sábado, 19 de maio de 2018

Manobras indecorosas encarnadas

O FC Porto repudia mais um expediente usado pelo SL Benfica que, aproveitando-se das investigações a cargo da Polícia Judiciária sobre alegados atos de corrupção desportiva da Sporting SAD, tenta desesperadamente ressuscitar a sua velha tese de vítima no caso dos e-mails divulgados pelo nosso Diretor de Comunicação através do Porto Canal.

O FC Porto reafirma que o caso dos e-mails é de toda a evidência péssimo para o futebol e o desporto português em geral, não pelo modo como foi divulgado ou pela forma como foram obtidas as informações, mas sim pelos indícios criminosos que os conteúdos desses mesmos e-mails contêm. E tanto assim é que estão sob investigação judicial e até já fizeram detidos em correlação com o tenebroso caso denominado e-toupeira em que o Estado de Direito foi violado.



Comunicado do FC Porto sobre a tentativa do Benfica_Ver aqui

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Video oficial do campeão

Muitos, mas um só: o vídeo oficial do campeão nacional
A Liga foi inundada pelo imenso Mar Azul que não sossegou até devolver a coroa ao seu rei
Video oficial do campeão nacional_Ver aqui

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Penalti providencial salva Benfica

A arbitragem no futebol português
Se não existisse teria de ser inventada uma grande penalidade para salvar e colocar o clube da águia no segundo lugar da classificação geral do campeonato, que dá acesso aos milhões da Champions League...
















domingo, 13 de maio de 2018

Rui Faria um super técnico de futebol

Após 17 anos de ligação, o até agora adjunto decidiu que é "tempo de seguir em frente". Em 2013, o treinador do Man. United rotulou-o de "melhor treinador português"...
"Se me perguntar quem é o melhor treinador português, eu digo-lhe que é o Rui Faria." Esta frase é de José Mourinho numa entrevista à RTP em março de 2013. Pois bem, aquele que foi adjunto de Special One durante 17 anos vai ter agora a oportunidade de confirmar a declaração do seu grande mentor. É que o Manchester United anunciou ontem no seu site oficial que Rui Faria está de saída do clube, terminando uma ligação com Mourinho que se iniciou em 2001 na União de Leiria.
"Depois de muita ponderação e de forma muito sentida, decidi que era o tempo certo para seguir em frente. Tive 17 anos de experiências incríveis e inesquecíveis", assumiu o fiel escudeiro do técnico dos red devils, que ainda se sentará no banco de suplentes nos dois últimos jogos da temporada, esta tarde, em Old Trafford, diante do Watford, e no próximo sábado, em Wembley, na final da Taça de Inglaterra, frente ao Chelsea.
"Sê feliz, irmão", disse Mourinho também no site do United, naquele que é o momento de dizer adeus. "17 anos... Leiria, Porto, Londres, Milão, Londres de novo e Manchester. Treinar, viajar, viajar, estudar, rir e também algumas lágrimas de alegria. 17 anos e agora a criança já é um homem. O estudante inteligente é um especialista de futebol, pronto para uma carreira bem-sucedida enquanto treinador", acrescentou José Mourinho, que garantiu que irá "sentir a falta" do amigo. "Essa é a parte mais difícil, mas a sua felicidade é mais importante", disse.
Rui Faria admitiu que vem sentindo "necessidade de passar mais tempo" com a família "antes de ir em busca do próximo objetivo" na sua vida profissional. Na realidade, nos últimos dias, o nome do adjunto de Mourinho já havia sido falado para assumir o cargo de alguns clubes, entre os quais o Arsenal, que provocou uma declaração curiosa de Mourinho: "Se o meu amigo tiver essa possibilidade, eu ajudo-o a fazer as malas e desejo-lhe boa sorte."

Rui Faria está agora na rampa de lançamento de uma carreira de treinador principal. Só falta saber onde será o batismo.

