quarta-feira, 21 de maio de 2014

Encaixe significativo para os cofres do FC Porto

21/05/2014 - Cinco portistas já estão certos no Brasil e faltam quatro verem os nomes confirmados.

A FIFA paga 2180 euros por dia por cada um deles.

Encaixe significativo para os cofres da FC Porto- Futebol, SAD


Ponto prévio: ainda falta conhecer as listas definitivas de algumas seleções, mas é praticamente certo que o FC Porto terá nove jogadores no Mundial do Brasil e que renderão aos cofres da SAD mais de meio milhão de euros, pagos pela FIFA como indemnização por fornecer atletas às seleções. Uma verba que subirá consoante o rendimento das equipas. Varela, Herrera, Reyes, Mangala e Defour já sabem que fazem parte das escolhas finais dos respetivos selecionadores, faltando Quintero, Jackson, Ghilas e Fucile verem os nomes confirmados. Opare também fará o Mundial como reforço do FC Porto, mas neste caso a verba deve ir parar ao Standard de Liège.
As contas são simples de fazer: a FIFA informou que vai pagar 2180 euros por jogador e por dia, neste Mundial, um valor bem superior ao que distribuiu há quatro anos, no campeonato do mundo disputado na África do Sul e que foi de 1224 euros; esta compensação começa a ser contabilizada duas semanas antes do jogo inaugural e vai até à última partida da respetiva seleção, pelo que já há um mínimo de 28 dias a ter em consideração porque a prova arranca a 12 de junho e a última jornada da fase de grupos será no dia 26. Assim, no caso de se confirmarem os nove internacionais em causa, renderão ao FC Porto 549 360 euros, ou seja, 19 620 euros diários.

PS - Qual vai ser a estratégia desportivo-financeira do FC Porto no futuro próximo?

http://www.reflexaoportista.pt/2014/05/angelino-ferreira-maio-de-2013.HTML

PS2 - ALBERT LUQUE : "O FC Porto seria melhor para Ayoze"

É nesse quadro de interesse que o portal Deporpress falou com Albert Luque, um dos espanhóis cuja carreira incluiu uma passagem pelo clube da Premier League. Luque, que não hesita em revelar ter-se arrependido da opção por aquele clube inglês, considera que, a confirmar-se a decisão, Ayoze escolheu mal. "É uma equipa que joga um futebol tipicamente britânico, de jogo direto. Tratam bem os jogadores estrangeiros, mas acabam por preferir os britânicos. Na hora de escolher um clube há diversos fatores a ter em conta e talvez o FC Porto fosse o mais indicado para Ayoze".

PS3 - Um povo submisso

 
O historiador João Sedas, fez mesmo uma comparação entre o internacional português e o povo luso, beneficiando, claro está, o craque do Real Madrid.

"Ele é o homem que os portugueses raramente conseguem ser: ótimo profissional e dono do próprio nariz. Contrasta com o traço comum de submissão deste país".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.