domingo, 16 de maio de 2010

Orgãos Sociais do FCP eleitos com 98% dos votos

15/05/2010
Os Órgãos Sociais do FC Porto para o triénio 2010/13 foram eleitos este sábado por 98 por cento dos votantes que participaram nas eleições. A direcção de Jorge Nuno Pinto da Costa e os restantes corpos directivos tomam posse na próxima segunda-feira, às 18h00, no Estádio do Dragão. 
Órgãos Sociais 2010/13 -  Direcção
Jorge Nuno Pinto da Costa (presidente)
Adelino Sá e Melo Caldeira (vice-presidentes)
Alípio Jorge Calisto Fernandes
Álvaro José Pereira Pinto Júnior
Angelino Cândido Sousa Ferreira
Eduardo Jorge Tentúgal Valente
Fernando Alberto Pires Póvoas
Fernando Manuel Santos Gomes
Ilídio Borges Pinto
Joaquim Costa Teles Pinheiro
Júlio Manuel Ferreira Matos
Joaquim Manuel de Sousa Ribeiro
Joaquim Manuel Machado Faria e Almeida
Reinaldo Costa Teles Pinheiro
Vítor Manuel Cardoso Santos
 

Assembleia-Geral
Fernando Arnaldo Sardoeira Pinto (presidente)
Miguel Ângelo Abreu Bismark (vice-presidente)
Fernando Maria N. Sardoeira Pinto (1º secretário)
Delfim de Sousa Barbosa (2º secretário)
 

Conselho Fiscal
José Paulo Sá Fernandes Nunes de Almeida (presidente)
Jorge Luís Moreira de Carvalho Guimarães (vice-presidente)
José Manuel Taveira dos Santos (secretário)
Armando Luís Vieira de Magalhães (relator de contas)
José Augusto dos Santos Saraiva (relator de contas)
André Ferreira Antunes (relator de contencioso)
José Pedro Busano de Sousa Vieira (relator de sindicância)
Filipe Carlos Ferreira Avides Moreira (suplente)
Luís Filipe dos Santos Almeida Monção (suplente)



PS - 13/05/2010 Câmara do Porto boicota mensagem do FC Porto para o Papa
A Câmara Municipal do Porto decidiu impedir que o FC Porto exibisse uma mensagem ao Papa Bento XVI, aquando da sua passagem pela Avenida dos Aliados. Aproveitando a fachada da sua antiga sede, o clube concebeu e colocou um pendão com uma saudação a Sua Santidade, simbolizando o respeito de toda a família portista e, naturalmente, de muitos milhares de portuenses.
 Os fiscais da autarquia, todavia, compareceram esta tarde na antiga sede do FC Porto e ordenaram a remoção da mensagem, ameaçando até com a chamada do corpo de bombeiros, caso o clube não acatasse de imediato esta «católica» prepotência.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.