quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Assembleia extraordinária resolução de fair play financeiro

02/10/2014 - O FC Porto comunicou à CMVM a aquisição de mais de 2,8 milhões de ações, ao custo unitário de 0,65 euros, que pertenciam à Somague, segundo principal acionista da sociedade desportiva dos dragões.

A operação, que foi simultaneamente apresentada pelo vice-presidente Fernando Gomes em Assembleia Geral de associados, significa que o FC Porto reforça a posição acionista na SAD, sendo agora detentor de 60,52 por cento do capital.

As ações da sociedade, cotada em bolsa, fecharam esta tarde a valer 0,72 euros.

ASSEMBLEIA GERAL APROVA PROPOSTAS SEM VOTOS CONTRA

A Assembleia Geral do FC Porto, reunida com carácter extraordinário esta quinta-feira, no Estádio do Dragão, aprovou por larga maioria, sem votos contra, as medidas propostas pela direcção e que estiveram em discussão, de acordo com a ordem de trabalhos. Desta forma, foi aprovado o reforço da participação do Futebol Clube do Porto no capital social da Futebol Clube do Porto, Futebol – SAD, mediante a aquisição de 7.500.000 novas acções, no montante total de 37.500.000 euros, e mandatada a direcção para executar essa deliberação. O primeiro ponto teve 10 abstenções e o segundo apenas cinco.

Para além disso, o vice-presidente Fernando Gomes comunicou aos sócios que o Futebol Clube do Porto adquiriu, fora de mercado regulamentado, 2.818.185 acções representativas do capital social da SAD, que eram detidas pelas sociedades Somague Imobiliária, S.A. e Somague - Engenharia, S.A. Com esta aquisição, o Futebol Clube do Porto passa a deter mais de metade dos direitos de voto correspondentes ao capital social da SAD, passando a ser-lhe imputável um total de 9.078.035 direitos de voto inerentes a 9.078.035 acções, representativas de 60,52 por cento dos direitos de voto e do capital social da Futebol Clube do Porto, Futebol – SAD.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.