quinta-feira, 31 de julho de 2014

Bruno de Carvalho não gosta de verdades incómodas

31/07/2014 - O populista Bruno de Carvalho não gosta de afirmações incómodas, quando abre a boca ou entra mosca ou sai asneira, e ainda por cima, tem o desplante de mandar calar os outros! Quem se julgará ele?! Se calhar "the big boss" do futebol português...!
É o resultado da importância que lhe atribui grande parte da imprensa desportiva lisboeta, a qual na sua sanha persecutória contra Pinto da Costa e o FC Porto, dá relevo a qualquer "pateta" que se proponha denegrir o líder dos dragões...!


ESTORIL - Tiago Ribeiro espera que Figueiredo "tenha vergonha na cara"

Tiago Ribeiro, presidente da SAD do Estoril, espera que Mário Figueiredo tenha "vergonha na cara" e não se recandidate às eleições na Liga, que o Conselho de Justiça federativo mandou repetir. Em declarações à Rádio Renascença, esta quarta-feira, o dirigente lembrou ainda a responsabilidade dos clubes que viabilizaram a recondução do presidente da Liga. "Cabe àqueles clubes que subscreveram terem consciência do mal que fizeram", referiu, sem esquecer "os que se aliaram a uma prática que ficou demonstrado ser completamente ilegal, abusiva - inclusivamente, deu processo disciplinar ao presidente e à vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral". "Isso não é gratuito", sublinhou. "Cabe agora ao senhor Mário Figueiredo ter vergonha na cara e retirar-se, não se apresentar", rematou, ansioso por ver ultrapassada toda a polémica e a instabilidade, para que "os clubes trabalhem em conjunto para administrar a Liga que lhes pertence".

Mário Figueiredo foi reconduzido no cargo com os votos favoráveis de Sporting, Paços de Ferreira, Belenenses, Leixões, Farense, Santa Clara e Atlético.
Tiago Ribeiro incómodo para Bruno de Carvalho

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, comentou esta quarta-feira a decisão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, de mandar repetir as eleições da Liga. À margem da apresentação da equipa de andebol, no Multidesportivo de Alvalade, voltou a pedir "dirigentes com consciência, verdade, rigor e modernidade"



(à moda de Bruno de Carvalho, isto é, qualquer coisa que seja conveniente para os seus desígnios (interesses) !) 

e criticou o presidente do Estoril, a quem acusou de "falar de mais". 

Pois é, ó Bruno, não gostas que se mencionem os factos...?!
Ó Bruno, diz o povo com razão, "quem não quer ser lobo não lhe veste a pele", portanto assume as tuas "calinadas" que só te fica bem (aquelas que foste o autor e produziste).


Em declarações à Rádio Renascença, Tiago Ribeiro aludira, horas antes, à responsabilidade dos clubes que subscreveram e apoiaram Mário Figueiredo, eleito com os votos do Sporting, Paços de Ferreira, Boavista, Leixões, Farense, Santa Clara e Atlético. Bruno de Carvalho não gostou. Tiago Ribeiro "faz de tudo para surgir" e "fala de mais", acusou, pedindo para que, no assunto da Liga, "quem andou a brincar meta a mão na consciência".


Ah! Ah! Ah! Que consciência?! A tua que pelos vistos é muito elástica...?!
É caso para perguntar: mas o "modus operandi" de Bruno de Carvalho serve de exemplo para alguém?!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.