sábado, 28 de julho de 2012

Jogo de preparação- Valencia 1 FC Porto 1

Um jogo que valeu pela primeira parte. Conclusão: acho que o FC Porto é capaz de ter equipa para consumo interno, já quanto às competições europeias, ou melhora muito até lá ou então não vejo hipóteses da equipa portista se safar por várias razões que posteriormente tratarei de enumerar...
O FC Porto perdeu em Valência, no desempate por pontapés da grande penalidade, depois do 1-1 no tempo de jogo. Os Dragões fizeram uma boa partida durante mais de uma hora, Lucho voltou a marcar um grande golo e a equipa deixou boas indicações para os jogos oficiais, que começam dentro de duas semanas.
 O jogo começou com ascendente do Valência, que logo aos quatro minutos esteve perto de marcar, com Soldado a aproveitar um mau passe de Maicon para rematar para a defesa de Helton, com Feghouli a recargar para fora.
Durou pouco o domínio dos espanhóis, com o FC Porto a subir linhas e a circular a bola. Aos 11 minutos Jackson Martínez ensaiou o remate de fora, com o pé esquerdo, com a bola a passar por cima da trave.
 Com o jogo equilibrado, Parejo isolou Soldado, mas o remate do avançado saiu ao lado. Responderam os Dragões, com um grande remate de longe de Otamendi, com a bola a bater com estrondo na trave.
 Na segunda parte foi o FC Porto a entrar mais forte e a tomar conta do jogo, jogando mais tempo no meio-campo do adversário. Na sequência de um canto, no entanto, o Valência quase chegou à vantagem, com o ex-portista Ricardo Costa a cabecear ao poste.
 Respondeu o FC Porto, com um grande golo de Lucho Gonzalez, aos 57 minutos: canto da esquerda e Lucho a fazer um grande remate de pé esquerdo, fazendo a bola entrar no ângulo superior direito da baliza de Diego Lopez.
 No minuto seguinte, depois de um grande passe de Lucho, Atsu quase ampliava, mas o remate saiu ao lado.
O Valência acabaria por empatar, aos 63 minutos, com Jonas a concluir de cabeça um centro da esquerda.
 Seguiram-se as substituições, com o FC Porto a trocar a equipa, com excepção do guarda-redes Helton, o que fez a equipa perder ritmo e o controlo do jogo. O Valência ameaçou algumas vezes a baliza, mas a melhor oportunidade pertenceu aos Dragões, quando Djalma, isolado, rematou contra o corpo do guarda-redes Diedo Lopez.
 No final, procedeu-se ao desempate por pontapés da marca da grande penalidade, com o FC Porto a perder, não conseguindo transformar nenhum remate. Kléber e Kelvin permitiram a defesa, Iturbe chutou ao lado e Moutinho ao poste (incrível numa equipa profissional. Revela a má preparação orientação a ser imposta aos jogadores). Pelo Valência marcaram Parejo e Gago.
 FICHA DE JOGO - Valência-FC Porto, 1-1 (2-0 nos penaltis)
Trofeu Naranja - 28 de Julho de 2012
Estádio Mestalla, em Valência - Assistência: cerca 30 mil espectadores
Árbitro: Mateo Valero
Assistentes: Noval Font e Sergi Nizhelovskly
Quarto árbitro: Ruiz Garcia
VALÊNCIA: Diego Alves; João Pereira, Victor Ruiz, Ricardo Costa e Mathieu; Parejo, Tino Costa, Feghouli e Guardado; Soldado e Jonas.
Jogaram ainda: Bernard, Pablo Hernandez, Vieira, Gago, Barragán, Paco Alcacér
Treinador: Mauricio Pellegrino
 FC PORTO: Helton; Miguel Lopes, Maicon, Otamendi e Sereno; Fernando, Defour e Lucho; James, Jackson Martínez e Atsu.
Jogaram ainda: João Moutinho, Rolando, Mangala, Addy, Castro, Djalma, Kelvin, Kléber, Varela e Iturbe
Treinador: Vítor Pereira
 Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Lucho (57m), Jonas (63m)
Cartão amarelo: Sereno (77m)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.