sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Lopetegui um gentlemen e um técnico competente

03/10/2014 - LOPETEGUI: “Vamos ter de dar uma boa resposta"

​​O FC Porto recebe o Sporting de Braga, em jogo da sétima jornada da Liga (domingo, 18h00) e Julen Lopetegui quer que a equipa dê “uma boa resposta” contra um adversário “que vai estar sempre no topo da tabela” e vem “moralizado” após uma vitória na última ronda. Dizendo que “não é o único” técnico na Europa a fazer rotações na equipa e defendendo que “o rendimento do dia-a-dia” é que o faz decidir quem entra de início nos jogos, o técnico aproveitou para dizer que “em nenhum momento” das passadas semanas pôs em dúvida a “honestidade” dos árbitros da Liga.

O técnico portista comentou ainda o tema das arbitragens: “Eu não as critiquei. Tenho grandes amigos que são grandes árbitros em Espanha e sei as dificuldades e o respeito que é necessário. O que fiz, no final do jogo com o V. Guimarães, foi responder afirmativamente a uma pergunta sobre o facto dum golo mal anulado ser decisivo numa partida que acaba empatada. Em nenhum momento pus em dúvida a intencionalidade e honestidade dos árbitros. Eu acho que se equivocam a favor e contra, não quero que me dêem nada. Quem pensa que pode ter um crédito em relação à arbitragem é quem põe em causa a honestidade deles. Há algo um pouco demagogo aqui".

Deixando uma palavra a Quintero – “entrou bem no jogo com o Shakhtar Donetsk e há muita esperança e confiança na evolução dele” –, Lopetegui ressalvou que não olha para nacionalidades na hora de escolher o onze inicial e considerou normal haver alterações constantes nos escolhidos: “Jogamos a cada três dias e não sou o único fazer rotações na Europa. O treinador não decide, simplesmente, fazer rotação: há uma decisão que advém do cansaço e do número de jogos disputados. Está claro e evidente que há sempre um grupo que está a participar mais, mas isso não assegura titularidade – o que pode garantir isso é o seu rendimento no dia-a-dia”.

Referindo que “o jogo com Shakhtar já passou” e que a classificação, na Champions League ou na Liga, neste momento, “não interessa”, Lopetegui analisou o sorteio da Taça de Portugal, que colocou FC Porto e Sporting frente-a-frente, sublinhando que é “um clássico que vem cedo na competição”. O técnico aproveitou ainda para comentar a convocatória da selecção nacional portuguesa, em que figura Ricardo Quaresma, aproveitando para desejar boa sorte a Fernando Santos: “Parabéns para o Ricardo Quaresma, para o FC Porto e para a selecção. Desejo o melhor ao futebol português, que quer estar nas competições importantes. Alegramo-nos pelo Ricardo e pelos outros internacionais que vão aos jogos dos seus países”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.