Só com Marcano se atingiu o objectivo

Os dois dias de descanso concedidos pelo Mr. Conceição, em vez de incentivar parecem ter adormecido a equipa portista. A páginas tantas até pareciam estar a jogar para o empate em vez de mostrarem determinação, consistência e de estarem a procurar provar que estavam ali para comerem a relva se preciso fosse, para atingir o objectivo dos 88 pontos.

Sábado, 12 Maio 2018 • 16:00- Estádio: D. Afonso Henriques, Guimarães

Vitória de Guimarães                      34.ª jornada                     FC Porto

                                                                           



Árbitro: João Capela (Lisboa)
Assistentes: Nélson Moniz e Nuno Roque
VAR: Vasco Santos
4.º Árbitro: André Narciso

Vitória de Guimarães:
56 Miguel Silva
17 Sakho, 14 João Afonso, 33 Jubal (90+2'), 53 Konan
 Rafael Miranda (c), 25 Wakaso, 11 Raphinha , 10 Heldon
21 Mattheus , 99 Rafael Martins

Suplentes: 1 Douglas, 7 Francisco Ramos, 20 João Aurélio, 26 Oscar
(80' Mattheus), 35 Dénis, 49 Tallo, 71 Sturgeon , (74' Raphinha)

Treinador: José Peseiro


FC Porto: 12 Vaná
2 Maxi, 5 Marcano , 28 Felipe, 13 Alex Telles
16 Herrera (c), 10 Oliver, 17 Corona , 8 Brahimi
11 Marega, 14 Gonçalo

Suplentes: 40 Fabiano , (79' Vaná), 7 Hernâni
9 Aboubakar, 20 André André , (73' Corona)
21 Ricardo, 27 Sérgio Oliveira, 29 Soares , (53' Gonçalo)

Treinador: Sérgio Conceição
O golo: Marcano 69'

Acreditar no trabalho - “Trabalhamos no Olival duma forma séria, forte, com um rigor e uma disciplina enormes. Se não ganhássemos seria uma injustiça. Toda a estrutura acreditou numa coisa muito importante: foi o trabalho. Quando se trabalha duma forma séria, honesta, com ambição, determinação e paixão, que é essencial na vida, estás mais perto de ganhar. Foi isso que aconteceu.”

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Desmascarar o Benfica de Vieira


Quando questionado acerca das alegadas escutas reveladas entre Luís Filipe Vieira e Jorge Barroso, Francisco J. Marques salientou que as práticas do clube encarnado já ultrapassam a vertente desportiva.

 "O que fica muito claro e evidente é que Luís Filipe Vieira utiliza o Benfica em beneficio próprio. Isso deve preocupar muito os adeptos do Benfica, que não acham que este tipo de práticas seja razoável. Tudo isto se insere no grande polvo que o Benfica procurou montar para controlar. E isto já ultrapassa muito o futebol. Constatamos uma série de entidades que estavam capturadas a favor do Benfica e temos de tirar uma conclusão: o Benfica está capturado no interesse das entidades. Não sei como estes casos vão terminar, mas há muita coisa ainda para se continuar a investigar", começou por dizer.

Francisco J. Marques deu ainda razão ao Benfica.
Os encarnados, no final do encontro com o Sporting, queixaram-se da arbitragem e consideraram este campeonato "sujo".

 "O caso e-toupeira é terrível para o Paulo Gonçalves. O caso Lex para Luís Filipe Vieira, o caso dos e-mails é muito complicado para o Benfica. Há também o caso dos jogos comprados, que estará numa fase mais inicial da investigação, mas já se sabe alguma coisa sobre isso. Temos de ter paciência, esperar que a investigação decorra no prazo que precisar para apurar a verdade, sendo certo que da nossa parte continuaremos no escrutínio e a desempenhar a nossa função. O futebol português tem de ser o mais limpo possível. Este campeonato não foi limpo, o Benfica tem razão. O F. C. Porto podia ter sido campeão mais cedo e todos os analistas independentes concordam com isso", atirou, antes de fazer um apelo aos adeptos encarnados.

 "Os benfiquistas precisam de se juntar a esta revolução do futebol português. As atitudes do Benfica vão trazer consequências mais graves do que na era do Vale e Azevedo".

