quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Declarações de Jesualdo Ferreira

«O F.C. Porto fez um grande jogo» 24/02/2009

Jesualdo Ferreira não tem dúvidas de que o F.C. Porto podia ter decidido a eliminatória em Madrid. Faltou alguma chama na concretização, daí ficar para a história apenas o empate, mas nem por isso os jogadores deixaram de merecer elogios do treinador azul e branco. «Fizeram um excelente jogo e a melhor exibição da época», vincou.

«Foi um lance infeliz do Helton, mas não é justo dizer que empatámos por causa disso. É justo dizer que o F.C. Porto fez um grande jogo. Podíamos e devíamos ter ganho. Acredito mesmo que fizemos a melhor exibição da época. Criámos inúmeras oportunidades para marcar e ficámos a dever a nós próprios o facto de ainda não podermos dizer que estamos qualificados.»

«Parabéns aos jogadores. Fizeram um excelente jogo. Cumprimos o plano integralmente e a forma como a equipa foi evoluindo fez-me sentir que não havia alterações a proceder. Faltou-nos apenas a chama para matar o jogo.»

«Na perspectiva de se tratar duma eliminatória, podemos dizer que conseguimos um bom resultado. No entanto, face ao que produzimos, acho que foi mais um resultado aceitável. Se fosse um jogo com pontos em disputa, estaríamos mais amargurados. A verdade é que podíamos ter decidido a eliminatória hoje [terça-feira].»

Houve um sentimento de que podíamos dar a volta ao resultado". Relativamente à análise do jogo, deu umas alfinetadas no árbitro Howard Webb. "Já tive a indicação de que houve um golo mal anulado ao FC Porto. Por isso mesmo, foi uma exibição feliz, mas infeliz pelos golos falhados e pela arbitragem. Aliás, metade das faltas que nos marcaram foram ofensivas, alegadamente cometidas pelo Hulk no ataque. Mas o Hulk não tem culpa de ser mais forte do que os adversários. Essas faltas travaram a nossa produção ofensiva", explicou o treinador do FC Porto. "Não estava nervoso. Senti o que sente alguém com muitos anos de futebol, que percebeu que podia conseguir coisas boas e que as via a escaparem-se. Se tive algum gesto mais brusco, só posso dizer que estas coisas não são fáceis.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.