quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Futebol- Presidente da Liga patrocina palhaçada

03/09/2014 - O actual presidente da Liga de Clubes agarrado como "lapa" ao cargo, não se submete às decisões das instâncias superiores e patrocina a continuação da "palhaçada".

O actual Presidente da Liga de Clubes não se conforma com a decisão do 
Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol e à revelia desta decidiu travar a "repetição" das eleições para nova direcção, ou seja, a substituição da actual direcção ainda em funções devido aos golpes baixos do então presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga Carlos Deus Pereira!


De acordo com o site que lista a distribuição de processos nos Tribunais Administrativos do país, a providência deu entrada no dia 27 de Agosto, tem como réu a "Federação Portuguesa de Futebol" e foi atribuído à juíza Isabel Portela Costa.

Contactado pela agência Lusa, Mário Figueiredo escusou-se a falar sobre o processo pendente, confirmando apenas a existência da providência cautelar no sentido de suspender os acórdãos do Conselho de Justiça relativos à eleição na Liga de Clubes.

Este procedimento só é possível em Portugal (tipo república das bananas). Noutro qualquer país o sr. mário figueiredo já teria sido irradiado dos cargos dirigentes do futebol.

O primeiro destes acórdãos do Conselho de Justiça da FPF surgiu em finais de Julho e, na prática, obrigava à repetição do ato eleitoral na Liga de Clubes de 11 de Julho, quando Mário Figueiredo - a concorrer sozinho por invalidação das outras listas - foi reeleito para um novo mandato.

Na altura, Mário Figueiredo concorreu sozinho porque o presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga, Carlos Deus Pereira, rejeitou as candidaturas de Rui Alves e Fernando Seara, alegando que estas não apresentaram candidatos a todos os órgãos sociais da Liga.

A decisão, muito contestada na altura, foi revertida pelo acórdão do Conselho de Justiça da FPF, que argumenta que tal não é motivo para rejeitar uma candidatura. Por isso, não só decidiu que o ato eleitoral teria de ser repetido - aceitando desde logo como válida a lista de Fernando Seara - como no final de Agosto aceitou a lista de Rui Alves.

Mário Figueiredo preside à LPFP desde janeiro de 2012, foi reeleito com os votos de apenas sete clubes (Sporting, Paços de Ferreira e Belenenses, da I Liga, Leixões, Farense, Santa Clara e Atlético, da II Liga). 

Fernando Gomes
(verbo de encher) convoca clubes e Mário Figueiredo


Segundo notícias da RR o Dr. Fernando Gomes, presidente da FPF, convocou todos os clubes profissionais e ainda o presidente da Liga, Mário Figueiredo, para uma reunião.


O encontro terá lugar na sede do organismo federativo, em Lisboa, na terça-feira, tendo como objectivo a pacificação entre as partes na sequência da impugnação apresentado pelos clubes às últimas eleições na Liga.


Qual pacificação, qual carapuça, isto não cabe na cabeça de ninguém, a actual direcção da Liga de Clubes tem é que respeitar as superiores deliberações do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol. Onde é que já se viu a Liga de Clubes ultrapassar as competências relativas à FPF...!!! Que se saiba a Federação Portuguesa de Futebol é uma Instituição hierarquicamente superior à Liga de Clubes...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.