domingo, 9 de fevereiro de 2014

Jackson e Ricardo

09-02-2014 – Jackson foi o MVP
​Jackson Martínez foi eleito o melhor melhor jogador em campo no FC Porto-Paços de Ferreira deste domingo, da 18.ª jornada da Liga. O colombiano marcou o 14.º golo na prova esta época - é agora líder da lista de melhores marcadores - e arrecadou assim a segunda distinção da época.

O avançado colombiano já havia sido considerado o MVP na vitória sobre o Sporting de Braga (2-0), na 12.ª jornada da Liga. Licá (2.ª jornada, com o Marítimo), Silvestre Varela (4.ª jornada, frente ao Gil Vicente, 8.ª jornada, frente ao Sporting, e 16.ª jornada, frente ao V. Setúbal), Josué (6.ª jornada, frente ao V. Guimarães) e Carlos Eduardo (14.ª jornada, frente ao Olhanense) foram os outros Dragões distinguidos até ao momento.

O prémio será entregue a Jackson Martínez esta terça-feira, às 9h40, no regresso ao trabalho do FC Porto. Esta segunda-feira, o plantel cumpre um dia de folga e volta aos treinos no dia seguinte, às 10h00, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia. Os primeiros 15 minutos da sessão serão abertos à comunicação social.
09-02-2014 – Ricardo: “marquei na primeira vez que toquei na bola”
​Licá e Ricardo, dois jogadores que começaram a partida contra o Paços de Ferreira no banco (vitória por 3-0) e que acabaram por ser figuras do encontro, eram o espelho da satisfação do balneário portista no final do jogo. Licá mostrou-se feliz pela sua participação nos dois últimos golos portistas e Ricardo realçou a “sorte de conseguir” um golo, numa recarga oportuna a um remate de Licá.

​Em declarações ao Porto Canal, Licá expressou a sua alegria pelo resultado alcançado pelo FC Porto: “Nós tentamos sempre ganhar com a maior margem possível e é certo eu entrei e estive nos dois últimos golos, mas o importante foi a vitória. Temos de ter em atenção que o Paços de Ferreira está em penúltimo mas o valor da equipa não é esse”.

Por sua vez, o avançado Ricardo, cuja entrada de “pé quente” acabou por deixar marcas no resultado final, estava, naturalmente, radiante no final da partida: “Marquei golo da primeira vez que toquei na bola e, claro, foi bom ter ajudado. Quando estamos pouco tempo em campo, temos de fazer os possíveis para deixar a nossa marca e tive a sorte de conseguir”. Mas a vitória podia ter sido mais dilatada, segundo Ricardo: “O objectivo do FC Porto é sempre ganhar, foi o que fizemos hoje e é importante para a nossa caminhada. Na primeira parte tivemos mais oportunidades e podíamos ter ido para o intervalo a ganhar por mais. Não foi na primeira, foi na segunda”, rematou com um sorriso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.