quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

FC Porto competente e consistente vence Belenenses

Brahimi, Éder Militão e Soares assinaram o triunfo do FC Porto sobre o Belenenses, por 3-0

O FC Porto segue firme na liderança da Liga NOS depois de receber e bater esta quarta-feira o Belenenses (3-0), no Estádio do Dragão, em partida a contar para a 19.ª jornada da prova. Brahimi (5m), Éder Militão (29m) e Soares (71m) foram os marcadores de serviço nos Dragões, que passam a somar 49 pontos, mais cinco do que o Benfica, segundo classificado.


Um Porto competente e consistente não deu hipóteses a um Belenenses de bom recorte técnico.


A equipa portista 
Casillas sempre que foi chamado defendeu e bem.
Militão, Felipe, Pepe e Alex Telles; constituiram uma autentica barreira aos atacantes contrários.
Herrera muito bom a anular as jogadas ofensivas adversárias e a construir.
Óliver muito esforçado quase sempre bem a distribuir e a desarmar.
Brahimi e Soares com altos e baixos, Marega deu muito trabalho à defesa contrária mas esteve perdulário no capítulo do remate. Dos avançados Jesus Corona pareceu-me o mais eficaz a fazer a diferença.

Ficha oficial do jogo - Estádio do Dragão- 30 de Janeiro de 2019

Árbitro: 
Luís Godinho 
Assistentes: 
Jorge Cruz e Valter Rufo 
4º Árbitro: 
João Mendes 
VAR: 
Luís Ferreira e Paulo Miranda é o AVAR.

FC PORTO: 1Iker Casillas
3Éder Militão 80', 28Felipe, 33Pepe, 13Alex Telles
16Herrera, 10Óliver Torres, 17Jesús Corona 72'
29Soares 78', 11Marega, 8Brahimi

SUPLENTES: 26Vaná, 12Wilson Manafá 80', 25Otávio 72'
22Danilo Pereira, 7Hernâni, 21André Pereira, 37Fernando Andrade 78'

TREINADOR : Mr. Sérgio Conceição 

BELENENSES: 1Muriel

37Gonçalo Silva, 21Zakarya, 6Vincent Sasso, 8Dálcio
5Eduardo Henrique, 26André Santos, 10Diogo Viana 74'
17Henrique Almeida, 7Licá 82', 23Cleylton

SUPLENTES: 84Guilherme, 44D. Calila 74', 12Sagna, 25Nuno Tomás
67Reinildo, 98Kikas, 82', 11Matija Ljujic

TREINADOR: Silas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Denunciar o Vieira e se calhar hoje vai haver mais bola pelo ar...

No "Universo Porto da Bancada" desta terça-feira, Francisco J. Marques acusou Luís Filipe Vieira de criar um clima de "terror na arbitragem".

"As declarações tiveram dois objetivos. Um mais imediato, disfarçar a derrota clara, e o segundo procurar condicionar a arbitragem. Todos recordamos que o erro mais grave de arbitragem foi a grande penalidade não assinalada contra o Benfica. Na segunda parte, o Seferovic devia ter sido expulso. Erros mais evidentes. Não há razão para as queixas do Benfica. O objetivo era procurar condicionar arbitragem no que resta da época. No consulado de Vítor Pereira e Ferreira Nunes só fazia elogios à arbitragem e até propôs que as críticas fossem severamente sancionadas. Se fôssemos aplicar agora, o Benfica estaria a lutar pela permanência. Críticas não têm problemas quando são factuais, estas não são", começou por dizer Francisco J. Marques, acusando o líder do Benfica de querer "criar um clima de terror".

"Luís Filipe Vieira procura criar clima de terror na arbitragem, para árbitros terem medo e beneficiar o Benfica pelo clima que se criou. O Benfica anda a disfarçar resultados com questões de arbitragem. Esperar como as entidades desportivas vão agir, nomeadamente a disciplina. São declarações especialmente graves, porque vêm de um clube. Que o conselho disciplina atue perante isto".

Quanto aos insultos de Valdemar Duarte, o director de comunicação do F. C. Porto foi categórico.

"A BTV tem um histórico de insultos gratuitos. Mas normalmente são feitas através de convidados. Desta vez, estivemos na presença de um jornalista, com carteira profissional, a insultar os jogadores da equipa adversária, Não há memória disto no futebol português. O Benfica, mais uma vez, finge que não se passou nada. Isto passou das marcas. São situações muito graves e que mancham o nome do Benfica. E este silêncio, que dura há uma semana, é grave para os adeptos do Benfica, que não veem o clube a tomar uma atitude. É lamentável que isto aconteça e que se tente passar uma esponja por cima".

Francisco J. Marques acusou ainda o Benfica de "hipocrisia extrema" sobre o incidente de Diamantino Figueiredo no final da Taça da Liga.

"Jorge Jesus não agrediu polícias em Guimarães? Não tivemos Luisão a agredir um árbitro num jogo de pré-época? Nessa altura o limite do respeito não foi ultrapassado? Nessa altura o Benfica esteve c

alado. Dar agora lições de moral é de uma hipocrisia extrema", concluiu.

