sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Convocados para o Estoril e árbitro nomeado

07/11/2014 - Artur Soares Dias dirige Estoril - FC Porto
Árbitro portuense chefia equipa de arbitragem no jogo da décima jornada

Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto, é o árbitro nomeado para o jogo entre o Estoril e o FC Porto, marcado para este domingo, às 20h15, no Estádio António Coimbra da Mota, e referente à décima jornada da Liga.

O juiz, que apenas arbitrou, nesta temporada, o FC Porto no jogo de preparação frente ao Saint-Étienne, será auxiliado por Rui Licínio e João Silva.

Lopetegui: "O sucesso constrói-se com sucessos diários"

Técnico espanhol fez a antevisão do encontro com o Estoril (domingo, 20h15, 10.ª jornada da Liga)
​A estatística e a história dizem que o FC Porto terá uma deslocação difícil ao Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, e Julen Lopetegui disse, em conferência de imprensa, esta sexta-feira, que a equipa tem o potencial de alterar esse aspecto já no jogo de domingo (20h15), da 10.ª jornada. O técnico espera “um jogo difícil e complicado” frente ao clube da Linha e aposta em “fazer sempre melhor a cada dia” para continuar rumo “ao sucesso final”.
“Esperamos um jogo muito difícil, complicado, frente a uma boa equipa, que tem bons jogadores, que não está a conseguir os resultados que espera e tem capacidade e futebolistas para poder complicar a vida a qualquer equipa. A história e as estatísticas dizem isso mesmo e nós acreditamos que podemos alterá-las”, referiu Lopetegui. O técnico basco afirmou que o “impacto da qualificação” para os oitavos-de-final da Champions League, alcançado na quarta-feira, em Bilbau (0-2), é apenas um: “Estamos todos concentradíssimos no Estoril. Nada mais. Já passou. Temos um jogo atractivo e difícil para pensar”.
Destacando a notícia da recuperação de Helton como “uma novidade fantástica para todos”, Lopetegui afirmou que “não há uma fórmula mágica, que esteja num laboratório” para alcançar o sucesso: “É pelo trabalho diário, respeitando uma maneira de trabalhar, gerir e viver a profissão. O sucesso constrói-se com sucessos diários, e isso é fazer sempre melhor a cada dia que passa – quer a nível de jogadores, ao meu, de toda a equipa e de todos os que nos rodeiam. Temos de continuar a trabalhar para o sucesso final. A equipa está a crescer e a melhorar; estamos a fazer um bom caminho desde o início e há momentos em que os resultados acompanham essa melhoria mais do que outros”.
Em relação ao facto de a equipa não ter conseguido concretizar algumas das grandes penalidades que teve a seu favor esta época, Lopetegui realçou “a resposta e o carácter” que a equipa deu após essas ocasiões: “Quando há um penálti é tentar marcar. Temos de melhorar nesse aspecto, mas creio que, em muitíssimos aspectos, isto depende das circunstâncias. Falhar um penálti é mais uma adversidade num jogo e, no resto da partida, temos de dar o nosso melhor. O importante é como reage a equipa frente às adversidades”.

Convocados do FC Porto para o Estoril:
​Julen Lopetegui convocou 18 jogadores para a deslocação do FC Porto ao terreno do Estoril, agendada para este domingo, às 20h15, referente à décima jornada da Liga portuguesa.
Comparativamente à convocatória para a viagem a Bilbao (2-0), da quarta jornada do Grupo H da UEFA Champions League, saem dos eleitos do técnico espanhol o guarda-redes Ricardo Nunes e o avançado Tello, sendo que este último, a contas com fadiga muscular, realizou treino integrado condicionado na derradeira sessão de trabalho antes do desafio com o Estoril.

Lista de 18 convocados: Fabiano e Andrés Fernández (g.r.); Danilo, Martins Indi, Maicon, Marcano, Casemiro, Quaresma, Brahimi, Jackson Martínez, Quintero, Evandro, Herrera, Adrián López, Alex Sandro, Óliver Torres, Rúben Neves e Aboubakar.

A equipa que eu escalaria:
Fabiano;
Danilo, Maicon (Marcano), Martins Indi e Alex Sandro;
Casemiro, Evandro e Herrera;
Brahimi, Jackson e Quaresma (Óliver ou Adrián López).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.