quinta-feira, 20 de maio de 2010

Um treinador motivador (Jorge Maia n'OJOGO)


O FC Porto já definiu o perfil do sucessor de Jesualdo Ferreira e muito dos seus traços mais vincados têm precisamente que ver com a necessidade de rectificar a imagem deixada pelos dragões durante a temporada que terminou no último domingo. Mais até do que os resultados, os responsáveis portistas pretendem corrigir o relativo cinzentismo e apagamento do futebol praticado pelo FC Porto durante o último ano sob o comando de Jesualdo Ferreira e procuram um treinador que potencie um espírito motivador, tanto para o interior, junto da equipa, como para o exterior, junto dos adeptos.

No fundo, um técnico que pratique um futebol capaz de permitir aos jogadores revelarem todo o seu potencial sem que isso comprometa, como é evidente, os resultados. Nesse sentido, e com a formação a ganhar uma importância acrescida em face da limitação de recursos que a ausência na Liga dos Campeões implica, o eleito será um homem com experiência no lançamento e exploração do potencial de jogadores jovens, mas com resultados que falem por si. De resto, a contratação do novo técnico deverá também reflectir-se na construção do plantel sendo inevitável a adaptação e adequação dos jogadores ao perfil, estilo e filosofia do técnico. Em contrapartida, este também deverá ter a capacidade para retirar o máximo rendimento dos jogadores que, num passado recente, demonstraram maior potencial. De qualquer forma, tal como O JOGO já escreveu, o anúncio oficial do sucessor de Jesualdo Ferreira só deverá acontecer na próxima semana, quando Pinto da Costa voltar de um curto período de férias no estrangeiro.

Filhas de Paulo Bento não estão inscritas no Porto

O JOGO sabe que a notícia publicada ontem no Correio da Manhã dando conta da inscrição das filhas de Paulo Bento no Colégio da Nossa Senhora do Rosário, na Avenida da Boavista, é falsa. Também é falso que o ex-treinador do Sporting tenha comprado casa na cidade do Porto, sendo igualmente falso que tenha existido qualquer abordagem de Pinto da Costa ao técnico no sentido de ser ele o escolhido para a sucessão de Jesualdo Ferreira no comando técnico do FC Porto.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.