segunda-feira, 2 de abril de 2018

Árbitro e inépcia na exibição do dragão

Já se sabia que os azuis de Belém, assim como todas as outras equipas que defrontam o dragão usam, de além do autocarro, grande agressividade e extrema dureza contra os azuis e brancos com a benevolência dos juízes do apito. Em contra partida contra o Benfica devido à acção dos árbitros que protegem os benfiquistas, as equipas contrárias abrem autenticas passadeiras vermelhas a favor dos encarnados.
Mas também muita precipitação e alguma inépcia (equipa mal preparada psicologicamente) nesta primeira parte dos portistas, se bem que em grande parte provocadas pelo jogo subterrâneo (baixar o pau) dos jogadores do Belenenses...!

Análise ao comportamento da equipa portista
Basicamente faltou velocidade, talento e audácia aos azuis e brancos para conseguirem levar de vencida esta super aguerrida equipa dos azuis do Restelo, ferida no seu orgulho por perversa denúncia anónima. Quando se pensava que a paragem do campeonato iria permitir a recuperação dos jogadores do FC Porto, o que se viu, foi que foi uma ideia que não se verificou. Os azuis de Belém com o apoio do árbitro do jogo foram sempre mais rápidos, agressivos e contundentes do que os dragões.
Depois a estratégia do Mr. Sérgio Conceição que queria ganhar o jogo saiu furada. Na defesa começou por haver o problema causado pela falta de entrosamento entre Osório e Felipe. Para agravar mais a situação, Herrera provou não estar no seu melhor e Sérgio Oliveira nunca teve velocidade de pernas para acompanhar o ritmo dos azuis de Belém.
Para cúmulo da infelicidade, Aboubakar e Soares apareceram em sub-rendimento e Gonçalo Paciência revelou estar sem ritmo e ainda faltar-lhe maturidade para conseguir decidir...
Paulinho o elemento que os dragões contrataram ao Portimonense entrou no jogo sem alterar o que quer que fosse, pelo que na minha opinião tarda em justificar a sua (dele) contratação...!
Ficha técnica do jogo
Segunda-feira, 2 Abril 2018 • 20:00 - Estádio: Restelo, Lisboa
Belenenses                   28.ª jornada                    FC Porto


                                                   

Árbitro: Hugo Miguel
Assistentes: Ricardo Santos e Nuno Roque
(VAR: Artur Soares Dias) - 4.º Árbitro: Fábio Piló


Belenenses: 95 André Moreira (74')
10 Diogo Viana
37 Gonçalo Silva (c), 6 Sasso, 29 Florent, 88 Bakic
23 Yebda, 3 Ahman Persson, 19 Nathan
14 Licá, 12 Freddy

Suplentes: 1 Muriel, 13 Yazalde, 16 Maurides , (66' Nathan)
17 Pereirinha, 18 Geraldes , (84' Freddy), 21 Benny
25 Nuno Tomás , (73' Bakic)

Treinador: Tiago Teixeira

FC Porto: 1 Casillas
2 Maxi , 28 Felipe (45+1'), 4 Osorio , 13 Alex Telles
27 Sérgio, 16 Herrera (c), 21 Ricardo (57'), 8 Brahimi (90+5')
9 Aboubakar , 29 Soares

Suplentes: 26 Vaná Alves, 23 Reyes, 30 Dalot, 6 Paulinho ,
(56' Maxi), 10 Oliver, 22 Danilo , (72' Osorio)
14 Gonçalo Paciência , (56' Aboubakar)

Treinador: Sérgio Conceição

Os golos
Belenenses: Nathan 10' Maurides 70'
























Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.