Jardel poupado ao 5º amarelo


terça-feira, 29 de janeiro de 2019

A Sport TV é a BTV Verde

É público que o Joaquim Oliveira patrão da Sport TV é sportinguista ferrenho e portanto não é para admirar que os funcionários para agradarem ao Big Boss vistam a camisola do Sporting.
Direi mesmo que é reprovável, revoltante a conduta dos profissionais da Sport TV que apelido de "BTV Verde".
Justificação:
1 - No lance do Óliver (penálti contra o FCP) imagens esclarecedoras com grandes planos
2 - No lance do Fernando Andrade (área do SCP) a sofisma das imagens ao longe...!! Pode?!

domingo, 27 de janeiro de 2019

Tácticas? Mr. Sérgio Conceição comido de cebolada...!

Dum portista que ainda não se refez (um grande melão) dos recentes desaires sempre que defrontamos o Sporting...
Constatação!
Mais uma vez o nosso bom amigo Mr. Sérgio Conceição foi "comido de cebolada" pelo Marcel Keizer, justifico.
É por demais evidente que os leões são melhores do que os portistas nas grandes penalidades, direi mesmo que são especialistas, de tal modo que se habituaram a ganhar os jogos nessas circunstâncias. Os números não enganam:
1 - Venceram o FC Porto uns tempos atrás nos penáltis
2 - Venceram recentemente o Braga também nos mesmos
3 - Voltaram a ganhar na final ao FC Porto (3-1)
4 - Portanto o que é preciso fazer para que Sérgio Conceição abra os olhos...?!


Confirmação!!
Sexto desempate por grandes penalidades consecutivo ganho pelos sportinguistas...!!




sábado, 26 de janeiro de 2019

Taça da Liga fracasso da estratégia de Mr. Sérgio

Foi com grande mágoa que constatei que Mr. Sérgio Conceição fracassou em todos os sentidos na estratégia que engendrou para defrontar o actual Sporting:
1 - Marcel Keizer por seu lado, preparou a equipa para defender, defender, defender, e, na pior das hipóteses levar a discussão do jogo para as grandes penalidades, pois ele sabia que se o jogo fosse para os penáltis os leões tinham quase 100% de probabilidades de vencer. E porquê?
2 - Porque o Renan Ribeiro é neste momento mais eficaz a defender penáltis do que o Vaná que está com os índices de confiança em baixo (sem ritmo), pois normalmente não joga pela equipa principal como no caso do Renan que é o habitual titular da equipa dos leões.
3 - Depois não é a primeira vez que o Sporting vence o FC Porto nos penáltis e portanto já tinha ficado demonstrado que os futebolistas leoninos são melhores a marcar grandes penalidades do que os dragões.
4 - Eis portanto as principais razões porque acredito que o Mr. Sérgio falhou rotundamente ao não preparar, trabalhar, (avisar) a equipa portista para a necessidade de marcar golos. Incógnita: porque não jogou o Tiquinho Soares...?!
5 - Até eu um modesto treinador de bancada sabia que se o jogo fosse para os penáltis os dragões fracassariam.


Ficha Oficial do Jogo - 26 de Janeiro de 2019 - Estádio Municipal de Braga

Resultado final nos 90'+6' : Sporting 1 FC Porto 1 (3 - 1 nos penáltis)

Sporting: Renan; Ristovski, Coates, André Pinto e Acuña; Gudelj, Wendel, Bruno Fernandes; Nani, Bas Dost e Raphinha.

Suplentes : Salin, Jefferson, Diaby, Petrovic, Phellype, Jovane e Miguel Luís.

FC Porto: Vaná; Militão, Felipe, Pepe e Alex Telles; Corona, Herrera, Óliver e Brahimi; Marega e André Pereira.

Suplentes : Casillas, Manafá, Mbemba, Bruno Costa, Hernâni, Soares e Fernando.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Um escroque de alto...

Para agir
O FC Porto não vai ficar parado perante o longo exercício de “incitamento ao ódio” em que Valdemar Duarte e a BTV transformaram o relato do Benfica-FC Porto, das meias-finais da Taça da Liga. Com “insultos sucessivos”, “inaceitáveis” e a “ultrapassar todos os limites”, a narração da estação televisiva motiva a apresentação de uma queixa-crime contra os encarnados e o jornalista, já confirmada por Francisco J. Marques.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

A CM TV constantemente destila veneno contra o FC Porto

O programa desportivo da CM TV com o jornal incluído, só tem uma única intenção (missão) : fazer propaganda a incensar  o Benfica mafioso do Vieira e denegrir o FC Porto. Para os portistas é puro veneno e autentico lixo tóxico.

A influência do presidente do Benfica nesta república das "Bananas"

Já por diversas vezes me tenho perguntado como é possível um presidente do Benfica influenciar tanta gente em Portugal...! Possivelmente até pessoas honestas, tornando-as predispostas a aceitar as suas falcatruas...! Neste caso o actual, Luís Filipe Vieira, que mesmo dando provas de ser um escroque, consegue trucidar todos aqueles que não concordam com ele, transformando este País numa república parecida com a das "bananas". E a explicação é a de que isto só acontece porque Filipe Vieira na qualidade de presidente do clube da Luz (tal como Vale e Azevedo que só foi confrontado depois de deixar de ser presidente do Benfica) consegue devido ao fanatismo de pessoas até eventualmente honestas convertê-las em desonestas fazendo-as alinhar pelas suas (dele) propostas e processos ilícitos...

