quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Taça da Liga- FC Porto x Académica

28/01/2015 - Três novidades para a recepção à Académica

​​O guarda-redes Ricardo Nunes, o defesa Reyes e o médio Evandro são as novidades na lista de convocados de Julen Lopetegui para a recepção à Académica (quarta-feira, 20h45), no Estádio do Dragão, a contar para quarta jornada do grupo D da terceira fase da Taça da Liga. Os Dragões lideram com sete pontos, enquanto a formação de Coimbra segue na terceira posição, com três.

Relativamente à convocatória para o jogo com o Marítimo, na Madeira, o mais recente compromisso oficial dos azuis e brancos e referente à 18.ª jornada da Liga portuguesa, saem da lista Fabiano, Maicon, Alex Sandro e Casemiro.

No ensaio desta terça-feira, no Centro de Treinos e Formação Desportiva Porto/Gaia no Olival, que contou os “bês” Víctor García e Gonçalo Paciência, o técnico espanhol já teve à disposição Otávio, totalmente apto. Adrián López, por seu turno, limitou-se a realizar tratamento. Brahimi (Argélia) e Abobuakar (Camarões), envolvidos nos compromissos das respectivas selecções na CAN (Taça das Nações Africanas), estiveram ausentes da sessão.

Lista de 18 convocados: Helton e Ricardo Nunes (g.r.); Danilo, Martins Indi, Marcano, Quaresma, Jackson Martínez, Quintero, Tello, Reyes, José Ángel, Evandro, Herrera, Ricardo, Campaña, Óliver Torres, Rúben Neves e Gonçalo Paciência.

Vitória garante meia-final da Taça da Liga

O Estádio do Dragão é palco da quarta jornada da terceira fase da Taça da Liga (quarta-feira, 20h45), em que o FC Porto pode garantir, em caso de vitória, mais uma presença na meia-final da competição. O jogo será antecipado no Porto Canal, a partir das 20h00, e seguido em tempo real no Twitter do FC Porto .
Logo após o apito final, poderá sintonizar de novo o Porto Canal para o rescaldo da partida e ler aqui a habitual crónica.
Depois de se terem defrontado em Coimbra, na 12.ª jornada da Liga portuguesa, numa partida que os Dragões venceram por 3-0, as duas equipas voltam a encontrar-se ao fim de 52 dias. Caso o resultado se repita, a equipa azul e branca garante, desde já, a sua sexta presença na meia-final em oito edições da Taça da Liga, naquele que é o seu derradeiro jogo na terceira fase da competição, uma vez que folga na quinta e última jornada do grupo D.

O histórico de confrontos na cidade Invicta é amplamente favorável ao FC Porto: em 67 partidas, venceu 53 vezes, enquanto a Académica ganhou apenas cinco, a última das quais no início da década de 70. Na Taça da Liga, as duas equipas já se encontraram por duas ocasiões no Estádio do Dragão, tendo-se registado outras tantas vitórias dos azuis e brancos pela margem mínima (1-0).

Lopetegui: “Este é um grupo responsável e com ambição”

​​O FC Porto recebe a Académica na quarta jornada do grupo D da Taça da Liga (quarta-feira, 20h45) com o objectivo de garantir uma posição nas meias-finais da competição e Julen Lopetegui espera “as dificuldades normais” por parte de uma equipa “que tem ambições próprias”. O basco deixou ainda reflexões sobre os primeiros treinos após a derrota na Madeira e assegurou que os adeptos podem estar descansados.

Em declarações exclusivas ao Porto Canal, o técnico recusou qualquer ideia de que a equipa possa estar abatida após a derrota na Madeira: “Aqui, depois de um jogo, a tristeza dura o que tem de durar. A equipa já está focada para o jogo com a Académica e para a competição. No futebol, há que saber que o mais importante de uma situação em que não conseguiste o teu objectivo é, no dia seguinte, levantares-te e focares a tua energia no objectivo que tens a seguir. É bom que haja outro jogo a meio da semana. Este é um grupo responsável, com muita ambição e, logo que passam as primeiras horas, a equipa já está absolutamente focada e concentrada para o jogo seguinte, neste caso com a Académica”.

O treinador assumiu que o adversário será bem diferente do que os Dragões, líderes do grupo D, com sete pontos (duas vitórias e um empate em três jogos), encontraram na 12.ª jornada da Liga: “É uma equipa melhorada do que aquela que encontrámos em Coimbra. Está num momento melhor no aspecto defensivo, mais agressiva e mais unida. Vêm motivados, jogam contra nós e têm a oportunidade de chegar às meias-finais. Também temos muita vontade de jogar a meia-final, para jogar novamente na Madeira e para lá chegarmos temos de vencer a Académica”.

A Académica está na terceira posição do grupo D (com três pontos em dois jogos) e, com dois encontros por disputar, ainda pode apurar-se para a fase seguinte, pelo que Julen Lopetegui abordou a partida com naturais reservas: “Esperamos as dificuldades normais de uma equipa que tem ambições próprias para chegar às meias-finais e temos de olhar para nós, para as nossas fortalezas, a nossa vontade e a nossa motivação, que tem de estar por cima de todas as dificuldades e tentar assegurar a passagem às meias-finais”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.