sábado, 20 de abril de 2019

FC Porto vence Santa Clara dos Açores em jogo pobre

Os dragões venceram o Santa Clara no Dragão, obtiveram mais três pontos, mas realizaram uma exibição muito pobre atendendo às pretensões da equipa...

Os meus aplausos para o Herrera
Um futebolista 100% profissional, o qual mesmo algo cansado "comeu a relva"! Que diferença para os colegas da equipa em questões como: resistência física, velocidade, qualidade técnica e atitude... Bravo Herrera...!!

Avaliação individual dos interpretes portistas
Casillas 7,
Manafá 4, Felipe 7, Militão 7, Alex Telles 5
Danilo 7, Herrera 9, Otávio 5, Brahimi 4,
Soares 6, Marega 6, Jesus Corona 6,
Fernando Andrade 4, Óliver 5.


Ficha Oficial do Jogo - Jogo da 30.ª jornada da Liga- Estádio do Dragão - 20 de Abril de 2019


Árbitro: Manuel Oliveira da AF Porto
Assistentes: 
Tiago Leandro e Paulo Vieira
4º Árbitro: 
Fábio Nunes
VAR: 
Luís Ferreira, acompanhado por António Godinho.


O FC Porto garantiu a sexta vitória consecutiva na Liga, somando três pontos na receção ao Santa Clara (1-0) e isolando-se novamente à condição no topo da tabela classificativa. Moussa Marega (18m) marcou o único golo do jogo referente à 30.ª jornada da prova. Faltam quatro finais.


FC PORTO: 1Iker Casillas
12Wilson Manafá, 28Felipe, 3Éder Militão, 13Alex Telles
22Danilo Pereira, 16Herrera, 25Otávio 64',
11Marega, 8Brahimi 61', 29Soares 78',

SUPLENTES : 26Vaná, 19Mbemba, 2Maxi Pereira, 10Óliver Torres 78'
17Jesús Corona 61', 9Aboubakar, 37Fernando Andrade 64',

TREINADOR : Mr. Sérgio Conceição

CD SANTA CLARA:99Marco
3Fábio Cardoso, 12César, 15J. Lucas, 17Kaio
91Patrick, 42Martin Chrien 63', 20Bruno Lamas, 6Osama Rashid 74',
95Guilherme, 70Zé Manuel 82',

SUPLENTES : 96João Lopes, 24Mamadu, 33Lucas Marques,
92Pablo Diogo 82', 7Ukra 63', 14Santana 74', 77Malick Evouna

TREINADOR : João Henriques

João Pinho um árbitro anti-portista e incompetente

Sporting da Covilhã 2 FC Porto B 1
O Sporting da Covilhã chegou ao empate perto da hora de jogo, beneficiando de uma decisão muito polémica da equipa de arbitragem. A bola desviou no braço de Adriano Castanheira, o árbitro auxiliar levantou a bandeirola para assinalar a infracção, os próprios jogadores locais viraram as costas ao lance – incluindo Adriano Castanheira - mas nada foi assinalado pelo árbitro João Pinho e Kukula aproveitou para fazer o 1-1, aparentemente em fora de jogo.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Factos que merecem destaque

Da campanha do FC Porto na Champions League, há vários factos que merecem destaque:

1. O FC Porto afirmou-se como uma das oito melhores equipas da Europa.

2. O FC Porto chegou mais longe do que clubes bem mais poderosos financeiramente, como o Real Madrid, o Bayern Munique, o Paris Saint-Germain, o Atlético de Madrid, o Borussia Dortmund, o Inter, o Nápoles e a Roma.

3. O FC Porto foi a melhor em 32 equipas que participaram na fase de grupos, somando 16 pontos e igualando o melhor registo da história do clube, em 1996/97.

4. O FC Porto foi a melhor equipa portuguesa na Liga dos Campeões, como é recorrente, e a única que ultrapassou a fase de grupos.

5. Moussa Marega marcou em seis jogos consecutivos da Liga dos Campeões e bateu o recorde de Mário Jardel, que tinha faturado em cinco jogos seguidos.

6. Casillas alcançou a 100.ª vitória na Liga dos Campeões, reforçou o estatuto de atleta com mais jogos na prova e tornou-se o jogador que mais vezes disputou os oitavos de final da competição.

Um balanço muito positivo, no fundo, que enche de orgulho todos os adeptos do FC Porto.

In Dragões Diário

quarta-feira, 17 de abril de 2019

UEFA helps Liverpool

The Referee and VAR help Liverpool...!!
Os futebolistas do Liverpool até podem jogar a bola com os braços na grande ária deles que : "no passa nada"...!!

Na minha opinião, a equipa do Liverpool só foi melhor, quando moralizada, depois de nos lances de dúvida a equipa de arbitragem com VAR incluído, ter decidido a favor dos ingleses...