Importante notar que se este tipo de procedimentos do Filipe Vieira, tivesse como protagonista o Presidente do FC Porto, não tenho dúvidas que os órgãos do poder do futebol já teriam irradiado Pinto da Costa...

Denunciar o famigerado Vieira

Virar o bico ao prego
Nenhuma equipa gosta de perder, nenhuma equipa gosta de ser eliminada de uma competição, nenhuma equipa gosta de cair aos pés de um rival. Quando isso acontece – e, infeliz e inevitavelmente, isso também acontece por vezes com o FC Porto – há duas formas de lidar com o insucesso: olhar para dentro, identificar os problemas e procurar caminhos para resolvê-los; ou tentar virar o bico ao prego, disparar para fora e imputar aos outros as culpas próprias. Depois da derrota de terça-feira, o Benfica optou pelo segundo caminho. Por nós, tudo bem. Se o objetivo é discutir a arbitragem das meias-finais da Taça da Liga, também temos os nossos contributos:

1. Em primeiro lugar, somos obrigados a sublinhar que foi desferido um violento ataque à arbitragem por parte de quem, há não muito tempo, propôs que as críticas aos árbitros resultassem em perda de pontos no campeonato. Santa hipocrisia!

2. Temos ainda de recordar que o Benfica não deveria ter tido a oportunidade de fazer estas críticas, simplesmente porque não deveria sequer ter participado na final four da Taça da Liga. Isso só aconteceu porque o Benfica beneficiou de erros graves dos árbitros, com impacto direto nos resultados, nos três jogos que disputou na fase de grupos da competição.

3. Continuando o exercício de memória, recuamos até 9 de novembro de 2017, dia em que Luís Filipe Vieira deu uma entrevista à BTV e partilhou um desgosto: “Fábio Veríssimo não apita o Benfica porquê?” Na altura, Vieira clamava por Fábio Veríssimo. Anteontem, em Braga, procurou decretar o fim da carreira do árbitro de Leiria: “Esse homem não pode apitar mais!” Nestes momentos, quando perde a cabeça, Vieira revela-se e expressa em público aquilo que habitualmente mantém mais reservado: trata-se de alguém que julga ter o direito de escolher os árbitros que dirigem jogos do Benfica e os que devem ser ostracizados. O objetivo é sempre o mesmo: condicionar, condicionar, condicionar.

4. A propósito de eventuais erros no jogo de terça-feira, recordamos dois lances que o Benfica, a comunicação social afeta ao Benfica e os cartilheiros têm feito de conta que não existiram: aos 8 minutos, com 0-0, ficou por assinalar um penálti por falta de Rúben Dias sobre Corona; aos 82, foi poupado o segundo amarelo a Seferovic, após falta sobre Marega.

5. Curiosamente, o lance que motivou mais críticas foi um fora de jogo que, de acordo com a única imagem com linha disponibilizada pela SportTV, foi bem assinalado pelo árbitro assistente (e não pelo VAR, como os porta-vozes do Benfica têm dito erradamente). É fora de jogo por um pé, sim. Tal como houve fora de jogo por um pé, como bem recordou o nosso treinador, num golo do Portimonense contra o Benfica que foi anulado pelo videoárbitro Fábio Veríssimo na temporada passada.

6. Através do News Benfica, os porta-vozes anónimos de Luís Filipe Vieira acusam os árbitros de terem prejudicado o Benfica “de forma premeditada”. É uma afirmação grave e que não poderá passar sem castigo.

7. Finalmente, é curioso que o presidente de um clube afirme ter conhecimento de ameaças a árbitros e respetivas famílias, mas não as denuncie publicamente ou às instâncias próprias, como é obrigação de quem possua uma informação dessas. Luís Filipe Vieira, em particular, deveria ser especialmente sensível a esse tipo de situações, tendo em conta o histórico dos adeptos do clube que dirige no que toca a ameaças e agressões a árbitros – mas ameaças e agressões a sério, denunciadas, investigadas e julgadas pelos tribunais.

Anteontem, o FC Porto venceu porque foi melhor do que o Benfica. Foi melhor na Taça da Liga, da mesma maneira que está a ser melhor no campeonato, da mesma maneira que foi muitíssimo melhor na Liga dos Campeões. Não nos surpreende que isso seja colocado em causa por quem está a ser investigado por possível corrupção de equipas de arbitragem, de jogadores adversários, de clubes adversários, de observadores, de delegados da Liga, de funcionários judiciais e até de magistrados (e ainda por tráfico de influência, branqueamento de capitais e fraude fiscal). Não surpreende, mas há limites para a hipocrisia, o desespero e a falta de decência.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Desmontar as "postas de pescada" do Vieira

Francisco J. Marques
LFV queixou-se de um fora de jogo que pela linha da SportTV foi bem assinalado, mas esqueceu o penálti sobre Corona logo no início do jogo e a expulsão perdoada a Seferovic (e Jardel). Estava habituado a controlar tudo e todos ou será que quis dizer que vai dar cabo da nota aos árbitros?

