domingo, 25 de março de 2012

Liga Portuguesa - Paços de Ferreira 1 FC Porto 1

Mais uma vez a equipa portista teve o pássaro na mão e deixou-o fugir! Esta época a equipa portista tem sido muito irregular nas exibições! E esta foi mais uma exibição muito aquém do esperado! A equipa azul e branca esteve displicente, sem atitude e sem a garra necessária indispensável para ganhar o jogo.
O modo como a equipa do FC Porto joga, dá transparecer que : alguns jogadores não estarão na sua melhor forma, a equipa técnica não será suficientemente competente e por isso não orienta, não exige, não motiva  bem os jogadores, ou ainda, em certos jogos, é possível que exista falta de empenho e de ambição nos jogadores...!
Na minha opinião existe um conjunto de factores que influenciam negativamente o rendimento dos dragões: jogadores e equipa técnica estão implicados no facto das exibições não estarem dentro do nível que os portistas esperavam!
Assim, tenho muitas dúvidas que o FC Porto esta época, consiga ser campeão.
FICHA DE JOGO
25 de Março de 2012 - Liga portuguesa 2011/12, 24.ª jornada
Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira
 Árbitro: Hugo Pacheco (Porto)
Assistentes: Alexandre Freitas e Paulo Vieira
Quarto árbitro: Humberto Teixeira
 PAÇOS DE FERREIRA: Cássio; Nuno Santos, Filipe Anunciação (cap.), Ricardo e Luisinho; André Leão, Vítor e Luiz Carlos; Alvarez, Michel e Melgarejo
Substituições: Vítor por Josué (72m), Alvarez por Caetano (77m) e Michel por Cohene (90m+1)
Não utilizados: António Filipe, Christian e Michel Lugo
Treinador: Henrique Calisto
 FC PORTO: Helton; Sapunaru, Rolando, Otamendi e Alvaro; Defour, João Moutinho e Lucho; Hulk (cap.), Janko e James
Substituições: Defour por Fernando (46m), Janko por Kléber (61m), por (66m) e Sapunaru por Varela (88m)
Não utilizados: Bracali, Mangala, Alex Sandro e Iturbe
Treinador: Vítor Pereira
 Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Ricardo (47m, autogolo) e Melgarejo (79m)
Cartões amarelos: Luisinho (22m), Hulk (66m) e João Moutinho (74m)

10 comentários:

Dragaoatento disse...

Mais uma vez a equipa portista teve o pássaro na mão e deixou-o fugir! Esta época a equipa portista tem sido muito irregular nas exibições! E esta foi mais uma exibição muito aquém do esperado!
Na minha opinião existe um conjunto de factores que influenciam negativamente o rendimento dos dragões: jogadores e equipa técnica estão implicados no facto das exibições não estarem dentro do nível que os portistas esperavam!
Assim, tenho sérias dúvidas que o FC Porto, esta época,consiga ser campeão.

FC Porto, sempre!

Dragaoatento disse...

Prometi a mim mesmo e à minha familia... Enquanto Vitor P (mais conhecido por "adjunto")for treinador do FCP não vejo nem mais 1 minuto de jogo. Acabou-se... 0-1, o Paços a atacar e nós a defender, a perder tempo !!! e depois aquele golo!!!
Soube de fonte segura, os problemas que VP cria com os jogadores, com os que sairam e com alguns que ainda lá estão !!!
Deu cabo de uma equipe, que o ano passado valia milhões, e este ano vamos ver... Pelo valor de saida do Fucille e do Guarin, imginem o prejuizo que o "adjunto" nos deu!
C A

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caríssimo,

a sua é também a minha frustração.

vamos «acarditar» que será possível.
"ser Porto" também inclui desventuras como a de esta época ;)

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

abr@ço
Miguel | Tomo II

Dragaoatento disse...

É isso Miguel, mas mais, como já alguém sugeriu, ou será que especulou (?), o VP não tem os jogadores na mão.
O que é certo é que algo se passa,disso tenho eu a certeza, há algo que não está a correr bem e não é preciso ser bruxo para chegar a esta conclusão!

Viva o FC Porto!

Dragaoatento disse...

Ideias que subscrevo:


É preciso saber mais, fazer mais e melhor que o adversário...