1 - Mais um penálti perdoado à equipa inglesa... (Veja-se análise d expert António Perdigão sobre a arbitragem no Porto Canal).
2 - Um golo em fora de jogo (pelo menos um, mas suspeito que o golo do Firmino também estará)

Mesmo que argumentem que não, a mim ninguém me convence que na hora da verdade o facto de ser uma equipa inglesa que está em 1º lugar na classificação da première liga não influenciou os critérios adoptados pela equipa de arbitragem... É que Portugal é um País pequeno muito menos poderoso internacionalmente do que a Inglaterra...


Ficha oficial do jogo - 17 de Abril de 2019 - Estádio do Dragão

O FC Porto terminou esta quarta-feira mais uma grande campanha na Liga dos Campeões, justificando os aplausos dos adeptos portistas no final de uma noite inglória no Estádio do Dragão. Com tremenda eficácia, o Liverpool garantiu mais um triunfo (1-4) e segue para as meias-finais da competição.

Árbitro: Danny Makkelie de 36 anos e internacional desde 2011
Assistentes: Mario Diks e Hessel Steegstra
4º Árbitro: Tasos Sidiropoulos 
VAR: 
Pol van Boekel coadjuvado por Jochem Kamphuis.

FC PORTO :1Iker Casillas,
3Éder Militão, 28Felipe, 33Pepe, 13Alex Telles
25Otávio 45', 22Danilo Pereira, 16Herrera
17Jesús Corona, 78', 11Marega, 8Brahimi 81'

SUPLENTES: 26Vaná, 2Maxi Pereira, 6Bruno Costa 81', 10Óliver Torres
37Fernando Andrade 78', 29Soares 45', 21André Pereira

TREINADOR : Mr. Sérgio Conceição

LIVERPOOL FC:13Alisson Becker
66Alexander-Arnold, 32Joel Matip 66', 4Virgil van Dijk, 26Andy Robertson 71'
3Fabinho, 7James Milner, 5Georginio Wijnaldum, 11Mohamed Salah
27Divock Origi 45' 10Sadio Mané

SUPLENTES : 22Simon Mignolet, 12Joe Gomez 66', 14Jordan Henderson 71'
8Naby Keita, 23Emre Can, 15Daniel Sturridge, 9Roberto Firmino 45'

TREINADOR Mr. Jürgen Klopp

Principais diferenças entre as duas equipas
1 - Desde logo o orçamento

2 - Ritmo de jogo; velocidade de pernas e de execução; capacidade de choque...etc...!

Constatação - O jogo da equipa do Liverpool
Os avançados (supercraques) do Liverpool  humildemente, tanto defendem (ajudam a defender) como atacam... 
Conclusão: é o futebol total; se preciso for todos atacam e todos defendem...!!

terça-feira, 16 de abril de 2019

Benfica imita "ladrão" que também grita: "agarra que é ladrão"

Com a maior desfaçatez (sem vergonha) visto estarem a ser investigados por práticas de corrupção no futebol os actuais dirigentes do Benfica clamam por justiça...!! Como se eles próprios não fossem transgressores (delinquentes)...!!

Na News Benfica os encarnados pronunciaram-se sobre as alegadas ameaças de morte de adeptos do FC Porto ao árbitro Bruno Paixão. O Benfica considera que tais atos explicam os alegados erros de arbitragem em favor dos dragões.(!!!)
"Foram ontem tornadas públicas graves ameaças que Bruno Paixão e os seus familiares receberam. Segundo a comunicação social, o árbitro (VAR) apresentou queixa no Departamento de Investigação e Ação Penal contra sócios e simpatizantes do FC Porto (devidamente identificados) por ameaças, difamação, injúrias e associação criminosa.
É tempo de acabar, de uma vez por todas, com esta impunidade e deixar de fingir que nada se passa. Não é possível que se continue a olhar para atos criminosos, como este, sem agir em conformidade. Quem tem a responsabilidade de atuar perante os crimes que se vão cometendo não pode permitir que a imagem do futebol português seja todos os dias abalada.
Invasão ao centro de treinos de árbitros da Maia, repetidas ameaças e coação sobre árbitros e as suas famílias, cibercrime, ataques a autocarros, exposição pública de provocações (seja em lojas oficiais do Benfica ou sobre pessoas individuais) e muitas outras marginalidades. Tudo faz parte de uma estratégia de condicionamento e intimidação típica do crime organizado.
Talvez aqui esteja a explicação para muitos dos erros absolutamente incompreensíveis a que esta época temos assistido ao nível de arbitragem (sobretudo no VAR), com benefícios claros para o clube que precisamente patrocina todas as práticas referidas.
Nesta última queixa, ontem relatada, os autores das ameaças estão devidamente identificados. É tempo de se responsabilizar quem pratica estes crimes. De uma vez por todas! O condicionamento e o clima de terror sobre os agentes desportivos tem que acabar.

