terça-feira, 21 de outubro de 2008

Ao intervalo : FC Porto 0 Dinamo de Kiev 1

*
Resultado final : FC Porto 0 Dinamo de Kiev 1

"Vamos estar ao nível dos grandes jogos"

Mas o Professor Jesualdo pensa que as equipas que disputam a Champions, trabalham ao ralenti, como pelos vistos a equipa do FC Porto?! Já aqui disse e volto a dizer, para se ter êxito na Champions League a equipa técnica e os jogadores têm de se convencer que têm de trabalhar nos limites. D'outra forma não vamos lá. Na minha opinião, enquanto a equipa não estivesse afinada e em bom momento de forma, o plantel não devia ter mais dum dia de folga por semana.
Desde o início da época que o Plantel tem dias de folga a mais antes de estar no ponto. E o resultado vê-se: precisamos de treinar mais a velocidade e a resistência.
Se a equipa está em construção, para quê conceder tantos dias de folga antes de estar devidamente afinada?!

PS - Eu não disse? Até parece que sou bruxo (comunicado ao FC Porto-Site antes do jogo).
Para já está a ser mais que evidente que esta equipa do FC Porto é mais lenta e menos agressiva do que o Dinamo de Kiev. Além de serem mais rápidos defendem sempre bem e com muitos jogadores, bastando-lhes dois ou três elementos no ataque para semear o pânico na nossa defesa.

Na minha opinião esta equipa de futebol do FC Porto não tem ritmo de jogo para competir na Champions League.


PS 1 - Vamos-nos deixar de lirismos e cair na real. Não acredito que a actual equipa do FC Porto consiga ganhar no estádio Lobanovskiy. A filosofia de jogo da equipa do Dinamo é antes de tudo garantir a inviolabilidade das suas redes. Defende muito e bem com muita gente. Depois se o acaso se proporcionar então marca o seu golo que lhe garanta os três pontos como no Dragão. Outra questão! Como quer o Prof. Jesualdo tirar rendimento de jogadores com potencial elevado, como por exemplo: o Hulk, se ele joga pouco e por conseguinte denuncia falta de precisão, falta de à vontade, falta de ritmo e de confiança!

PS 2 - Falta estofo" por parte do FC Porto.
É preciso notar que esta equipa do Dínamo de Kiev já tinha conseguido empatar a zero com a super-equipa do Arsenal! Nestas condições, a equipa técnica e o plantel do FC Porto tinham obrigação de ter estudado exaustivamente o Dínamo a fim de conhecerem bem o adversário que iam defrontar.
A diferença de ritmo de jogo entre as duas equipas foi sempre mais que evidente.
Os jogadores do Dínamo fizeram sempre gala duma: execução técnica, velocidade e resistência, avassaladoras.
Impediram sempre que FC Porto jogasse pelas faixas laterais, com 3 jogadores de cada lado. No meio tinham dois centrais e dois trincos.
A filosofia de jogo deles era impedir a todo o custo que a equipa do FC Porto marcasse. Para depois se o acaso proporcionasse tentar então marcar o seu golito, que foi o que aconteceu.
Quanto à equipa do FC Porto, revelou não ter dinâmica, nem engenho suficientes para conseguirem marcar golos ao Dínamo.
Se esta equipa do FC Porto ainda está em construção, é dever da equipa técnica incentivar os jogadores para trabalharem mais, trabalharem o suficiente, de modo a ultrapassarem ràpidamente as dificuldades devidas á falta de entrosamento e atingirem um bom momento de forma nesta altura do campeonato.


Desabafo: "volta Carlos Azenha! Estás a fazer muita falta."

PS 3 - Hulk 3
Para o brasileiro, só há duas formas de jogar: ou muda de nacionalidade - é demasiado evidente que raramente é servido pelos argentinos - ou opta pelas acções individuais. Acaba sempre por optar pelo individualismo: dois remates e um cabeceamento por cima. Está a perder crédito.