 
Desmascarar o Benfica de L.F. Vieira_Ver aqui

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Boa Francisco, mete os do clube da águia na ordem...

Francisco J. Marques recorreu uma vez mais à sua conta da rede social Twitter, para deixar um aviso ao Benfica, após a conquista do 28º título do FC Porto.

Em causa a revolta dos encarnados após o
derbi com o Sporting, em que se criticou duramente a arbitragem de Carlos Xistra. Sobressaiu-se as frases
"Jogo sujo. Campeonato Sujo"."É, e não obstante somos campeões, o que só engrandece a nossa conquista. Agora só falta acabar com este "polvo" que há anos procura destruir o futebol português", escreveu o director de comunicação do FC Porto.
O "POLVO" encarnado que manipula, instrumentaliza, corrompe, os órgão de poder do Futebol: "tais como: Conselho de disciplina,
Conselho de Arbitragem da FPF...etc...etc...

Exibição qb para obtenção dos 3 pontos

Foi uma exibição qb para somar os três pontos da ordem e na minha opinião, os festejos antecipados (no sofá) dos jogadores retiraram: concentração, consistência e brilho à actuação da equipa azul e branca no jogo desta noite frente ao Feirense. Em abono da verdade, diga-se, porque foi evidente: o Feirense vinha preparado para tentar complicar ao máximo a festa dos Dragões. Não o conseguiu na totalidade, mas pelo menos, retirou-lhe brilho.
Destaques nos dragões pela positiva, mas não muito
Na defesa -
Ricardo, Marcano e Alex Telles; este três, estiveram muito próximo do seu melhor nível. Reyes, bem até ser substituído.
No meio campo - Herrera e Sérgio Oliveira, tal como os colegas da defesa, também estiveram próximo do seu melhor nível.
Óliver Torres entrou aos 70' para o meio campo fazendo recuar Herrera para central, e provou que merece mais oportunidades para jogar...
No ataque - Brahimi teve bons apontamentos. Marega esteve uns furos abaixo do seu rendimento normal. Soares, como sempre muito lutador, mas desta vez, esteve desinspirado.
Aboubakar, é um jogador que quando está bem, é decisivo... E quando entrou teve apontamentos deliciosos, reveladores da sua excelente qualidade.
Hernâni, mais uma vez não aproveitou a oportunidade que o Mister lhe proporcionou para se impor e para revelar os seus préstimos. É bom tecnicamente, mas falta-lhe: humildade, atitude, raça, a fibra dos campeões...!
Finalmente Casillas - O ponto fraco de Casillas é o futebol pelo ar. Vê-se nitidamente que não se sente confortável a sair da baliza para blocar a bola, daí o lance do golo do Feirense: Herrera que não é central ficou nas covas e José Valencia sem posição de ninguém (Casillas e Herrera) não teve qualquer dificuldade em cabecear a contar para a baliza

Dom, 6 Maio 2018 • 20:15 - Estádio: Dragão, Porto - Assistência: 50.027


FC Porto                             33.ª jornada                                 Feirense

                                                                       

Árbitro: Luís Godinho (Évora)
Assistentes: José Braga e Valter Rufo
4.º Árbitro: Hugo Pacheco - VAR: Manuel Oliveira

FC Porto: 1 Casillas
21 Ricardo, 23 Reyes , 5 Marcano, 13 Alex Telles
27 Sérgio Oliveira (84'), 16 Herrera (c)25 Otávio
8 Brahimi , 11 Marega, 29 Soares

Suplentes: 26 Vaná, 2 Maxi, 10 Óliver Torres , (70' Reyes)7 Hernâni
(46' Otávio), 17 Corona, 14 Gonçalo Paciência, 9 Aboubakar , (56' Soares)

Treinador: Sérgio Conceição

Feirense:
22 Caio
2 Diogo Almeida, 32 Flávio Ramos, 4 Briseño (71'), 3 Kakuba
17 Cris (c), 50 Crivellaro (41'), 8 Tiago Silva , 12 Edson Farias
7 Luís Machado, 19 João Silva

