sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Pedro Marques Lopes realces

Pedro Marques Lopes na sua habitual crónica - aborda o tema - Treinadores

…depois de elogiar Jesualdo Ferreira considerado por muitos como o melhor treinador português a transformar jovens promessas em certezas e até a burilar jogadores já feitos, tornando-os ainda melhores…!
Se dúvidas houvesse quanto à competência de Jesualdo para formar e lançar jovens jogadores, elas seriam desfeitas depois das afirmações de Lucho e Falcao.
Apesar de nem sempre Jesualdo ter agradado à maioria dos adeptos portistas, reconheço por aquilo que agora vejo, que seria muito mais produtivo para o FC Porto ter o Jesualdo como treinador do que o inexperiente Paulo Fonseca.

…é um treinador único a fazer crescer jogadores. Um verdadeiro mestre na arte de desenvolver aptidões, corrigir erros, dar confiança. Um homem capaz de transformar talento potencial em talento efectivo, capaz de fazer de promessas certezas, capaz até de melhorar jogadores já feitos. Os exemplos no FC Porto, são muitos e para todos os gostos, posições e características: Hulk (que deve tudo a Jesualdo), Falcao, Quaresma, Bosingwa, Anderson, Lisandro, Pepe, Bruno Alves, Fernando e muitos outros.

…Para os mais esquecidos convém lembrar que as grandes vitórias do FC Porto não se fizeram a comprar jogadores por fortunas – e mesmo os que foram mais caros, na sua esmagadora maioria foram investimentos com um fantástico retorno – foi a fazer crescer jogadores numa estrutura, onde se incluía o treinador, que permitia que desenvolvessem todo o potencial que tinham.
Ao contrário do que para aí se diz, não há falta de talento no plantel do FC Porto. Insisto, temos um excelente plantel. Há muita gente capaz de, daqui a uns anos, estar ao lado dos grandes nomes da nossa história. Falta é quem os ajude a crescer.

…Pronto, o Paulo Fonseca tem carta branca para nos proporcionar exibições vergonhosas, mostrar a sua incapacidade para treinar o FC Porto, diminuir o valor dos jogadores, desperdiçar talentos. Mas ao menos podia-lhe ser dito para não gozar com a cara dos sócios e adeptos do FC Porto. É o mínimo que se pode exigir.


O PMEC


O processo da moralizaçãodo futebol português em curso está a ganhar asas. Segundo as últimas notícias, e para gáudio dos pregadores da verdade desportiva, no final da primeira parte do troféu Taça da Liga os moralistas da secretaria ganharam vantagem sobre os que acham que o futebol deve ser jogado no campo. Ou seja, a verdade está a ganhar ao sistema. É assim, não é? Não fossem aqueles dois minutos e o Sporting tinha esmagado o adversário e o FC Porto teria sido goleado pelo Marítimo, certo? Aqueles dois minutos (o CII da Liga diz que foram 3 a 4) foram uma malandrice que mais uma vez fez com que os bons perdessem e os maus ganhassem. É isto, não é ?
Sabem os deuses que há alturas em que até gostava que o FC Porto fosse declarado derrotado e o Sporting passasse à próxima fase. Será que se organizaria uma festa no Marquês para comemorar essa estrondosa vitória? Até se poderia dizer que seria uma vitória diferente…
Segundo a Associação de Futebol de Lisboa, liderada pelo inefável sr.Lobo – um dirigente associativo com uma dimensão ética exemplar que se diverte a fazer comentários racistas e insultuosos a jogadores de futebol – “a decisão que ora se antevê pode constituir um ponto de viragem para uma nova era no futebol português”. Uma verdadeira nova era. Uma era em que se ganha na secretaria o que não se consegue ganhar em campo.

 
Já agora quero lembrar também as declarações do presidente da Associação de Futebol do Porto sobre a decisão do CII da Liga de Clubes de sancionar o FC Porto.
Segundo o Dr. Lourenço Pinto as conclusões do CII da Liga sobre o atraso dos 2.45 minutos do FC Porto são demasiado simplistas porque não tiveram em conta todos o factores em causa. A decisão jurídica do CII da Liga é uma decisão, não do terceiro mas do quarto mundo...!

1 comentário:

  1. Anti-tripeiro : os teus excrementos literários valem ainda menos que zero e logo que os deteto vão direitinhos para o lixo sem ver.
    Mas como a tua prosápia é maior do que o mundo, continua... é só um clique para puxar o autoclismo e fazer com que desçam pela sanita abaixo...

    ResponderEliminar

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.