quarta-feira, 26 de março de 2008

Depoimento de Pinto da Costa ao RC Português

Altamente esclarecedor !

Não tenho dúvidas de que há pessoas que tramaram tudo. Andaram anos a investigar a minha vida: via verde, os restaurantes onde ia, o meu cartão de crédito, as minhas chamadas... Andaram anos a fazer isto tudo para descobrir que há um árbitro que foi apitar o FC Porto quando já era campeão, num jogo que não nos interessava para nada - até poupámos meia equipa -, só porque esse árbitro foi a minha casa, não a meu pedido, mas por um terceiro indivíduo, para tratar de um assunto que não estava relacionado com um jogo de futebol. "Mas há mais: a Polícia Judiciária descobriu os apitos dourados, mas havia lá facturas ainda mais valiosas de relógios oferecidos por outros clubes. Mas isso não interessava. Nem sequer foram levadas cópias".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.