É preciso jogar melhor, é preciso mais força fisica dos jogadores, é preciso marcar golos nas bolas paradas ofensivas, é preciso ter estratégia colectiva para vários momentos do jogo, é preciso não sofrer golos ridiculos em bolas paradas defensivas onde os jogadores estão na area mas nenhum se preocupa em marcar homem a homem... numa clara falta de concentração defensiva...
Não vemos os treinos, por isso não sabemos como são... não sabemos como treinam, se esta falta de intensidade já vem dos treinos ou se é apenas nos jogos que não conseguem (ou não querem) corresponder e colocar as jogadas a funcionar...(desempenhar o seu papel)
Mas para mim, claramente nesta equipa, neste colectivo de bons jogadores, falta nervo, falta ser Porto, como era antigamente...
Onde se via os jogadores a dar tudo e mais alguma coisa em prol do simbolo que envergam...
Este ano, poucos foram os jogos onde se sentiu essa mistica, esse querer, essa força, essa vontade, talvez numa meia dúzia de jogos isso se tenha verificado...
Nos outros foi mais do mesmo, esperar que um ou outro jogador criassem uma jogada, normalmente Hulk, James ou Moutinho, é pouco como equipa, como conjunto...
Saudades de jogadores como João Pinto, "O Capitão", o Jorge Costa, "O Bicho", entre outros, que davam um grito e todos o seguiam...
Até podiam perder jogos e titulos, mas nunca foi por falta de raça, de brio, de crença...

Dragaoatento disse...

Ideias que subscrevo:

Não discuto a subsituição A ou a B, discuto o modelo de jogo, a atitude da equipa, a forma como se encara o erro, o discurso e acima de tudo a qualidade de jogo e a resposta á pressão. O VP teve que lidar com esta equipa em circunstancias muito dificeis. Não me esqueço dessa questão mas já era tempo de demonstrar capacidade e competencia para liderar. Estamos bem piores do que o ano passado e a diferença é abismal. Ontem faltou alguma sorte, alguma da que tinha sobrado na Madeira contra o Nacional. Falta muito a este Porto, que lentamente se tem tornado numa equipa banal, mediana, fraca, lenta, sem chama, sem alma e em que apenas nos grandes jogos, quando a motivação extra dos jogadores assim permite, apresenta um ou outro periodo de bom futebol. Tudo o resto é um deserto de ideias, de falta de imaginação. Percebe-se que os jogadores não retiram qualquer prazer do jogo e isso deve-se apenas a uma pessoa.
Lidero uma equipa com quase 40 profissionais que nada tem a ver com futebol. Imagine-se agora que de cada vez que estivessemos mal, o meu superior descia para "conversar" com todos os elementos. Eu perdia toda a credibilidade e capacidade de intervenção. Foi isto que se passou com o VP, por isso deve sair no final da é poca e já vai tarde.É um favor que nos faz. Hoje em dia treinar uma equipa deixou de ser uma ciência oculta mas liderar uma equipa não é para todos e é bem diferente de treinar.
Recordo que temos o maior orçamento do nosso campeonato e o maior na história do FCP. Não tenhamos ilusões: quanto maior o orçamento, maior a expectativa criada e acima de tudo a responsabilidade inerente. Normal em qualquer área de actividade e assim é no futebol.

...a equipa do FC Porto no seu conjunto tem capacidade para fazer mais e melhor. Porque não acontece isso?
É a resposta que ninguém pode dar fora das estruturas do clube.

FC Porto sempre!

Dragaoatento disse...

A fim de ficar registado:


Se RTP não tem pudor em fazer esta informação, se José Orelhas dos Santos, Carlos Daniel e tantos outros, pisam constantemente a ética e a deontologia, porque carga de água, o Porto Canal, canal gerido pelo F.C.Porto, não faz a defesa dos Dragões, não sai a terreiro contra estas campanhas vergonhosas?

Subscrevo totalmente esta pertinente questão!

Também eu acho que os responsáveis do FC Porto deviam ser mais agressivos e contundentes na defesa dos ideais de ética e seriedade.

Por vezes dou comigo a pensar: o Vila Pouca é que devia ser o director de comunicação do FC Porto, a fim de zurzir (açoitar, vergastar; fustigar) em todos aqueles que constantemente adulteram a verdade dos factos, difamam e injuriam o FC Porto!

FC Porto, sempre!

Dragaoatento disse...

Apesar do Lucho ter alguma razão nos comentários que faz, também estou de acordo que chamar "palhaço e burro" ao Vítor Pereira é excessivo, exagerado e incorrecto...!

O Lucho até costuma ser, embora incisivo, objectivo...e desconhecia-lhe essa faceta de insultar...

Na minha opinião o Vítor Pereira é portista e gostaria muito de ganhar o campeonato...até porque representaria um passo de gigante na sua carreira de técnico principal.

E não acho que seja burro, o que me parece é ter falta de experiência de treinar ao mais alto nível. É preciso notar que o VP como técnico principal ainda não ganhou nada e parecendo que não este facto tem muita influência,pois os jogadores podem questioná-lo argumentando: o Mister que provas deu até agora, que garantia temos que as suas opções e os seus métodos, são as/os melhores?
Portanto, dado que neste momento ainda está a aprender (gatinhar), acredito que será preciso dar-lhe tempo para ir corrigindo as suas decisões. Falta é saber se o FC Porto tem tempo para lhe dar a oportunidade de errar e aprender com os seus eventuais erros. Pode até acontecer que venha a revelar-se um grande treinador, coisa que neste momento ainda não é.

