terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Dragões Diário e NORTADA

Da Dragões Diário
…preparação para o jogo com o Benfica (sexta-feira, 20h30), decisivo para as contas da Liga. Isto porque o primeiro lugar, partilhado por Benfica e Sporting, está à distância de seis pontos.
A situação poderia ser bem diferente se o árbitro Rui Costa não tivesse subtraído cinco pontos ao FC Porto no espaço de um mês: primeiro no jogo frente ao Rio Ave (1-1), em que perdoou um penálti aos forasteiros; anteontem, frente ao Arouca (1-2), foi o que se sabe e não vale a pena relembrar um lance que está bem fresco na memória de todos. Tanto prejuízo em tão pouco tempo deve ser recorde mundial e, desta forma, a Liga 2015/16 arrisca-se a ser conhecida como a Liga Rui Costa, tal como o Campeonato de 1958/59 é indissociável do nome de Inocêncio Calabote.

Excerto de NORTADA por Miguel Sousa Tavares
…E o outro ponto é para dizer que o resultado do jogo com o Arouca poderia ter sido bem diferente, se o golo de Brahimi tem sido legalizado, como devia. Foi mais um jogo em que fomos vítimas de um erro de arbitragem com consequências no resultado, mas isso não nos serve de desculpa. Primeiro, porque o erro é perfeitamente compreensível e nós não somos sportinguistas para fazer disso um escândalo e pôr os árbitros a pedir-nos perdão publicamente . E, depois, porque não somos sportinguistas nem benfiquistas para desculpar culpas próprias com erros alheios. Quando se oferecem dois golos como nós oferecemos e quando se falham alguns como falhamos, o erro do fiscal de linha foi o menor de todos. E isso, como disse o Layún, não desculpa o que o FC Porto devia ter feito e não fez. Mesmo na desgraça é preciso ser sério.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.