quinta-feira, 7 de março de 2013

Liga de Futebol - FC Porto x Estoril

Eis um jogo que poderá ser fácil ou difícil dependendo da atitude com que os Dragões encararem o desafio. Se a equipa portista se encher de brio e resolver encarar o jogo com responsabilidade e profissionalismo, nessa altura, temos grandes hipóteses de vencer o jogo. Caso contrário, poderá custar-nos alguns amargos de boca, se não formos competentes, ou seja, se não jogarmos o futebol que está ao alcance dos portistas e que já foi exibido em alguns jogos em que os craques do clube azul e branco foram de facto, fantásticos!
Lista de convocados: 
Guarda-redes: Helton e Fabiano.
Defesas: Danilo, Otamendi, Maicon, Abdoulaye, Alex Sandro e Quinõnes.
Médios: Fernando, Castro, Defour e Lucho.
Avançados: James, Varela, Izmailov, Atsu, Jackson e Liedson.06/03/2013 - Mangala e Moutinho continuam em recuperação
Árbitro nomeado - Nuno Almeida
será que se houver um penálti já nos últimos minutos do tempo regulamentar a favor do F.C.Porto, como aconteceu no Benfica - Académica, ele marca? 
O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou hoje Nuno Almeida para dirigir o FC Porto-Estoril, partida que abre a 22ª jornada da I Liga.
O árbitro algarvio regressa assim ao principal campeonato depois de ter estado no Benfica-Académica, que os encarnados venceram, por 1-0, sendo a primeira vez que dirigirá os portistas esta época e quarto jogo, terceiro da I Liga, em que está envolvido o Estoril.

PS - Quem me avisa meu amigo é
Marco Silva: "Sabemos que o FC Porto nos vai obrigar a jogar num bloco mais baixo, porque obriga todos os adversários a jogar assim. Mas, quando tivermos a bola, queremos fazer as nossas transições e, se possível, marcar golos", prometeu o treinador do Estoril. 

Rui Moreira - Ver aqui

Os penaltis (extracto do artigo do Rui Moreira)
Mais uma vez, uma jogada de bola na mão foi punida com um penalty. Neste caso, Hugo saltou com a mão erguida, mas alguém acha isso estranho, num caso de elevação? Pois, mas a bola bateu-lhe na mão, dirão. Então, sendo esse o critério que agora parece estar na moda, não terá a bola batido na mão do Luisão? Admito, é claro, que o árbitro tenha visto um lance, e não tenha visto o outro. Mas, para isso andam por lá os seus assistentes. Em qualquer caso, se querem a minha opinião, em Aveiro não ocorreu nenhum lance que merecesse o castigo máximo. Ainda assim, uma palavra para Costinha, porque nada reclamou. E o seu Beira-Mar jogou muito bem.

4 comentários:

  1. Bom dia,

    Depois da queda para o segundo posto, após o empate que soube a derrota em Alvalade, não há mais margem para errar.

    Não podemos perder mais pontos em nossa casa.

    O Estoril tem bons executantes, mas é uma equipa da segunda metade da tabela, e que por obrigação temos de vencer.

    Se tivermos a atitude certa, conseguiremos vencer.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Paulo!
    Inteiramente de acordo.

    Todas as equipas em Portugal estão ao alcance do FC Porto, só é preciso que a equipa portista não facilite e os seus futebolistas sejam 100% profissionais. A equipa do FC Porto tem de convencer-se que actualmente não há jogos fáceis e que têm em todos os jogos de dar o litro, caso contrário, estarão sujeitos a serem desfeiteados. Porque é evidente, se os jogadores relaxarem as coisas podem correr mal

    Abraço,
    AM

    ResponderEliminar
  4. Resposta ao anti-tripeiro:

    Se vocês soubessem ler tomariam consciência do que afirmamos e agiriam em conformidade:
    Abrimos as portas à frontalidade, mas restringimos...etc...etc...

    Porem, como não sabem ler, ou os neurónios (falta) não funcionam, vêm para aqui com parvoíces...

    Mais! Se eu fosse um aborto como tu registava-me como anti-alfacinha em vez de dragaoatento... porque os tripeiros são gente de grandes tradições da: Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta Cidade do Porto.

    A cidade do Porto é conhecida como a que deu o nome a Portugal – desde muito cedo (c. 200 a.C.), quando se designava de Portus Cale, vindo mais tarde a tornar-se a capital do Condado Portucalense. É ainda uma cidade conhecida mundialmente pelo seu vinho, pelas suas pontes e arquitectura contemporânea e antiga, o seu centro histórico, classificado como Património Mundial pela UNESCO, e por um dos seus clubes de futebol, o Futebol Clube do Porto.

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.