Suplentes: 37 Miskiewicz, 13 Luís Rocha, 14 Bruno Nascimento
20 José Valencia , (81' Tiago Silva), 21 Karamanos ,
(81' João Silva), 30 Luís Aurélio, 77 Hugo Seco (90'), (58' Edson Farias)

Treinador: Nuno Manta

Os golos
FC Porto: Sérgio Oliveira 37'  e  Brahimi 59'
Feirense: José Valencia 90+1'



quarta-feira, 2 de maio de 2018

Os dirigentes da formação do FCP deixam fugir um fora de série

João Félix o actual carrasco dos Sub-19 portistas...! É só o melhor futebolista português da sua (dele) geração...!
Claro está que a jogar no FC Porto nunca seria tão protegido pelos árbitros como é no Benfica. É que os juízes do apito permitem que os adversários dos portistas joguem com extrema dureza e em contra partida aos meninos do Benfica nem com uma flor se lhes pode tocar, pois nesse caso entra a intimidação com os cartões e a marcação de grandes penalidades, sempre favoráveis ao clube da águia!

Historial do João Félix:

Minuto 83 do Freamunde-Benfica B. Hélder Cristóvão lança João Félix para o lugar de Buta. A substituição, aparentemente vulgar, encerra um dado importante: Félix passa a ser o atleta mais jovem a representar a equipa B das águias, com 16 anos e dez meses.
Nascido em Viseu, o atleta já tem uma longa história para contar no futebol. Começou a jogar n'Os Pestinhas, pequeno clube da zona de Tondela, e aos nove anos mudou-se para o FC Porto.
Esteve sete temporadas ligado aos dragões (foi relegado para o Padroense) , mas em 2015 trocou o Olival pelo Seixal. Fez 27 jogos e 10 golos nos juvenis do Benfica durante a época passada e já leva três golos em sete jogos nos juniores das águias este ano.
A progressão de João Félix tem surpreendido os responsáveis do Benfica e esta chamada à equipa B é prova disso mesmo. Por ora, apenas sete minutos. Históricos.
Como foi possível os actuais dirigentes da formação do FC Porto deixarem fugir para os lampeões um jovem tão talentoso como o João Félix?!

Mas mais, fui informado por amigos que no Benfica os jovens das escolinhas não têm de pagar qualquer quantia para treinar futebol... Enquanto que no FC Porto os pais que queiram ter os miúdos a treinar futebol nas escolinhas têm de pagar... Enfim é uma política para elites


terça-feira, 1 de maio de 2018

Os Sub-19 de João Brandão

Como um mal nunca vem só: No Seixal surgiu a confirmação
Clássico da 9ª jornada da fase final do Nacional de Juniores A
Sub-19 Benfica 4  Sub-19 F C Porto 0


Sub- 19 FC Porto 2 Sub-19 Sporting 2

Não é de agora, já há muito tempo, desde que vi jogar os Sub-19 portistas que conclui que João Brandão é um treinador mediano e por conseguinte está muito longe de ser o Técnico ideal para comandar os jovens Sub-19 do FC Porto; alguns com muito potencial; é evidente que o João Brandão "não tem unhas para aquela guitarra"...
1 - Os Sub-19 do FC Porto estão a praticar um futebol para trás, mastigado e denunciado.
2 - Os automatismos na equipa são praticamente inexistentes. Futebol apoiado, ao primeiro toque e bola no espaço vazio ao encontro do colega que entretanto se desmarcou, zero.
3 -  Nos "lances de bola parada" os  Sub-19 dos Dragões são totalmente inofensivos, completamente desaproveitados.

4 - Se fosse eu, um treinador de bancada, a comandar aqueles jovens, faria o seguinte:
5 - Tratava de encontrar um treinador de campo e um preparador físico competentes: tipo Rui Faria.