Iker Casillas
O jogador mais titulado da história do campeonato português deixa às claras a hipocrisia dos senhores sem vergonha e que estão sob investigação em vários casos de corrupção

Me hubiera gustado leer estas declaraciones en el 3 de Diciembre de 2017. Después de un Porto VS Benfica en Dragao. Parece que ese día las cosas se hicieron bien y nadie se sintió perjudicado.
Un abrazo

Francisco J. Marques

O Benfica está de cabeça perdida e faz coação sobre a arbitragem e os árbitros às claras. Isto depois de um jogo em que beneficiou da não marcação de um penálti e da não expulsão de Seferovic. Aguardamos que as instâncias desportivas castiguem severamente estes comportamentos.




terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Dragões consistentes, competentes e convincentes

Carlos Xistra relativamente ao critério disciplinar que utilizou fez inclinar um pouco o campo para o lado do Benfica.
Perdoou um cartão amarelo ao Seferovic e ao Jardel (seria o 2º para ambos), por interromperem em falta jogadas prometedoras dos portistas e foi sempre muito rápido a admoestar os futebolistas azuis e brancos com o cartão amarelo, e, em contra partida, algo permissivo para o jogadores benfiquistas.


Nota (máxima) 7 para todos os portistas


O FC Porto venceu o Benfica (3-1/2-1 ao intervalo) no Estádio Municipal de Braga e avança para a final da Taça da Liga 2018/19. 

Os Dragões regressam ao Minho no próximo sábado para defrontar o vencedor da outra meia-final: Sporting ou Sporting de Braga.

Árbitro: Carlos Xistra
Assistentes: Nuno Pereira e Rui Teixeira
4º Árbitro: 
Rui Costa
VAR: 
Fábio Veríssimo e André Campos.


Ficha Oficial do Jogo - 22 de Janeiro de 2019 - Estádio Municipal de Braga

Os Golos
FC Porto:
 Brahimi 24’, Marega 35’, 
Fernando Andrade 86’
Benfica: Rafa Silva 31'


SL BENFICA
: 1Mile Svilar
34André Almeida 83', 6Rúben Dias, 33Jardel, 3Álex Grimaldo21Pizzi 72', 22Andreas Samaris, 79João Félix, 8Gabriel 60'

27Rafa Silva, 14Haris Seferovic

SUPLENTES: 
99Odysseas, 83Gedson 60', 16Alfa Semedo30Castillo 72', 11Cervi, 18Toto Salvio 83', 17Andrija Zivkovic


TREINADOR : Bruno Lage


FC PORTO: 26Vaná

3Éder Militão, 28Felipe, 33Pepe, 13Alex Telles16Herrera, 10Óliver Torres, 21André Pereira 60', 17Jesús Corona 65'11Marega, 8Brahimi 77'

 
SUPLENTES: 1Iker Casillas, 19Mbemba, 6Bruno Costa 65'7Hernâni, 29Soares 60', 20Adrián López, 37Fernando Andrade 77'


TREINADOR: Mr. Sérgio Conceição

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

João Félix um ex-dragão muito ingrato

Será?! Pelo menos é o que deixa transparecer a capa de OJogo...

Que queixas terá João Félix dos responsáveis do FC Porto pela pela formação (cujos não conseguiram detectar o "diamante em bruto"/talento que estava ali) para ter adquirido todos aqueles anticorpos contra o FC Porto, e, que o levaram a rumar para o encarniçado rival clube da águia?


Bruno Lage - (L
icenciado em Educação Física, Saúde e Desporto, com especialização em Futebol, iniciou a carreira como treinador adjunto nas camadas jovens do Vitória de Setúbal .
Adjunto de Carlos Carvalhal em Inglaterra é um perfeccionista e apologista do futebol à inglesa)


Treinador do Benfica considera que João Félix tem condições para se afirmar no futebol nacional e internacional.
Só os responsáveis pela formação no FC Porto não conseguiram detectar isto mesmo...!!


João Félix - O jovem jogador acabou por ficar mesmo e esteve no FC Porto até aos 16 anos, altura em que decidiu que tinha de mudar algo. "Quando tenho a bola, estou no meu melhor. É quando sou eu. Mas quando jogava nas equipas jovens do FC Porto, isso nem sempre acontecia. Não acreditavam em mim tanto quando eu. Não confiavam em mim no campo. Criticavam o meu tamanho. Tiravam-me do campo, tiravam-me a bola. No FC Porto, perdi a minha alegria. Em Lisboa, recuperei-a. Demorou algum tempo. Tive de voltar a provar o meu valor. Mas o Benfica tem um estilo de jogo bonito. Acreditam no todo, na formação, na ideia da equipa antes do individual", sublinha.





sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Dragões competentes vencem em Chaves

Um Porto consistente e competente venceu em Chaves com categoria

De realçar
Avançados: Soares pelos 3 golos que marcou e pelo que se esforçou
Jesus Corona com bons apontamentos e Marega muito próximo
Brahimi relativamente apagado 

Médios: Herrera e Óliver Torres que juntos encheram o campo
Defesas: A defesa actuou em bom plano com destaque para Militão.


Os Golos

FC Porto: Soares aos 24', 42' 68’ e Fernando Andrade aos 87’
Desportivo de Chaves: Bruno Gallo 76' (de penálti)

Ficha oficial do jogo - Estádio do Desportivo da Chaves - 18 de Janeiro de 2019

A Liga de clubes já divulgou os nomes dos árbitros nomeados para os jogos de abertura da 18.ª jornada da Liga, nesta sexta-feira.

