domingo, 22 de fevereiro de 2015

Convocados- Reyes, José Ángel e Ricardo entre os 18 eleitos

22/02/2015 - ​Os defesas Reyes e José Ángel e o avançado Ricardo são as novidades na lista de convocados elaborada por Julen Lopetegui para a deslocação do FC Porto ao Estádio do Bessa, onde defronta o Boavista, esta segunda-feira, às 20h00, em jogo a contar para a 22.ª jornada da Liga portuguesa.

Relativamente à convocatória para o jogo com o Basileia, da primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, saem dos eleitos do técnico espanhol o guarda-redes Ricardo Nunes, os defesas Danilo e Alex Sandro, e os médios Casemiro e Óliver Torres. No ensaio deste domingo, que decorreu no Olival, Julen Lopetegui apenas não pôde contar com Adrián López e Óliver Torres, que se limitaram a fazer tratamento às respectivas lesões.

Lista de 18 convocados: Helton e Fabiano (g.r.); Martins Indi, Maicon, Marcano, Quaresma, Brahimi, Jackson Martínez, Quintero, Tello, Reyes, José Ángel, Evandro, Herrera, Hernâni, Ricardo, Rúben Neves e Aboubakar.


Lopetegui: “Temos muita vontade e argumentos para vencer”


​Relembrando as “dificuldades” sentidas pelo FC Porto diante do Boavista no jogo da primeira volta, no Estádio do Dragão, que terminou como começou (0-0), Julen Lopetegui afastou qualquer tipo de sentimento de vingança na antevisão de novo dérbi portuense, desta feita relativo à 22.ª jornada da Liga portuguesa e marcado para segunda-feira, às 20h00, no Estádio do Bessa. O treinador portista garantiu ainda que a sua equipa está com muitas “ganas” para alcançar um desfecho diferente desta vez.

“O Boavista criou-nos muitas dificuldades no jogo da primeira volta e a realidade é que perdemos dois pontos. Historicamente, este jogo será muito difícil para nós, pois nas últimas dez vezes que jogámos no estádio do Boavista, vencemos apenas duas. Além disso, parece-me que o Boavista foi das equipas que mais evoluiu ao longo do campeonato e agora é uma equipa melhor e mais completa. De qualquer forma, temos muita vontade, e acredito que argumentos também, para vencer no Bessa”, afirmou Julen Lopetegui, em conferência de imprensa, logo depois de ministrar mais uma sessão de trabalho no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival.

Sem querer falar em vingança pelo empate da primeira volta, Julen Lopetegui sublinhou que a vitória é o que mais importa aos Dragões. E não falta vontade nem argumentos para o conseguir. “O único sentimento que existe em nós é o de conquistar os três pontos, que queremos e precisamos. Independentemente do relvado no qual vamos jogar, o importante é conseguirmos a vitória. Vamos tentar fazer um bom jogo diante de uma equipa que, repito, cresceu muito nos últimos meses. Mas temos demasiados argumentos e demasiada vontade para conseguirmos dar uma boa resposta às dificuldades”, prosseguiu.

Apesar das ausências motivadas por lesões (Adrián López e Óliver Torres) e castigos (Danilo, Alex Sandro e Casemiro), Julen Lopetegui reiterou a confiança que tem em todo o plantel e relembrou a forma como a equipa se tem exibido nas variadas competições. “Estamos privados de cinco jogadores, por várias circunstâncias, mas é a realidade e temos de dar uma boa resposta. Os jogadores que vão aparecer têm de dar esse passo em frente e acreditamos totalmente neles, no seu carácter e na sua determinação. Vai ser um jogo duro e difícil, mas estamos a competir bem em todas as provas. Temos crescido a vários níveis e trabalhamos muito todos os dias para continuarmos a crescer. Temos demasiada vontade de vencer para pensarmos nas dificuldades”.

PS – Luís Castro e Gonçalo Paciência consideraram justa a vitória na recepção ao Farense

​Em declarações ao Porto Canal após a vitória frente ao Farense, Luís Castro deu os parabéns à equipa pela exibição e destacou a justiça do resultado, realçando a “exibição muito boa” que os “bês” realizaram frente aos algarvios. O autor do “bis” que permitiu aos portistas dar a volta ao resultado, Gonçalo Paciência, optou por relevar a importância da vitória para a equipa.


FICHA DE JOGO - Segunda Liga, 29.ª jornada - 22 de Fevereiro de 2015


FC PORTO B 2 - FARENSE 1

Mini-estádio do Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival

Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)
Assistentes: José Braga e Valter Rufo
Quarto árbitro: Renato Mendes

FC PORTO B: Raul Gudiño; Víctor García, Diego Carlos, Zé António e Rafa; Leandro Silva, Pité e Pavlovski; Frédéric, Gonçalo Paciência (cap.) e André Silva
Substituições: Pité por Ruben Macedo (46m), Gonçalo Paciência por Tomás Podstawski (78m) e Pavlovski por Graça (90m)
Não utilizados: Kadú, David Bruno, Roniel e Anderson
Treinador: Luís Castro

FARENSE: Bento; Hugo Ventosa, Diogo Silva, Lameirão e Califo; Bilro (cap.) e Carlos Rodrigues; Bruno Carvalho, Edinho Júnior e Harramiz; Irobiso
Substituições: Diogo Silva por Karamatic (29m), Mailó por Mailó (62m) e Bruno Carvalho por Alan (68m)
Não utilizados: Ricardo, Kiki, Alan, González e Rui Duarte
Treinador: Abel Xavier

Ao intervalo: 0-1


Marcadores: Irobiso (9m) e Gonçalo Paciência (59m e 66m)
Disciplina: cartão amarelo a Bruno Carvalho (14m), Pité (33m), André Silva (48m), Califo (48m) e Carlos Rodrigues (86m)


Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.