segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Sportinguistas de animos exaltados

Aquando do jogo Sporting 2 FC Porto 1 em Alvalade, em que o Sporting foi nitidamente beneficiado pelo árbitro do jogo, com dois golos ilegais do Sporting; o primeiro golo a nascer precedido dum offside nítido e o segundo a ser obtido depois do Bryan Ruiz ter ajeitado a bola com o braço, não vi os dirigentes leoninos tão enfurecidos e preocupados com a arbitragem...!!!
Calimeros de ânimos exaltados
O dérbi entre Benfica e Sporting ficou ‘manchado’ na ótica dos sportinguistas, por alegados casos de arbitragem.
Segundo os leões ficaram por assinalar duas grandes penalidades, lances que o Sporting defende terem sido de importância capital para o desfecho da partida.
Em declarações à Rádio Renascença, Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia Geral dos leões, questiona o julgamento do juiz da partida, Jorge Sousa, dizendo mesmo que este devia optar por fazer um estágio nos distritais. (Jorge de Sousa numa espécie de "JARRA")
"Não tenho dúvidas que a equipa de arbitragem foi causadora de um resultado adulterado. Árbitros desta dimensão, que não estão ao nível dum jogo entre Sporting e Benfica, deviam fazer um estágio nos distritais”, começou por referir.
“Os responsáveis pela arbitragem deviam mandá-lo fazer esse estágio. Depois, se tivesse recuperação, ia fazendo os patamares até chegar cá em cima, que eu duvido que pudesse chegar", afirma Jaime Marta Soares, lembrando que, contudo, o objetivo de conquista do campeonato continua vivo.

"Não é esta situação e a forma como perdeu que retira a chama de campeão ao Sporting".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.