Olha quem fala...! Estão a ver-se ao espelho...!


Uma a uma, todas as cortinas de fumo que ao longo dos últimos dois anos permitiram que estas práticas fossem passando despercebidas estão, finalmente, a desaparecer. Já resta pouco ou quase nada.
Mais do que nunca, nesta fase final da época é urgente garantir a segurança de todos os agentes desportivos envolvidos, para que tenham condições de decidir livremente, sem quaisquer constrangimentos, chantagens ou ameaças.
Ficar em silêncio perante um quadro tão grave é ser cúmplice de quem tem até orgulho em viver à margem da lei, chegando ao ponto de exibir a sua impunidade e assim desafiar tudo e todos, mas autoridades e justiça em particular.
As ameaças estão aí e são públicas. Têm rosto e assinatura. O que é que ainda falta para se atuar?


PS: As mais recentes ameaças surgiram na sequência do Feirense-Benfica, em que Bruno Paixão esteve como VAR. Nas horas seguintes a esse jogo, os especialistas em arbitragem (inclusivamente um árbitro que chegou a apitar a final de um Campeonato do Mundo) consideraram que o trabalho de árbitro e videoárbitro estiveram a um nível muito alto, com uma atuação de grande qualidade.
Chegámos, portanto, a este ponto: ameaças de morte, coação e tentativas de intimidação porque houve alguém que… decidiu corretamente! É disto que estamos a falar."


http://www.msn.com/pt-pt/desporto/benfica/benfica-fala-das-amea%c3%a7as-a-bruno-paix%c3%a3o-e-aponta-o-dedo-ao-fc-porto/ar-BBVZEgm?li=BBoPWjC&ocid=mailsignout 

UEFA, Alex Telles e Efeméride...

1 – A UEFA selecionou o árbitro holandês Danny Makkelie para a partida, de quarta-feira, entre o FC Porto e o Liverpool, referente à segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, que irá decorrer no Dragão.

2 – Alex Telles, o lateral que marcou o golo decisivo dos oitavos de final, e que viveu frente à Roma “um dos momentos mais especiais da carreira”, destacou que “o Liverpool é uma equipa que tem um ataque muito forte, de top mundial”, para além de ter “uma defesa muito consistente”.

3 – Dragões Diário - Aconteceu - Efeméride
Há 108 anos, foi eleito em Assembleia Geral o terceiro presidente da história do FC Porto. O militar Júlio Garcez de Lencastre foi o escolhido pelos sócios para suceder a José Monteiro da Costa, que em 1906 tinha dado nova vida ao clube fundado por António Nicolau de Almeida em 1893.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Pinto da Costa volta a arrasar arbitragem do Liverpool-FC Porto

Pinto da Costa abordou o encontro de 4ª feira contra o Liverpool, a contar para a 2ª mão dos da Liga dos Campeões.

O presidente do FC Porto não tem dúvidas de que os comandados de Sérgio Conceição não terão vida fácil diante quartos de final dos reds.

 "A expectativa para o jogo da Liga dos Campeões é sempre pela positiva, esperar vencer, e mais uma vez assim acontecerá. Sabemos que é difícil, contra uma das grandes equipas europeias. Estamos em desvantagem até por factos alheios ao próprio jogo, mas vamos acreditar sempre e é com esse espírito que estaremos na quarta-feira", afirmou à margem da inauguração da exposição "Bilhar", que assinala os 70 anos da secção, no Museu do FC Porto.

Instado a comentar a nomeação de Danny Makkelie para dirigir a partida [arbitrou o FC Porto-AS Roma], Pinto da Costa não esquece a arbitragem do jogo de Anfield Road.

"Não acho a nomeação normal nem anormal. Seja holandês, chinês ou espanhol, espero que atue dentro da normalidade, e que siga as regras para aquilo que está determinado. Para mim é indiferente de onde ele é e se já apitou ou não o FC Porto.

Agora o que acho é que o que se passou em Liverpool foi nefasto demais para poder aceitar de cara alegre, ainda por cima numa prova tão importante como a Champions League e que já está nos quartos de final", concluiu.

Só para lembrar...!

Não será caso para os responsáveis do FC Porto tentarem resgatar o Gonçalo Paciência para a próxima época...?!

Aconteceu...!!

Há uns tempos atrás o repórter dum jornal desportivo pediu ao Jorge Nuno que comentasse a afirmação dum certo rafeiro a denegrir o FC Porto e o Sr. Presidente do FC Porto na altura, respondeu que se comentasse estava a dar protagonismo ao tal fulano, pelo que simplesmente ignorou o tipo.

