sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Lampião convencido, Liga e Rolando um mau exemplo

01/08/2014 - Um lampião convencido

António Figueiredo, ex-dirigente benfiquista, à Antena 1

"Sou da opinião de que o FC Porto está em declínio, não é mais o que já foi, e o Benfica tem de aproveitar".

Pois, mas espera sentado para não desesperares...


Como eu gosto de os ver assim muito convencidos e repletos de prosápia...!


PS - Liga de Clubes Profissionais de Futebol

…Todo o processo a envolver a Liga de Clubes, de tão caricato e irónico, situa-se agora entre o deprimente e o hilariante. Mário Figueiredo ficará na história do futebol português como um dos dirigentes mais contestados de sempre, cuja sobrevivência ao longo dos tempos só pode ser explicada duma forma: há quem (clubes) tenha andado a jogar em dois tabuleiros. Caso contrário, já teria sido despejado (ido dar uma volta ao bilhar grande).

PS1 - Rolando um mau exemplo de profissional, quer sair pela porta pequena


Os bons exemplos procuram boas soluções com benefícios para as partes envolvidas no negócio.
Rolando, pelo contrário, prefere ficar registado na lista negra do FC Porto e não só, como "persona non grata!"


Rolando deu indicações aos seus representantes para estudarem a possibilidade de evocar a "Lei Webster" para se desvincular já do FC Porto, pagando ao clube o equivalente aos salários que teria de receber neste último ano de contrato.
De acordo com a "Lei Webster" é possível a ruptura unilateral de um contrato por parte de um atleta com mais de 28 anos (Rolando faz 29 no final de agosto), desde que tenha cumprido dois anos do acordo e o clube seja recompensado com o valor remanescente estipulado. A existência de uma cláusula de rescisão não deve ter influência no caso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.