quinta-feira, 26 de julho de 2012

Vítor Pereira, os jogos de preparação e os novos

Vítor Pereira: acerca das expectativas para a próxima época, Vítor Pereira referiu que "será um ano muito competitivo e difícil" mas está convencido que o FC Porto estará à altura" das circunstâncias”.
O FC Porto - 3 Santa Clara - 0
Lucho inaugurou o marcador aos 40', na conversão de uma grande penalidade, Atsu aos 80' marcou o segundo e Castro aos 90+3' o terceiro.
O árbitro Pedro Cabral considerou que Cervantes cortou uma bola com o braço dentro da área e apontou para a marca do castigo máximo. El Comandante não despediçou. Já perto do fim, o jovem Atsu rematou de trivela com o pé esquerdo e ampliou o marcador que Castro fecharia já nos descontos. O FC Porto mantém, assim, a invencibilidade nesta pré-temporada e voltou a não sofrer golos. Sábado, os dragões defrontam o Valência, em Espanha.
 Vítor Pereira apostou em Fabiano, Jackson e Iturbe de início, com o reforço colombiano a estar em particular destaque nos lances de cabeça. Por duas vezes esteve perto de marcar, mas o guarda-redes local impediu-o de se estrear a facturar. James voltou a ser a figura dos dragões.
 Na segunda parte, a equipa mudou totalmente. Os quatro internacionais portugueses - Varela, João Moutinho, Rolando e Miguel Lopes - entraram para os primeiros minutos desta pré-temporada. O jogo perdeu velocidade e as ocasiões de golo rarearam, ainda assim, os portista ampliaram a vantagem. João Moutinho colocou a bola em Kelvin que centrou atrasado para Atsu. Já nos descontos, Kelvin, de novo, descobriu Castro na área e este bateu o guarda-redes pela última vez.
Destaques - Entraram na segunda parte e foram determinantes na vitoria portista
Vítor Pereira apostou em Atsu (20 anos), Kelvin (19 anos) e Castro (24 anos) ao intervalo e os jovens justificaram a chamada ao onze portista.
 No dia em que segundo um jornal desportivo inglês Villas-Boas estará interessado em Atsu, o jovem ganês entrou determinado na partida e fez uma bela segunda parte. Muito interventivo pelo lado esquerdo do ataque dos dragões, o jovem extremo cruzou várias vezes para a área e esteve presente em grande parte dos lances de ataque da equipa. Soube soltar-se das marcações e marcou, sem dificuldades, o segundo da partida, corria o minuto 79.
 O avançado brasileiro Kelvin também jogou toda a segunda parte e, apesar de não ter marcado, foi determinante no segundo e terceiro golos dos dragões. No segundo golo, apareceu bem desmarcado do lado direito do ataque, e, depois de pedir a bola a Miguel Lopes, cruzou com precisão para Atsu marcar o 2-0. O terceiro golo, marcado por Castro, começou também nos pés de Kelvin. O jóvem brasileiro apareceu muito bem na área e, com uma abertura perfeita, a rasgar a defesa do Santa Clara, isolou Castro, que atirou a contar. O médio portista esteve sempre muito seguro no meio campo e apareceu na altura certa para sentenciar a partida.
 Com o avançar da pré-época, os três jovens dragões mostram cada vez mais argumentos na tentativa de convencer Vítor Pereira a mantê-los no plantel.

O FC Porto B - 4 Braga B -0 – Num jogo de preparação para a nova temporada e que serviu para inaugurar o Complexo Desportivo de Vila Pouca de Aguiar.
Fábio Martins bisou (17' e 54') num encontro em que os portistas mostraram clara superioridade sobre um Braga que apostou em muitos jogadores que o treinador quis avaliar em acção. Edú, que fez a primeira metade da pré-época com a equipa principal, fez o terceiro golo, aos 64', e Sérgio Oliveira, cedido na última temporada ao Penafiel, fechou a goleada, aos 77'.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.