sábado, 1 de dezembro de 2012

Vítor Pereira : "Merecíamos mais"

30/11/2012 - No final do encontro no terreno do SC Braga, que ditou o afastamento do FC Porto da Taça de Portugal, Vítor Pereira elogiou o comportamento da equipa, apesar das alterações no “onze”. Lucho González estranhou os critérios da arbitragem, admitindo que os Dragões cometeram dois erros que pagaram caro.
Vítor Pereira
Gestão consciente: “Assumo plenamente a gestão que fiz, mas quero dar os parabéns à equipa, que se bateu bem durante a partida. Creio que não foi um jogo para dez amarelos e um vermelho. A equipa ficou muito condicionada pela expulsão, mas mesmo com um jogador a menos tivemos du:as oportunidades claras. Fiz a gestão necessária para apresentar uma equipa o mais fresca possível e acho que merecíamos mais.

”Próximo objectivo - Champions: “Mesmo com um jogador a menos queríamos ganhar. Surgiu o segundo golo do SC Braga, mas mesmo assim tivemos duas oportunidades claras que não conseguimos concretizar. Saímos da Taça, que era um objectivo que tínhamos, mas trabalhámos muito para chegar ao final do jogo com outro resultado. Vamos continuar a trabalhar e preparar já a equipa para terça-feira, frente ao paris Saint-Germain. Todos ambicionamos a conquista de títulos e desta vez não foi diferente. Fomos eliminados por uma boa equipa, bem organizada, no seu campo. Batemo-nos bem, mesmo com estas alterações.”
Lucho González: “Empurrões” e erros
“Na parte final, deu a sensação de que nos quiseram empurrar para o nosso meio-campo, sem que isso tivesse acontecido por mérito do nosso rival. São coisas do futebol, muitas vezes atirar a culpa para os árbitros ajuda. Cometemos dois erros e pagámos caro.”
Resultado injusto: “A expulsão surge como consequência do facto de cada falta contra nós dar sempre direito a um cartão amarelo. Não é normal num jogo, mas são coisas que acontecem. Temos de dar mérito ao SC Braga e continuar a trabalhar da mesma maneira. Se analisarem o jogo, penso que o resultado não foi justo, mas isto é futebol. Para ganhar temos de marcar golos, eles fizeram dois e nós apenas um.”
PS - O segundo amarelo ao Castro foi uma aberração "olegária"!

2 comentários:

  1. Kléber incapaz de dar uma para a caixa?

    Na minha opinião, vale o que vale, é nesta tua frase que reside a questão.

    Os Dragões até produziram algumas jogadas bem congeminadas e melhor executadas, que com outro goleador mais eficaz poderia produzir um resultado diferente.
    Também acho que o Vítor Pereira é um treinador mediano mas com tendência e condições para evoluir,ou seja, com possibilidades de chegar ao topo. E é por isso que não compreendo como é que ele ainda não conseguiu descortinar que o Kleber não é goleador, pelo menos para já e não sei se um dia virá a ser. É que o Kleber ontem foi um autentico defesa do Braga dada a sua inoperância.
    Queres saber uma coisa? Aqui há uns tempos atrás li que o FC Porto estaria interessado no Eder, ele depois aparece a jogar no Braga!
    A FC Porto-Futebol,SAD que tente negociar com o Braga o Eder cedendo o Kleber por empréstimo e oferecendo algum dinheiro...!

    O Jackson não tem substituto à altura para o caso dele se lesionar ou estiver impossibilitado de jogar por lesão ou castigo...

    A equipa até joga bem, aliás já jogava, porem se não marca sofre, e lá se vai toda a estratégia assim como os resultados positivos. É por isso que a acção do Jackson é preponderante e ajuda a disfarçar muita coisa!
    É preciso encontrar uma alternativa válida para o Jackson Chá-Chá-Chá

    AM

    ResponderEliminar
  2. A FC Porto-Futebol,SAD que tente negociar com o Braga a cedência do Éder oferecendo o Kléber por empréstimo e mais algum dinheiro.
    É que se o Jackson não puder jogar por estar lesionado ou castigado, os Dragões não têm substituto à altura.
    Cumprimentos,
    AMonteiro

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.