sexta-feira, 22 de agosto de 2008

O Treinador do FC Porto

Tambem sou daqueles que pensa que o Jesualdo é um bom treinador. No entanto, por vezes surpreende-me pela negativa. Por exemplo: adoptou para a equipa o sistema 4x3x3 e não sai disto! Se bem que a experiência nos diga que contra a maioria das equipas que defrontamos, esta táctica até resulta. Porem ás vezes penso se o homem, embora sendo um bom treinador, não terá limitações?! Se não tem, disfarça bem, pois parece ter! E digo isto porquê? Porque acho que as equipas devem adoptar a táctica consoante o potêncial do adversário. Sendo evidente que não podemos enfrentar as equipas consideradas de topo, tipo: Barcelona, Real, Chelsea, Liverpool, Arsenal, Inter, Milan, etc...de peito aberto. Até um Sporting ou Benfica, no campo deles, dadas as condicionantes das arbitragens, serão sempre equipas muito difíceis de bater. E por isso, acho que o Jesualdo devia ter, pelo menos, um plano "A"(4x3x3) e um plano "B"(4x4x2)para utilizar consoante o nível dos adversários. O que me desagrada no Profe é notar que ele joga sempre no mesmo sistema, e treinador que se preze, tem obrigação de ter mais do que uma solução. Deve ter um "trunfo na manga", uma espécie de arma secreta, para jogar nos momentos decisivos.

Quanto ao Quaresma, é só a minha opinião,"tem tanto de bom jogador como de puto"!Antigamente era preciso sentir a camisola, para se jogar no FC Porto. Dado que actualmente já não é bem assim, pelo menos deve exigir-se no mínimo profissionalismo. Entendo que devem fazer parte da equipa os melhores profissionais. Aqueles que alem disso, revelarem: carácter, atitude, personalidade...etc...! Se o Quaresma quer ir embora, que vá. Tendo no entanto em atenção a clausula de rescisão que ele aceitou na altura de assinar o contrato. O espírito deve ser este: se for bom para ele e para o FC Porto, "good-bye" Quaresma.

PS - Jesualdo Ferreira. Na época passada, dizia-se que fomos a defesa menos batida do campeonato e sempre ressalvei que não era correcto falar em defesa, mas sim em equipa. Somos uma equipa e o tratamento que fazemos em relação aos elementos que jogam na defesa não é feito isoladamente.

PS 1 -
Aqui está um bom exemplo para Jesualdo Ferreira.
Paulo Bento: «Sporting tem de ser dominador», estar confiante, respeitar o adversário e pensar que cada oportunidade desperdiçada é uma hipótesese que dá aos adversários de ficar por cima"

PS 2 -
Vila Pouca, antes de mais parabens, post bem elaborado!
Estou de acordo com o comentário do dragaopentacampeao! Com uma nuance: o Postiga é bom jogador. Não será é ponta de lança. Pelo menos no tempo do Mourinho fez coisas muito válidas!Pode ser que no Sporting, apoiado pelos árbitros, consiga relançar a carreira.
Ó "anónimo"! Pelos vistos, muito triste estás precisamente tu. Com o teu comentário denunciaste a dor que te vai na alma, por a tua equipa ter perdido um elemento: tecnicista, rápido, bom carácter e altamente profissional! Quanto à nossa admiração por ele...não queres ver, não é?!
O Rodriguez está farto de nos dar motivos para gostarmos dele.
Vila Pouca, sobre o problema Quaresma, além daquilo que referiste, há outras nuances a considerar. Vamos lá ver se nos entendemos. O Quaresma manifestou vontade de experimentar outros desafios. Pinto da Costa ter-lhe-á dito: muito bem, então vamos lá ver se tens pretendentes e quanto eles (já que és bom) estão dispostos a pagar por ti, qual é o valor que te atribuem. Que é algo parecido com isto:"se realmente te quiserem muito...etc,etc..." A partir daqui, perante a incógnita: sai não sai...! Não valia a pena rodar a equipa com ele, para depois ele sair. Quando acabar o período das inscrições, no fim deste mês, das duas uma: ou entretanto os pretendentes se chegaram à frente e o Quaresma saíu, ou o Pinto da Costa chega junto dele e diz-lhe, "meu menino, a partir de agora baixas a bola, porque afinal não és tão bom como te julgas, e, por conseguinte não tens reais pretendentes aos teus serviços!

2 comentários:

  1. Meu caro Monteiro vou deixar-te o comentário que fiz também no Bibó-Porto, sobre Jesualdo e a novela Quaresma.

    Não o acho um daqueles treinadores com o toque de "Midas", mas é claramente um técnico esforçado, competente, capaz de desenvolver um trabalho sério."
    Peço desculpa ao P.Pereira por copiar as palavras dele , mas é exactamente o que penso.
    No F.C.Porto de Pinto da Costa, todos os treinadores foram campeões, excepção de Quinito, que não aguentou apressão e saiu quando a procissão ainda ia no adro.Mais todos os que foram campeões ganharam também a Taça de Portugal - com excepção de C.Alberto Silva e por isso saiu - e a Supertaça. Jesualdo parece apostado em ficar na história com o Perde Taças.
    Depois nos jogos falta-lhe aquela ousadia,aquela capaciade de antecipar os acontecimentos, dá a sensação que prepara o jogo de uma maneira, mas se o jogo decorre de outra...temos problemas.
    Enfim e concluindo não teremos com Jesualdo -só quero estar enganado -as performances, já não digo dos que fizeram história nas provas europeias, mas daqueles que em Portugal, ganharam tudo.
    Sobre Quaresma a minha opinião é a seguinte: o F.C.Porto começou por poupá-lo e protegê-lo, porque estava convencido que a coisa ia acontecer rapidamente.Não aconteceu! Ficaram reféns da estratégia e vão levá-la até ao fim.É a minha opinião.
    Um abraço

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.