quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Relatório de contas do FC Porto aprovado

30/10/2014 - ​​A Assembleia Geral do FC Porto, reunida esta quarta-feira, no Estádio do Dragão, aprovou por ampla maioria o Relatório e Contas Individuais e o Relatório e Contas Consolidadas do clube, referentes ao exercício de 2013/14 (1 de Julho de 2013 a 30 de Junho de 2014), sendo que ambos registaram apenas um voto contra (não houve abstenções), na generalidade e na especialidade. Os resultados líquidos são negativos (2,355 e 35,361 milhões de euros, respectivamente), devido ao impacto das contas da FC Porto - Futebol, SAD.

O vice-presidente Fernando Gomes destacou, precisamente, que as contas seriam positivas sem o resultado negativo de 40,701 milhões de euros da SAD. No que toca ao relatório individual, frisou que o EBITDA (cash-flow operacional) é positivo em mais de dois milhões de euros e que o capital próprio é robusto, atingindo os 62,834 milhões de euros.

De acordo com a legislação em vigor, qualquer empresa-mãe é obrigada a elaborar demonstrações financeiras sobre as sociedades que controla, pelo que foi também apresentado aos sócios o Relatório e Contas Consolidadas. O resultado líquido negativo de 35,361 milhões de euros inclui as contas de todo o grupo: FC Porto, FC Porto - Futebol, SAD, PortoComercial, PortoEstádio, PortoMultimédia, PortoSeguro, Dragon Tour, EuroAntas, FCP Serviços Partilhados e FCP Media. O EBITDA (8,455 milhões de euros) e o capital próprio (26,867 milhões de euros) são igualmente positivos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.