terça-feira, 23 de outubro de 2012

Manuel Pellegrini critica José Mourinho...e...

Numa entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport", Manuel Pellegrini, antigo treinador do Real Madrid, deixou críticas a José Mourinho. "O Real não pode estar sempre a correr atrás da bola. Jogadores com esta categoria e nome não podem jogar assim e têm é de dar espectáculo durante os noventa minutos. São jogadores muito mais fortes na parte construtiva que destrutiva", apontou o agora treinador do Málaga.
PS - Alex Ferguson
Manchester United e Alex Ferguson confundem-se e parecem uma e a mesma coisa. O treinador tem mau feitio, dizem que comum aos escoceses, e acessos de fúria que já fizeram uma chuteira levantar voo e abrir o sobrolho a Beckam.
Gritar junto à cara do jogador que "Sir" Alex entende ter feito asneira durante um jogo é outra das tradições nos red devils, conhecida como hair-dryer treatment (qualquer coisa como "tratamento secador de cabelo"). Rafael, em entrevista ao sítio brasileiro Lancenet, confirmou que o treinador "quando estamos jogando mal briga, discute, mas o 'hair-dryer' nunca levei. Ele já me deu algumas broncas, mas é normal. Treinador tem que falar e o jogador precisa de acostumar-se".
Ferguson está sempre presente nos bons e nos maus momentos, de tal forma que Rafael não esquecerá o apoio que o treinador lhe deu depois de o Brasil ter perdido a final olímpica de Londres'2012 para o México. "O treinador apoiou-me muito depois das críticas que me crucificaram, talvez injustamente. Ele foi muito importante para eu levantar a cabeça e seguir em frente", agradece Rafael, revelando que o passe errado no lance que deu origem ao primeiro golo mexicano "é uma lição que levo para a a vida toda".

PS1- A conferência de antevisão de Alex Ferguson, tendo em vista o jogo do Braga, foi o encontro ideal para questionar o treinador do Manchester United sobre o interesse no portista James. O escocês aproveitou para salientar o problema que é negociar com os dragões.
"No que toca ao James Rodriguez, espero que as notícias não sejam verdade. Espero que não sejam verdade porque custa uma fortuna conseguir um jogador do F.C. Porto", afirmou Alex Ferguson, num tom de boa disposição.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.