quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Benfica e Sporting não têm vergonha na cara

Os cães ladram e a caravana passa
Os clubes, a imprensa, os avençados e até alguns comentadores da capital não demoraram a colocar a circular uma desculpa barata para o sucesso do FC Porto nesta tarde: tudo começou com um golo irregular, por suposto fora-de-jogo de Soares. Houve até muitos portistas que acreditaram realmente nisso. Uma vez mais, foram induzidos em erro pela Sport TV, que optou por analisar o lance (de resto, recorrendo a uma linha pouco confiável) tendo como base uma imagem em que a bola já se encontrava no ar. Como pode
verificar aqui, se atendermos, conforme ditam as regras, ao momento em que Alex Telles toca na bola, a posição de Soares é regular e o golo perfeitamente limpo.
A mais surpreendente de todas estas reações talvez tenha sido a do Sporting, por dois motivos. Por um lado, porque os sportinguistas estão proibidos de ver televisão, de ler jornais, de consultar sites na internet, de partilhar publicações nas redes sociais, etc. Como é que souberam, então, o que se passou no Estoril? Por outro, porque é no mínimo risível que num clube que ainda na segunda-feira venceu em Tondela graças a um escândalo monumental e que já foi beneficiado, com reflexos na pontuação, em pelo menos quatro outros jogos, haja ainda quem não tenha vergonha na cara para ousar falar de arbitragem.
No outro lado da Segunda Circular, onde vergonha na cara não costuma abundar, o cenário não é muito diferente. Também o Benfica, através da conta Twitter a que só têm acesso jornalistas criteriosamente escolhidos pelos cabecilhas do regime, ousou colocar em causa o mérito do FC Porto. Quanta hipocrisia! Todos os pontos conquistados pelos Dragões neste campeonato foram-no no campo, sem quaisquer ajudas, muitas vezes contra terceiros. Aqui ninguém quer ganhar títulos como o Benfica ganhou os últimos quatro. Aqui ninguém quer pontuar da forma infame como o Benfica conseguiu pontuar há quase três meses no Estádio do Dragão.
Estas alturas em que as pernas tremem e os corações se apertam na capital, ao ponto de o desespero colocar Benfica e Sporting a discursar em uníssono e dos arautos das fake news de Lisboa ativarem diligentemente todos os meios que têm à disposição contra o FC Porto, são os momentos ideais para recordar um facto que ninguém conseguirá desmentir: os analistas de arbitragem da imprensa portuguesa são unânimes ao considerar que o FC Porto é, de longe, a equipa mais prejudicada por erros dos árbitros na edição de 2017/18 da liga.

Sport TV recorre a uma linha pouco confiável



Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.