sábado, 4 de agosto de 2012

Jogo de apresentação aos sócios

04/08/2012 - FC PORTO 0 LYON 0
Num jogo morno em que parecia que ninguém queria perder os portistas revelaram não ter ainda esquemas ofensivos consistentes para levar de vencida adversários do nível dum Lyon.
Na minha opinião o Vítor Pereira ainda não tem experiência suficiente para treinar um clube com as pretensões do FC Porto, ou seja, para já pelo menos não é treinador para os Dragões.
Estádio do Dragão, no Porto - Assistência: 42. 709 espectadores
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)
Árbitros assistentes: Rui Licínio e João Silva
Quarto árbitro: Hugo Pacheco
FC PORTO: Helton; Miguel Lopes, Maicon, Otamendi e Mangala; Fernando, Defour e Lucho (cap.); James, Jackson Martínez e Atsu
Substituições: Fernando por João Moutinho (46m), James por Varela (67m), Atsu por Djalma (67m), Defour por Castro (67m), Otamendi por Rolando (78m), Helton por Fabiano (78m), Jackson Martínez por Klebler (78m), Lucho por Kelvin (78m), Miguel Lopes por Sereno (78m), Sereno por Iturbe (89m)
Não utilizados: Kadú e Alvaro
(Des)Treinador: Vítor Pereira
LYON: Lloris; Réveillère, Cris, Koné e Cissokho; Fofana, Gonalons (cap.) e Gourcuff; Briand, Gomis e Lacazette
Substituições: Gomis por Benzia (56m), Fofona por Malbranque (56m), Cris por Untiti (72m), Réveillère por Dabo (72m), Lacazette por Pied (79m), Briand por Grenier (79m)
Não utilizados: Vercoutre
Treinador: Rémi Garde
Cartão amarelo: Koné (89m)

7 comentários:

  1. Perfeitamente de acordo. Este V.P. pode ser útil aos mafiosos da al-Lixbûnâ-Aluxbuna, aos leões moinas, aos encornados dos Açores, ao Pedrouços, Candal ou Ramaldense! Ao meu Mágico não serve nem para ensinar a tabuada, quanto mais a jogar futebol.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia

    Numa bonita festa de apresentação do FC Porto aos seus adeptos e associados, só faltaram mesmo os golos para encher de alegria a massa adepta que acorreu em grande número ao Dragão. Não houve ópera, mas também não há motivos para começar já a deitar abaixo o treinador, como já li em alguns espaços.
    Atsu um menino que com humildade vai ganhando o seu espaço no plantel, e quiçá no onze, encanta as bancadas com pormenores deliciosos. É um desequilibrador, drible curto e rápido, muito difícil de travar pelos adversários.
    Iturbe por seu turno, perde espaço. Tem de ter mais tolinha e humildade. As
    redes sociais não são a solução, ou quere ser artista de cinema/protagonista ou futebolista. Decide-te. Ainda antes do jogo, aos invés de estar concentrado, o argentino partilhava no Twitter uma fotografia em que se via a camisola do equipamento alternativo do FC Porto, uma fotografia do seu armário no balneário do Estádio do Dragão que permitia ainda perceber que Iturbe será o número 7 esta época. Na casa do FC Porto isto é intolerável, não cumpriu o livro das regras e foi castigado...entrou a um minuto dos 90.
    VP este ano dispõe de um plantel que lhe permite ser tricampeão e ir bem longe na Champions.
    Basta serenidade, humildade, carácter, mística ... SER PORTO!

    Abraço e bom domingo

    Paulo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Paulo!
      Estou de acordo com quase todo o seu comentário, com excepção do que diz respeito ao treinador. É que o Vítor Pereira ainda não me convenceu. Na minha opinião ainda está na fase de fazer experiências e a aprender a treinar.

      Um abraço, Monteiro

      Eliminar
  3. E o treinador no FCP interessa alguma coisa?
    No FCP até eu que não percebo nada de futebol era campeão.
    O que interessa é a estrutura que suporta o clube, e essa está lá intacta, por isso não é preciso alarmarem-se.
    O treinador é uma mera figura decorativa, por isso ser o A ou B pouco interessa.

    Um abraço.

    Francisco Marques

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Francisco Marques!
      Até parece que o amigo conhece o Dragão...e eu sei que as suas cores não são o azul e branco.
      No entanto reconheço-lhe alguma razão quando afirma que a estrutura é muito importante. Mas já agora vou revelar-lhe um segredo meu: é que na minha opinião o Jorge Jesus (actualmente)é melhor treinador do que o VP. O JJ com o plantel actual dos azuis e brancos fazia maravilhas, e mais não digo para não ficar a saber mais do que eu.
      Um abraço
      AMonteiro

      Eliminar
  4. Olá amigo Armando, sim as minhas cores são o Vermelho como decerto sabe, mas acima de tudo sei ver futebol e sei reconhecer as coisas.
    Não tenho dúvidas que a nivel de organização estamos muito longe ainda do FCP.
    E isso é a base principal para o sucesso, há que falar pouco e trabalhar mais e nisso o seu clube dá lições, e o meu falha estrondosamente.
    Também não tenho dúvidas que o Jorge Jesus é muito melhor treinador que Vitor Pereira, e se quer que lhe diga tenho cá um pressentimento que lá por alturas do Natal vamos ter uma mudança dele lá para as bandas do Norte...Oxalá eu esteja enganado, mas temo que não, para mal dos nossos pecados.
    Um abraço e Saudações Desportivas.
    Francisco Marques

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Francisco Marques, outro abraço para si.
      Quanto ao resto não faço prognósticos, veremos no futuro o que se vai passar.

      Saudações desportivas,
      Armando Monteiro

      Eliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.