terça-feira, 16 de outubro de 2012

Portugal 1 Irlanda do Norte 1

Ao intervalo 0-1!  O dia chuvoso d'hoje não beneficia os jogadores portugueses mais habituados a jogar em terreno seco. Pelo contrário os irlandeses estão como peixe na água neste ambiente. Os portugueses não conseguem competir em velocidade de pernas com os irlandeses, os quais a jogar encolhidos no seu meio-campo e a explorar o contra-ataque conseguem quase sempre colocar a defesa portuguesa em apuros. Depois João Pereira é um lateral muito fraquinho, adianta-se no ataque e não recupera, não se percebendo porque é que Paulo Bento continua a insistir nele! 
Resultado final 1-1! 
Os futebolistas portugueses não são nada práticos, gostam de se recriar com a bola e depois como são mais lentos do que os adversários acabam  por perder os lances, ou seja, deixam-se quase sempre antecipar. Além disso enveredar pelo futebol aéreo, centros pelo ar para a área adversária sendo os irlandeses altos e bem dotados fisicamente, e bons nos lances de cabeça, é pura estupidez insistir em tal tipo de futebol. E é por isso que, na minha opinião, este tipo de jogo peca por falta de inteligência dos seus protagonistas.

1 comentário:

  1. Um jogo paupérrimo, com uma exibição descolorida, começa a fazer-me impressão como Paulo Bento insiste em jogadores tão fraquinhos como Ruben Micael,Ruben Amorim, João Pereira e Miguel Lopes.
    No início tinha fé neste treinador, mas depressa começou a ceder aos poderes instalados, nomeadamente dos clubes, e em vez de chamar os melhores, os que estão em melhor forma,chama aqueles que os clubes querem promover para uma futura transferência.
    assin não vamos lá.
    Saudações desportivas.
    Francisco Marques

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.