quarta-feira, 18 de abril de 2018

Jorge Sousa caseiríssimo em Alvalade

Jorge Sousa está a utilizar uma dualidade de critérios disciplinares gritante favoráveis ao clube de Alvalade
Os defesas sportinguistas: agarram, pisam, derrubam os avançados do FC Porto: Brahimi e Soares impunemente! Por outro lado, sempre que os do Sporting se atiram para piscina, Jorge de Sousa é muito rápido a assinalar falta contra os portistas...!

Que
está a fazer o António Perdigão no Porto Canal que não analisa (critica) as faltas atacantes atribuídas ao Soares e as faltas não assinaladas sobre Brahimi?! Nos lances do Soares, na luta com os defesa contrários, pode-se considerar que o Soares está a tentar conquistar a posição, ou não? Os defesas podem impedir por meios lícitos e ilícitos que Soares ganhe a posição?
Relativamente ao Brahimi que é impedido constantemente ilicitamente pelos defesas adversários de prosseguir com a bola, justifica-se os juízes do apito decidirem "no pasa nada"?!


Taça de Portugal
Quarta-feira, 18 Abril 2018 • 20:30 - Estádio: José Alvalade, Lisboa                
Sporting                       Meia-final, 2.ª mão                           FC Porto


                                                                       

Árbitro: Jorge Sousa (Porto)
Assistentes: Ricardo Santos e Nuno Manso (VAR: Hugo Miguel)
4.º Árbitro: Vítor Ferreira

Sporting: 1 Rui Patrício (c)
92 Piccini , 4 Coates , 22 Mathieu, 5 Fábio Coentrão
16 Battaglia, 20 Bryan Ruiz, 8 Bruno Fernandes
77 Gelson, 9 Acuña (78'), 28 Bas Dost
Suplentes: 18 Salin, 13 Ristovski , (71' Piccini)
25 Petrovic, 27 Misic, 40 Montero , (75' Fábio Coentrão)
66 Palhinha, 88 Doumbia , (106' Bas Dost)
Treinador: Jorge Jesus

FC Porto: 1 Casillas
2 Maxi, 28 Felipe (54'), 5 Marcano, 13 Alex Telles
16 Herrera (c)(67'), 10 Óliver , 25 Otávio
21 Ricardo, 8 Brahimi, 29 Soares
Suplentes: 26 Vaná, 9 Aboubakar , (65' Soares)
11 Marega, 17 Corona, 23 Reyes , (83' Óliver)
27 Sérgio Oliveira , (75' Otávio), 30 Diogo Dalot
Treinador: Sérgio Conceição


FC Porto derrotado nas grandes penalidades
Marcano acertou no poste

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.