quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Decisão do CD da FPF- JJ suspenso 15 dias

Tinha de ser, como é treinador do Benfica, foi suspenso mesmo à justa de modo a poder sentar-se no banco no próximo jogo que os encarnados têm de disputar! 
Se fosse o treinador do FC Porto a proferir aquelas anormalidades se calhar apanhava meio ano... pelo menos!
Como a pena conta a partir da data da notificação, Jorge Jesus ficará suspenso até ao dia 20 deste mês, pelo que poderá orientar o jogo com a Académica, em Coimbra, marcado para já para o dia 23.

5 comentários:

  1. a conquista do tricampeonato vai dar muita luta - e não me refiro aos jogos jogados dentro das quatro linhas.

    tudo o que é "adversário" (ao bom estilo de rato de esgoto) vai começar a sair da toca para defender «gloriosos» interesses nacionais.

    é bom que a massa adepta portista esteja unida e fale a uma só voz na defesa intransigente dos interesses do nosso clube d coração (o que não significa que sejamos como os carneirinhos da segunda Circular, sem massa encefálica e voz crítica positiva).
    tempos muito difíceis e exigentes se aproximam!

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  2. Viva Miguel!

    Ok, concordo!

    Saudações desportivas
    AMonteiro

    ResponderEliminar
  3. Olá amigo Armando, mais uma vez passei no seu cantinho e li com atenção como faço sempre o seu post, e permita-me que dê a minha opinião.
    Eu também concordo que tudo isto é descabido, aplicar o castigo um ano e tal depois é ridículo, como também o é a altura em que ele é aplicado, porque de facto na prática não há castigo algum.
    Mas como o amigo sabe é este o país que temos e a justiça que temos, se olharmos por exemplo para Inglaterra, os castigos são duros nestas situações e as multas elevadas.
    Quando cá adoptarem o mesmo sistema talvez isto funcione,e acho que isto em nada abona o Benfica e sou francamente contra isto.
    Mas também lhe digo e sem a tendência clubista que o amigo me acusa, que compreendo a posição do FCP de vir a público denunciar e condenar a situação, só me parece é que não tem moral para o fazer, porque mais uma vez lhe digo que quem tem telhados de vidro não atira pedras, e nestas matérias ambos tê muitos telhados de vidro.
    E francamente tenho esperança que um dia veja a justiça a funcionar como deve ser sem se subjugar a interesses clubistas.
    Tenha um bom dia.
    Um abraço.
    Francisco Marques

    ResponderEliminar
  4. Francisco Marques!
    Desta vez passou, mas não volte a comentar conforme o fez.
    1 - Quanto aos telhados de vidro digo o seguinte: o presidente do FC Porto e o FC Porto foram unicamente condenados pela justiça benfiquista: Dr. Ricardo Costa mais conhecido como o pavão vermelho. Condenação que foi posteriormente "revogada" (veja no dicionário caso não saiba o significado) pelo CJ da FPF.
    2 - Sabe-se que no tempo em que escutaram o Pinto da Costa, o Filipe Vieira escolhia os árbitros (saiu na Imprensa diária lisboeta) e, é por isso que por exemplo: o João Ferreira é conhecido pelos portistas como o "pode ser João".
    Mais, o Filipe Vieira nunca foi condenado porque a Morgado resolveu decidir que não era preciso investigá-lo.
    3 - Portanto deixe-se de "deitar bolas fora" e não chateie o pessoal.

    Saudações desportivas,
    AMonteiro

    ResponderEliminar
  5. Francisco Marques!

    Espero que leia com atenção esta minha resposta ao seu comentário e tente perceber o que aqui afirmo...porque estão sempre a insistir numa condenação que na prática foi revogada. Relativamente à perda de 6 pontos o FC Porto não recorreu por uma questão táctica: para não atrasar a homologação do campeonato.

    Saudações desportivas,

    AMonteiro

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.