terça-feira, 23 de dezembro de 2014

"Blackout é bom para calar Bruno de Carvalho"

23/12/2014 - Já tardava que num clube de cavalheiros alguém chamasse a atenção para os desmandos de Bruno de Carvalho

O silêncio decretado no Sporting "evita que o presidente continue a dizer disparates", acusa, entre várias críticas, Dias da Cunha, antigo líder do emblema de Alvalade, que só tem elogios para o treinador Marco Silva: "É a única coisa que me agrada no clube"

Sem papas na língua, Dias da Cunha, antigo presidente do Sporting, aproveita o blackout decretado no clube leonino para lançar um ataque feroz ao actual líder, Bruno de Carvalho. "Se calhar evita que o presidente continue a dizer disparates. Serve para calar o presidente, porque é esse que tem de ser calado", afirma numa curta entrevista à Rádio Renascença.

Tomando por base a declaração feita na semana passada por Bruno de Carvalho, Dias da Cunha mantém a contundência no julgamento. "O comunicado foi disparatado. Lê-se e o que salta dali é um ataque à equipa de futebol. É inacreditável. O resultado é nada, a não ser o ataque à equipa. O resto é completamente disparatado. Aquele enunciar de jogadores que nem na equipa B muitas vezes têm lugar foi para dizer o quê?", critica o antigo líder do emblema verde e branco.

Palavras de apreço... apenas para o treinador Marco Silva. "A única coisa que me agrada no Sporting é o trabalho que é feito em relação à equipa principal de futebol, mas não tenho ilusões: há um único homem a quem isso se deve, e esse homem é o treinador. Tenho a maior admiração pelo trabalho de Marco Silva. Aprecio sempre o que ele diz, as análises que faz após cada jogo", sentencia Dias da Cunha, em mais uma bicada a Bruno de Carvalho, que na semana passada deu a entender que algumas das explicações do treinador não seriam mais do que "chavões" e "filosofia romântica".


PS - Bruno de Carvalho quer ser a fotocópia do presidente portista

(Mas como qualquer fotocópia é sempre pior do que o original)


Há já algum tempo que certas atitudes do actual presidente do Sporting me fazem lembrar situações e processos parecidos com os vividos no clube azul e branco...!
Só um pequeno recente exemplo: Pinto da Costa foi a Luanda inaugurar... passado algum tempo Bruno de Carvalho lá foi também a Luanda inaugurar... agora o caso do blackout, procedimento muito utilizado pelos portistas
alguns anos atrás.
..

Cada vez mais tenho a sensação da obsessão de Bruno de Carvalho em tentar imitar o seu homólogo do FCP..., até parece que ambiciona ser uma espécie de Pinto da Costa no Sporting. Só que por muito que lhe custe, é notório e evidente, que o presidente sportinguista, por mais que queira, não consegue equiparar-se ao presidente portista, em nenhum dos seguintes capítulos: inteligência, bagagem, sagacidade, competência e experiência.
(Será que o puxa-saco do Augusto Inácio teve ou tem alguma influência no processo? Ele que viveu alguns anos no clube da Invicta e conhece relativamente bem o presidente do
FC Porto.)

1 comentário:



  1. caríssimo Armando,

    votos sinceros de um Feliz Natal!, na companhia dos que lhe são mais queridos.

    no fundamental:
    que a vontade de Triunfar seja a melhor prenda que o Pai Natal deposite no sapatinho da nossa equipa de Sempre e do nosso Amor comum :D

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    abr@ços
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.