domingo, 15 de março de 2015

António Oliveira "bitaites"

15/03/2015 - António Oliveira a degenerar ... só pode, com "bitaites" destes...!

É surpreendente que alguém inteligente e dentro dos meandros (enredos, intrigas) do futebol como o António Oliveira, não consiga descobrir a razão do êxito benfiquista de Jorge Jesus...!
Até posso aceitar que existe algum mérito na equipa do Benfica, não obstante porém, este facto não me impede de ver o que está à vista de toda a gente, excetuando claro, os adeptos fanáticos do clube da águia, e, que é o facto do sucesso do futebol benfiquista se deve em grande parte às ajudas propiciadas pela existência do "NOMEAÇÕES", o qual controla, manipula, instrumentaliza as equipas de arbitragem. Porque quem eventualmente tivesse a veleidade de contrariar o tal de "NOMEAÇÕES" e assumir, digamos que, uma postura mais independente e isenta, é certo e sabido que a "JARRA" seria o seu destino de infrator.
Há algum tempo atrás, Miguel Sousa Tavares se não estou em erro, denunciou a farsa que tem sido, esta época, o campeonato nacional de futebol, realçando que na realidade as regras não são iguais para todas as equipas que estão a disputar o campeonato.
O que pretendo dizer caso alguém não tenha entendido, é que os jogadores benfiquistas são sempre protegidos pelos árbitros, exemplificando: se um benfiquista faz uma falta deixa-se passar em claro, e, em contra partida, se forem os adversários destes a fazer o mesmo tipo de falta, aí já entra a sanção disciplinar, o cartão amarelo e caso reincida o segundo seguido da respetiva expulsão. Eis a razão porque nos jogos do Benfica os adversários nunca acabem com os 11 jogadores normais. Além disso há também o problema dos
penalties que se marcam muito facilmente quando a favor dos encarnados e muito mais discutidos se contra, ou seja a favor dos adversários, já não contando com os offsides convenientes e inconvenientes, quando a favor ou contra...!


António Oliveira FC Porto está "aquém do potencial que tem"

Ferrenho portista (?!), António Oliveira elogia o trabalho de Jorge Jesus.

António Oliveira afirma que “o futebol foi um capítulo que fechou", porém, o ferrenho adepto do FC Porto continua a acompanhar o que se faz dentro das quatro linhas e é rápido a analisar a prestação dos três grandes.

Para o ex-jogador, embora a cultura do FC Porto tenha de ser “ganhar e, depois de ganhar, tem de ser ganhar sempre, a verdade é que os ‘dragões’ estão “aquém do potencial que têm”, tendo em conta que possuem grandes jogadores na equipa.

É precisamente este ponto que vale a Jorge Jesus vários elogios. “O Jesus é um bom treinador e está à frente do campeonato desde a quinta jornada com uma equipa que é menor – aliás, que é muito inferior ao FC Porto”, afirma.

Quanto ao Sporting, o ex-selecionador nacional refere que embora perceba que o clube de Alvalade se assuma como um dos candidatos ao título, “tem que o provar que o é”. “Tem de haver uma gestão inteligente do que se faz e do que se vai dizendo”, atira.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.