O jornal A Bola pretende ser a filial intelectual do jornal do Benfica (expoente máximo do cinismo e da hipócrisia), e, ter a capa de pluralista, devido à colaboração de: Pedro Marques Lopes e Miguel Sousa Tavares...
Na minha opinião, atendendo ao fanatismo exacerbado de gente como : Fernando Guerra, Vítor Serpa, João Bonzinho, Fernando Seara, ... etc... Talvez fosse o caso do Pedro e do Miguel recusarem colaborar com semelhante jornal...
Mas mais, não esqueço do comportamento do jornal A Bola quando decidiu chamar a Lisboa para premiar George Weah...!!
Weah é um velho conhecido dos portugueses e o eterno "inimigo" de Jorge Costa, ex jogador do FC Porto. O agora eleito presidente da Libéria é o mesmo que, em Novembro de 1996, foi detido pela PSP do Porto, no Estádio das Antas. No fim de um jogo da Liga dos Campeões, no túnel de acesso aos balneários, George Weah apanhou o capitão da equipa portuguesa desprevenido e deu-lhe uma cabeçada que lhe partiu o nariz.

A formação do futebol dos três grandes

Confirmação da constatação manifestada ao excelente Bernardino Barros

De casa na Dragões Diário

A equipa de Sub-15 do FC Porto empatou com o Sporting (3-3), na Academia de Alcochete, em jogo a contar para a 4.ª jornada da fase final do Campeonato Nacional de Juniores C. Umaro Candé (2) e Gonçalo Esteves fizeram os golos dos Dragões, que estão a agora a dois pontos do líder Benfica. Na 5.ª jornada, os Sub-15 portistas recebem a Académica, no Olival (20 de Abril, 11h00, Porto Canal).

sábado, 13 de abril de 2019

Vitória difícil dos Dragões em Portimão

E eis que os portistas conquistaram mais três importantes pontos perante um "Portimonense muito bom de bola", que deu muita luta, tendo por isso valorizado ainda mais a vitória do FC Porto, e a prova disto mesmo, é que os azuis e brancos tiveram de suar as camisolas para levar de vencida esta boa equipa de Portimão superiormente orientada pelo novel Mr. Folha.

Avaliação dos portistas (a minha pontuação)

Casillas 7, Manafá 6, Pepe 8, Militão 7, Alex 7, Herrera 8, Danilo 8, Corona 7,

Soares 6, Marega 8, Brahimi 7, Otávio 5, Fernando Andrade 5, Bruno Costa 5

Ficha oficial do jogo - Estádio Municipal de Portimão - 13 de Abril de 2019


O FC Porto venceu este sábado o Portimonense (3-0), no Algarve, em jogo a contar para a 29.ª jornada da Liga NOS. Brahimi (15m), Marega (73m) e Herrera (90m+3) foram os marcadores de serviço nos Dragões, que passam a somar 72 pontos e assumem, à condição, a liderança do campeonato, aguardando pelo desfecho do Benfica-Vitória de Setúbal.



                             
                                                  



Árbitro : Fábio Veríssimo da AF Leiria
Assistentes: Paulo Soares e Pedro Martins
4º Árbitro: João Bento
VAR: 
Luís Godinho, auxiliado por Rui Teixeira



PORTIMONENSE SC: 1Ricardo Ferreira
26Rúben Fernandes 12', 3Lucas Possignolo, 4Jadson, 30Tormena
7Dener, 21Pedro Sá, 25Lucas 70', 11Bruno Tabata 77',
77Aylton Boa Morte, 9Jackson Martínez


SUPLENTES : 22Leo, 19Henrique 12', 13Felipe Machado, 6Hackman
33Ruster 77', 18Bruno Reis, 27Wellington Carvalho 70'


TREINADOR : Folha


FC PORTO: 1Iker Casillas
12Wilson Manafá, 33Pepe, 3Éder Militão, 13Alex Telles
16Herrera, 22Danilo Pereira, 17Jesús Corona 58'
29Soares 64', 11Marega, 8Brahimi 82'


SUPLENTES : 26Vaná, 2Maxi Pereira, 19Mbemba, 25Otávio 58'
6Bruno Costa 82', 21André Pereira, 37Fernando Andrade 64'


TREINADOR : Mr. Sérgio Conceição

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Tem a palavra o Presidente do FC Porto Jorge Nuno

Jorge Nuno Pinto da Costa não dá a eliminatória por encerrada e ontem, “ainda arrepiado” com a imagem do lance em que Salah escapou ao cartão vermelho, dava “graças a Deus por o Danilo não ter partido uma perna”. No regresso à Liga portuguesa, o presidente só vê uma saída para a revalidação do título: “Temos que ganhar os seis jogos e esperar que o Benfica não ganhe todos”. “Também não há de ser sempre o Bruno Paixão no VAR”, despediu-se com ironia.