quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

SJ tenta branquear a deplorável atitude de dois jornalistas

É miserável e vergonhosa a atitude do Sindicato dos Jornalistas em ter o atrevimento de censurar o FC Porto, o seu Presidente e os seus adeptos, que se sentiram lesados com o detestável, comportamento dos jornalistas abaixo mencionados...!
SJ, é preciso ter resmas de descaramento para vir a terreiro branquear, isentar os dois jornalistas: Nuno Martins da TSF e Soraia Ferreira da Agência Lusa, cujo comportamento na bancada de imprensa do Dragão foi: incorrecto, indigno, despresível...
SJ, há centenas de testemunhas prontas a testemunharem e confirmarem os factos narrados na newsletter do FC Porto...! Portanto vejam lá se têm juizo e comportem-se decentemente...


...Infelizmente, houve mais episódios lamentáveis num jogo que pela proximidade natalícia deveria ter sido mais tranquilo. O jornalista Nuno Martins, da TSF, insultou adeptos do nosso clube gratuitamente e com um vernáculo inapropriado, a jornalista Soraia Ferreira, da Agência Lusa, festejou o golo do Chaves. Os jornalistas têm direito a ter as suas preferências e normalmente os mais perigosos são os que as escondem, mas as bancadas de imprensa dos estádios de futebol não são locais para qualquer género de manifestação. Não o perceber é estar nos antípodas do civismo mais elementar, não ter o comportamento adequado é não ser digno de ostentar o título profissional.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.