quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Portugal 2 Dinamarca 3 (Alvalade XXI)

Carlos Queirós está a revelar-se um seleccionador com pouca visão e falta de audácia. Ninguem com um mínimo de bom senso deixaria o Bruno Alves, actualmente um dos melhores defesas centrais da Europa, um jogador extremamente possante, de estatura elevada 1,92, e, em boa forma no banco!!! E que falta que ele fez. Principalmente quando se joga contra equipas recheadas de jogadores de elevada estatura, e com boa técnica individual. Só o avançado nr.9 dinamarquês mede 1,93 de altura.
Depois veio ao de cima os nossos habituais dois pontos fracos: e que são a falta de resistência física, esquecemo-nos que o jogo dura 90 minutos fora o eventual tempo extra, e, a proverbial inépcia na a finalização.
Foi incrível a frieza, serenidade, tranquilidade, com que os avançados dinamarquêses se abeiraram da baliza de Portugal e finalizaram com êxito por três vezes.

1 comentário:

  1. Monteiro o Queirós só cometeu um erro foi quando fez o 2-1, ter metido o Moutinho em vez do B.Alves.Sabendo que a Dinamarca no tempo, escasso, que faltava, ia bombear bolas para a área, vai meter um minorca, quando tinha no banco, um dos jogadores que melhor joga de cabeça no Mundo?
    Mas é preciso dizer que a derrota se deveu à ineficácia e ao guarda-redes, que no 2º golo parecia o Ricardo a agarrar a sombra da bola.

    Um abraço

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.