguel é representante da marca de equipamentos do Sporting em Portugal
 O defesa central dos bracarenses pisa a perna do Taremi e no pasa nada!!
Evanilson é abalroado pelo guarda redes bracarense y no pasa nada!
Mão de 
Musrati na área bracarense

Ficha oficial do jogo- Estádio da Pedreira Braga- 31.ª jornada da Liga- 25/04/2022

Arbitragem de Hugo Miguel com influência no resultado
O FC Porto saiu derrotado de Braga na 31.ª jornada do campeonato (1-0). Ricardo Horta (53m) fez o golo que consumou a primeira derrota dos portistas nos últimos 59 jogos na Liga.


Árbitro : Hugo Miguel da AF de Lisboa
Assistentes: Ricardo Santos e Nuno Pereira
4º Árbitro: Miguel Nogueira
VAR: Fábio Melo, assistido por André Dias.

SC BRAGA : 1Matheus
3
Vítor Tormena, 16David Carmo, 2Yan Couto 64', 15Paulo Oliveira
10
André Horta 75', 8Al Musrati 64', 88André Castro, 21Ricardo Horta
9
Abel Ruiz 75', 57Rodrigo Gomes

SC BRAGA : 12
Tiago Sá, 86Bruno Rodrigues, 70Fabiano Souza 64'
74
Francisco Moura 64', 25Lucas Mineiro 75', 67Gorby Baptiste
99
Vitinha 75', 96Falé, 72André Ferreira

TREINADOR : Carlos Carvalhal

FC PORTO : 99Diogo Costa
11Pepê 63', 19Mbemba, 3Pepe, 12Zaidu 63'
20Vitinha, 16Marko Grujic 63', 50Fábio Vieira 71'
25Otávio, 30Evanilson 46', 9Mehdi Taremi

SUPLENTES : 1Agustín Marchesín
22
Wendell 63', 2Fábio Cardoso, 5Marcano
23
João Mário 46', 46Stephen Eustaquio
10
Francisco Conceição 71', 29Toni Martínez 63'
13
Galeno 63'

TREINADOR : Sérgio Conceição

Análise à equipa Portista
Na minha opinião a equipa portista acusou nervosismo, falta de consistência, demonstrou não estar preparada psicologicamente, avisada, para a dualidade de critérios da equipa de arbitragem chefiada por Hugo Miguel e para a dureza deste tipo de futebol de choque praticado pelos bracarenses.
PS - Galeno tarda a demonstrar a sua qualidade , se é que a tem.
Vitinha muito soft não conseguiu ter a influência do costume e atrofiado pareceu recear o futebol de choque dos de Braga. João Mário entrou para substituir Pepê e também pareceu estar abaixo do seu melhor. Aliás toda a equipa esteve uns furos abaixo relativamente às duas últimas exibições.

Hugo Miguel sportinguista para tentar travar o FCP

Hugo Miguel é representante da marca de equipamentos do Sporting em Portugal

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou Hugo Miguel para arbitrar o jogo entre SC Braga e FC Porto, agendado para a próxima segunda-feira (18h00, Sport TV), no Municipal de Braga, referente à 31.ª jornada do campeonato.

O árbitro da Associação de Futebol de Lisboa terá como assistentes Ricardo Santos e Nuno Pereira, sendo Miguel Nogueira o quarto árbitro. O VAR será Fábio Melo, assistido por André Dias.

Árbitro : Hugo Miguel da AF de Lisboa
Assistentes: 
Ricardo Santos e Nuno Pereira
4º Árbitro: 
Miguel Nogueira
VAR: 
Fábio Melo, assistido por André Dias.