segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Receita para os clubes portugueses na Champions

Para que o FC Porto bata o Paris SG, que joga num meio ferrolho - três tristes trincos para dar cobertura a um trio de desequilibradores -, é fundamental atacar as faixas laterais, que os franceses usam pouco ou nada. "Grosso modo", a receita para FC Porto e Benfica é idêntica, mas para ambos só resultará se o controlo das alas for realmente efectivo .
Messi é o falso 9 do Barça e não pára quieto em parte alguma do campo; Ibrahimovic anda atrás e à frente, cai nos flancos e segura a bola como poucos à espera da segunda vaga. As alas são importantes, mas apenas uma parte da solução.

Um dia antes de o Benfica receber o Barcelona para a Champions, José Luis Mendilibar, treinador-herói em Espanha por ter levado o Osasuna a vencer o Barça de Guardiola, dá, nesta edição de O JOGO, a receita para travar os catalães: máxima eficácia na concretização, porque as oportunidades vão ser poucas, controlo das alas, contra-ataque e uma boa dose de sorte. Ah! Também é preciso ir para cima deles, porque só defender não chega.
Extracto de OJogo

2 comentários:

  1. Amigo Armando concordo plenamente com a sua análise, depois duma primeira ronda Europeia muito fraca, onde só o Porto foi capaz de fazer aquilo que competia às nossas equipas, temo que esta segunda ronda não seja muito melhor, excepção feita ao Sporting que me parece ter um confronto perfeitamente ao seu alcance, todos os outros jogos são complicados, começando pelo Benfica que me parece ter a tarefa mais complicada, diria mesmo, uma tarefa héculea, e temo mesmo que possa ser humilhado, esperemos que não.
    O jogo do Porto também não se afigura nada fácil, será preciso um FCP ao nivel das grandes noites europeias que já protagonizou, para levar de vencida o PSG, esperemos que volte a habitual raça do dragão, que esteve arredada em Vila do Conde.O Braga vai ser extremamente díficil naquele inferno Turco.
    Quanto aos outros vamos esperar que possam fazer uma gracinha e dar uns pontinhos para o ranking.
    Desejo a melhor sorte do mundo a todas as equipas Portuguesas, e que seja uma jornada gloriosa.
    Saudações desportivas.
    Francisco Marques

    ResponderEliminar
  2. Francisco Marques

    Sim o Benfica tem uma tarefa hercúlea, mas a do FC Porto não é mais fácil, até porque o Paris-Saint Germain reforçou-se muito com jogadores, profissionais experientes e de elevada craveira. Houve e continua a haver neste clube muito dinheiro para gastar.
    Ah! E é claro, espero que o Benfica consiga ganhar logo ao Barcelona.

    A Monteiro

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.