FC Porto, sempre!

Dragaoatento disse...

...Monteiro, o Vila Pouca não devia, nem quer ser nada, mas se fosse, só lá durava uma semana, se tanto.

Se calhar tens razão, mas se fosses director de comunicação do FC Porto, tenho a certeza que agradarias à maior parte dos verdadeiros portistas. O teu discurso é contundente , mas objectivo, sério e honesto. E se um dia isso acontecesse, aqueles que tivessem o despudor de te demitir por defenderes o azul e branco, teriam de (enfrentar uma contestação imensa) assumir uma responsabilidade muito grande, porque o teu fervor clubista é contagioso, e na maioria da vezes estás certo!

FC Porto, sempre!

Dragaoatento disse...

Registo de comentários:

FACTO: O Porto de VitOR pEReira em 40 jogos só ganhou 24, ou SEJA NÃO GANHOU 40% dos jogos.
Com o orçamento mais alto de sempre se isto não é incompetência é o quê?
Não estou a dizer que não concordo com o teor do post, mas parece-me que mais do que as injustiças com que nos debatemos diariamente (e o porto canal pode ser + objectivo a contrariar isso) é para mim ÓBVIO que temos MUITAS CULPAS nesta FRUSTRANTE ÉPOCA.
40% DE JOGOS oficiais sem vitórias, é isto o POrto de VP.
r.m.silva da costa disse: Há mais de 30 anos a esta parte que anda todo o mundo a encher a boca de democracia e a tentar ensiná-la aos outros, sem que na prática tentem fazer qualquer coisa para a implementar. É o caso de uma fatia generosa da comunicação social que sobrevive na espuma do poder centralista, com destaque para a desportiva onde o proteccionismo ao clube da Dona Victória tem contornos de verdadeiro escândalo, ao adoptar uma linha de conduta que se confunde com os interesses particulares do clube considerado "do regime", contra os clubes seus concorrentes, principalmente o Futebol Clube do Porto.

Não obstante, o FC Porto tem vindo ao longo do tempo a afirmar-se externamente como o grande clube português da actualidade, ombreando com os maiores distintivos da Europa, evidência que, internamente, nunca foi aceite pelos media da fidalgaria falida que sobrevive rapando o fundo da gamela dos dinheiros públicos.

Feita à medida do nível e interesses imediatos de uma população que "come sem mastigar", tem sustentado a falácia de que os êxitos dos outros são sempre produto de actos ilícitos e se, pontualmente, são eles os protagonistas, passam a ser incensados como heróis insuperáveis.

Não é, pois, de hoje e assim continuará, que a imprensa lisboeta é inimiga do Futebol Clube do Porto, sendo, com efeito, lamentável que, a norte, não haja uma resposta competente por parte das entidades com competência para o efeito, incluindo, obviamente, o PORTO CANAL, confirmando deste modo uma esperança que, até ao momento, está longe de conseguir.
Rui Valente disse: Para que o Porto Canal se possa constituir numa poderosa voz de defesa do FCPorto e do Norte, é preciso que não receie ser também uma voz de ataque, caso tal seja necessário.

O que me está a parecer é que Júlio Magalhães não é a pessoa indicada para esse fim. É demasiado consensual, demasiado correcto, para combater os gatos e as doninhas fedorentas que conspurcam a erroneamente chamada comunicação social.

A sensação que tenho - eu que estou permanentemente a carregar no canal para ver se há alguma evolução -, é que aquilo já não tem dono, que anda à deriva. Eu não sei se o FCPorto está atento ao que se está a passar, mas é tempo de fazer ou dizer qualquer coisa. Ao Júlio Magalhães, pedia-se-lhe que, no mínimo, informasse os espectadores sobre o que planeia fazer, caso contrário, eles desertam. Eu, já estou a ficar farto de ver noticiários requentados e programas mil vezes repetidos. Qualquer dia desisto.
Rui Farinas disse: Assino por baixo a totalidade do seu post e fico contente por ver a sua voz juntar-se ao clamor publico que se insurge contra a frouxa política editorial do Porto Canal. Só há uma coisa que, em minha opinião, lhe passou ao lado. É que este canal é um CASO ÚNICO na medida em que está na mão do FCP fazer mudar essa política editorial, seja atravez do sistema "murro na mesa", seja atravez da "chicotada psicológica" que se usa com os treinadores. Em face desta minha convicção, não ficará certamente admirado se lhe disser que penso que mais culpado que o Juca Magalhães, é a estrutura da SAD que permite uma situação que está na sua mão mudar. Porque não o faz, para mim é um mistério. Mais um, nesta misteriosa época 2011-2012...!