quarta-feira, 11 de junho de 2014

FC Porto e mais seis clubes querem a anulação das eleições para a LPFP

11/06/2014 - Como seria previsível, o FC Porto através da sua direcção, querem a anulação da eleição da Liga pelo facto do presidente da assembleia geral da Liga ter  rejeitado, através de critérios discutíveis, as outras listas, de concorrerem com a lista A do candidato em funções, tentando deste modo perpetuar o amigo Mário Figueiredo no cargo de presidente da LPFP.

José Eduardo Simões, presidente da Académica, irá entregar o requerimento ao presidente da Mesa da Assembleia Geral
[será que o relapso Carlos Deus Pereira vai aceitar o requerimento ou pretextar outro qualquer controverso argumento para invalidar o processo (requerimento) ?]
Um grupo de sete clubes vai requerer a anulação das eleições da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) marcadas para esta quarta-feira. O presidente da Académica, José Eduardo Simões, irá entregar o requerimento ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG), Carlos Pereira, depois de um encontro em que participaram, além do clube de Coimbra, o FC Porto, o Vitória de Guimarães, o Vitória de Setúbal, o Rio Ave, o Estoril e o Arouca.
José Eduardo Simões já entrou nas instalações da sede da Liga, no Porto.

Na sexta-feira, o presidente da AG rejeitou as candidaturas de Rui Alves e Fernando Seara, apontando irregularidades a ambas as listas, e aceitou somente a de Mário Figueiredo, atual presidente do organismo.

A Assembleia Geral eleitoral está marcada para a sede da Liga, entre as 16:00 e as 19:00.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.