quarta-feira, 1 de março de 2017

O reino dos coitadinhos e a Tarja da claque diabos 1982

Guilherme Aguiar, antigo dirigente do FC Porto, fala de uma estratégia por parte do Benfica para condicionar as arbitragens.
Guilherme Aguiar deixou duras críticas ao Benfica a propósito da reunião que o clube da Luz teve com o ao Benfica foi lançar a discussão e a ideia de que neste país há um clube que é prejudicado, é o reino dos coitadinhos, e que todos os outros são beneficiados. Naturalmente que agora é o FC Porto, que Conselho de Arbitragem. O antigo dirigente do FC Porto considera que tudo não passa de uma estratégia, numa altura em que os dragões estão apenas a um ponto da liderança.
"O que interessou vai a um ponto", considerou Guilherme Aguiar em declarações à Antena 1.
"Todas as faltas são marcadas, mesmos as que não existem. Soares começa a ser apontado não como um avançado que marca golos, mas que comete muitas faltas e isso deve merecer uma atenção especial por parte dos árbitros. É uma comunicação com algum resultado", afirmou ainda.


Tarja da claque benfiquista 1982:
"APAF Se têm medo do Dragão mudem de profissão"

Têm razão, a APAF não deve ter medo, agora o que deve e exigimos, é que providenciem para que as regras do futebol sejam iguais para todas as equipas que estão a disputar a Liga NOS, pois o que se tem constatado, é que no capítulo disciplinar o Benfica goza de protecção especial que lhe é concedida pelos juízes do apito, e, que não é extensiva às outras equipas .
Outra coisa que se está a constatar, é que as labaredas dos Dragões estão apagadas e que são precisamente os benfiquistas quem está a incendiar  o ambiente do futebol profissional…!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.