terça-feira, 3 de dezembro de 2013

A crítica do Miguel e os puxa-saco do Presidente

É claro que eu próprio sou admirador da obra que o Jorge Nuno vem realizando no FC Porto, mas este facto não me impede de, quando é necessário, chamar a atenção do presidente para aquilo que toda a gente já viu que está a correr mal, e, dizer-lhe: Presidente não se deixe adormecer porque os nossos rivais estão muito activos e já estão à nossa frente na classificação geral da Liga.
Por conseguinte sou de opinião de que o Miguel tem razão em muito do que escreve no seu texto desta 3ª feira...!
MST_Ver aqui

PS - O Miguel muitas vezes mete água, mas desta vez diz algumas coisas com as quais estou de acordo.Na minha opinião, vale o que vale, não é qualquer treinador que serve para o FCP e o Presidente com a estrutura do clube garante estabilidade, organização e disciplina, mas não garante que os métodos de treinamento adoptados são os melhores, e, isso se o líder da equipa técnica não for competente não há santo nem santa que lhe valha!
No caso do Paulo Fonseca falta-lhe estatuto para dar o murro na mesa se for o caso disso, pois não é com "paninhos de lã" que vamos lá!


PS - Para Couceiro, "as equipas grandes têm sempre problemas" como os que está a ter Paulo Fonseca. "Quando as coisas correm bem em dois ou três jogos, cria-se um clima de euforia; quando as coisas correm mal em dois ou três jogos, cria-se um clima de depressão. O equilíbrio deve partir de quem está a liderar os processos, na área técnica, administrativa, em todas as áreas", sustentou...

Dragaoatento: Sim, o discurso do Couceiro está certo, mas só em parte...
1 - Porque os treinadores (como as pessoas) não têm todos a mesma capacidade de liderança nem tão pouco a competência é equivalente entre eles. Há também a questão da personalidade, muito importante, que numas pessoas é mais forte do que noutras, e, que faz com que, se distingam os vencedores dos perdedores. Uns conseguem incutir (persuadir) nos seus jogadores as suas ideias, e, outros porém não conseguem! Porque há aqueles que nasceram para ensinar e os outros que até podem saber muito mas não conseguem fazer-se entender (convencer)...!
Existe também o capítulo da competência técnica: os métodos adoptados e a ciência que cada um (treinador) absorveu, e, é por isso que uns treinadores são mais evoluídos do que outros. Numa escala de valores não é por acaso que alguns se salientam nos cursos que frequentaram e tiram 20, outros 15 ou 10 e alguns até chumbam.
 

2 - No fundo o que procuro demonstrar é que tem de haver alguma coisa que justifique o facto de haver técnicos que têm sucesso e outros não.
3 - Não é por acaso que J. Mourinho, Guardiola, Arsène Wenger, Simeone, Ancelotti, Fergunson...etc...etc... se distinguem dos demais...! Ora, na minha opinião, vale o que vale, o que me parece é que o Paulo Fonseca ainda não ganhou estatuto que lhe permita impor as suas (dele) ideias, e depois tenho muitas dúvidas se o Paulo consegue impor um ritmo avançado (exigente) nos treinos de molde a que a equipa possa render o máximo nos jogos a doer...!
O que faz jus aquela máxima: diz-me como jogas e eu dir-te-ei como treinas, sendo também verdadeira: diz-me como treinas e eu dir-te-ei como jogarás nos jogos a valer...!

2 comentários:

  1. Monteiro

    Acho que o MST , demonstra nas suas crónicas ao longo destes anos, uma falta de conhecimento do que se passa no clube e ainda pior, conclusões precipitadas que mais tarde se revelam totalmente erradas! Hoje, é demais,repara : " chegamos a um ponto onde os adeptos acabam a desejar que as coisas corram mal para que o treinador se vá embora " !!!! Adeptos? Talvez; a começar por ele mesmo.
    Não gosto do Paulo Fonseca, como treinador. Durante o jogo passa a vida a bater palmas e tem pouca experiência, mas,uma mudança nesta altura não garante melhores resultados, porque sem uns bons reforços, nem o Mourinho se safava.

    Um abraço
    J.F.Mendes

    ResponderEliminar
  2. Sim, o Miguel muitas vezes mete água, mas desta vez diz algumas coisas com as quais estou de acordo.
    Na minha opinião, vale o que vale, não é qualquer treinador que serve para o FCP e o Presidente com a estrutura do clube garante estabilidade, organização e disciplina, mas não garante que os métodos de treinamento adoptados são os melhores, e, isso se o líder da equipa técnica não for competente não há santo nem santa que lhe valha!
    No caso do Paulo Fonseca falta-lhe estatuto para dar o murro na mesa se for o caso disso, pois não é com "batatinhas" que vamos lá!

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.