Árbitro : Nuno Almeida
Assistentes : António Godinho e Paulo Ramos
4º Árbitro :
VAR : Luís Godinho e Rui Teixeira.

GD CHAVES: 1António Filipe
26Djavan, 4Nuno André Coelho, 33Lionn, 19Maras
25Bruno Gallo, 6Jefferson Santos, Costinha, 11William Oliveira
14André Luís 74', 55Luther Singh 83'

SUPLENTES : 50João Kuspiosz, 40Nemanja Calasan, 15Luís Martins
16Erdem Sen 74', 30Niltinho, 99Platiny 83', 32Marlon

TREINADOR : Tiago Fernandes

FC PORTO: 1Iker Casillas
3Éder Militão, 
28Felipe 66'(19Mbemba 66')33Pepe, 13Alex Telles
16Herrera, 10Óliver Torres, 17Jesús Corona 86'(
20Adrián López 86')
29Soares (3), 11Marega, 8Brahimi 72' (
37Fernando Andrade 72')

SUPLENTES : 26Vaná, 18Jorge, 6Bruno Costa, 7Hernâni

TREINADOR : Mr. Sérgio Conceição

Divulgação de notícias importantes

Virar o bico ao prego (Dragões Diário)
Mudar o foco da atenção, e até da detenção, é a prática a que se tem dedicado alguma comunicação e outros supostos comunicadores na tentativa de colar o FC Porto à prisão de um cidadão português sob suspeita de vários crimes e envolvimento no processo dos e-mails. No esforço desesperado para virar o bico ao prego, insultam qualquer indivíduo com dois dedos de testa, surpreendem os mais atentos e motivam, inclusive, um esclarecimento do FC Porto em forma de comunicado. Ao contrário do que insinua o Benfica e o exército de cartilheiros, a única ligação do nosso clube ao chamado caso dos e-mails é apenas a de denunciante e vítima de esquemas que adulteraram a verdade desportiva. E porque a nossa atividade é no desporto, são essas investigações que pretendemos ver terminadas, para expurgar quem se diz cheio de dinheiro, mas, pelos vistos, o gasta de forma errada, como se percebe até pela classificação e pelo pobre desempenho na Champions.

O Director de Comunicação Social do FC Porto, Francisco J. Marques, comentou na noite desta quinta-feira a detenção do alegado hacker do Benfica. O diretor de comunicação e informação do FC Porto voltou a explicar como teve acesso aos emails e comentou as declarações da Ana Gomes, deputada do Parlamento Europeu, eleita pelo PS.
"Nos últimos anos temos tido conhecimento irregularidades de Governos, instituições, entidades através de fugas de informação. Muitas vezes acontece que a sociedade fica quase devedora perante as pessoas que conseguem demonstrar essas práticas irregulares. Neste caso dos emails, sem saber quem foi o hacker, acho que o futebol é devedor deste serviço que prestou. Todos nós nos lembramos do clima que existia no futebol português. A Ana Gomes é normalmente muito interventiva na vida pública, mas não tenho memoria de a ver comentar futebol. E não está a fazer comentários sobre futebol, mas sim sobre corrupção. Não tenho dúvidas que foram prestados serviços ao futebol português", sublinhou.

Investigações e reação do Benfica: "As autoridades iniciaram várias investigações. Hoje em dia, além do processo E-Toupeira, que é uma consequência do caso dos emails, estão em curso outras investigações, tudo com origem nas divulgações que fizemos aqui [Porto Canal] e da entrega de emails que fizemos à PJ e à Unidade de Combate à Corrupção. Mais do que estarmos a discutir a detenção do Rui Pinto, importava o Benfica explicar todas as situações em que se encontra envolvido".

Ana Gomes sobre o caso dos e-mails
A socialista deixou uma questão, sobre se o detido seria pirata informático ou ""whistleblower" (denunciante), no sentido de ter denunciado algo importante. "Expôs corrupção bem entrincheirada. A seguir com atenção."

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

O Benfica de Vieira é uma fraude

Os próprios benfiquistas deviam estar contra os processos fraudulentos de Vieira, pois é verdade que se resultam em Portugal, fracassam nas provas internacionais. E a prova disso são os resultados obtidos nas provas internacionais pelo SLB nos últimos anos.
A verdade é que devido à protecção disciplinar (favores/benefícios) concedida pelos juízes do apito portugueses aos futebolistas encarnados, estes habituam-se às facilidades e quando têm que defrontar equipas estrangeiras nas provas internacionais como não gozam dessa protecção acabam por ressentir-se (estranhar) e fracassar.

A bem da ética desportiva que é forçoso/importante que exista
O Hacker que publicou os e-mails (ilícitos) do Benfica se por um lado cometeu algo ilícito, por outro, prestou um grande serviço à comunidade portuguesa, ao denunciar as práticas 
ilícitas (manobras fraudulentas) dos actuais dirigentes benfiquistas que atentam contra a moral pública.