6 - Providenciava para que todos os futebolistas fossem tecnicamente evoluídos (La Masia-Centre de Formacion). Exigia um treino para os futebolistas que privilegiasse os exercícios de condução da bola com a cabeça levantada; cada jogador percorrendo o terreno de jogo com a bola duma baliza a outra.
7 - Outros exercícios muito importantes, seria implementar o treino com insistência, na finalização instintiva, tanto pelo ar como à flor da relva e a circulação da bola mas alternando passes curtos com passes precisos a 30 ou 40 metros.

8 - Todos os
futebolistas tinham de estar bem preparados fisicamente de modo a conseguir jogar em antecipação, ter capacidade de choque (não gosto de ver alguém atirar-se para a piscina), cobrir bem a bola com o corpo, personalidade forte e força moral para dar e vender... etc...etc...
9 - Por fim privilegiar o futebol solidário, de bom entrosamento, de entreajuda, de conjunto, de jogarem duns para os outros de olhos fechados, admitindo porem também a possibilidade das jogadas individuais (slalons) desde que aqueles que as tentassem o fizessem com determinação e plena convicção...

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Paciência, persistência, determinação e Marega os...

Marítimo 0 FC Porto 1
Paciência, persistência, determinação e Marega os ingredientes do sucesso!
O golo de Marega é todo ele um hino ao futebol! Um lance que fica na retina de quem o observou como um gesto técnico de eleição! Desde a atitude, colocação, o ganhar de posição, até ao salto (capacidade de elevação do atleta) e concretização; o pentear da bola dirigindo-a para o fundo das malhas, é de se lhe tirar o chapéu! Bravo Marega.
Quanto ao resto é claro que toda a equipa portista deu o seu contributo para tornar possível tal façanha, ou seja, garantir a soma dos três pontos, mais propriamente: 82, ficando a concorrência dos principais rivais nos 77 pontos.
Se o FC Porto conseguir somar no próximo domingo os três pontos da vitória sobre o Feirense, poderemos então desde essa altura festejar a conquista do campeonato 2017/2018.

Destaques pela positiva nos Dragões
Toda a defesa em bloco cumpriu bem a tarefa de neutralizar as tentativas ofensivas dos madeirenses.
No meio campo: Herrera, Sérgio Oliveira e Otávio cumpriram, talvez com realce para a acção do Herrera; este mais combativo, mais dinâmico e mais móvel
No ataque Brahimi teve alguns altos e baixos porque como por vezes se agarra demasiado à bola acaba desarmado. Soares é na minha opinião um dos melhores avançados da equipa, devido ao seu carácter, fibra, espírito de luta e técnica. Relativamente a Marega creio já ter dito tudo no início do post...


Ficha do jogo
Domingo, 29 abril 2018 • 18:00- Estádio: Marítimo, Funchal
  Marítimo                              32.ª jornada                               FC Porto



89'  Marega 




          


Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)
Assistentes: Rui Teixeira e Nuno Pereira
4.º Árbitro: Luís Máximo

VAR: António Nobre

Marítimo: 1 Amir (40')
23 Bebeto, 5 Zainadine (c), 4 Pablo, 17 Rúben Ferreira (90+6')
21 Gamboa, 15 Jean Cléber (16'), 20 Fabrício, 8 Correa
33 Ricardo Valente , 95 Joel 
Suplentes: 94 Charles , (44' Jean Cléber), 6 Erdem Sem9 Rodrigo Pinho, 
10 Ghazaryan , (84' Correa), 12 Edgar Costa (72' Ricardo Valente), 
24 Diney, 31 Nanú

Treinador: Daniel Ramos

FC Porto: 1 Casillas
21 Ricardo, 28 Felipe (90+2'), 5 Marcano, 13 Alex Telles
27 Sérgio Oliveira , 16 Herrera (c), 25 Otávio
8 Brahimi , 11 Marega , 29 Soares
Suplentes: 26 Vaná, 2 Maxi, 7 Hernâni, 10 Óliver , (71' Oliver)
14 Gonçalo Paciência (90+1'), (88' Brahimi), 17 Corona
(59' Otávio), 23 Reyes

Treinador: Sérgio Conceição

O Golo - Marega 89'