terça-feira, 5 de março de 2013

Candidato com discurso à Vale e Azevedo

Carlos Severino, candidato à presidência do Sporting, falou hoje, numa conferência de imprensa da sua campanha, no "sistema", vincando ser "independente" e diz que não quer "não fazer parte do sistema"!
..."Os juristas da minha equipa vão analisar a situação e se houve comportamento lesivo, (Izmaylov) agiremos judicialmente".
...Quanto ao treinador Jesualdo Ferreira, a quem já teceu críticas, fez questão de sublinhar:
"Não disse nada para o atacar e colocarei tudo em pratos limpos. Acreditamos no seu profissionalismo".


Este figurão, além de demagogo, populista e oportunista, é mestre em dar o dito por não dito...! Isto em relação às anteriores afirmações bombásticas que fez contra Jesualdo Ferreira para ganhar protagonismo, e, como entretanto essas já atingiram o objectivo que foi chamar a atenção dos média, fez nesta conferência de imprensa, nova tentativa, mas agora para pôr água na fervura e tentar acertar o passo...!
Refere ele que não quer fazer parte do "sistema"! Nada de novo, pois foi um discurso que já tinha ganho algum realce com "Dias da Cunha" ex-presidente do Sporting, o qual Severino pretende neste momento imitar e reeditar! 
Já todos conhecemos as teorias defendidas por este tipo de gente e ao que elas conduzem. É que afinal depois de tanta conversa sobre ética moralizadora, o acima referido ex-presidente do Sporting saiu de cena sem proveito nem glória. O que se assistiu na altura, foi a uma tentativa de aproximação entre os dois grandes de Lisboa com o objectivo de, no fim de contas, dividirem entre os dois clubes da segunda circular, o controle na secretaria do futebol nacional!
Assim sendo, qual a razão porque Severino não revela desde já o seu propósito de se aliar ao clube da águia (Filipe Vieira), para aí sim, neste caso, criarem realmente um sistema que lhes permita, mais facilmente, controlarem o futebol português?!
E não pensem os meus eventuais leitores que estou a especular, pois quem considerou a arbitragem de Paulo Baptista tendenciosa, um árbitro conotado com o Sporting e nitidamente anti-portista atendendo aos desempenhos anteriores sempre que apita jogos em que intervém a equipa de futebol dos Dragões, percebe a razão das minhas teorias.
PS - 05/03/2013 - Artigo do Miguel Sousa Tavares
Extracto do artigo
…o Beira-Mar teve mais bola, mais ataques, mais remates e mais ocasiões de golo – que, com um ponta-de-lança um pouco mais inspirado e esforçado do que Yazalde, teriam ferido de morte a águia e feito justiça ao resultado. E o melhor em campo foi alguém que não me recordo de ter visto jogar antes e que francamente me impressionou: o volante aveirense Ruben. Para além dele, que fez gato-sapato do meio campo benfiquista, retive a cotovelada voluntária de Cardozo na cara de um adversário, que, nos saudosos tempos dos sumaríssimos, lhe custaria dois jogos de fora… fosse ele jogador do FCP. Mas quando pontapear um adversário no chão, com o jogo interrompido, e agarrar o árbitro pelos colarinhos só dá um jogo de castigo, como não há-de o bom do Cardozo (que eu até admiro bastante) não se convencer que tudo lhe é permitido? Ah, e gostaria de ter visto, só para tirar umas dúvidas genuínas, a repetição de um lance aos 88 minutos, dentro da área do Benfica, em que Garay salta por cima de um adversário para cortar a bola…

2 comentários:

  1. Relativamente aos lampeões que anonimamente me vêm aqui insultar, digo o seguinte:
    1 - O nível do vosso discurso é tão rasteiro que não preciso de dizer nada para vos classificar. Vocês encarregam-se disso.
    2 - Se tivessem dois dedos de testa conseguiriam detectar e reconhecer que não é qualquer um que produz matéria assertiva como eu...

    ResponderEliminar
  2. Os vossos insultos?! Tratando-se de quem vem, é preciso ter muita prosápia (jactância)para acreditarem que o que vocês escrevem me afecta.
    1- Mais o que vocês escrevem denunciam o vosso baixo nível...
    2- Quem são vocês para se permitirem classificar os vossos adversários! Arrumem, moralizem primeiro a vossa casa e depois talvez consigam acertar...
    3- É curioso vocês utilizarem expressões como: doença e facciosismo, quando vocês são o expoente máximo da doença e facciosismo...!!!
    4- Claro que tenho a minha própria visão dos acontecimentos que considero idêntica à de todos os portistas, o que é muito diferente de inventar ou insultar quem quer que seja...! Além disso o meu discurso distingue-se do vosso pelo nível muito mais elevado que não está ao vosso alcance...

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.