PS - O SLB grande clube que é, tem de ter sempre a responsabilidade de dar o exemplo e clamar por métodos legais e regras iguais para todos: grandes e pequenos.
O Benfica de Borges Coutinho e Fernando Martins não precisava de recorrer a processos mafiosos para ganhar campeonatos.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Confirmação: Benfica condiciona juízes do apito com "fake news"

João Capela e Hugo Miguel são juízes do apito afetados e infetados pelos actuais serviços de informação benfiquistas que utilizam o método de "Fake News" para atingir os seus perversos/sinistros fins...!! 


Conselho de arbitragem condicionado pelo Benfica

Hugo Miguel premiado pelo seu desempenho em Alvalade

Tudo leva a crer que o Conselho de Arbitragem ao nomear o Hugo Miguel para dirigir o Vitória de Guimarães x Benfica foi pelo seu desempenho em Alvalade, ter prejudicado o FC Porto...

A nomeação de João Capela (conhecido anti-portista primário) para o Leixões x FC Porto foi uma autentica aberração


Já são conhecidas as nomeações do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para os três jogos desta terça-feira, relativos aos quartos de final da Taça de Portugal.

Leixões-FC Porto (19.30 horas)
Árbitro: João Capela (Lisboa)
Assistentes: Nélson Moniz e Paulo Brás
4.º árbitro: João Malheiro Pinto

V. Guimarães-Benfica (20.45 horas)
Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa)
Assistentes: Ricardo Santos e Bruno Trindade
4.º árbitro: Hélder Malheiro

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Taça de Portugal -Leixões 1 FC Porto 2

Na minha opinião a decisão de João Capela adoptar um critério disciplinar largo de modo a deixar fluir o futebol só prejudicou a equipa do FC Porto, pois houve dualidade de critério sempre contra os portistas... Portanto não gostei do desempenho do árbitro João Capela.
Mas caso esteja a ver mal o problema, como justificar então, as expressões de incredulidade dos futebolistas azuis e brancos perante certas decisões do "juiz do apito" marcando faltas (injustificáveis) contra os Dragões.
É que segundo o expert em arbitragem do Porto Canal António Perdigão, João Capela adoptou um critério disciplinar largo para deixar jogar, ora a mim pareceu-me que esse critério largo prejudicou principalmente os portistas...
Pois quando a agressividade era do lado dos portistas ele (João Capela) era rápido a sancionar marcando falta contra estes.


O FC Porto venceu o Leixões por 2-1 e marcou encontro com o Sporting de Braga nas meias-finais da Taça de Portugal, disputadas a duas mãos.


Ficha oficial do jogo- 15 de Janeiro de 2019 - Estádio do Mar

Árbitro: João Capela (Lisboa)
Assistentes: Nélson Moniz e Paulo Brás
4º Árbitro: João Malheiro Pinto


LEIXÕES SC: 22Luís Ribeiro
3Bura, 2Jorge Silva, 4Matheus Costa, 57Stéphane Dasse
27Luís Silva, 80Lawrence Ofori 92', 20Bernardo Martins 62'
6André Ceitil 71', 15Erivaldo, 9Pedro Henrique

SUPLENTES: 33Pedro Monteiro, 17Derick Poloni, 8Zé Paulo 71', 5Amine Oudrhiri 92'
47Evandro Brandão 2 91', 77Roniel, 91', 1Fábio Matos

TREINADOR :Jorge Casquilha

FC PORTO: 40Fabiano

19Mbemba 87', 28Felipe, 33Pepe, 13Alex Telles
10Óliver Torres, 16Herrera, 20Adrián López, 17Jesús Corona 70'
21André Pereira 80', 37Fernando Andrade 99'

SUPLENTES: 1Iker Casillas, 18Jorge, 3Éder Militão 70', 27Sérgio Oliveira
11Marega 87', 7Hernâni 99', 29Soares 80'

TREINADOR : Mr. Sérgio Conceição

Os Golos
FC Porto: 
Herrera 11’ - Hernâni 118’
Leixões: Zé Paulo: 78'

Desempenho dos dragões
Fabiano: ainda não me convenceu, posso estar errado, mas dado que foi um remate de longe, acho que o Fabiano podia ter feito mais no golo do Leixões, pareceu-me estar mal colocado.
Mbemba 87' , Felipe , Pepe, e 
Alex Telles rendimento perto dos 100%.
Óliver Torres bons apontamentos, Herrera actuou ao seu bom nível,
Adrián López teve bons apontamentos de jogador experiente.
 Jesús Corona 70' nitidamente abaixo do seu rendimento normal.
André Pereira 80' continua a ser promissor mas sem deslumbrar.
Fernando Andrade 99' talvez por falta de entrosamento, rendimento abaixo do seu normal

sábado, 12 de janeiro de 2019

Clássico deu empate com os leões a vencerem na sarrafada

Com um juiz do apito mais rigoroso alguns sportinguistas não teriam acabado o jogo sem terem sido expulsos do terreno de jogo, devido a entradas à margem da lei para tentar intimidar e anular as jogadas do adversário.
Relativamente ao jogo jogado as equipas equivaleram-se com destaque para dois remates de meia distância por parte de Bruno Fernandes e 
Petrovic  (este do meio campo quase surpreendia Casillas).
De salientar esta lacuna dos portistas que não se aventuraram a chutar de meia distância, não se compreendendo o facto, pois com tantos avançados de qualidade, como é que normalmente não tentam chutar de meia distância! É que perante equipas que se fecham bem é muito importante chutar de longe de modo a tentar surpreender a defesa contrária.
A mim parece-me que este tipo de lance devia ser treinado com mais frequência.


Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou:
Árbitro: Hugo Miguel
Assistentes: Ricardo Santos e Bruno Trindade
4º Árbitro: Hélder Malheiro
VAR: Tiago Martins e André Campos

 Ficha oficial - 17.ª jornada do campeonato nacional - Estádio de Alvalade

SPORTING CP: 40Renan Ribeiro76Bruno Gaspar 47', 5Jefferson, 22Jérémy Mathieu, 4Sebastián Coates8Bruno Fernandes, 86Gudelj, 37Wendel 90', 17Nani, 23Diaby 82', 28Bas Dost


SUPLENTES: 19Romain Salin, 6André Pinto, 13Stefan Ritovski 47'
25Radosav Petrovic 90', 29Luiz Phellype, 21Raphinha 82', 77Jovane Cabral

TREINADOR : Marcel Keizer

FC PORTO: 1Iker Casillas2Maxi Pereira 43', 28Felipe, 3Éder Militão, 13Alex Telles
22Danilo Pereira 83', 16Herrera, 29Soares 75', 17Jesús Corona
8Brahimi, 11Marega

SUPLENTES : 26Vaná, 33Pepe, 19Mbemba, 10Óliver Torres 43'
7Hernâni 83', 37Fernando Andrade 75', 20Adrián López

TREINADOR : Mr.Sérgio Conceição

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Resposta ao comentário do Pedro Rodrigues

Caríssimo Pedro Rodrigues!

Não vamos misturar as coisas...!
1 - Na minha opinião o Renato é só um bom jogador de série
2 - Os casos de: André Pereira, Diogo Leite e Diogo Queirós; não confundir; são bons jogadores de série, para já, podem ser considerados promissores e mais nada, ainda não são capazes de fazer a diferença.
3 - Relativamente ao João Félix, que já é capaz de fazer a diferença no futebol sénior, o que me chateia:
a) Andou a jogar no Padroense sem que os olheiros do FC Porto, pseudo-especialistas em descobrir talentos, notassem que estava ali um diamante em bruto. Sim um diamante, tem uma clausula de 120 milhões. 120 milhões que poderiam ter vindo para o FC Porto.
E vamos ser realistas, o puto tem dado nas vistas porque tem sido determinante (alto rendimento) nas recentes vitórias dos lampiões, desde os sub-18, benfica-B e até nos seniores dos benfas. Pelos sub-18 foi o principal responsável pela derrota dos sub-18 do FC Porto no Olival/Crestuma... E por aí fora...
b) Não será por acaso que os olheiros do Barça, esses sim competentes, já o querem levar...!
E para já é tudo

PS - Há uns tempos atrás alguém me disse que para vingar no FC Porto é preciso ter cunhas...!!

As transmissões de jogos na BTV

A ética desportiva para determinado tipo de benfiquistas é palavra VÃ

"Francisco J. Marques assegura que as transmissões de jogos na BTV são a maior vergonha atual.
As transmissões dos jogos pela BTV são facciosas no sentido em que adulteram a percepção que se tem do jogo. Sempre que o adversário tem a bola, o plano é muito aberto para não se ver bem. É o comportamento típico da BTV na transmissão de jogos. Quando são lances do Benfica, passam muitas repetições. Já um jogo do F. C. Porto é esmiuçado de todas as maneiras e feitios", começou por dizer o director de comunicação do F. C. Porto.
"É uma vigarice e não só acontece há muito tempo como piora jogo após jogo. Como é que as autoridades do futebol não se preocupam com isto? Isto é uma falta de ética tremenda. Quem é capaz disto também é capaz de todo o resto, como todos sabem. Estão a fazer batota à frente de toda a gente".

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Sr. Provedor dos sócios do FC Porto e ...!

Texto enviado para o Sr Provedor dos sócios do FCP e para o Porto Canal - Universo Porto da Bancada

Ex.mo Sr. Dr. Provedor! 

Como foi isto possível ?! (Santa incompetência)

Os dirigentes da FC Porto-Futebol,SAD andam a dormir... ou são mesmo incompetentes!!!

Este miúdo o João Félix andou pelo Padroense e os "doutores" do scouting do FC Porto desprezaram esta jóia da coroa dos lampiões, que é só, neste momento, o melhor futebolista jovem da actualidade em Portugal... E já tem clausula de 120 milhões de euros... Perceberam bem? 120 milhões...!!
Se eu mandasse, os responsáveis pelo scouting do FC Porto iam todos para a rua por incompetência





















Cordiais saudações
Armando Monteiro
dragaoatento.blogspot.com
Sócio do FCP nº:2770

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

FC Porto 3 Nacional 1

O FC Porto venceu o Nacional e garantiu o 18.ª triunfo consecutivo – igualando o melhor registo da história do futebol português – e continua a reforçar a liderança na Liga. Os campeões nacionais aumentaram a vantagem no topo da tabela classificativa pela terceira jornada consecutiva, passando de uma diferença de dois para seis pontos, face a deslizes de adversários directos.
Maxi Pereira pelo seu flanco, serviu Yacine Brahimi para a finalização de pé direito. Maxi Pereira, muito saudado pelos colegas da equipa após o 1-0, viria a estar igualmente ligado ao segundo golo do FC Porto. Maxi lançou Jesús Corona na direita e Corona num lance de génio sobre um adversário, antes de cruzar para um belo cabeceamento de Tiquinho Soares fazer o 2-0 (38m).
Entretanto o Nacional, aproveitando uma desatenção da defesa e meio campo portista, reduziu para 2-1 por intermédio de Rochez.
Já perto dos 60' de jogo, Jesús Corona e Yacine Brahimi numa jogada muito bem delineada construíram o terceiro golo dos portistas. Corona levantou para Brahimi e este, depois de preparar o remate, atirou a contar (3-1).

