quarta-feira, 31 de março de 2010

Ricardo Costa (pavão vermelho) é tolo ou anda a treinar

Então não é que o homem continua a insistir que a classificação que ele deu aos stewarts, os quais considerou serem agentes desportivos é que está certa, mesmo depois de quatro sumidades em direito desportivo (muito mais competentes do que ele): Joaquim Freitas da Rocha prof. da Universidade do Minho, João Leal Amado, Manuel da Costa Andrade prof. da Faculdade de Coimbra, e, até o especialista em direito desportivo Manuel Meirim,  se terem pronunciado e manifestado opinião contrária à sua (dele Ricardo Rocha)!
Mais! Não é que o homem continua orgulhoso da monstruosidade que concebeu e cometeu! Na realidade é preciso muita desfaçatez ou uma grande debilidade mental para se prestar a continuar a laborar no erro!


PS - Extracto dum artigo do Jorge Maia n'OJOGO
...A inevitável aparição de Ricardo Costa logo a seguir, a tentar desequilibrar os pratos da balança e, desta vez, a salvo do direito de recurso para o Conselho de Justiça da FPF. Aliás, depois de ter decidido não recorrer da decisão do CJ relativamente aos castigos a Hulk e Sapunaru, não deixa de ser curiosa a forma como se confessou "estupefacto" com os argumentos apresentados por aquele órgão e a veemência com que os contestou na televisão. Claro que assim, contestando-os na televisão, não só massaja o ego, como se livra de declarações de voto como aquela que o acusava de "roçar os limites da litigância de má-fé" da última vez que "recorreu" de um recurso ganho pelo FC Porto no CJ.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.