Na minha opinião o Hulk tem potencial elevado. Como há-de o jóvem render, se joga pouco?! É um jogador que acusa falta de adaptação à equipa, falta de rotina e falta de confiança. Precisa portanto de competir mais para ganhar experiência e confiança. Precisa tambem de treinar mais a finalização. Tem um pontapé poderoso e se decidir ficar a treinar mais uma hora, todos os dias, depois do treino normal, de certeza que acabará por conseguir adquirir a precisão e eficácia nos remates à baliza, que lhe falta.

PS 4 - Época 2008/2009 - Lacuna
A equipa de futebol do FC Porto não dispõe de avançados especialistas no jogo aéreo, pelo que é pura perda de tempo e eficácia centrar bolas para a área , os centros são todos recepcionados, ganhos, pelos defesas centrais adversários.


PS 5 - Na Champions League a equipa do FC Porto para ter êxito tem de jogar com: O keeper, quatro defesas, quatro médios e dois avançados (Hulk e Lisandro).
Claro que antes tem de treinar devidamente o sistema, estabelecer rotinas e criar os automatismos necessários, para que o esquema resulte. Isto porque é no meio-campo que se começam a ganhar os jogos.
Em primeiro lugar: garantir segurança defensiva, para a seguir se procurar construir as jogadas de ataque com consistência.

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Equipa - treinador incluido - incapaz de honrar a memória.
Muita parra e pouca uva.
Domina , mas não marca, se sofre um golo e fica em desvantagem, não é capaz de dar a volta.
Não tem alma, raça, vergonha na cara...Depois de Londres e quando se previa a reabilitação, mais um desastre.
Enfim, uma tristeza!
Um abraço

José Campos disse...

foi muito mau para ser verdade. já tou a perder a paciência com esta equipa e ainda vamos no ínicio da época. a jogar desta maneira prefiro ficar em último lugar e ficar por aqui nas competições europeias deste ano... ó jesualdo vai á tua vidinha!

a nação azul e branca

http://anacaoazulebranca.blogspot.com

Caetano disse...

A equipa está a actuar à imagem do seu treinador. Já há muito defendo que Jesualdo não é um treinador à altura das exigências de uma equipa como é o FCPorto.

Quanto aos jogadores, é preciso ver que, ao contrário do que sucedeu na época passada, ontem o Porto apresentou (sem contar com o Nuno) 5 caras novas na equipa inicial e depois mais 2 nos jogadores que entraram nas substuições.

Se têm ou não qualidade, isso será outra história, mas também não foram eles que pediram para vir para o FCPorto nem foram eles quem estabeleceu o seu preço.

Quanto a Nuno continuo a defender que no momento actual parece-me o guarda-redes em melhor forma e também não me parece que deva ser rotulado de responsável na derrota de ontem. Sofreu um golo esquisito, é certo, mas num remate fortíssimo e no qual a bola descreveu uma trajectória estranha. Para mim mantém-se na baliza, até Helton recuperar o lugar com trabalho. Ou será que o guarda-redes não precisa de sentir que tem concorrência?

Para finalizar, os assobios... Eu pergunto, será que o facto de pagarem bilhete para o jogo é justificação suficiente para os adeptos transformarem o Estádio do Dragão num campo favorável ao adversário quando deveria ser totalmente o oposto? Parece-me que há gente mal habituada com os sucessos do FCPorto e que se deixaram amolecer no conforto de uma relação unidireccional: a equipa é que puxa pelos adeptos quando alturas há em que o oposto também deveria acontecer.

Como disse ontem El Comandante: "Era suposto puxarmos todos para o mesmo lado".

Venha o próximo. Eu acredito que o FCPorto ganha em Kiev.

http://zedobone.blogspot.com

Dragaoatento disse...

Caro Caetano!
De acordo consigo em quase tudo.

Quanto ao Jesualdo,tb acho que se nota na equipa a falta do dedo do Carlos Azenha.

Sobre os assobios.Tambem não sou apologista dos assobios.

Relativamente aos novos jogadores.
Se a equipa está em construção,é necessário trabalhar(treinar) o dobro,pelo menos até estar afinada.

Abraço