Os golos

FC Porto: 
Brahimi 32’ e 57’ - Soares 38’

Nacional: Róchez 40’

Ficha oficial do jogo - 07 de Janeiro de 2019 - Estádio do Dragão

Árbitro: Rui Costa
Assistentes: João Bessa Silva e Nuno Manso
4º Árbitro: João Matos
VAR: Vasco Santos AVAR: Sérgio Jesus


FC Porto: Casillas; Maxi Pereira, Mbemba, Militão, Alex Telles; Corona, Danilo, Herrera, Brahimi; Marega, Soares.

Substituições: 
8Brahimi 60' - 20Adrián López 60'

29Soares 76' - 10Óliver Torres 76'
11Marega 89' - 37Fernando Andrade 89'

Suplentes: Vaná, Diogo Leite, Hernâni, Óliver, Adrián, Sérgio Oliveira, Fernando Andrade.

Treinador: Mr. Sérgio Conceição

Nacional: Daniel Guimarães; Kalindi, Júlio César, Rosic e Nuno Campos; Jota, Palocevic e Vítor Gonçalves; Camacho, Rochez e Witi.

Suplentes: Lucas França; Diogo Coelho, Okacha, Diego Barcelos, Gorré, Riascos e Kaká.
Rosic, reforço de inverno do Nacional, é titular no Dragão.

Substituições: 

Saíram: 13Daniel Guimarães 36'; 33Rosic 55'; 8Jota 82'
Entraram: 96Lucas França 36'; 4Diogo Coelho 55'; 18Riascos 82'

Treinador: Costinha 


quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

FC Porto vence com dificuldade nas Aves

O lance do 2º golo do FC Porto que foi anulado deve ser analisado pelo especialista em arbitragem do Porto Canal, Sr. António Perdigão, porque na imagem da SPORTV1 fiquei com a sensação de que o Danilo está ligeiramente adiantado mas a bola já tinha partido. Um frame antes e o Danilo estava em jogo.

O FC Porto venceu esta quinta-feira no terreno do Desportivo das Aves, por 1-0, em partida referente à 15.ª jornada da Liga NOS. Éder Miltão aos 25' assinou o golo que deu a 17.ª vitória consecutiva aos Dragões, que pela segunda jornada seguida aumentaram a diferença para o segundo classificado. Os campeões nacionais são líderes isolados, agora com 39 pontos, mais cinco do que o Sporting.


Digno de realce
Luís Freitas Lobo comentador da SPORT TV, um sportinguista fanático e anti-portista primário


Arbitragem algo caseira 
Actuação de João Pinheiro pautou-se por um certo caseirismo e por um anti-FC Porto primário. Sempre que um jogador do Aves caía (lançava para a piscina), falta contra os portistas ! Então na segunda parte João Pinheiro fartou-se de inventar faltas contra os dragões a ver se o Aves pelo menos empatava o jogo!!


Árbitro : João Pinheiro - Associação de Futebol de Braga
Assistentes: Bruno Rodrigues e Nuno Eiras
4º Árbitro: Duarte Oliveira
VAR: Jorge Sousa e Álvaro Mesquita o AVAR.


Ficha Oficial do Jogo - Estádio Das Aves - 03 de Janeiro de 2019

CD AVES: 24Quentin Beunardeau
26Carlos Ponck, 6Vítor Costa, 2Rodrigo Soares, 46Jorge Fellipe
50Mama Baldé 89', 29Cláudio Falcão, 30Vítor Gomes, 7Rúben Oliveira 74'
33Derley, 23Amilton Silva 61',

SUPLENTES: 41André Ferreira, 5Rodrigo Defendi, 22Mato Milos, 8Braga
16Nildo Petrolina 61', 10Hamdou Elhouni 89', 77Bruno Gomes 74'

TREINADOR : José Mota


FC PORTO : 
1Iker Casillas 2Maxi Pereira, 28Felipe, 3Éder Militão, 13Alex Telles16Herrera, 22Danilo Pereira, 17Jesús Corona 90'29Soares 78', 8Brahimi 77', 11Marega


SUPLENTES : 
26Vaná, 19Mbemba, 27Sérgio Oliveira, 10Óliver Torres 77', 7Hernâni 78', 20Adrián López 90', 21André Pereira


TREINADOR: Mr. Sérgio Conceição


Dragões - Pontuação
Casillas 7, Maxi 5, Felipe 7, Militão 7, A Telles 7
Herrera 7, Danilo 7, Corona 6, Soares 6, Brahimi 5, Marega 6,
Óliver Torres 5, Hernâni 4 (défice de agressividade na disputa da bola) , Adrián López 4