quarta-feira, 24 de setembro de 2014

A arbitragem portuguesa está condicionada

24/09/2014 - A poderosa máquina de propaganda da Imprensa desportiva alfacinha a saber: A Bola, o Record, RTP, SIC e TVI; através dos seus jornalistas, maioritariamente benfiquistas e sportinguistas fanáticos, condiciona os árbitros portugueses pela coacção psicológica que exerce sobre eles. Sempre prontos a denunciar exaustivamente se os portistas forem eventualmente beneficiados com erros de arbitragem, e a escamotearem os lances do jogo (até instrumentalizarem) quando a equipa portista é prejudicada…!

Tudo começa por nos últimos anos e actualmente, os cargos dirigentes do futebol e da arbitragem estarem nas mãos de personalidades afectas ao Benfica e ao Sporting, que apesar da rivalidade, estão na prática, conluiados a fim de dividirem os benefícios de controlarem (o futebol) os juízes do apito portugueses. Os árbitros são humanos e precisam do l'argent, geld... que ganham como árbitros de futebol para fazerem face às suas despesas, e, é evidente que conhecendo quem são os seus patrões, é normal que tentem agradar a quem pode decidir a sua (deles árbitros) carreira.
Nós até sabemos que os árbitros portugueses apesar de poderem errar num ou noutro jogo, são tecnicamente competentes. O problema manifesta-se no capítulo da acção disciplinar, protegendo uns e sacrificando outros.

Os casos. Porque é que o FC Porto, equipa de futebol, têm de servir sempre de exemplo às outras equipas, com os juízes do apito a serem extremamente rigorosos (excesso de zelo) com os portistas e para as equipas do Benfica e do Sporting sempre prontos a serem benevolentes, entenda-se permissivos…?!
Só não vê quem não quiser, quando se trata de castigar um jogador do FC Porto os árbitros nem hesitam, caso recente do Maicon, mesmo que admitindo que a decisão do juiz do apito tenha sido correcta, pergunta-se: porque não utilizam o mesmo critério quando têm de sancionar faltas idênticas cometidas por jogadores benfiquistas ou sportinguistas…?!
Parecendo que não, o facto de se protegerem uns e sacrificarem outros, arrasta uma carga psicológica bastante favorável para uns e perniciosa para outros, influencia, e, de que maneira …!


PS - Esclarecimento dos portistas

FC Porto x Boavista_Ver aqui

PS1 - Só peca por tardia

Dez anos atrasada_Ver aqui

2 comentários:

  1. Oh, anti-tripeiro, é preciso ter resmas de presunção para acreditar que as opiniões dum tone como tu tem alguma ponta por onde se lhe pegue, entenda-se, validade...!!!

    ResponderEliminar

  2. @ Armando

    obrigado! pela referência :D

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.